Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Jaumz

[RTW] Mochilão de 3 anos - Todos os continentes

Posts Recomendados

Galera,

Em abril iniciarei minha viagem de volta ao mundo. ::hahaha::

Gostaria de compartilhar o meu roteiro com vcs. Não é nada fixo, por isso aceito sugestões, dicas e orientações para aproveitar ao máximo possível a viagem. A ideia é pegar as melhores épocas nos países: nem calor de deserto, nem época de monções, nem frio polar.

 

Em resumo:

2013

ABR-SET: Canadá

OUT: Estados Unidos

NOV-DEZ: Austrália e Nova Zelândia

 

2014

DEZ-FEV: Tailândia, Camboja, Vietnã, Laos e Birmânia

FEV: Índia

MAR: Nepal e Butão

ABR: Japão e Coreia do Sul

MAI: China e Coreia do Norte

JUN: Indonésia e Mongólia

JUL: A ideia era voltar à China e dar início à Rota da Seda. Mas pelo calor da Ásia Central, tive de inverter a ordem e partir pra Rússia e países nórdicos.

AGO: Agora sim, rumo à Rota da Seda passo por Geórgia, Armênia e Azerbaijão

SET: Ásia Central (os "quistão") - Rota da Seda

OUT: Paquistão e Irã

NOV-DEZ: Iraque e península árabe

 

2015

JAN: atravesso o Mar Vermelho e chego à Etiópia e dps Egito

FEV: Israel e Jordânia. Tempo de chuva nessa época, infelizmente.

MAR: Líbano e Turquia

ABR-MAI: Grécia e subo pelos bálcãs

JUN: Romênia e Ucrânia

JUL: Bielorrúsia e os pequenos países Let, Lit, Est.

AGO: Escócia e Inglaterra

SET-OUT: Volto pra África para um tour do Quênia à África do Sul

NOV: Volto pra América. Argentina

DEZ: Chile

 

2016

JAN: Bolívia e Equador

FEV: Panamá, Costa Rica e El Salvador

MAR: Guatemala e México

ABR: Volta ao BRASIL!

 

Viagens longas: EUA-NZelândia; Índia-Japão; Pequim-Rússia; Inglaterra-Quênia.

Preocupações:

1. Vistos ao longo da viagem

2. Compra de passagem com antecedência para ser apresentada na entrada do país e comprovar que vc não tem intenção de ficar; pior, qdo a saída será por via terrestre

3. Vacinas

 

É isso! ::otemo::

Vlw!

jaumz

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fiz um roteiro de um ano e oito meses que pretendo iniciar em 2014 ou 2016 (tenho pendências por aqui e não posso fazer isso antes) e gostei do seu... vc já tirou os vistos (Canadá, EUA, China, Japão, Índia e Austrália tem que tirar do Brasil, o restante você consegue fazer pela viagem)?

 

Segue algumas considerações:

 

Um mês para os EUA é muito pouco!!!!!!!

 

Você poderia aproveitar mais o pacífico também, passando pelo Havaí e, pelo menos, por Fiji!

 

Eu colocaria o Butão em Fevereiro (você chega na Índia por Calcutá e vai subindo até o Butão), porque lá é bem carinho e em fevereiro é mais barato que março (veja http://www.tourism.gov.bt/plan-your-trip/travel-requirements).

 

Outro questionamento é sobre Indonésia e Mongólia em Julho.. pois estão muito distantes! porque não a indonésia entre Austrália e Nova Zelândia?

 

Você demonstrou preocupação com a chuva em Israel x Jordânia, mas deve ser algo bem pouco significativo. Acho que você tinha que se preocupar com a travessia do Mar Vermelho, lá tem muito lance de pirataria.

 

 

Considerações feitas, agora quero saber se você tem um planejamento escrito disso tudo, se comprou passagens já, que tipo de hospedagem pensa usar e quanto estima que vai ser gasto nessa 'brincadeira'.

 

Você vai trabalhar no trajeto?

 

É isso.. se vier algo mais em mente, volto aqui e falo.

 

Rodrigo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Rodrigo,

Os vistos: Canadá e Eua, sim. O restante, não. Ainda preciso pesquisar. Uns dizem que consigo-os durante a viagem, nos países próximos - inclusive o do Japão. Vc tem certeza de que todos têm de ser tirados aqui? Como falta mto tempo pra eu chegar a esses países, a validade expirará.

EUA: o foco aqui serão os parques: Yellowstone, Mount Rushmore, Grand Canyon, Sequoia Park e Yosemite.

Boas as dicas de Fiji e Butão. Vou olhar isso. Mas será que fev não estará bem mais frio que março por lá?

O problema da Indonésia é que em janeiro é chuva torrencial. A época boa é no meio do ano. E Mongólia tb. Tá complicado esse ponto. Não queria abrir mão da Mongólia, mas é um destino com época de visitação mto restrita.

Qto às passagens, não irei comprar a das alianças pq a viagem é superior a 1 ano. E como falta mto tempo só faço estimativas de preços - tipo Malásia-Europa pra saber se vale a pena. Mas meu roteiro é aéreo no início. Dps ele fica bem terrestre, com voos raros. Hospedagem na Ásia não é caro. E eu não tenho frescura pra dormir em lugares simples.

vlw

jaumz

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caraca! Nunca imaginei que fosse tão caro conhecer o Butão. O roteiro tem de ser bem feito pra pode render. Não dá pra ficar lá por mais de 5 cinco dias. ahahahha. A não ser que arrume um grupo maior.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Jaumz,

Excelente roteiro!!! (fiz uma RTW em 2008/2009)

Vc pretende ficar em albergues/CS?

Qual orcamento voce tem imaginado para esses tres anos?

Que equipamento fotografico esta pensando em levar?

 

Abraaaacos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Mike,

Cara, mto bom ver sua opinião aqui. Afinal, a sua viagem de 2008/09 foi que me inspirou a agilizar a minha. Mto massa!

O planejamento é ficar em hostels/CS/airbnb/pousadinhas/b&b ou coisa do tipo. Nunca utilizei o CS, mas pretendo fazer isso em breve. Tenho um certo receio qto à sua fórmula. Não por medo, insegurança... mas, como as minhas viagens sempre foram mto intensas, eu tenho o receio de o host se sentir como o dono de uma pensão que hospeda mas não lucra. Entende? Se eu não mudar esse meu jeito, penso em utilizar o CS pelo menos pra troca de cultura e obtenção de dicas de um nativo sobre o local ou o país. O que me diz a respeito disso?

Quanto ao orçamento, estou pretendendo gastar, no máximo, US$ 70 por dia. Nos primeiros meses, no Canadá, essa conta pode não fechar. Mas espero compensar esse extra na Ásia. A parte europeia tb é complicada, mas vou minimizar isso conhecendo a parte leste do continente. Mas não fiz nada mais detalhado. Se tiver dicas, favor me passar. Uma coisa é certa: dinheiro acabando + sem trabalho = voltar pro BR.

Qto ao equipamento fotográfico, eu sou meio fraco nisso. Não tenho máquina profissional e não sei manuseá-las, apesar de gostar mto de fotografias. Vou levar uma Go Pro e uma velha sony. Talvez compre uma sony da linha da NEX. Mas não tenho certeza disso. Como sou meio desastrado, a máquina tem de ser pequena (se possível, que caiba no bolso).

Conto com sua ajuda, rapaz!

Forte abraço.

jaumz

 

Fala Jaumz,

Excelente roteiro!!! (fiz uma RTW em 2008/2009)

Vc pretende ficar em albergues/CS?

Qual orcamento voce tem imaginado para esses tres anos?

Que equipamento fotografico esta pensando em levar?

 

Abraaaacos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Jaumz,

 

Hahahah, obrigado. É uma honra para o "membro de honra" aqui ser inspiração para alguém. Aliás, é sempre muito bom ajudar o pessoal a viajar mais e melhor!

Na época em que fiz a minha RTW, utilizei o Hospitality Club... o CS ainda estava engatinhando. Infelizmente o CS está migrando para uma plataforma de pensamento mais capitalista... o negócio ficou grande DEMAIS, mas FELIZMENTE isso não impossibilita os usuários de fazerem o que querem com o site.

 

Vamos ao que interessa: em geral o pessoal do CS tem prazer em hospedar. Eu tenho hospedado muita gente aqui no Malawi, por isso não há muito desse sentimento de hospedar sem lucrar. O lucro sempre tem que ser a troca cultural, o conhecimento... a quebra de rotina. Eu costumo dizer que se eu não posso viajar, por que não trazer a viagem/viajantes para a minha casa? O CS não vale para lugares onde você só vai pular rápido... porque é estranha a sensação de usar a casa de alguém como hotel. O ideal é ter tempo para gastar com o seu host... seja no final do dia (não esqueça que muita gente trabalha, por isso também não vão ficar como se fossem seus cicerones) ou num final de semana. É sempre muito interessante fazer couch surfing... economiza-se em dinheiro com hospedagem e às vezes até com comida, lavanderia... e ganha-se muito no quesito cultural, na troca de informações dos lugares que os locais frequentam, de como é a vida, a política, os negócios no país... em contrapartida você vira uma espécie de embaixador do Brasil... porque estão ali medindo de certa forma o seu comportamento, o seu jeito de ser... enfim... CS pode te trazer experiências muito diversas, tudo vai depender das pessoas envolvidas. Tem de tudo, o segredo está em escolher bem as pessoas, para que elas batam com o que você está esperando da viagem e das experiências.

 

Sobre o orçamento, era uma curiosidade minha. Cada um tem o seu orçamento, e nas RTW é quase impossível prever o seu orçamento com um grau de certeza alto. Acho 70 dólares por dia uma boa média... eu gastava em média 1000 dólares por mês, com os cintos apertados. Claro que no sudeste asiático, China, América Latina, Egito e países do Leste Europeu a média caía para compensar o tempo nos países mais caros.

 

Uma das coisas que você vai notar é que você vai acabar se dando mais luxos nos países mais baratos, e isso acaba puxando a média deles para cima... o que é perfeitamente normal, porque muito mochileiro fica perambulando quase como mendigo na Europa e não aguenta esse esquema por muito tempo... chega na Eslováquia por exemplo e começa a gastar mais numa festa a noite, num taxi porque está cansado de carregar a mochila... enfim... rs rs Normal. O importante é economizar com o que é fácil de se economizar... investigar agora qual banco tem uma melhor taxa de conversão e menores taxas para saque no exterior, tentar lembrar de amigos que poderão te hospedar no exterior... esquecer o preconceito com agua da torneira (isso vale para as cidades onde a agua de torneira é potável) e ter sempre o seu cantil para recarregar. Prestar atenção na alimentação é um fator muito importante... tentar cozinhar sozinho ou em grupo no hostel ou na casa do teu anfitrião. Não tem corpo que aguente comida de rua ou de restaurante por mais de alguns meses viajando!

 

Estamos aí para o que precisar...

 

Abraaaços

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sempre dicas precisas. Valeu, Mike!

 

Quanto ao dinheiro, estou pensando em fazer saques com o cartão de débito. Consegui isenção do banco e só pagarei o IOF.

Bem lembrado essa história da água de torneira. kkkkkk. Me fez lembrar da Ilha de Páscoa. Geral pagando R$10 na água. Como pode uma ilha isolada no meio do Oceano Pacífico ter água contaminada? Dá-lhe água de torneira!!

 

Meu grande dilema são os vistos. Tenho os do Canadá e dos EUA. Além desses, há algum que, obrigatoriamente, tem de ser aplicados no BR? Se tiver, isso pra mim vai ser difícil pois, se concedidos, expirarão antes de eu chegar no país. Que documentos é bom ter pra emissão de vistos nas fronteiras? Como vc comprovava a saída do país que seria feita por via terrestre? Lábia? kkkkk.

 

flw

jaumz

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Jaumz,

 

Opa... que banco é esse que te isentou das tarifas de saque?

Mesmo assim, levando em conta que você vai ficar fora por 3 anos... tenha cuidado para ver se esse banco não está "metendo a faca" na conversão, ou seja... se não está cobrando mais que outros bancos na conversão e te isentando das taxas (o que pode te deixar no prejuízo). O dólar da conversão é quanto acima do comercial?

Como você vai gastar aprox. 75 mil dólares em 3 anos, eu consideraria abrir uma conta offshore. Não sei como andam os procedimentos aí no Brasil para abrir uma conta fora, mas recomendo muito para o teu caso. Porque a historia dos cartões pré-pagos é engana trouxa... o cara carrega um cartão tipo Visa Travel Money a uma conversão absurda e logo de início perde muito dinheiro, além de perder nas taxas de saque e conversões. Preste atenção nisso aí, que fará diferença na sua conta no final!

 

Outra dica que fica, é SEMPRE levar uns 200 dólares em notas escondidas. Podem te salvar em enrascadas em países onde a rede do cartão não está funcionando, quando você é roubado... enfim, sempre bom ter um dinheiro vivo para resolver problemas.

 

Sobre os vistos: Russia já foi um problema, hoje todo mundo sabe que somos privilegiados em entrar sem necessidade de visto. Austrália tbem já foi mais complicada, só emitia em embaixadas de países onde você comprovasse residência, hoje o processo já é feito pela internet. Japao é que pode ser uma pedra no seu sapato... não sei se alguma embaixada emite o visto japonês para brasileiros que não residam no país onde está a embaixada, vale a pena você pesquisar e postar para a gente. A mesma observação vale para Arabia Saudita, Iraque, Paquistão e Bielorrusia. Sobre os demais países no seu roteiro, você conseguirá emitir o visto em países vizinhos no caminho.

 

Sobre os documentos para tirar os vistos no caminho, recomendo que você leve varias fotos 3x4, comprovante de renda ou poupança no Brasil... raramente te pedem documentos além do passaporte, é sempre um formulário para preencher e o seu passaporte, sobre isso é tranquilo. A maioria dos países sequer pedia comprovante de bilhete de saída para a emissão dos vistos, mas os que pediam, eu acabei colocando trechos (digitando no formato de uma reserva, baseado em números de voos dos sites da internet) bilhetes que não eram exatamente verdadeiros... mas que comprovavam a minha intenção real de sair do país, eles ficavam satisfeitos e eu também. Os vistos em geral não registram a fronteira pela qual você disse que iria entrar... portanto poderá apresentar um bilhete aéreo para entrar na China por Pequim, mas acabar entrando pela fronteira por terra vindo do Vietnam, o mesmo vale para a saída!

 

O mais importante é cumprir os prazos dos vistos e claro, sempre mostrar que a sua intenção é fazer a viagem de volta ao mundo, confirmar as datas de saída sem hesitar (eles - oficiais de imigração - costumam perguntar mais de uma vez para ver se você não fala respostas diferentes).

 

Quando começa a tua viagem?

 

Abs

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mike,

 

Não tenho certeza de que uma conta offshore seria o ideal para o meu caso. Necessitaria mais estudos e um investimento ruim poderia melar todo o sonho. Acho que o tradicional e fraco rendimento da poupança ainda é a melhor proposta pra isso. O saque internacional será feito pelo Itaú. As compras no cartão de crédito serão feitas pelo Bradesco. Irei verificar a cotação do dólar do banco no saque com cartão de débito. Mas acredito que seja dólar turismo com percentual maior que o divulgado pelo Bacen, mas inferior aos 6,38% do IOF do cartão de crédito. Travel Money - sem chances! Maior roubada.

 

As notas escondidas terão seu espaço. Acho que dois espaços. Ainda preciso MacGyviar uns lugares estratégicos.

 

Os vistos: Rússia já foi o bicho. Austrália eu to ligado na solicitação via net. Japão - entrei em contato com a embaixada e me coloquei já no Canadá. A resposta, bem fraca e vaga, foi de que o visto tem de ser aplicado no país do passaporte. Mas, "como estou no Canadá", que eu deveria contatar a embaixada lá. Ou seja, não ajudou mto. Mandei outro e-mail colocando outras situações. De qq forma, sendo a validade de 3 meses, estando ou não no Canadá, não mudará em nada a situação. Vou ter de tirar esse visto na Índia ou na Coreia do Sul. Procurarei agora informações sobre Arábia Saudita, Iraque, Paquistão e Bielorrúsia.

 

O kit vistos no caminho: as fotos 3x4 já estão empacotadas. O ruim é que cada um bota uma medida mais estranha que a outra: 2,5x2,5, 3x5, 5x7, 2x2... Boa essa ideia da falsa saída. Meio arriscado, mas tá valendo. Tenha sangue frio e seja um ator!

 

Final de março eu caio no mundo! Antes disso dou uma passadinha na Colombia - aproveitando um voucher que ganhei da TACA.

 

Se tiver mais dicas, mandaê!

 

flw

 

jaumz

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×