Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
vitorcvieira

Mochilão Europa 2 meses - Dezembro/Janeiro 2014/2015

Posts Recomendados

E ae, galera!

 

Sou mochileiro de primeira viagem e, apesar das contraindicações, resolvi começar da maneira mais difícil (kkkk): 2 meses, inverno Europeu, orçamento apertado, sozinho (a principio).

 

A dúvida aqui é mais quanto ao roteiro.

A passagem já está comprada, chegando e voltando de Londres (eu deveria ter conhecido esse forum antes -.-).

 

A ideia inicial está assim:

 

10/12 - Londres;

11/12 - Londres / Saída a noite para Amsterdã;

12/12 - Amsterdã;

13/12 - Amsterdã / Saída final da tarde/noite para Bélgica (bruxelas ou bruges);

14/12 ~ 16/12- Bélgica (bruxelas e/ou bruges);

17/12 ~ 19/12 - França OU Alemanha;

20/12 França OU Alemanha / Saída para Praga;

21/12 ~ 26/12 - Praga (escolhi passar a semana mais cara lá para economizar. É uma boa?);

27/12 - Saída para Croácia(!!!);

28/12 - Espero estar na Croácia;

29/12 - Croácia;

30/12 - Croácia / Saída para Itália(!!) (há alguma rota possível/recomendável entre os 2?);

31/12 - Espero estar na Itália;

01/01 ~ 06/01 - Itália;

07/01 ~ 11/01 - Suíça;

12/01 ~ 17/01 - França;

18/01 ~ 26/01 - Reino Unido/Irlanda;

27/01 - Volta para o Brasil =((((((((

 

E então? Muito apertado? Muito louco (no sentido ruim)? Alguma recomendação? Sugestão de mudança de roteiro?

 

Desculpem por tantas perguntas e desde já obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá,

 

Quase 2 meses de mochilão e você só vai passar 1 dia e meio em Amsterdam, 2 dias na Alemanha? Sinceramente está muito corrido e não vale a pena fazer desta forma.

 

Croácia em pleno inverno? Você está ciente que vai fazer temperaturas abaixo de zero nesta época na Croácia e que as cidades estarão literalmente mortas?

 

Praga já foi barata, mas agora que ficou famosa, está bem mais cara no mesmo nível de preço de qualquer cidade grande europeia, só é um pouco mais barato do que Paris, Londres e Amsterdam.

 

Por fim, não tem sentido você sair de Londres, ir a Amsterdam, depois voltar a Bélgica e França, é um vai e vem completamente desnecessário, saindo de Londres, passe em Paris, Bélgica e por fim Amsterdam, desta forma será muito mais barato e rápido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como você tem mais tempo que o normal, pode fazer as coisas com mais calma, ainda mais estando no inverno, que os dias ficam curtos e o tempo atrapalha bastante. Eu aproveitaria para colocar um dia a mais nas cidades principais para eventuais contra-tempos, que já te digo que você vai ter.

 

Não conheço Croácia mas, como o Adriano falou, é uma cidade para ir no verão, pois os atrativos são as praias e parques. No inverno muita coisa fecha, o tempo também.

Seria interessante listar as cidades em vez de país, se tem dúvida, coloque as cidades que tem lhe interessa para escolher.

 

Suíça é um país bem caro, e é um país para destinos de inverno (o que fica mais caro ainda). Para um orçamento baixo, eu tiraria ela do roteiro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Okok. Obrigado pelas dicas e toques!

 

Fiz algumas modificações. Segue:

 

10/12 - Londres;

11/12 - Londres / Saída para Paris; (Pouco tempo em Londres pq já a conheço, seria mais para visitar alguns amigos ^^)

12/12 ~ 13/12 - Paris;

14/12 - Saída para a Bélgica;

15/12 - Bruxelas;

16/12 - Bruxelas / Saída p/ Bruges;

17/12 - Bruges;

18/12 - Bruges / Saída p/ Amsterdã;

19/12 - Amsterdã;

20/12 - Amsterdã;

21/12 - Amsterdã;

22/12 - Saída p/ Praga;

23/12 - ~indo para Praga~;

24/12 - Praga;

25/12 - Praga;

26/12 - Praga;

27/12 - Viena;

28/12 - Viena;

29/12 - Viena / saída p/ Itália;

30/12 - Veneza talvez? Se não direto pra Roma;

31/12 - Veneza/Roma;

01/01 - Roma;

02/01 - Roma;

03/01 - Roma;

04/01 - Napoli OU Milão OU Turín;

05/01 - Napoli OU Milão OU Turín;

06/01 ~ 11/01 - Saída Suíça (Berne - pq teria lugar

pra ficar então os gastos seriam menores- talvez)

OU direto p/ França;

11/01 ~ 19/01 - França (se possível: Nice, Carcassone, Toulosse, La Rouchelle);

20/01 - Volta para o Reino Unido;

21/01 ~ 26/01 - UK (se houver oportunidade, glasgow, Edinburgo ou Cardiff, se não, York);

 

 

Mas uma dúvida: Qual o nível de 'morta' da Croácia? Porque na real meu interesse maior seria por cidades mais medievais como Dubrovnik, não pelas praias e festas. E talvez por ela ser morta eu economizaria muito mais na semana de alta temporada? Ou os custos com transporte não compensariam?

 

Quanto a Praga eu consegui 5 dias de hospedagem a R$100,00 pelo Booking.com e dando uma olhada no "custo Mcdonalds" a alimentação parece barata...

 

Mas então, e agora, como ficou? Paris ainda está meio corrido, talvez tirar Napoli,etc,etc e na "volta" passar mais 2 dias em Paris? Mais uma vez, obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Paris em 2 dias é muito corrido, em 4 ainda sim é curto, ainda mais no inverno. Se você já conhece Londres, baseie-se nela para os dias em Paris, são cidades semelhantes em turismo.

 

Entre Napoli, Milão ou Turin, eu ficaria com Paris. :D

 

Se vc gosta de cidades medievais, iria para Carcassone, é realmente incrível a cidade. Nice no inverno não vale a pena.

Com 8 dias pela região, iria conhecer Bordeaux, ou Barcelona, ou deslocar esses dias para uma cidade na Alemanha, por exemplo.

Edimburgo vale a pena uma visita, bastante medieval, York também.

 

Praga não é tão barata assim, antigamente era, mas hoje virou cidade turismo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos assim dizer, a população fixa de Dubrovnik é em torno de 30.000 moradores, no auge do verão chega a ter mais 100.000 pessoas por lá. Se você está interessado só na parte medieval, até pode ser interessante, mas não sei valeria a pena ir até lá só por causa disto, uma vez que seria meio caro chegar lá.

 

A forma mais barata de se ir a Dubrovnik seria num voo de ida e volta a partir de Roma, na baixa temporada você gastaria uns 180 Euros para ir voltar a Dubrovnik a partir de Roma, mas o complicado é que o voos não são diário, então isto pode complicar o seu planejamento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala ia, Victor.

Cara, tenho bilhete já emitido para chegada em amsterdam em 29.11.14.

pretendo ficar uns dias na holanda, depois belgica, seguindo o roteiro nos arredores da Alemanha e da frança.

Voltarei a amsterdam pra pegar um voo que será no dia 21.12.14.

Provavelmente, chegarei uns dias antes e pelo seu roteiro, vc estará na holanda.

já tem hospedagem reservada?

Caso, estejamos lá no mesmo período, vamos nos esbarrar.

pq o último mochilão que fiz sozinho na friaca do inverno europeu foi brabo.

Tem que ter uma galera pra animar.

Não estou acostumado com o frio e depois de vários dias congelando vai ficando dificil pra mim... kkkk

Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

França tem MUITA coisa para conhecer / fazer. Alemanha, Itália e Reino Unido idem. Já Bruges, Bélgica, Amsterdam, Praga acho que vc consegue fazer mais rápido. Seu segundo roteiro ficou bem melhor, mais distribuído. Tente conhecer alguma cidadezinha ao redor de Paris. Eu prefiro sempre fazer menos lugares e conhecer tuuuudo, sem deixar pendências, pois não gosto de viajar para lugares repetidos. O mundo é muito grande pra ficar repetindo. Ah, e se puder fazer a rota de Champanhe na França, faça (se gostar de beber, claro!). Boa sorte! Boa viagem!!! E que Deus te guie.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala, sergio.

Ainda não tenho hospedagem reservada, achei Amsterdã um pouco cara. Estou pensando em usar couchsurfing. Td mundo está me falando isso de ir sozinho no inverno, mas infelizmente se dependesse dos meus amigos eu não saia nem pro cinema, então resolvi ir independente. Podemos ver de nos esbarrarmos, bom que você me dá dicas e eu não fico sozinho a viagem inteira hahaha.

 

Valeu, Carol! Concordo com você, melhor fazer menos mas fazer melhor. França e Alemanha vai ser mais pelo gostinho msm, infelizmente; mas já estou decidido a ir numa próxima só para esses 2 para conhece-los de fato. Bom que dá tempo de aprender pelo menos um pouco das duas linguas haha. Quanto a rota de champanhe, adorei a ideia, mas não é uma rota meio cara? Meu orçamento está realmente apertado, mas se der pq não? ^^

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá,

Eu acho 3 dias demais pra Praga, comparando com o tempo que você passará em outras cidades. Se não conhece Paris ainda, 2 dias é bem pouco. Se já conhece, poderia colocar 2 em veneza ao invés de um, por exemplo. Sobre cidades pequenas na França, conheci várias e no inverno, mas viajei 3 meses. Se você tem pouco tempo, não recomendo, vai gastar muito tempo de trem até lá pra passar pouco tempo na cidade, primeiro porque não vai ter muita coisa pra fazer, segundo porque você vai ter pouco tempo mesmo. Além disso, vai de gosto, mas eu tiraria Bruxelas e passaria só meio dia lá e mais 1 dia inteiro em Brugges, ou seja, diminuiria o tempo da Bélgica no geral. Também fiz meu primeiro mochilão sozinha e no inverno (3 meses). Foi ótimo, fiz vários amigos, tenho certeza que você vai adorar!

Até mais!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Seu roteiro está cheio de idas e vindas... trace no google maps utilizando rotas que vc terá uma noção mais exata das voltas que está dando. Acho que vc não está aproveitando bem o tempo que terá por lá! 2 meses dá pra curtir muito!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa! Demorei mas voltei haha

 

Obrigado pelas dicas, criseber! Vou diminuir praga para 2 dias e aumentar paris. Veneza infelizmente não vou ouvir seu conselho, porque o bolso chora só de pensar em passar 2 dias em veneza hahaha

Quanto ao interior da França, conversei com outras pessoas e elas disseram o mesmo. Realmente, será melhor nao ir desta vez, até porque não sei nada de Francês. França, Alemanha e o Reino Unido no geral serão deixados para viagens posteriores e unicas hehe

Bruxelas eu vou "sentir a vibe". Se eu não curtir muito pego um trem pra brugges.

Bom ouvir de alguem que cometeu a mesma ""loucura"" que estou prestes a cometer e curtiu!! Até ^^

 

Gabrieh,

Sim, estou ciente das 'idas e vindas', mas infelizmente eu fiz a besteira de comprar passagem de ida e volta em Londres =((

Mas além disso, vc se refere a outras idas e vindas? Coloquei no Maps e não achei tão assim. A parte que mais está me incomodando é o trajeto Amsterdam - Praga, que pelo jeito terá que ser de avião... Ou será q rola onibus/trem para Dresden e de lá até praga? E será q dá pra curtir muito em 2 meses? To aqui quebrando a cabeça com possíveis alterações para aproveitar mais e estou achando tão pouco hahaha

De qualquer forma, muito obrigado pelo toque!!

 

E agora outra dúvida: O meu plano de saúde aqui do Brasil tem cobertura internacional de 30.000 euros. É preciso ter um seguro viagem mesmo assim?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ah, beleza então! Vlw, Davi.

 

Estava aqui planejando meus poucos dias em Londres para aproveitar para conhecer o que faltou (British Museum, Harry Potter Tour e Stonehenge que eu tenha conseguido listar) e eu vi que há um "Overseas Visitor Pass" da English Heritage e estava pensando se não valeria a pena adiantar então o tempo no Reino Unido e já visitar alguamas atrações inclusas neste passe, ou talvez deixar o Stonehenge para a volta... Mas será que vale a pena mesmo este passe? Pelo preço acredito que sim, já que só o Stonehenge custa £ 12,5 e o passe £25; mas e quanto ao tempo e as atrações?

 

Alguem me recomenda algo mais em Londres e arredores próximos (próximos padrão brasil de até 200 km de distancia)?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O plano de saúde brasileiro até serve, mas caso peçam para conferir o certificado do seguro, o que é bem difícil, geralmente dá alguma encrenca, pois os planos de saúde não costumam incluir cobertura de repatriamento médico ou funerário...

 

Ou seja, verifique se o seu plano de saúde possui todas as coberturas exigidas e se eles emitem o certificado para o espaço Schengen, pois sem o certificado, se o agente da imigração resolver implicar com você, não adianta nada você ter a cobertura mas não ter o certificado para provar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O problema desses passes é que você tem pouco tempo para conseguir fazê-lo valer a pena. Acho que é mais voltado pra quem vai passar pouco tempo mas quer ver tudo, pois as atrações neles, em geral, são de longas visitas. Para mim nunca compensou.

 

Um lugar interessante é Castelo de Windsor, na Estação de St Pancras você compra um passe de trem mais a entrada tudo junto para entrar no castelo, pulando a fila lá dentro. A fila para quem tinha ticket comprado era muito pequena (isso no final de Julho ainda) e a fila para quem não tinha estava bem grande. Bom, vale se você gosta de castelos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×