Ir para conteúdo

Chapada das Mesas - Carolina/MA


vitor_pnunes

Posts Recomendados

  • Membros

Relato da última viagem que eu fiz à Carolina (ano passado em junho):

 

Contratei antes uma agencia de turismo a Moropoia Aventurismo, eles permitiram que eu mesmo montasse o roteiro. É uma empresa de São Luís, mas tem uma agencia em na cidade de Carolina, nem sei se ainda existe. De qualquer forma você vai precisar de guia em algumas cachoeiras. Quanto a pousada, sugiro a Candeeiros é uma pousada bem organizada e o proprietário é muito gente fina. Entre no site para mais informações sobre a Chapada das Mesas e suas cachoeiras: http://www.turismo.ma.gov.br/pt/polos/chapada/

 

Fui com um grupo de 10 pessoas. Saímos de São Luís rumo a Imperatriz de avião (alguns foram de GOL, conseguimos uma promoção daquelas de 1 real). Já havia contratado um serviço de van (Imperatriz - Carolina) por 400 reais ida e volta. Saimos de Imperatriz por volta das 10 horas da manhã e chegamos em Pedra Caída um pouco depois de 12h. Pedra Caída e Pedra Furada, na minha opiniao, são as duas melhores cachoeiras, elas ficam antes de chegar a Carolina. Fica em uma reserva e para entrar precisa pagar uma taxa (não me lembro quanto, acho que 5,00). A jardineira (uma toyota) e o guia da Moropoia já nos esperava lá. Decidimos almoçar só quando voltar das cachoeiras. Fizemos uma caminhada de uns 2km por um percurso um pouco acidentado com vista muito bonita sobre a chapada, depois descemos e andamos por dentro de um riacho de águas bem transparente (muito legal). Chegamos a Pedra Caída, um local muito lindo, com uma queda d'agua de 50m em uma espécie de piscina ladeada por enormes paredes de rocha. Depois fomos a Pedra Furada, tão bonito quanto.

 

Almoçamos no local, tem um restaurante apenas, mas a comida é farta e boa. A jardineira nos levou para Carolina, no percurso passamos (ao longe) pelo morro do Chapeu, o motorista deu uma paradinha para vislumbrarmos a paisagem e tirar umas fotos.

 

Chegamos à pousada pouco antes do por do sol. Eu e minha esposa ainda corremos para o rio Tocantins para tirar umas fotos do por-do-sol, que por sinal é muito bonito. Alguns de nós saímos depois para jantar (cachorro quente, hamburger e pizza) em uma praça bem agitada no centro de carolina. Demos uma volta pela cidade e tomamos um sorvete. A cidade é muito legal e organizada, bem arrumada se comparada com as outras cidades do Maranhão.

 

No dia seguinte, visitamos mais três chachoeiras no município de Riachão (130 km de Carolina). Alguns trechos só de 4x4. Saímos às 8h. As três ficam em uma reserva particular (tem que pagar pra entrar, acho q 7 reais pelas três). Santa Barbara (que é a maior queda d'agua da região - 75m), Poço azul e cachoeira de Santa Paula. Para chegar as cachoeiras faz-se uma caminhada por um percurso bem acidentado com vistas maravilhosas. Santa Barbara tem água bem escura e gelada, mas a queda é sensacional. Nesse dia recomento levarem óculos de mergulho para verem o fundo do Poço Azul. Se tiverem uma bolsa estanque para tirar foto debaixo d'aqua é melhor ainda. O Almoço é na própria reserva, comida caseira que você deve reservar assim q chegar, a comida é muito boa, farta e barata (lembrando que é uma comida simples).

Levem algo para se proteger do frio, na volta faz muito frio por causa das baixadas contrastanto com o intenso calor do dia. Chegamos em Carolina por volta das 20h.

 

No terceiro dia visitamos mais quatro cachoeiras pequenas (Dodó, mansinha e outras duas que não lembro o nome), dentre elas uma fonte de água mineral, onde um amigo nosso se machucou, pulou na pequena queda d'agua (que é muito forte) e foi jogado contra a parede, por sorte só arranhou o joelho. Foi um passeio mais leve, mas as trilhas de toyota foram bem emocionantes, algumas só 4x4. Voltamos a Carolina as 16h, o almoço já tinha sido reservado pelo pessoal da Moropoia. Novamente, comida caseira, farta, barata e muito gostosa.

 

Saímos de Carolina logo após o "almoço" por volta das 18h rumo a Imperatriz. Dois amigos nossos ainda ficaram mais um dia, para fazer algo mais radical. Sugeri as cachoeiras do rio Farinha (São Romão, Itapecuruzinho, Prata etc), em algumas dá pra fazer rapel. A maioria delas deve ser feito apenas com veículo de tração. Outras atividades radicais que podem ser feitas: Balonismo, Canoagem, Canyoning, Cavalgada, Caving, Espeleologia, Mountain Bike, Off-Road, Rafting, Rapel, Tirolesa, Trekking.

 

Chegamos em Imperatriz por volta de 20h. Como o meu voo era 21:30, fiquei logo esperando. Algumas pessoas que foram de TAM, e o voo era mais tarde, ainda visitaram Imperatriz. Fim da viagem. Gastamos cada um, mais ou menos, 500 reais. O que eu achei muito barato considerando todas as belezas que vimos.

 

Desculpem-me se errei alguma informação ou esqueci algum detalhe importante, já faz mais de um ano. Vou passar a colocar assim que viajar.

Qualquer infomação a mais é só perguntar.

 

Vitor.

Link para o comentário
  • 1 ano depois...
  • Membros

Olá Vitor. To programando uma viagem para a Chapada das Mesas agora em junho/julho e tenho algumas dúvidas. Curto muito fazer travessias/trilhas e vi que as cachoeiras ficam distantes umas das outras. Nesses locais é possível pernoitar? Acampar, fazer um rango? E vc se lembra se no caminho que levam às cachoeiras e afins existe alguma parada viável? Ou há apenas a estrada e nada mais?

 

O que realmente quero é colocar a mochila nas costas e sair andando pela Chapada. Por acaso ouviu falar de alguma travessia bacana? Quero saber se minha idéia é viável!

 

Abraço,

 

Cahuê.

e-mail: [email protected]

Link para o comentário
  • 11 meses depois...
  • 1 ano depois...
  • 2 meses depois...
  • Membros

Olá, gostaria de saber como fizeram o transfer entre Imperatriz e Carolina. Estou com dificuldade de encontrar informações para quem deseja fazer o trecho desvinculado de agências, que estão cobrando um verdadeiro absurdo pelo transfer!

Caso alguém tenha dica de agências para os passeios locais, aceito também!

Valeu! :-)

Link para o comentário
  • 1 ano depois...
  • Membros

Pow brother. .

 

muito boa as suas dicas .

 

irei viajar para carolina esse mês , irei sair de São Luís no dia 19/09/2014 às 4:30 da manhã e irei voltar no dia 22/09/2014 .

Irei viajar de carro próprio , uma Hilux 4x4 , vai eu e mais 3 amigos .

suas dicas irão me ajudar muito , apesar de eu achar que está um pouco desatualizada as informações aki registradas .

Mas valeu assim mesmo .

espero fazer uma boa viagem e relatar aki a minha viagem e algumas dicas que poderão ajudar outras pessoas que pretendem ir à carolina ... ou voltar novamente né .. :)

 

abraços .

Link para o comentário
  • 2 meses depois...
  • Membros

Oi Nelson Barros,

 

eu quero de ir para Chapada das Mesas em Janeiro. Também gosto de ir lá com carro.

Tá possível de ir dentro o parque sem guia? E tá possível lá de acampas?

Eu já fui na Serra da Canastra com um carro sem guia.

 

Desculpe o meu Português, eu sou da Alemanha e ainda não falo muito bom.

 

Abraço

Link para o comentário
  • 2 meses depois...
  • 2 meses depois...
  • Membros

Em Carolina eu achei as pousadas e hoteis caros para quem viaja dozinho, não tem camping e redário o único hostel está fechado para reforma segundo informação da recepcionista da pousada candeeiros responsável pelo hostel, pesquisando muito localizei a pousada 100% chapada das mesas do Michel um paranaense gente boa de fácil negociação, diária R$30 por pessoa quarto com ventilador e café da manhã, mas conversei com ele e fiquei na minha rede mesmo por um valor menor, no fundo tem um quintal bem grande acho q conversando vira montar barraca lá tb tel 047-96991496 e 99-988074533, uma outra opção q me deram na cidade foi acampar nas praças mesmo, na av Getúlio Vargas tem uma bem grande.

Os passeios como tinha pouco tempo fiz somente:

O complexo da pedra caída um passeio que foge do meu estilo de viagem e q achei extremamente caro, a entrada custa R$50,00 da direito somente ao acesso as piscinas, ai pensei ok piscinas naturais mas não piscina comum mesmo lá dentro tem várias opções de passeios tudo pago a parte, fiz somente do santuário R$25,00, essa cachoeira é oque vale a pena ali é fantástica um lugar muito lindo q gostaria de passar o dia todo lá masss o passeio é so para visitar tomar um banho e voltar com duração de 2hs.

E a Cachoeira de São Romão essa sim é vale muitíssimo a pena, a queda d'água é enorme, o lugar é fantástico, entrada é R$10,00 e vc pode passar o dia todo nela, fica dentro de uma fazenda do Geovani um cara gente boa tb, tanto ele como a família são bem receptivos, o único problema dessa cachoeira é o acesso 48 km de estrada de areia, porém com um pouco de paciência e gostando muito de aventura rs da para chegar lá com qualquer moto e a estrada tem placas para as cachoeiras não tem como se perder, eu fui com uma Twister com pneu liso, um bom trecho está bem trilhado ai é de boa no finalzinho onde passa menos veículos dificulta um pouco mais da para ir, carro de passeio só na dá para ir pq como passa muito carro alto a costela da pista está muito alta.

A cachoeira da prata fica no mesmo caminho, bem antes da de São Romão, como não daria tempo de conhecer as duas optei so pela segunda mesmo.

 

Abç Fabio

Link para o comentário
  • 8 meses depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...