Ir para conteúdo

Plovdiv, Bulgária


Oswaldo Bak

Posts Recomendados

  • Membros

Plovdiv, uma surpresa na Bulgária

 

A chegada...

Aqui nós mudamos nosso roteiro mais uma vez. Um francês e uma americana que nós conhecemos no hostel de Brasov, na Romênia, nos convenceram a conhecer essa cidade, considerada uma das mais antigas da Europa, mais antiga que Roma e Constantinopla. Plovdiv tem 400 mil habitantes, é a segunda maior cidade da Bulgária, mas segue um estilo interiorano, principalmente na região da Old Town onde nos hospedamos. É um bom destino para descansar e aprender um pouco mais sobre história antiga. O trecho Sofia-Plovdiv foi tranquilo foram 2h30 de viagem. Chegamos de dia, sob calor intenso e resolvemos pegar um táxi até o centro. A corrida foi barata, custou cerca de 10 levis, R$7,00. Foi uma ótima escolha porque a cidade tem muitas ladeiras e várias ruas são de pedra. Deixamos nossas malas no hostel e logo saímos para fazer o reconhecimento local.

 

nosso blog:

www.212dias.blogspot.com

 

O clima e o relevo da cidade são bem diferentes de Sofia, que é uma cidade mais verde e montanhosa. Plovdiv é uma cidade de sete colinas e fica no meio do caminho para Istambul na Turquia e também fica do lado da Grécia. Tem uma posição geográfica estratégica para o comércio entre o mar Egeu, o Mediterrâneo e o Mar Negro. Perfeita para as rotas comerciais entre Europa e Ásia. É uma cidade com mais de seis mil anos de história, ela foi fundada 4 mil anos antes de Cristo! Plovdiv nunca parou, nunca foi abandonada. Mudou de nome várias vezes, foi dominada por vários povos e impérios, entre eles o Romano, O Bizantino e por último pelo Turco-otomano.

 

O ANFITEATRO ROMANO DE PLOVDIV

 

Pouco restou da antiga cidade de Filipopolis. O que sobrou daquele período é uma pérola histórica: um anfiteatro extremamente bem conservado, que até hoje é palco de espetáculos. O anfiteatro foi construído no século II D.C na época do Imperador Trajano. Ele tem capacidade para sete mil pessoas e é um dos monumentos da antiguidade mais bem conservados da Bulgária.

Nós chegamos na cidade num sábado e por sorte fomos conhecer o anfiteatro na hora certa. A Orquestra Filarmônica de Sofia estava ensaiando para o show que estava por vir. Duas horas depoisconseguimos entrar no anfiteatro e assistir ao concerto liderado por uma maestra alemã. Foi um momento mágico para nós. Os músicos tocaram clássicos de Tchaicovski, Mozart, Brahms e até dos Beatles. Um tenor completou o espetáculo e o cenário não poderia ser melhor. Assistimos a tarde cair e o sol se por nesse clima maravilhoso, com vista panorâmica da cidade. Foi uma experiência inesquecível.

 

Plovdiv é uma cidade que se modernizou bastante e tem um centro comercial bem vivo e organizado. Nós batemos muita perna no centro antigo e conhecemos algumas casas de antigos poetas, jornalistas e comerciantes que traziam mercadorias da Ásia para a Europa. Hoje elas funcionam como museus. A mais bem conservada é a Balabanov House do século XIX. Os móveis são muito bem conservados e a casa tem uma decoração bem interessante para a época, com traços orientais e ocidentais.

 

Parece que a casa ainda tem vida própria, tudo está muito bem arrumado e todos os cômodos têm ótima composição. À noite parece que os fantasmas entram em cena após a saída dos turistas...O piano, as pinturas nas paredes e as obras de arte nos levaram de volta para a época dos donos da casa.

No verão, Plovdiv é bem quente e ensolarada, é muito agradável andar pelas ruas sem compromisso, observando a arquitetura, as pessoas, a vegetação. Os gatos de rua estão por toda a parte em todos os muros e esquinas do centro antigo. Nos restaurantes que têm mesas externas eles são presença garantida, sempre esperando filar alguma coisa dos clientes. É preciso estar com as pernas preparadas para encarar o sobe e desce da cidade, que tem várias igrejas ortodoxas e uma mesquita muito bonita e bem conservada. Com carpete impecável e cores vivas, o templo é mais bonito por dentro do que por fora.

 

Os búlgaros são muito amáveis e tem um estilo de vida simples. Fomos bem recebidos, a interação é muito fácil. Mais uma vez vivenciamos uma experiência inédita, valeu a pena seguir a dica dos viajantes que conhecemos no hostel da Romênia.

 

Para onde vamos: Göreme, Turquia

De onde viemos: Sofia, Bulgária

 

PLOVDIV - BULGÁRIA

Hospedagem: 30 euros - - Plovdiv Guesthouse - mto bom

Transporte: a pé e táxi - mto bom

Culinária : 4 euros por prato - excelente

Hospitalidade do povo local: excelente

Pontos Turísticos: bom

Preços: excelentes

Clima Local (média 35 graus): jun/12

Fuso Horário: 06 horas a mais em relação ao Brasil

Distância Percorrida desde o último destino: 150 km

Distância Percorrida desde o ponto de Partida (Lisboa): 10.630 km

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...