Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

nnaomi

8 dias em Foz do Iguaçu e vizinhanças - Parte 3: Ciudad del Este

Posts Recomendados

Ciudad del Este, Paraguai (DDI 595 61)

 

Como chegar

• Aeropuerto Internacional Guarani (AGT), Ruta Internacional 7, km 6, Minga Guazú, (64) 420-801 / 420-842 / 420-815, [email protected], http://www.dinac.gov.py

 

Transporte Foz do Iguaçu/Ciudad del Leste:

• Ônibus - opção 1: pegar um circular de Foz do Iguaçu que passe próximo à Ponte da Amizade e atravessá-la a pé. É perto, depois da ponte já se mergulha no "centro de compras" de Ciudad del Leste. Devido ao congestionamento da ponte, é mais rápido ir a pé, mas disseram ser mais inseguro, devido à grande movimentação de pessoas, mercadorias e, consequentemente, de dinheiro

• Ônibus - opção 2: pegar a linha internacional para Ciudad del Leste, que sai de Foz do Iguaçu e te deixa já em Ciudad del Leste. É fácil identificar, é diferente dos circulares da cidade. Não sei se há outras empresas atendendo esse percurso, mas peguei um ônibus branco da Nuestra Señora de la Asunción, que passa frequentemente. Tem trajeto longo na cidade (rodoviária, R. Paraná, Av. Jorge Schimmelpfeng. Av. JK...), se informe sobre ponto mais próximo. R$ 3,50 a passagem. Aceitava outras moedas também e uma tabela com valores estava pregada perto do motorista. Paguei em reais mesmo e não reparei nos outros valores para ver qual compensava mais

• Para voltar a Foz do Iguaçu, pegar o ônibus pouco depois da rotatória da Monalisa, no sentido CDE-Foz do Iguaçu. O ônibus segue bem devagar, quem vai a pé chega mais rápido, mas não é aconselhável, principalmente se estiver com compras. O ônibus para na aduana brasileira, onde é feita a fiscalização

 

Dicas de imigração: aduana paraguaia

• antes da ponte tem a aduana brasileira (do lado brasileiro) e depois da ponte fica a aduana paraguaia, que já está colada ao "centro de compras"

• na ida, pegar a linha internacional para CDE. Se o objetivo for ficar somente em CDE, permanecer no ônibus e descer só no centro de compras. Informaram-me que se pretender prosseguir viagem pelo PY, deve-se descer na aduana paraguaia para dar entrada no país e receber o permiso. Desse ponto, pode-se seguir a pé para o "centro de compras" ou pegar outro ônibus para o centro/rodoviária de CDE e, nesse caso, avise o motorista que vai descer para fazer a imigração para ele te dar um ticket para pegar outro ônibus sem ter que pagar novamente

• na volta, passar na aduana paraguaia (fica no lado direito da ponte) para dar baixa no permiso, obviamente se tiver dado entrada, caso contrário passe reto. Dá para atravessar a ponte a pé, mas é recomendável pegar ônibus. Descer na aduana brasileira, apenas se tiver excedido a quota de U$300.00, para pagar imposto, uma vez que agora não é mais necessário entregar a DBA. Disseram que é preciso andar uma quadra até o ponto para pegar ônibus para o centro de Foz, pois em frente da aduana o ônibus não para. Entretanto, ele vai parar para que o funcionário da Receita entre para olhar as bolsas dos passageiros, mas talvez o motorista não deixe ninguém embarcar ali

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parque Tecnológico Itaipu, Sede Hernandarias - Alto Paraná, Paraguay, Central Hidroeléctrica Itaipu (CHI), 599-7856 / 599-7264 (Fax).

Informações e reservas para visitas: 599-8040 / 8094 / 8069 / 8070 / [email protected], parece que as visitas não têm custo, a Visita Turística não tem restrições, a Visita Especial e a Visita Técnica devem ser marcadas com antecedência, tem horários limitados e, segundo o site, destinam-se apenas a visitantes ilustres como diplomáticos e autoridades, mas parece-me que são abertos a turistas também. Confirmar informações

• Visita Turística, visita externa e visão panorâmica da usina

• Visita Especial, visita se baseia na visita turística e, além disso, passa por dentro da usina

• Visita Técnica, visita se baseia na visita especial além de visitar outros setores mais específicos

• Iluminación de la represa, às sex e sáb às 18h30 (no horário de verão às 19h30), mediante reserva

 

Informações e reservas para outras visitas no Complexo Turístico Itaipu: [email protected]

• Museo de la Tierra Guaraní, Supercarretera que une Ciudad Presidente Franco a Saltos del Guairá, a 11, 5 km de Ciudad del Este, 599-8632 / 8638

• Zoológico Regional, Carretera que une Ciudad Presidente Franco y Saltos del Guairá, a 11,5 km de Ciudad del Este, Hernandarias, 599-8632 / 8638

• Vivero forestal, Carretera que une Ciudad Presidente Franco y Saltos del Guairá, a 11,5 km de Ciudad del Este, Hernandarias, ter-sáb das 8-11h30 e 14h30-17h, dom das 8-11h30, 599-8040 / fax (5561) 599-8045 / [email protected], Entrada gratuita

• Refúgio Tatí Yupí, Supercarretera que une Ciudad del Este a Saltos del Guairá, a 3 km al Norte de Hernandarias, 599-8473 / 599-8069, unidade de proteção ambiental que pode ser visitada mediante solicitação no Centro de Recepção aos Visitantes

• Reserva Biológica Itabó. Localizada sobre a rodovia, a 10 km ao norte de Hernandárias, no Distrito de Mbaracajy. Com uma área de 13.747 hectares, dispõe de um acervo de 310 animais classificados, sendo 40 espécies de mamíferos, 250 espécies de aves, 20 espécies de répteis e os mais variados tipos de vegetação

• Saltos del Monday, Parque Municipal Saltos del Río Monday, Ciudad Presidente Franco, 599-8040 Centro de Recepción de Visitas / 550-068 Municipalidad de Presidente Franco / [email protected], diar das 7h30-18h, Gs 5.000. Localizado a 20 km da Ponte da Amizade, o Salto Monday, em Puerto Presidente Franco, está dividido em 3 quedas e a maior delas tem cerca de 40m de altura. Proporciona um espetáculo com espumas amarelas e brancas e a “fumaça” provocada pelo impacto da água com as rochas e arbustos que contornam a imensa depressão do rio Monday. A vegetação da região esconde animais, pássaros e uma comunidade indígena. As paredes de pedras gigantes, que chegam a 35m de altura, são ideais para a prática de rapel e alpinismo. Um caminho feito por alpinistas permite ao visitante chegar até as margens do rio Monday, logo depois das quedas d’água. Existe ainda a possibilidade de serem feitos passeios de bote até o museu de Puerto Bertoni ou em corredeiras (“bóia cross”) e cavalgadas. A infra-estrutura conta com passarelas que permitem chegar bem próximo ao salto, estacionamento, portal de entrada, calçamento e um local para bebedouros, banheiros, lojas de souvenir e lanchonetes. Possui viveiro de plantas que visa reflorestar as áreas do parque e da cidade

• Monumento Bertoni, a 40 km de Ciudad Presidente Franco, às margens Rio Paraná. Acesso por estrada de terra que une Presidente Franco a Los Cedrales ou por água através do Puerto Moisés Bertoni, 599-8040 / 8094 / 8069 / 8070 / [email protected], ter-dom das 7h30-15h. Entrada gratuita. Localizado às margens do rio Paraná, Puerto Bertoni foi uma antiga colônia suíça, fundada no final do século XIX por Moisés Santiago Bertoni, acompanhado de sua família e 40 conterrâneos. Para se chegar ao local, percorre-se de barco o rio Iguaçu, até a sua foz no rio Paraná. A partir daí, segue-se até Puerto Bertoni. Logo na direção da casa onde morava o suíço, hoje Museu Bertoni, existe uma trilha aberta e utilizada pelos colonos da época. Durante a caminhada de 30min, pode-se apreciar a vegetação, constituída por uma variedade de espécies nativas da região e outras trazidas e adaptadas cientificamente por Bertoni. Ao chegar à antiga casa, situada bem ao alto, por motivo de precaução devido às enchentes do rio Paraná, contempla-se um belíssimo visual do rio e toda a vegetação ali existente. Abriga dez salas com rico acervo cultural, uma biblioteca de 7 mil livros, uma reconstituição do laboratório e da gráfica usada para imprimir suas publicações. Até uma estação de correios e telégrafos fora montada pelo suíço para assegurar o envio e o recebimento de produção científica. O museu conta ainda com exposição de répteis, insetos e ossadas de animais encontrados na região. É curioso observar que, apesar do isolamento da colônia, Bertoni mantinha contato com os principais núcleos culturais da época, especificamente da América Latina. Atualmente o museu é mantido pelo Museu de Genebra. Próximo ao museu, o turista pode também descobrir como vivem os índios da tribo mby’a, povoadores ancestrais do Paraguai e ainda presentes na região

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Gran Casino Itaipu, Rua 11 de Septiembre, 816 com Av Carlos Antonio Lopes, próximo ao centro, 500-605 / 512-294, diar. a partir das 20h, http://www.hotelcasinoacaray.com.py ocupa o espaço do antigo Casino Acaray. Conta com serviços de segurança, baby sitter, restaurante e bar internacional e espaço cultural. Verifique junto ao cassino que eles fornecem transporte gratuito de Foz do Iguaçu ao cassino. Entrada gratuita

• Marco das Três Fronteiras. Localizado no ponto de convergência entre Brasil, Argentina e Paraguai, países divididos geograficamente pelos rios Paraná e Iguaçu. O obelisco, que tem as cores da bandeira nacional (branco e vermelho), possui apenas uma face, ao contrário dos que ficam em solo brasileiro e argentino, que têm três faces, o que simboliza a sua localização em apenas um dos rios, o Paraná

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

São inúmeras galerias de lojas, selecionei algumas que são as mais citadas:

• Shopping Americana, Av. San Blas, 146. Prédio com diversas lojas, foi indicada para perfumes, cosméticos, bebidas, etc. Tem a Casa Americana S. A. no segundo piso e também podem ser encontradas lojas da Puma, Nike, Addidas

• Shopping Vendome, Av. Adrián Jara e/ Piribebuy, (61) 510-323: Lojas de informáticas como a Nova Advance e a Compubras, lojas de tênis no térreo e subsolo

• Lai-Lai Center, Av. Adrián Jara. Engloba algumas lojas de informáticas como a Navenet, a Master10 e a Icompy

• Shopping Del Este, Sax. Disseram que são mais sofisticados e preços são maiores

 

Algumas lojas de itens variados e perfumarias:

• Monalisa, Av. Monseñor Rodrígues y Carlos Antonio López, 654, 500-645, das 7h30-16h30, dom das 8h-13h, http://www.monalisa.com.py/ Foi indicada para perfumes, cosméticos, bebidas, etc. Não vi lista de preço no site

• Casa China, Av. San Blas y Toledo, 500-335 / 500-922 / Fax 500-923 [email protected], das 8h30-18h (BR), dom das 8h-12h, http://www.casachina.net/ Foi indicada para perfumes, cosméticos, bebidas, camisas de times de futebol e vestuário. Não vi lista de preço no site

• La Petisquera: Loja 1 Av. Monseñor Rodriguez, 810, 500-886 / 500-664 / 500-349 - Loja 2 Av. Monseñor Rodriguez, 510-445 / 512-402 / 510-941 - Loja 3 Shopping Del Este, 504-825 / 504-827, [email protected], http://www.lapetisquera.com/ Foi indicada para perfumes, cosméticos, bebidas, etc. Não vi lista de preço no site, mas mostra cotação do dólar

• Casa Americana S. A., no Shopping Americana, 500-322 / 500-813 / 514-629 / 513-735 / fax 500-529, [email protected], [email protected], http://www.casaamericana.com.py/ Não vi lista de preço no site

• Casa Condor, no Shopping Americana, 513-974 / 513-052 / 501-505

• Perfumaria Charme (Grupo Dien), na Galeria Jebai, Av. Carlos Antonio López y Monseñor Rodriguez, 502-090

 

Algumas lojas de Informática:

• Navenet, no Lai-Lai Center e no Shopping Nave Shop, Rua Regimiento Sauce entre Av. Camilo Recalde y Emiliano R Fernandez, seg-sáb das 7h30-16h30 (BR), 502-266 / 501-746 / 512-156 / 518-512 / 512-194, http://www.navenet.com/ Tem lista de preço no site

• Master10, no Lai-Lai Center, ter-sex das 7-16h, seg e sab das 7-15h, são várias lojas nos 1.o, 4.o e 5.o pisos, vários telefones (do Brasil) para contato, vários e-mails também, http://www.master10.com/ Tem lista de preço no site e mostra cotação do dólar

• Icompy, no Lai-Lai Center, 4.o e 5.o Piso, 504-555 / Fax 508-431, [email protected], http://www.icompy.com/ Tem lista de preço no site e mostra cotação do dólar

• Nova Advance Informática, no Shopping Vendome, 4.o piso, 514-472 / 500-152, [email protected], http://www.novadvance.com.br/ Tem lista de preço no site e mostra cotação do dólar

• Compubras, no Shopping Vendome, 2.o piso, vários telefones (do Brasil) para contato, http://www.compubras.com Tem lista de preço no site e mostra cotação do dólar

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• fomos de ônibus, a linha internacional, como aconselhado e resolvemos apreciar a experiência. O congestionamento começava ali na aduana brasileira e já dava para ver as pessoas atravessando a Ponte da Amizade a pé que iam mais rápido do que nós. No meio da massa de ônibus e carros iam as motos mais rápidas e mais emocionantes segundos os relatos de alguns que se aventuraram com moto-táxis. No final da ponte fica a aduana paraguaia, mas ninguém para lá, passa quase despercebida. Descemos no "centro de compras" de CDE, quase em frente à famosa Monalisa

 

• quanto à alimentação, recomendaram tomar cuidado onde comer e dar preferência a lanches tipo Giraffas e Mc Donalds localizadas nas grandes galerias de lojas

 

• recomendaram não ir a CDE às quartas e sábados. Fui numa segunda-feira e estava relativamente tranquilo, acho que é sempre movimentado, mas não estava "fervendo", talvez por ser pós-carnaval

 

• O comércio se concentra ao redor das avenidas San Blás, Monsenhor Rodriguez e na Ruta Internacional Gaspar de Franca

 

• Horários de funcionamento das lojas variam, na média de seg-sáb das 7h-16h (algumas abrem e fecham mais tarde), aos dom algumas funcionam até as 12h, outras não abrem. Disseram que se é perigoso andar nas ruas por causa do movimento intenso, depois que o comércio fecha a sensação de insegurança é maior

 

• as notas de U$ 100.00 das séries CB e D não são aceitas por motivo de falsificação

 

• faça uma lista de compras, uma pesquisa sobre quais lojas mais confiáveis oferecem os itens desejados, imprima um mapa de CDE e localize as lojas selecionadas. Passe de loja em loja vendo preço e não esqueça de conferir a cotação usada se quiser pagar em real. Às vezes a loja tem o melhor preço em dólar, mas na conversão para real fica mais caro. No geral, a cotação usada nas lojas varia poucos centavos e não é ruim

 

• Seja objetivo, pois são muitos shoppings/galerias com muitas lojas e dá para passar dias lá, vendo as lojas. Há uma lista de lojas mais indicadas que dizem serem mais confiáveis, mas normalmente estas têm preço maior. Acredito que, para quem conhece, dá para garimpar artigos mais em conta em lojas menores e/ou desconhecidas, mas normalmente esse acesso não é fácil para turistas de 1 dia. Tudo tem o seu preço, risco e consumo de tempo

 

• CDE é tudo o que pessoal fala, sim. Entretanto como tinha ouvido falar muito mal, não esperava grandes coisas, a expectativa era muito baixa, então me surpreendi, me diverti e gostei. Compararam CDE a um misto de 25 de Marco, Santa Efigênia e Brás em SP. As ruas são muito feias e bagunçadas, mas o interior dos grandes shoppings é bom. Visitei apenas os principais shoppings e nestes a maioria das lojas são relativamente organizadas e os corredores são largos. Surpreendentemente no meio de lojas pequenas há lojas enormes, muito bonitas e com artigos sofisticados

 

• CDE é tumultuada, muitas pessoas que dividem espaço ou com muitos carros e muitas motos nas ruas, ou com muitos ambulantes nas calçadas. É preferível seguir pela calçada central na Ruta Internacional quando possível, pois é mais tranquila e dá para ver o topo das fachadas dos prédios. Depois de localizar o prédio em questão, para chegar às lojas, precisa-se driblar os carros, principalmente os taxistas e as motos nas ruas e depois vencer a barreira de ambulantes não trombando nas outras pessoas que tentam fazer o mesmo

 

• dá para visitar as principais lojas todas a pé, pois ficam próximas, a poucas quadras uma da outra. É fácil localizar as lojas com o mapa na mão, embora as barracas dos camelôs dificultem a visão das lojas. Não dê atenção a taxistas, um deles em frente do Shopping Americana me ofereceu táxi para ir à Monalisa! Provavelmente ia ficar dando voltas, para nos deixar bem ali do outro lado da rua. Não digo que todos são assim, deve ter profissionais sérios, mas é necessário tomar cuidado

 

• as bolsas de todos que retornam de CDE são vistoriados na aduana brasileira, mas a fiscalização é light. Não sei se eventualmente, por amostragem, eles peguem alguém e passem um pente fino total. Se eles resolvessem fazer isso com todos, eles teriam que ter muitos funcionários e/ou a Ponte da Amizade travava por completo, só não ia dar congestionamento maior que a saída de SP em começo de feriado por falta de espaço. Aliás, nem sei o que aconteceria, ia ser um tumulto total

 

• no aeroporto de Foz do Iguaçu, fiscalização novamente, antes de fazer check-in, todos tem que passar pela Receita Federal, a bagagem tem que posta na esteira do raio X e dois funcionários inspecionam o processo. Como na aduana brasileira da Ponte da Amizade, também é uma fiscalização light, mas não sei se eventualmente eles passam um pente fino nos pertences de alguém. Seja qual for o meio de transporte para saída da cidade, há um posto de fiscalização. Nas estradas os carros são vistoriados e nos correios as remessas são verificadas

 

• para comer aconselharam os restaurantes/lanchonetes dos grandes shoppings, por exemplo, o restaurante da Monalisa e as lanchonetes Giraffas e McDonald's do Shopping Vendome

 

• Fiz uma pesquisa básica de alguns perfumes nas maiores e mais indicadas galerias e lojas e vi que não dá para dizer qual loja é mais barata, pois depende muito de cada produto. Acabei comprando um perfume em cada lugar, a saber, na La Petisquera, Casa Americana S.A. (Shopping Americana), Casa Condor (Shopping Americana), Perfumaria Charme (Galeria Jebai)

 

• Passei na La Petisquera e Casa Americana S.A. pois haviam boas indicações aqui no fórum. Na Casa Condor, comprei Victoria Secret, pois não achei nas lojas anteriores, ou não comercializa ou só tinha poucas fragrâncias. A Perfumaria Charme eu vi por acaso, quando ia para a La Petisquera. Não vi ninguém recomendar no fórum, mas no final deu certo, pois disseram que é boa. A Monalisa estava mais cara e a Casa China era ainda mais cara, obviamente considerando apenas alguns poucos perfumes pesquisados

 

• a Monalisa é um shopping de luxo, organizado, bonito e limpo. Ao entramos nela temos a impressão de ter ido à outra dimensão, fora do tumulto do exterior. Passamos pelos diversos pisos, admirando as lindas vitrines. Num dos últimos pisos, há uma lanchonete charmosa e no último piso tem banheiro muito limpo e bebedouro de água mineral. Vale a pena, se não for para comprar, pelo menos para conhecer e admirar. Anotei preços e continuei o passeio. Dos perfumes pesquisados, não voltei para comprar nenhum, pois achei mais baratos, mas encontrei mais caros também

 

• na Casa China as mercadorias são mais concentradas, os corredores são mais estreitos, de forma que a circulação de pessoas fica mais difícil. Os poucos perfumes que eu pesquisei estavam mais caros do que na Monalisa

 

• o Shopping Americana tem diversas lojas, mas os corredores são largos. Não é tão bonita quanto à Monalisa, mas é bem razoável. Visitamos a Casa Americana S.A. que tem vários itens, principalmente perfumes e cosméticos. Os preços estavam melhores do que nas duas lojas anteriores. Nesse shopping encontrei os cremes Victoria Secret que estavam em falta nos outros lugares, comprei na Casa Condor

 

• Lai Lai Center, o conjunto todo não é muito bonito, mas dentro tem algumas lojas bem arrumadas. Só visitamos as mais conhecidas e citadas, como a Navenet, a Master10 e a Icompy

 

• o Shopping Vendome tem algumas lojas de tênis no piso inferior, mas não gostei dos itens expostos, pareciam velhos. Subimos para comer no Giraffas. O Vendome também não forma um conjunto muito bonito, mas tem algumas lojas boas e bonitas no se interior. Passamos na Nova Advance e na Compubras (informática) e vimos uma loja com roupas, acessórios e cosméticos, muito bonita com itens sofisticados que destoa do conjunto geral

 

• Galeria Jebai, não circulei muito por lá, passamos apenas pelo Grupo Dien, no térreo, atraídos pelos itens eletrônicos e pela perfumaria Charme. Alguns perfumes tinham preço melhor e não resisti, comprei

 

• La Petisquera é uma loja grande, bonita e comprida. Do lado direito, uma sucessão de perfumes e cosméticos, do lado esquerdo, uma linha de bebidas em frascos bonitos. De posse da lista de pesquisa, comprei 2 que tinham preço melhor

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

• Giraffas no Shopping Vendome

• no último piso do Shopping Americana

• restaurante no 3º piso da Monalisa ou lanches como o Burguer King

 

recomendam não comer na rua/ambulantes, etc.

 

recomendam dar preferência às lanchonetes dos grandes shopping/galerias

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Contatos úteis:

• Prefeitura Municipal, Av. Alejo Garcia y Dr.Eusebio Ayala, Centro, 501-706 / 501-708 / 500-222 / 505-727 / 420-801, das 7-13h, http://www.municde.com/ http://www.mcde.gov.py/

• Consulado Brasileiro, R. Pampliega 205, telefone 561-500-984

 

Links úteis:

Municipalidad CDE

Senatur

Compras

 

Dicas gerais:

• em CDE o fuso é uma hora a menos, no horário de verão fica com duas horas a menos

• disseram que os passeios a Itaipu, via Paraguai, são gratuitos, mas não encontrei ninguém que tenha feito algum passeio lá recentemente. Falaram também que o lado brasileiro é mais organizado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Segunda, 27/02/2012 - manhã ensolarada/nublada, tarde com chuvas fracas e rápidas

CDE, Dutty Free Shop

 

Dia de fazer compras. Na verdade fui a título de curiosidade, mais para conhecer e fazer turismo mesmo, pois constavam apenas alguns poucos perfumes na lista de compras. Pegamos o ônibus NSA Ciudad del Este. O ônibus aceita reais, dólares e guaranis. Não lembro se aceitava outras moedas. Pagamos com nossos reais e resolvemos apreciar a experiência. O ônibus não foi cheio, acredito que por passar frequentemente. Praticamente só com brasileiros. O congestionamento começava ali na aduana brasileira e já dava para ver as pessoas atravessando a Ponte da Amizade a pé. Descemos no "centro de compras" de CDE, quase em frente à famosa Monalisa. CDE é tumultuada, muitas pessoas que dividem espaço ou com muitos carros e muitas motos nas ruas, ou com muitos ambulantes nas calçadas. É preferível seguir pela calçada central na Ruta Internacional quando possível, pois é mais tranquila e dá para ver o topo das fachadas dos prédios. Depois de localizar o prédio em questão, para chegar às lojas, precisa-se driblar os carros, principalmente os taxistas e as motos nas ruas e depois vencer a barreira de ambulantes não trombando nas outras pessoas que tentam fazer o mesmo. Decidimos visitar a Monalisa, que é um shopping de luxo, organizado, bonito e limpo. Passamos pelos diversos andares, admirando as lindas vitrines. Num dos últimos pisos, há uma lanchonete charmosa e no último piso tem banheiro muito limpo e bebedouro de água mineral. Vale a pena, se não for para comprar, pelo menos para conhecer e admirar. Voltamos às ruas e decidimos visitar a Casa China. Lá as mercadorias são mais concentradas, os corredores são mais estreitos, de forma que a circulação de pessoas fica mais difícil dentro da loja. Seguindo o mapa das lojas, fomos para o Shopping Americana que tem diversas lojas, mas os corredores são largos. Visitamos a Casa Americana S.A. que tem vários itens, principalmente perfumes e cosméticos. Ao sair para a calçada, um dos taxistas em frente do Shopping Americana me ofereceu táxi para ir à Monalisa! Provavelmente ia ficar dando voltas, para nos deixar bem ali do outro lado da rua. Seguimos para o Lai Lai Center para visitar algumas lojas de informática. O conjunto todo não é muito bonito, mas dentro tem algumas lojas bem arrumadas. Só visitamos as mais conhecidas e citadas, como a Navenet, a Master10 e a Icompy. Decidimos entrar no Shopping Vendome em frente. Subimos para comer no Giraffas. Depois de lanchar, continuamos a peregrinação pelas lojas. O Vendome também não tem um conjunto muito bonito, mas tem algumas lojas boas e bonitas no se interior. Passamos na Nova Advance e na Compubras (informática) e vimos uma loja com roupas, acessórios e cosméticos, muito bonita com itens sofisticados que destoa do conjunto geral. Para completar o roteiro, seguimos para a La Petisquera, que era a última loja da minha lista, mas no meio do caminho fomos inadvertidamente desviados para a Galeria Jebai. La Petisquera é uma loja bonita e, dentre outros itens, tem perfumes e bebidas. Depois disso resolvemos voltar para Foz do Iguaçu, pegamos o ônibus pouco depois da rotatória da Monalisa, no sentido CDE-Foz do Iguaçu. O ônibus segue bem devagar, quem vai a pé chega mais rápido, mas não é aconselhável, principalmente se estiver com compras. O ônibus para na aduana brasileira e um fiscal entra no ônibus e faz a vistoria. Vi pela janela que outros funcionários repetiam o mesmo processo com os que passavam a pé. Voltamos cedo para se preparar para a próxima rodada de compras no Dutty Free Shop da Argentina. Fui mais para passear e conhecer também. Com transporte grátis, por que não? Oferece conforto, comodidade, é bonito, organizado, mais tranquilo e tem um pouquinho de tudo em um único lugar. Comparativamente com CDE, obviamente há bem menos variedade e opção, mas para compensar não tem tumulto e muvuca. Quanto a preços, posso dizer apenas dos perfumes que comprei, preços são poucos mais caros do que consegui em CDE, porém mais em conta do que na Monalisa e na Casa China. Retornamos e acabamos jantando no Restaurante do Hotel mesmo.

 

Terça, 28/02/2012 - manhã ensolarada/nublada, tarde com chuvas fracas e rápidas

Circuito Especial, Templo Budista, Mesquita Muçulmana

 

Voltando ao relato de Foz do Iguaçu...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

[t3]Eu amo MAPAS[/t3]

 

Decidi por os links p/ não demorar p/ carregar e tb tem o problema d direitos e tal.

visite os sites e escolha o mapa de sua preferencia.

 

Mapas do centro de compras da cidade de CDE:

 

http://www.comprasparaguai.com.br/mapas/mapa_cde_comprasparaguai.jpg

http://www.buscaguai.com.br/images/util/mapa_paraguai.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá nnaomi vc comprou igual ou abaixo da cota de 300 dólares não foi? Vc fez a declaração? Lir que não é necessário mas fiquei em dúvida se eu compro abaixo da cota no aeroporto eu mostro apenas as notas fiscais, se me pedirem alguma coisa?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...