Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Maria Cecilia dos Santos

Pelas ruas de Edimburgo

Posts Recomendados

Recentemente visitei Edimburgo, deixo aqui um relato do que vi.

 

Era bem cedo quando chegamos a Edimburgo, descemos do ônibus que liga o aeroporto ao centro da cidade numa rua chamada George Street e foi como se adentrássemos em um cenário de filme. Logo atrás de nós podíamos ver o famoso e imponente Castelo de Edimburgo. Todo de pedra, construído por volta do século 12 em uma encosta, de onde pode ser visto de muitos pontos da cidade. É realmente uma visão impressionante e muito bela. Fiquei imaginando o quão privilegiadas são as pessoas que acordam todos os dias pra ir trabalhar e durante o seu caminho podem apreciar a vista do Castelo. Logo depois me lembrei que quando vira rotina, temos a tendência de nos acostumar as paisagens e não mais admirá-las. Para informações sobre o Castelo acesse http://www.edinburghcastle.gov.uk.

A cidade, capital da Escócia, é pequena (cerca de 492.000 habitantes). Portanto, é bastante fácil conhecer os principais pontos de interesse caminhando. Com um bom mapa na mão você chega onde quer. Para chegar do aeroporto ao centro da cidade é simples, você encontrará duas possibilidades, o ônibus chamado Airlinky, que sai da frente do aeroporto e vai para o centro, percorrendo as principais ruas (site: http://lothianbuses.com). Outra opção é o trem que também serve o centro e é de fácil utilização (http://www.edinburghairport.com/transport-links/trams).

A primeira coisa que fizemos, foi deixar nossas malas no Hostel e procurar algum lugar pra tomar café da manhã. Seguimos a dica da proprietária do Hostel e fomos comer num lugar chamado Papii, um estabelecimento pequenininho, mas muito aconchegante e com um atendimento excelente. Tive uma ótima primeira impressão das pessoas em Edimburgo lá. A decoração também me chamou a atenção, havia pendurado na parede atrás das mesas janelas antigas e reformadas, formando um grande mural de janelas, achei a ideia incrível. Decidimos experimentar o reforçado café da manhã escocês, composto de ovos, salsicha, tomate, torradas e duas generosas e pecaminosas fatias de bacon. Foi uma ótima decisão, a comida estava muito saborosa e tivemos uma excelente experiência gastronômica. Agora tínhamos energia para caminhar umas boas horas e explorar a cidade. A minha única dúvida é onde realmente começou esse tipo de café da manhã, embora em Edimburgo fosse vendido como café da manhã escocês, você encontra o mesmo prato em diversos lugares da Europa, inclusive em Dublin, com os mesmos itens.

Fomos para o centro antigo da cidade, passamos pelo castelo e descemos as ruas antigas e muito bem preservadas, patrimônio da Unesco desde 1.995. No caminho nos deparamos com um escocês a caráter tocando a gaita de fole, típico de áreas com muitos turistas. Poucas vezes ouvi um som tão melancólico e agradável de se ouvir. A parte antiga tem arquitetura medieval, belíssima, é recheada de intrigantes becos, bons restaurantes e prédios antigos que já foram igrejas em determinada época, mas agora servem a outro propósito. Uma delas, conhecida como Tron Kirk, construída em 1.637, deixou de ser utilizada como igreja em 1.952, porém pela arquitetura e importância histórica foi preservada e hoje dentro do prédio funciona um mercado, o Royal Mile Market, com comerciantes da região que vendem, em sua maioria artesanato local e comida.

A tarde visitamos o Calton Hill, uma região que fica numa montanha, de onde você pode-se ver toda a cidade. A paisagem é fascinante! Pra quem gosta de Harry Potter é como se você tivesse entrado num dos filmes. No dia seguinte, visitamos o Jardim Botânico (http://www.rbge.org.uk), novamente, encantada com a paisagem. Na volta passamos pela Catedral de St. Mary, com uma arquitetura belíssima, tivemos a sorte de visitá-la durante um ensaio de órgão. A experiência foi ainda mais agradável com a trilha sonora.

Há muitas atrações free para visitar na cidade, como a National Gallery (www.nationalgalleries.org), o Scottish National Portrait Gallery (www.nationalgalleries.org/portraitgallery), o Museu da Cidade de Edimburgo (http://www.edinburghmuseums.org.uk/Venues/Museum-of-Edinburgh), entre outros. Há muito o que conhecer, muito o que ver e saborear. No entanto, apenas andar despropositadamente pelas ruas da cidade e observar a arquitetura e os belos jardins já é um belo passeio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  



×