Ir para conteúdo

Fim de semana em João Pessoa - PB


mcm

Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Semanas atrás bateu uma daquelas promoções sinistras das cias aéreas e conseguimos comprar bilhetes para conhecer um novo lugar no Brasil. Dessa vez o destino foi João Pessoa, Paraíba. O único eventual problema era que junho é considerado o mês mais chuvoso por lá. De fato, as previsões no início da semana anterior eram de chuva o dia todo. Mas deu tudo certo, choveu muito pouco. Obrigado mais uma vez, São Pedro!!

 

-------------

 

Quem quiser ver muito mais fotos desta viagem no blog da Katia, clique aqui

 

-------------

 

Chegamos na cidade bem tarde na sexta. Rolou um show da Daniela Mercury na praia de Tambaú, mas já tinha acabado quando chegamos na área.

 

No sábado, saímos cedo para passear pelas praias de Tambaú e Manaíra. Tambaú é mais movimentada e tem quiosques na praia, mais movimentação de pessoas. Manaíra me pareceu mais calma. Falo isso do calçadão, as praias me parecem relativamente semelhantes e vi muito pouca gente nelas.

 

De lá, seguimos para conhecer o centro histórico da cidade. Passamos pelo Parque Solón de Lucena, que na verdade é uma lagoa no coração da cidade. Eu tinha uma ideia um pouco mais ampla do que imaginava ser um parque. Paramos na Praça Antero Navarro, onde há belas casas históricas, que inclusive estavam sendo repintadas durante aqueles dias. Na mesma região estão o Pátio de São Pedro e o Hotel Globo, outros marcos do centro histórico da cidade.

 

DSC07530%25255B13%25255D.jpg?imgmax=800

Fachadas coloridas no centro histórico de João Pessoa, Praça Antero Navarro

 

De lá, seguimos para a região da Igreja São Francisco e Convento Santo Antônio, seguramente o lugar mais impressionante da região. No caminho ainda passamos pela Casa dos Azulejos, Casa da Pólvora e as igrejas da Matriz e do Carmo.

 

DSC07557%25255B10%25255D.jpg?imgmax=800

Igreja de São Francisco e Convento de Santo Antônio

 

Seguimos então em direção ao Farol do Cabo Branco. Paramos no adjacente Espaço Cultural (Estação Cabo Branco). Muito legal! Uma área nova (consta que foi inaugurada em 2008) projetada pelo Niemeyer. Além da arquitetura característica, há salões com exposições e um belo mirante no alto. Tudo grátis. Dali, esticamos até o farol propriamente dito, tido como o ponto mais oriental das Américas. Vale pelo barato de estar no lugar “onde o sol nasce primeiro” no continente.

 

DSC07682%25255B5%25255D.jpg?imgmax=800

Farol do Cabo Branco

 

Esticamos um pouco até a praia da Ponta do Seixas, apenas para ver como é. E, de lá, seguimos para o outro lado, rumo ao Norte, já no município de Cabedelo, para conhecer a Fortaleza de Santa Catarina. Eu sempre gosto de ver fortalezas, tanto pela estrutura quanto pela vista, que geralmente é muito bonita (fortalezas ficam normalmente em pontos estratégicos junto ao mar, e, portanto, com um belo visual). A estrutura de lá é bacana, o visual nem tanto – a fortaleza hoje está cercada de tanques da Petrobras.

 

Para encerrar o dia, fomos ao famoso por do sol na praia do Jacaré. Ficamos num dos bares -- todos bares têm música ao vivo e todos cobram couvert artístico, não tem como escapar; ou melhor, tem sim, caso você não queira ficar num bar, pode assistir da rua mesmo. O evento é muito bacana, o Jurandy do Sax começa a tocar num determinado momento e segue assim até terminar a música perfeitamente em sincronia com o por do sol. Os bares param a música ao vivo assim que ele começa a tocar. Pelo que deduzi, ele toca com um microfone, que é retransmitido para todos os bares da região.

 

DSC07779%25255B9%25255D.jpg?imgmax=800

Jurandy do Sax no por do sol

 

Foi bem tranquilo, chegamos um pouco antes (meia hora) e pegamos uma mesa bem de frente para o rio. Não encheu, não houve qualquer tipo de tumulto. Talvez porque era inverno, não sei. Mas é que li gente reclamando do excesso de gente. Deve ser no verão...

 

DSC07793%25255B5%25255D.jpg?imgmax=800

O por do sol na praia do Jacaré

 

De noite ainda passeamos pela praia de Tambaú e Cabo Branco, com direito a tapioca de barraquinha e saideiras em um dos quiosques.

 

Não choveu durante o dia!

 

Domingo foi dia de conhecer as praias do sul. No mesmo estilo que já fizemos em outros lugares, a ideia era fazer um tour de praias, ficando uma horinha em cada uma (desde que gostássemos do lugar, claro). Tínhamos umas sete na lista e conseguimos ir em cinco delas.

 

A primeira foi a Praia Bela (ou seria Bella?), em Pitimbu -- a mais distante da lista. Um rio divide a praia e a galera te leva de balsa para o outro lado. Você chega de um lado do rio e atravessa para curtir a praia oceânica. A parte oceânica é bem bonita, embora, pelo visto, a criançada prefira a fluvial. Ficamos lá uma horinha e partimos para o segundo destino assim que uma nuvem começou ameaçar chover. Não choveu por lá, mas choveu na estrada.

 

DSC07866%25255B5%25255D.jpg?imgmax=800

Praia Bela: você atravessa o rio e chega ao mar, logo ali em frente

 

A seguinte foi Tambaba. Antes de chegar você deve parar num mirante para curtir as belas falésias à sua esquerda (norte). Deu vontade de dar uma caminhada por lá, mas nos faltava tempo.

 

DSC07895%25255B5%25255D.jpg?imgmax=800

As falésias na praia de Tambaba

 

Na praia, tem a parte “normal” e, ao fundo, à direita, a parte reservada aos naturistas. Como a informação que tínhamos era de que só era permitida entrada se fosse de forma “natural”, assim fomos. Foi a praia mais bonita do dia. Havia pouca gente (e todos ao natural), o mar estava legal e o sol predominou. Ficamos também uma horinha e fomos para o destino seguinte.

 

DSC07932%25255B5%25255D.jpg?imgmax=800

A área naturista da praia de Tambaba

 

A terceira praia foi a do Coqueirinho, que também é muito bacana. Tem uma parte, ao norte, que é mais calma, mais família. Muito bonita. A outra já é mais aberta, o mar bate mais forte. É onde eu gostei mais de ficar. Fomos andando até a parte dos canyons, onde tem o famoso (e caro) restaurante. Os coqueiros predominam em toda a extensão.

Estava nublado durante nossa estadia, então não deu para curtir plenamente -- ainda assim Coqueirinho me pareceu ser uma excelente praia.

 

DSC07956%25255B5%25255D.jpg?imgmax=800

Praia do Coqueirinho

 

A ideia era conhecer Tabatinga e Carapibus depois de lá, mas acabamos pulando a primeira e não achamos a entrada da segunda. Ainda tinha a praia do amor, que também ficou para uma próxima vez. Acabamos parando em Jacumã. Como já era fim de tarde e estava nublado, não tinha quase ninguém na praia. Andamos um pouco em direção ao sul até o rio e voltamos.

 

DSC07995%25255B5%25255D.jpg?imgmax=800

Praia de Jacumã

 

Parada final foi em Barra do Gramame. Já estava bem vazia e o céu voltou a abrir – pelo menos na direção do poente, ou seja, curtimos mais um por do sol na cidade. Aliás, curtimos um belíssimo por do sol. Praticamente somente nós dois na praia. Cinco minutos depois do esplendor, a chuva caiu. E caiu forte!

 

DSC08089%25255B6%25255D.jpg?imgmax=800

Por do sol na Barra do Gramame

 

Retornamos para JPA, onde jantamos com um amigo no famoso restaurante Mangai (e muito bom mesmo, ainda que caro). Depois disso ficamos passeando pela orla, esperando a hora passar para ir para o Aeroporto pegar o voo de volta para o Rio.

 

-----------------------

 

[PS] Sobre a sinalização para as praias: vi sinalização na estrada para as praias Bela e Tambaba. Coqueirinho tinha sinalização no sentido sul, mas não tinha no sentido norte. Tabatinga tem sinalização, Carapibus eu não vi. Jacumã não tem, mas é numa área bem urbana. Barra do Gramame tem sinalização.

Link para o comentário
  • Membros

Olá MCM!

 

Curto bastante João Pessoa. No verão, as praias ficam ainda mais espetaculares..

Que pôr do sol na Praia de Gramame!! Show!!

 

A Paraíba, para quem curte um pouco mais de aventura além das praias, basta pegar a BR 230 para curtir paisagens belíssimas.. Fiz essa viagem em 2008: paraiba-com-fotos-de-joao-pessoa-ao-vale-dos-dinossauros-com-parada-no-cariri-t58160.html

 

Sem falar que ainda não desbravei o litoral norte e o Parque Estadual da Pedra da Boca.

 

Abração

 

Marcos

Link para o comentário
  • 6 meses depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...