Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0
sandro.rogerio.967

pessoal quero saber como é viver de mochileiros...pedir carona por ai dormir de favor em igrejas ou casas particulares mesmo...

Pergunta

Sem depender muito de grana...

Quero rodar a america do sul assim...

Pedindo carona comida e tal...

Muita loucura ou isso é possivel!?

Se alguem quiser entrar nessa comigo marcamos uma data e partimos...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

10 respostass a esta questão

Posts Recomendados

  • 0

Olá Sandro

 

Toda e qualquer viagem exige um minimo de planejamento e uma certa quantia em dinheiro pra você suprir as necessidades principais (comer, dormir, comprar um remédio, etc). Ser um mochileiro não é só colocar as roupas dentro da mochila e sair por ae achando que em todos os locais você irá achar alguém que ti dê carona,comida e um local pra dormir.

Desculpa o termo, mas fazer isso é uma atitude meio estúpida.

Se você tem algum dom, fazer artesanato, malabares ou qualquer outra coisa que possa ti dar alguma renda, isso poderá ajudar, mas dificilmente irá pagar todas as suas despesas diárias. Então antes de sair por ae sem grana, e correr o risco de se tornar um mendigo em outro país, faça um roteiro de onde quer ir e tenha uma noção do que irá gastar e a forma que poderá fazer pra conseguir algum recurso no caminho.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0

Lobo Solitario, desculpe-me lhe contrapor, mas é totalmente simples e fácil de se viajar sem dinheiro, pedindo carona, e vivendo da energia boa do mundo! Basta você ter algumas habilidades que possam lhe assegurar um rango qualquer, energia para aguentar as possíveis adversidades, e um equipamento que lhe proporcione um menor sofrimento!

 

Estarei saindo pra viajar neste método ainda este mês, com uma viagem sem destino, sem rumo, sem dinheiro algum, sem local pra ficar, nem nada... indo aonde a carona e as indicações forem me guiando!

 

Não recomendo uma pessoa sem uma estrutura mental, psicológica e física também a sair numa viagem assim, ainda mais sem equipamentos adequados, mas é totalmente possível de isto acontecer, tenho muitos "amigos" viajando com este método, e indo pra todo lado! Sobrevivendo da sua arte, da sua especialidade, seu trabalho, seja la oque for.

 

Caso queira mais algumas informações entre em contato comigo, estarei disposto a ajudar da melhor maneira que eu puder...

Mas não se atente a adversidades, sempre irão acontecer... e não é por sermos diferentes na forma de aventurar-se, por não termos uma casa pra ficar, que nos tornaremos mendigos, andarilhos, moradores de rua... oque lhe faz ficar na mesmice é o vicio, conheço muitos que viajam sem problemas, e muitos que os possuem mesmo trabalhando diariamente e tendo casa pra morar!

 

Vai que vc consegue, se quiser, e se esforçar pra isto... Boa noite galera

https://www.facebook.com/bruno.kikolandia

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

BrunoGraciano concordo com você no aspecto de que para uma pessoa sair sem destino e sem grana, ela tenha que ter uma estrutura psicológica para saber lidar com as adversidades, e o fato de ter algum dom que lhe possa render alguns trocados realmente é válido.

Penso que sair assim sem nenhuma grana com certeza é uma aventura memorável, mas as vezes você poderá não aproveitar o quanto queria certos locais devido a falta de dinheiro pra fazer algumas atividades que podem custar bem mais do que seus dons podem conseguir.

Não que eu esteja menosprezando as habilidades de ninguém, porém temos que ser realistas em saber que há locais onde as pessoas são menos sociáveis e menos receptivas e em locais assim a falta de dinheiro nos privará de necessidades básicas como um banho, uma comida e um local pra dormir.

Mas de qualquer forma quem consegue viajar assim e curtir a viagem conforme às suas expectativas, está de parabéns.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

Há sim local pra se tomar banho, e dormir... apenas difere-se um pouco no quesito conforto e comodidade!

Entendo oque disse sobre o custo de certas atividades ou locais... mas quando se viaja sem calendário, data, dinheiro, local, você passa a usufluir do local, como um nativo local, e não como um turista ... assim sendo, você aproveita mais do que os turistas, por ir direto nos locais menos divulgados, e mais tranquilos... bem como pode usar dos locais e serviços em datas das quais a cidade não esta sendo visitada por basicamente ninguém, oque lhe proporciona maior amplitude de negociação para com o "empreendedor"... podendo pagar com mao de obra na própria atividade (um exemplo seria pescar, em troca do peixe; auxiliar a abertura e fechamento do quiosque em troca da cobertura para dormir; levar turistas a determinados pontos, em troca de eles pagarem a sua passagem apenas...)

 

É sim mais exaustivo, mais complexo, e difícil... tudo fica um pouco mais complicado, mas muito mais prazeroso.

 

Ser tratado de igual com moradores nativos, locais... é uma coisa que não tem preço, é ser respeitado por igual aonde estiver, quem já sentiu essa liberdade sabe como ela é.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0

A pergunta inicial foi de um novato que ainda nem respondeu as respostas redigidas. Mendigar não tem nada haver com viajar independente. Seja de mochila mala ou sacola de mercado, depende do poder aquisitivo de cada um. ::dãã2::ãã2::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0

Viajei assim, sem dinheiro, durante alguns anos da minha vida... mas isso ja faz algum tempo. Foram os melhores anos, conheci muita gente boa, e é exatamente como disse BrunoGraciano, diferente de viajar como turista, mas existem outras formas de se conhecer um lugar. Nunca deixei de dormir, comer ou tomar banho. Hoje não viajo mais de carona, mas sinto falta da liberdade que isso me proporcionava. Ir pra onde quiser, e mudar de rumo a qualquer momento, conhecer as pessoas do local... Os amigos que fiz nessa época, conservo ainda, mais de 15 anos depois.

Meu próximo destino é o Chile (SPA), só que desta vez de carro, acompanhada do meu filho de 17 anos. Bem diferente da forma como viajava antigamente, mas com a mesma vontade de fazer parte de cada lugar por onde passo.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder esta pergunta...

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...