Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Viagem pela Europa - Primeiras fotos no link!!


Posts Recomendados


  • Respostas 541
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Olá Elis,

 

seguramente é melhor ir como estudante, mesmo porque a melhor opcao possivel, que seria ir com visto de trabalho, hoje é praticamente impossivel. A populacao de la é adoravel, principalmente no interior do pais. Me diga quais sao suas duvidas especificas que terei o prazer em responde-las.

 

Ate logo!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

E-MAIL DA ELIS,

 

Caro amigo! os cursos oferecidos na Irlanda tem que ser pago completo, para se adquirir o visto de um ano como estudante (setor de imigração)?Eles dividem?E precisa que o curso de inglês tenha duração no mínimo de quanto tempo?e quantos dias leva para se obter o resultado da autorização?e qual o albergue da juventude bom e barato para moças?

obrigada

bjs

 

 

RESPOSTA:

 

Olá Elis,

 

sim, via de regra o curso deve ser pago integralmente. Para obtencao do visto de estudante simples é necessario um minimo de tres meses em regime integral - full time (que nao significa estudar o dia todo, geralmente é meio periodo), ja para o visto de estudante com permissao parcial de trabalho (meio periodo), é necessario um ano de curso tambem full time. De uma olhada nos links das escolas algumas paginas atras.

O tempo para organizacao da papelada depende de voce, o resultado da aprovacao ou nao do seu pedido de visto sai na hora, na boca do guiche. Nao conheco nenhum albergue especifico para moças, os valores medios de todos estao muito parecidos e eu continuo sugerindo que se divida um apartamento com mais pessoas, é mais barato e confortavel.

 

Ate logo!

 

Thiago de Sá

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

E-MAIL DA DRICA:

 

olá tiago,

 

Li seus relatos de marrocos. Estou indo em setembro de madrid pra lá. Como nao to com tanta grana assim, vou de trem de madrid a marrocos, eu e meu namorado apenas. Tava pretendendo ir a Marrakesh, Fes, Casablanca, Essaouira e de zagora partir pra um noite no desrto( não é isso?!).

Bom, vc pode me dar dicas específicas sobre esses lugares e dicas genericas q vc achar legal?

Tô no agaurdo do seu email!

bjos, e valeu! dica: )

 

 

 

RESPOSTA:

 

Oi Drica!

 

Vcs fazem muito bem de visitar o lugar, é simplesmente fantastico!!!

Antes de mais nada, a primeira sugestao é pra que voce pegue papel e caneta e leia atentamente todas as paginas desse relato, tem muita informacao sobre Marrocos em respostas anteriores de outras pessoas, vc vai ter de garimpar entre outras dicas mas tenho certeza de que vai encontrar muita coisa. Assim que fizer isso mande todas as duvidas que estiverem faltando ok?

 

Em tempo eu ja te dou duas dicas: Zagora é a opcao mais conveniente para se ir ate o deserto por ser mais proxima de Marrakesh. Nao é, contudo, a mais bonita. A melhor opcao é visitar Merzouga e suas dunas, ja quase na fronteira com a Argelia, o que significa que voces terao de cruzar o país de oeste a leste. No caminho há uma serie de lugares interessantes, como Ouarzazate, Vale do Gorges... voces poderiam ir parando, que tal?

 

Quanto a seu roteiro, ele esta um pouco "zigue-zagueado", pegue um mapa do Marrocos e pese bem as distancias, as vezes é melhor conhecer uma regiao bem ou seguir numa mesma rodovia do que pular de um canto a outro. Nao se esqueca que o transporte publico de la é tao ruim quanto o daqui so que com menos opcoes de horarios.

Se descer pela costa, visite Larache, Asilah, Casablanca, Rabat, Marrakesh, Essaouira, Agadir...

Se vier por dentro, veja Chefchaouen, Fes, Moulay Yakoub, Meknes, Cataratas do Zud, Marrakesh...

 

Eu optaria vir por dentro, as praias de la nao sao tao bonitas quanto as daqui, logo melhor seria conhecer algo diferente.

 

Ate logo!

 

Thiago de Sá

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

E-MAIL DO ALEX:

 

Boa noite amigo Thiago!

Meu nome e Alex castro, moro no Brasil, precisamente no estado de Rondônia, sou representante comercial a 14 anos, trabalhei muito tempo na Parmalat do Brasil, mas a mais ou menos 2 anos as portas se fecharam para mim, exatamente essa data em que sai da Parmalat, o ramo de representante tornou-se algo muito difícil, as empresas boas já tem os seus velhos funcionarios e não abrem mãos deles, ai so resta realmente o resto! tenho um amigo que era empresário aqui no meu estado, passou por uma situação semelhante a minha, foi quando teve a idéia de ir embora para a Bélgica, mais precisamente Bruxelas, foi a proucura de trabalho, e por 2 anos ganhou dinheiro o sulficiente, manteve os filhos em escola particular aqui no Brasil e mandava uma boa grana para a esposa que tambem havia ficado, so que teve um pequeno problema, foi pego pela imigração e deportado de volta para o Brasil, ele começou a me contar como era viver em um país de primeiro muindo e me disse que se tivesse uma oportunidade com certeza voltaria. Esse assunto me deixou um tanto que intrigado e interessado, foi quando começei a pesquisar na internet a vida da Bélgica, quando encontrei o seu site, eu estou pensando seriamente em ir embora para a Bélgica, esse meu amigo me disse que como sou neto de Espanhol, tenho grandes possibilidades de conseguir o passaport vermelho e o visto. Gostaria que me ajudasse! dizendo se compensa ou não? se devo ou não arriscar, espero que me ajude. Se vc utilizar o mensenger podemos conversar melhor! aguardo gentilemte o seu contato, abraços. ALEX CASTRO.

 

RESPOSTA:

 

Olá Alex,

 

o caso do seu amigo é emblematico muito embora ele passe a ter serios problemas para entrar em outros paises pelo fato de ter sido pego. Vale sim muito a pena passar uma temporada fora, tanto financeira quanto culturalmente, so que é preciso ter certeza das decisoes e pagar o possivel preço do insucesso.

 

Caso vc consiga o passaporte da comunidade seus problemas e preocupacoes diminuem consideravelmente, elimina-se o risco com a imigracao e a busca por um visto de trabalho, acredito que deva ser por ai o seu começo, invista todas as suas fichas na busca por esse passaporte e nao se deixe levar pela opcao aparantemente mais facil de compra de papeis e documentos ilegais, faça tudo legalmente ainda que demore e te canse.

 

Passada essa etapa, dai voce tem todas as chances de se dar bem, basta planejar sua viagem com cuidado, informar-se bastante e nao ter medo de ser feliz, desempregado aqui ou la, pelo menos co os bicos que conseguir por la vc consegue mandar um qualquer pra casa.

 

É isso, boa sorte!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

EXCELENTE E-MAIL DO DANIEL SAMPAIO:

 

Olá Thiago tudo bom? espero que sim. Bom,li vários posts seus aqui no

mochileiros, e gostaria de receber algumas dicas suas sobre como poder viver

nesse estilo mochileiro.

O meu nome é Daniel, sou estudante de Ciência da Computação, e me formo ano que

vem, 2006.

Ultimamente tenho me interessado bastante em viajar o mundo sem muita frescura

por ai, mas com planejamento, pois não quero passar fome também. Tenho lido

muitos relatos de pessoas que dizem viverem viajando por longos períodos mas eu

não consigo compreender como elas conseguem custear essas viagens. Posso estar

enganado mas a impressão que dá é que elas não viajam somentes nas férias dos

seus empregos, mas sim, quando "dá na telha", ou seja, parece que a maioria

dessas pessoas não tem nem emprego fixo e trabalham apenas o suficiente para

juntar a grana para a próxima viagem. Você pode me falar um pouco sobre isso?

como é que vc planeja as suas viagens? Você tem emprego fixo? Em que vc

trabalha? Se vc tiver emprego fixo, como vc planeja essas viagens de modo que

não conflite com o seu emprego? Uma das grandes preocupações que tenho é com o

dinheiro que devemos ter para cada viagem. Como vc estabelece o mínimo

necessário para cada viagem que vc faz? e se faltar grana no meio da viagem, vc

arruma um trampo, ou volta? Isso ja aconteceu com vc? Eu estou planejando um

mochilão pela Europa, será que já tendo comprado as passagens áeras até Portugal

e uma vez lá, viajar somente de Trem/Ônibus dá fazer isso com uns R$ 6.000 ou R$

5.000 Reais para ficar uns 30 dias?

Por favor, cada resposta que vc puder me dar será de grande valor. aguardo.

Abraços,

Daniel Sampaio.

 

 

RESPOSTA:

 

Olá Daniel,

 

antes de mais nada, parabens pelo e-mail, tenho certeza de que e a mesma duvida de muitos que leem esse tipo de relato.

 

No meu caso especificamente, eu nao vivo o estilo de vida "eu e minha mochila largado no mundo", apenas o experimentei um ano da minha vida nessas circunstancias, foi um projeto definido previamente, planejado, que tambem contou com a sorte e onde meu maior merito foi nao ter tido medo de aproveitar as oportunidades que apareceram pela frente. Durante esse um ano em que viajei, me perguntei por diversas vezes se nao gostaria de seguir esse caminho, solto no mundo, sem lenço e sem documento, adotar o estilo de vida, e pude perceber que o que torna esse comportamento tao especial e prazeroso é justamente a perspectiva do fim, a efemeridade, o fato de ser unico e dificil de ser conquistado. Alem disso, pude compartilhar momentos interessantes com algumas pessoas de diferentes idades que optaram por viver assim e vi que todas elas tinham pontos de vistas muito ruins a respeito do que deixaram pra tras, ou nao gostavam do proprio país ou dos proprios pais ou ainda nao se viam capazes de conviver em sociedade (isso foi uma surpresa pra mim). Sendo assim, o fato de viver como nomade era muito menos uma opcao e muito mais uma necessidade, assim como o é para a maioria das pessoas ter uma casa, uma TV e uma familia.

Eu nao me identifiquei com aquelas pessoas, nao me via assim e por isso decidi voltar, dentre outras razoes. Na epoca do inicio da viagem, assim como hoje, eu tinha uma profissao estabelecida, trabalho como Personal Trainer e para poder realizar esse meu projeto eu tive de largar tudo, economizar uma grana aqui e principalmente lá pra poder financiar minhas viagens. Hoje em dia meu projeto é outro e minhas viagens ficam restritas aos finais de semana e feriados, pode ser que um dia eu volte a sentir e necessidade de sair pelo mundo.

 

Quanto aos custos, é dificil estabelecer um minimo necessario pra cada viagem, principalmente depois de saber que um chines deu a volta ao mundo com US$ 3000,00. A matematica é simples, quanto mais economia, menos conforto, menos luxo, mais cara-de-pau, mais velocidade de raciocinio, voce nao pode se dar o direito de perder oportunidades. Ainda nao aconteceu comigo de ver meu projeto de viagem ruir mas quando isso ocorrer, pode ter certeza que eu so vou desistir depois de lutar muito, muito mesmo. Tenha sempre uma retaguarda, um dinheiro extra, a passagem de volta, uma casa onde ficar, aventura nao significa loucura, seja corajoso pra lutar com o Mike Tyson mas nao seja louco de ir sem protetor bucal.

 

O valor que voce cita para um mes é suficiente, inclusive para se ter um pouco de conforto, como trens e onibus ou baladas mais caras. Se voce tiver uma barraca e optar por acampar e caronar, ainda que apenas de vez em quando, alem da economia de grana, voce vai enriquecer sua viagem, nao se restrinja às cidades, aos pontos turisticos, viva o local, ande pelas ruas sem pressa, acampe numa fazenda, ajude o dono pela manha, bata papo num boteco com os velhinhos tomando a bebida da regiao... historias assim nao tem preço!

 

Ate logo, Daniel, boa sorte!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Thiago,

 

Teus posts sempre surpreendendo. legal poder ler isso...

Acredito que também não adotaria o estilo "largado no mundo" e concordo com muito do q vc citou aí em cima.

Mas agora fiquei pensando... puts, vc deu uma viajada boa, deve ter realizado um sonho de longa data... mas não ficou com gosto de quero mais??? (do tipo agora quero Ásia, agora quero Oceania etc)

O que acontece quando o cara volta e cai na realidade novamente? O q vc planeja quando diz q "agora teu projeto é outro"? Desistiu das grandes mochiladas???

 

Abração,

Mike Weiss

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Fala velho Mike,

 

com certeza é uma armadilha muito atraente, dá uma vontade terrivel de se perder no mundo várias vezes, em vários lugares diferentes, só que é preciso saber dosar as energias, nem so de trip vive o homem. Logo que voltei e, por incrivel que pareça, mesmo passados 14 meses, eu ainda nao estou plenamente adaptado a volta, ainda sinto muita falta de momentos que passei por la e as vezes me pego com uma saudade cortante, vontade de fazer tudo de novo. Meu novo projeto agora é me estabelecer profissionalmente, garantir uma vida um pouco mais segura e confortavel para a minha familia (sou responsavel por minha mae e irmao) e corrigir uma falha grave no meu curriculo, a de nao conhecer meu proprio pais! É uma tremenda ironia o fato de eu ter passado pelo sudoeste da Republica Tcheca, noroeste da Irlanda, extremo leste do Marrocos mas nunca fui ate a Amazonia, Cataratas do Iguaçu, Aparados da Serra, Chapada Diamantina...

 

Espero poder em breve visitar destinos mais distantes muito embora para isso eu precise ser bem sucedido no meu projeto atual.

 

E quanto a sua ultima pergunta, velho Mike, eu jamais desistirei das grandes mochiladas, continuo empenhando todos os meus esforços para ser o primeiro mochileiro a caronar na Lua!

 

Abraço

 

Thiago de Sá

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

OUTRO E-MAIL DA ELIS (E DESSA VEZ UM MEGA E-MAIL!):

 

OI,Thiago

Nossa,fico boba como você é tão atencioso com as pessoas,que te procuram para dúvidas,conselhos e até para te dar alguma informação,és realmente uma pessoa iluminada,porque desde que comecei pesquisar somente achei seus relatos os mais claros...

Bom,como me disses,venho eu mais uma vez "também" tirar dúvidas,já que pretendo ir para Irlanda como estudante mas não sei: eu quero ir pagando o curso de inglês daqui do Brasil,mas dar entrada no visto na irlanda ,será que implicam na entrada por querer fazer assim,ou,sou obrigada a já sair do Brasil com o visto,ou,é deixar para me matricular na irlanda?

Tenho que realmente abrir uma conta bancária ai na Irlanda?E qual a melhor banco de Irlanda?Quais os documentos necessários para se abrir a conta?o que vc acha do cartão travelmoney? É seguro?cobram muitas taxas?ele pode substituir o cartão de crédito e a conta bancária?o curso do citycollege que vc estudou ajuda a orientar o estudante como adquirir o visto? E eles cobram por isso?

È necessário levar meus documentos de estudos(tipo diplomas) ?

E no caso para fazer o curso de duração de 01 ano,tem que apresentar a passagem de volta com essa duração também?É possível isso?o seguro tem que ser apresentado para obter o visto?

E necessito,caso não querendo abusar muito, que me explicasse esses itens :

4 Private Medical Insurance

Every student should have full private medical insurance. Evidence of such insurance

cover will be taken to be the Letter of Acceptance provided by the host school,

college, university or other educational institution.

This Letter of Acceptance will contain details of the insurance cover taken out on

behalf of each student by the host school, college, university or other educational

institution on behalf of the student.

Alternative evidence will be taken to be a Certificate of Private Insurance taken out by

the student in his or her own country prior to travel.

 

6 Applicant's Character

There should be nothing in the person's personal history which would give rise to

concerns on public policy, public security or public health grounds.

Occasionally, applications are refused on these grounds, despite the production of all

of the required documents for reasons which will not be disclosed.

Public policy is taken to include the protection of the common travel area and

accordingly refusals or negative immigration history in the UK will be taken into

account. Where an individual has been refused a visa and / or entry into the UK,

details of refusal should be provided to enable a decision to be made on the case's

individual merits.

BOM,AGRADEÇO MUITO SE PUDER ME AJUDAR E AGRADEÇO POR TODOS QUE VEM A VOÇÊ,POR SERES ESSA LUZ QUE NÃO SE APAGA.E desculpa por tantas dúvidas

OBRIGADA

 

 

 

RESPOSTA:

 

Olá Elis,

 

obrigado pelo elogio, fico contente em ouvir isso, tento passar um pouco do que aprendi porque adoraria ter recebido o mesmo de alguem durante o periodo em que estive por la. So nao elogie demais senao eu fico todo convencido, dai ja viu (*rs*)!

 

Sobre suas duvidas, uma por uma, vamos la:

 

Antes de mais nada, porque pagar a escola daqui e tirar o visto la?!? É muito mais facil e seguro tirar o visto daqui mesmo ja que voce esta disposta a arcar com o curso direto do Brasil. Tirando o visto daqui, voce nao corre o risco de pagar a escola, a passagem e ser barrada na entrada. Ou voce entra como turista, leva o dinheiro, paga o curso la e requere o visto la ou voce faz tudo por aqui, ficar no meio termo nao é uma opcao inteligente.

 

Os melhores bancos da Irlanda sao o Bank of Ireland e o Ulster Bank mas voce nao conseguira abrir contas neles com o visto de estudante, o que acontece é que a propria escola te auxilia na abertura de uma conta nos correios (Post Office), mais ou menos como o nosso banco postal aqui no Brasil (leia o relato com atençao, criança, eu ja havia explicado isso...).

 

O cartao TravelMoney é uma boa opcao em termos de economia porque voce controla seus gastos melhor muito embora aos olhos da imigracao um cartao de credito internacional é mais bem recebido. A escola te indica o que fazer, sim, te da enderecos, provê uma carta assegurando que voce estudara la de tanto a tanto mas nao vai muito alem disso, informe-se voce mesmo. No relato ha a relacao de todos os documentos necessarios para se pleitear o visto. Sim, se voce vai estudar por la um ano leve a passagem com validade minima de um ano e não, voce nao precisa levar diplomas, afinal de contas, qualquer pessoa pode decidir estudar ingles na Irlanda, mesmo quem nao tem o primeiro grau completo.

 

A primeira parte em ingles diz respeito ao seguro-saude que voce é obrigado a ter para requerer o visto de estudante. Caso decida dar entrada por la, procure se informar com a escola, eles costumam fazer um seguro coletivo para os alunos ou ainda informe-se sobre o seguro da carteira de estudante ISIC, na USIT da O'Connel Bridge. Caso decida dar entrada por aqui, procure uma agencia de intercambio, eles sao as pessoas mais habilitadas a fazer todo esse tramite burocratico por voce.

A segunda parte diz respeito ao fato de que voce deve ser uma pessoa idonea, sem antecedentes criminais, sem doencas infecto-epidemiologicas, vacinada e sem nunca ter sido deportada. Caso seu visto tenha sido negado alguma vez, detalhes do processo devem ser apresentados para uma segunda analise individual de cada situacao.

 

E por ultimo, nao se desculpe por suas duvidas, se desculpe por nao tentar solucioná-las.

 

Ate logo

 

Thiago de Sá

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...