Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Arquivado

Este Post foi arquivado e está fechado para novas respostas.

joycebruja

Intercâmbio & Cursos no Exterior - Informações Gerais

Posts Recomendados

[noselect][/noselect][align=justify][t1]Intercâmbio – Informações Gerais[/t1]

[info]O Objetivo deste tópico é fornecer uma base de dados iniciais para quem tem em mente uma viagem de estudos no exterior.

Em caso de dúvidas utilize um dos tópicos Intercâmbio - Perguntas e Respostas ou Cursos no Exterior - Perguntas e Respostas[/info]

 

[t3]História , significado e importância[/t3]

 

A idéia do intercâmbio cultural surgiu após a Segunda Guerra mundial com o intuíto de integrar os povos, no Brasil já existia desde o periodo imperial quando famílias mais abastadas enviavam seus filhos para estudar na Europa retornando ao país com novas idéias e implantando novos costumes.

 

O termo é bastante abrangente porém resume –se em uma palavra : TROCA.

Esta troca pode ser cultural , de experiência ou profissional.Mas de acordo com o dicionário o termo engloba relações culturais ou comerciais entre nações.

 

O intercâmbio é uma alternativa conveniente para aperfeiçoar uma língua , crescimento pessoal e aprimoramento das relações com outros povos.

 

Os cursos mais procurados são os de línguas sem limite de idade e o High School equivalente ao 2º grau no Brasil, para o segundo caso há uma restrição de idade entre 15 a 18 anos.

 

Estudos comprovam que os estudantes em qualquer idade, do primeiro ao quarto mês de viagem,passam por estados emocionais que vão da euforia no primeiro mês , adaptação apartir do segundo mês depressão até o quarto mês essa curva gráfica volta a subir apartir do quinto mês estacionando na adaptação.Para um melhor aproveitamento sugere-se que a viagem seja de pelo menos 6 meses, deixando os cursos rápidos para aqueles que pretendem treinar ou relembrar uma língua estrangeira.

 

[t3]Os Passos[/t3]

 

Coleta de informações.

Antes de procurar uma agência de intercâmbio o aconselhável é o interessado entrar em contato com, principalmente, o consulado do país para qual pretenda ir e coletar o máximo de informações , estudá-las atentamente para certificar-se de que é onde pretende passar seus próximos meses.

Lembre-se de pedir também a lista de documentos necessários para a solicitação do visto assim como o tempo de espera para a resposta.

O seguro para viagens nesse caso é imprescindível !

 

A Agência de intercâmbio.

 

A escolha da agência- passo mais importante .

Por serem organizações independentes as agências de intercâmbio mantêm contatos com as empresas organizadoras do país com o qual trabalham e não com governo como muitos pensam.

Alguns consulados oferecem uma lista de consulta das agências que atuam em seus países , porém não se responsabilizam por elas , têm apenas como estatística.

[li=Importante]Algumas medidas preliminares ajudam a evitar problemas posteriores como: verifique se a empresa tem registro na Embratur ( que implica já ter um CNPJ e registro na Junta Comercial), um certificado SNEA(Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias) é sinal que tem crédito junto às companhias aéreas , cadastro na Belta( Brazilian Educational &Language Association) associação que determina o padrão de conduta das agências de intercâmbio (não há obrigatoriedade legal de filiação a alguma associação), pergunte a amigos que já passaram pela mesma situação e finalmente entre em contato com o Procon de sua cidade procure saber se há alguma pendência.[/li]

 

[t3]Vale a pena saber![/t3]

A principal função da empresa é orientar o interessado qual a melhor alternativa de curso , providenciar a escola, hospedagem, passagem aérea, sendo que essa última é opcional em caso de milhagem ver o que vale mais a pena.

As boas agências avaliam os perfis psicológicos tanto do estudante como da família hospedeira, para isso o contato frequente do agente com o aluno é imprescindível.

 

Caberá ao aluno providenciar o passaporte e o visto junto ao consulado , sendo que algumas agências auxiliam também nesse aspecto .Os gastos com alimentação , passagens , taxas, seguro de vida,passaporte correm por conta do intercambista.

 

O intercambista não perde o ano letivo em sua escola de origem pelo período de intercâmbio comprovado, porém em caso de escola particular as mensalidades deverão ser pagas normalmente.

 

E por último mas não menos importante , todo o processo deve ser iniciado no mínimo 6 meses antes da data da viagem.

 

Prepare-se para uma experiência única e inesquecível de conviver com outra cultura de mente aberta respeitando o modus vivendi de seu anfitrião![/align]

[creditos]Texto: Joyce Banditelli

Fonte: Embratur, Belta,SNEA[/creditos]

Compartilhar este post


Link para o post

Na minha opinião agencia de intercambio = agencia de turismo. Você pode muito bem planejar seu intercâmbio sem o intermediário, digo isso, pois fiz intercâmbio pra Austrália em 2009 e os 30% que paguei a mais contratando uma agencia, eu poderia ter feito sozinho me comunicando por email e comprando o curso diretamente com a escola.

 

Claro que isso é pra cursos e não high school, aonde os pais sempre vão querer uma agencia pra dar algum tipo de segurança

Compartilhar este post


Link para o post

Muito interessante. Eu gostaria de receber dicas de intercambios, porque eu também sou estudante de Inglés e goataría de participara em uma coisa assim. Afinal, você tem a oportunidade de conhecer outro país e ainda praticar o idioma que você está estudando. Genial!

Compartilhar este post


Link para o post

Galera do PR e SC, quem precisar de informações sobre intercâmbio (principalmente Austrália, Nova Zelândia e Irlanda - onde é possível visto de estudo+trabalho), além de Canadá e EUA, pode me procurar por PVT. Abs!

Compartilhar este post


Link para o post
Visitante
Este post está impedido de receber novas mensagens


×
×
  • Criar Novo...