Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

mairajferreira

Bate volta em 4X4 - Recife - Pipa e arredores – Recife

Posts Recomendados

Conheci um grupo de trilheiros (off road) que me convidaram pra um bate volta Recife/Pipa (proximidades)/Recife. No início, achei que seria o mesmo roteiro de sempre: ir à Pipa, aproveitar o dia em algumas das praias de lá e no outro dia voltar a Recife. Engano meu!!

 

Iniciamos a viagem de Recife, num comboio de 13 veículos 4X4, rumo à cidade de Nísia Floresta, também conhecida como a “Terra do camarão”, por conta das “fazendas de criação de camarões”, distante cerca de 23km de Natal.

 

Nísia Floresta é uma cidade pequenina, onde fica localizada a Fazenda Brasileira Augusta, com sua fábrica de cachaça artesanal, que vale à pena conferir, pois dizem que fabrica uma das melhores cachaças do Rio Grande do Norte...cachaça Papary....é uma pena que o comboio não parou por lá, quando passamos na frente, pra fazer degustação;...affff

 

Seguimos por dentro de Nísia Floresta, por uma estrada de terra que nos levou à Lagoa do Carcará! Essa lagoa é pouco conhecida pelos turistas, tinha mais o pessoal da região mesmo!! A lagoa é uma delícia, águas mornas e claras, ideal pra um passeio em família...aluga-se até caiaques e pedalinhos para as crianças se divertirem.

 

Da Lagoa do Carcará seguimos pelo asfalto até chegar num ponto que era permitido a entrada de veículos 4X4 pela praia e assim seguimos uma boa parte do passeio até a Praia de Malembá(RN), onde pegamos uma balsa para atravessar até Tibau do Sul.

 

Em Tibau do Sul seguimos pelo asfalto até Pipa(RN), onde curtimos a noite com muitas cervejinhas.

 

No dia seguinte saímos de Pipa com destino a Recife. A ideia era fazer uma boa parte do percurso de volta pela praia mesmo, até chegar a Mamanguape, onde pegaríamos novamente o asfalto e seguiríamos pela BR 101 até Recife. Ocorre que tivemos uns contratempos na viagem e não conseguimos concluir esse trajeto, mas passamos por várias praias.

 

O nosso roteiro de volta ficou assim: passando por cima da Praia do Amor (conhecido por Chapadão), com lindas falésias vermelhas, visual fantástico. Depois seguimos pela Praia das Minas, Praia de Sibaúma, onde deve-se ter cuidado com os ninhos de tartaruga demarcados pelo projeto Tamar e, logo em seguida, chegamos à Praia de Barra da Cunhaú , onde há o encontro do rio Curimataú com o mar, formando tipo uma lagoa show de bola...perfeita pra prática de kitesurf. Vi algumas pessoas velejando de kite (lembrei de você Luiz). Para atravessar essa “lagoa salgada” tivemos que pegar uma balsa (R$ 10,00 ou 15,00, depende do carro).

 

Depois seguimos pela praia que tem o Farol de Bacupari (não sei se é esse o nome dela) e BaÍa Formosa, que realmente é linda, onde subimos algumas dunas...e quase ficamos atolados também...srsrsrs.

 

Saindo das dunas e retornando ao roteiro pelas praias, seguimos por Praia de Sagi (onde nem foi necessário pegar a balsa pra atravessar um rio que tinha lá..pq a maré tava bem baixa e cruzamos o rio com os carros mesmo), depois passamos pela Praia do Guaju, Praia da Pavuna, Praia da Baleia e Barra de Camaratuba. Infelizmente tivemos que terminar o passeio nessa última praia, pois para seguir seria necessário atravessar o rio Grajaú por balsa, mas a maré tinha subido bastante e tornou inviável continuar a trilha pela praia, sendo necessário retornarmos pela BR 101 até Recife.

 

 

(Tô tentando colocar as fotos da Lagoa do Carcará, dunas, balsa etc, mas do pc que tô não tô conseguindo...vou deixar pra postar depois)

Compartilhar este post


Link para o post

O passeio foi feito de forma rápida, tipo é mais pra conhecer as praias da região, ver as belezas dos lugares pra no futuro voltar com mais calma.

Foi show de bola, com direito à emoção de carros atolando nas dunas e algumas descidas radicais...srsrsr...além da dúvida frequente se a balsa não ia afundar com o peso dos carros...srsrsrs

 

A maior parte dos gastos da viagem foi com combustível, pousada, balsas e cervas...srsrsrs

 

Em Pipa ficamos na Pousada Puro Amor, quarto pra 4 pessoas: R$ 240 (R$ 60,00 por pessoa).

Detalhe importante, em época de alta estação...não vá sem pousada certa...pq é provável que vc não encontre vaga em lugar nenhum, pois a cidade tava superlotada. Um Casal de amigos que foi sem pousada certa quase não conseguiu hospedagem e pagou caro pelo quarto que conseguiu.

 

No primeiro dia, a galera petiscou no almoço ou levou algum lanche no carro e deixou pra jantar no Restaurante Calígula, em Pipa, onde pedimos os pratos do dia: Pizza Napolitana, Margarita e Mussarela (R$ 26,00 cada) ou Peixe à Portuguesa (R$ 26,00 tb).

No segundo dia, paramos pro almoço em uma das praias que conhecemos, mas não recordo em qual foi.

 

No mais, muito agito na noite de Pipa, muita gente bonita e aparentemente feliz (sem dívida nenhuma...kkkkkkkkkkkkkk)...e muitas cervas, caipirinhas e caipiroscas.

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.



×
×
  • Criar Novo...