Ir para conteúdo
Fui viajar e ja volto (Ren

Mochilão Europa 2016 - Parte II (Rússia / Bálticos / Polônia / Hungria)

Posts Recomendados

Dando continuidade ao relato do meu mochilão pela Europa, a parte II será composta por Rússia, Bálticos (Estônia, Letônia, Lituânia), Polônia e Hungria.

 

RÚSSIA (7 dias) – MOSCOU e SÃO PETERSBURGO

 

MOSCOU

 

Chegando de avião, como brasileiro não precisa de visto, a imigração seria tranquila, certo? Talvez eles ainda não estejam acostumados com muitos brasileiros por lá, então tive que aguardar uns 15 minutos até o atendente confirmar que eu realmente não precisava de visto. ::otemo::

 

Primeira barreira cumprida, agora era só pegar o metro e chegar ao hostel que ficava próximo a uma estação. Fácil, certo? Então, pegar o trem do aeroporto para o centro foi fácil e para achar a minha estação? Havia estudado o mapa do metro em inglês, mas quem disse que havia nome das estações em inglês por lá? ::putz::

 

Depois de alguns bons minutos, comparando meu mapa no cel com o mapa na parede e errar a direção do metro algumas vezes, finalmente consegui chegar ao meu hostel. Legal, check-in feito, vamos explorar a cidade.

 

Primeira parada, lógico que seria visitar a Praça Vermelha. E surpresa, tudo fechado! Como assim fechado? ::ahhhh:: Vim aqui só para isso .... hahahahaha! O fato é que como mochileiro bem informado, cheguei a Rússia, na véspera do principal feriado nacional e os principais pontos turísticos estavam fechado para visitação pois teria um desfile pela cidade no dia seguinte. ::hahaha::

 

Então no dia seguinte, vamos acompanhar o desfile. Andando pela cidade, você pode perceber como eles realmente valorizam o Victory Day.

 

598ddf398ee65_Moscou1.jpg.64470306304505733f63d8696a7221d5.jpg

 

Terminado as comemorações do feriado, hora de turistar um pouco pela cidade. Primeira parada .... agora sim, Igreja de São Basílico na Praça Vermelha. Apesar de seu colorido impressionante, a igreja em si é menor do que eu imaginava. Mesmo assim é muito bonita.

 

598ddf39a2721_Moscou2.jpg.e531ccd89be5006514e0d1623d4e9f52.jpg

 

598ddf3a2ea1c_Moscou3.jpg.b96597f77659b6ebc8c378e87962e21a.jpg

 

Próxima parada, Kremlin. As igrejas lá dentro são todas muito interessantes e você acaba passando o dia inteiro para visitar todas.

 

598ddf3a3e748_Moscou4.jpg.33094e59f12d7c723b4b425a17be0f8b.jpg

 

598ddf3aaf660_Moscou5.jpg.a5e1ae59235d747e042ff38b4140c8f6.jpg

 

598ddf3b2f1ca_Moscou6.jpg.c1e35e3830a8b80fab90c09366d33f71.jpg

 

Bom ... após curtir Moscou, hora de seguir viagem. E por algum problema, não consegui comprar a passagem de trem pela internet que era mais barato do que direto no guichê. ::putz:: E quando comprei a passagem, seria fácil identificar o vagão e a cama, certo? ::mmm:

 

Lógico que a vida de mochileiro não é fácil e estava tudo em cirílico. ::ahhhh:: Pelo menos sabia o dia e a hora do trem, o resto a gente dá um jeito. Pra que mais dificuldade, certo? O trem atrasou e o embarque foi todo às pressas. E quem disse que eu conseguia achar pelo menos o vagão correto? ::putz:: Entrei em um errado, mas o acompanhante de uma pessoa me auxiliou me levando até o vagão correto.

 

Tudo resolvido agora, certo? E quem disse que eu achava qual era a minha cama. Como não estava cheio, esperei todo mundo se acomodar com o trem já em movimento e fiquei numa cama que estava desocupada. Ai veio o fiscal conferir a passagem de todos e disse que estava no local errado (lógico que ele estava falando em cirílico e eu estava entendendo tudo) ::hein: . Dai surge uma boa alma que falava inglês e me ajudou a explicar para o fiscal que eu não fazia idéia de onde era a minha cama. No final consegui dormir ali mesmo, ufa !!! ::otemo::

 

 

SÃO PETERSBURGO

 

Ah ... que diferença !! Placas em inglês e pessoas falando inglês. Finalmente me senti como uma pessoa normal novamente. Check in feito, hora de explorar a cidade.

 

Assim como São Basílico, São Petersburgo possui uma igreja toda colorida também (Igreja do Salvador do Sangue Derramado). Além desta igreja tem outras muito bonitas também.

 

598ddf3b41af1_SaoPetersburgo1.jpg.2f774fa9fdb8bcef573527b1ec0efbea.jpg

 

598ddf3b4ebd1_SaoPetersburgo2.jpg.6e15bc559b0a9fb30773635de49b6fcf.jpg

 

598ddf3b60b61_SaoPetersburgo3.jpg.e9c3fc7fa423e766c859408e4809bfbd.jpg

 

Lá também tem um dos melhores/maiores museus da Europa, o Hermitage. O museu em si já é impressionante e possui obras de Michelangelo, Da Vinci, Picasso! Ou seja, prepare-se para andar muito e “perder” um dia passeando pelo museu!

 

598ddf3b683e9_SaoPetersburgo4.jpg.1495fb77025f2e8fc8ce1a768ebb6f2b.jpg

 

Por fim, fui passear pelo Palácio de Peterhoff. Existem muitas empresas que fazem o tour para lá, mas como bom mochileiro que gosta de aventura e economizar, fui por conta própria. Mas desta vez, foi tudo tranquilo e pude curtir este visual maravilhoso.

 

598ddf3b754e9_Peterhoff1.jpg.00885aec46f5f487bd3af03cc496a194.jpg

 

Ainda encontrei este pequeno indivíduo pedindo comida para os turistas.

 

598ddf3b82179_Peterhoff2.jpg.9a3035ffb88d823d2a13f1be9a3e2ed7.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FINLÂNDIA (1 dia) – HELSINKI

 

HELSINKI

 

Havia combinado uma hospedagem pelo couchsurfing com um casal local, mas na última hora eles desistiram de me hospedar. ::essa:: Como já tinha comprado a passagem para Helsinki, resolvi conhecer a cidade e no final do dia seguir para Tallinn.

 

Tenho certeza que Helsinki tem muitos outros lugares para explorar, mas em um dia, consegui visitar os principais pontos turísticos. Infelizmente meu bolso não estava preparado para os países escandinavos, então um dia ainda volto para explorar melhor este país. ::otemo::

 

598ddf3d04657_Helsinki1.jpg.87ace1632ae52637d9306657cb2616dd.jpg

 

598ddf3d15da2_Helsinki2.jpg.a99085aa085dd4a02d9bd55a619871dd.jpg

 

598ddf3d2a199_Helsinki3.jpg.3dade4e0136914c5bfe05144db9c915c.jpg

 

 

ESTÔNIA (3 dias) – TALLINN

 

TALLINN

 

Minha exploração dos países bálticos começou pela Estônia e se concentrou basicamente nas 3 capitais e alguns passeios para cidades pertos. Sempre que possível, fazia o free walking tour para conhecer o básico da cidade e depois explorar por conta própria ou com as amizades que fazia neste passeio.

 

598ddf3d3d529_Tallinn1.jpg.f282a64299ad6851513b62e976fb9507.jpg

 

598ddf3d4c53b_Tallinn2.jpg.060f97536b2b86ea31edf7f51483c641.jpg

 

 

LETONIA (3 dias) – RIGA

 

RIGA

 

Assim como em Tallinn, o free walking tour serviu como base inicial para explorar a cidade. E foi interessante nestes tours ouvir a opinião de pessoas locais sobre o final da 2ª GM e a ocupação da União Soviética na região.

 

598ddf3d5befd_Riga1.jpg.75678efca8ba3c7b40487f2dbcb504ac.jpg

 

598ddf3d858d5_Riga3.jpg.0c0b46de3d2422a695c5583131183ced.jpg

 

Ainda em Riga, um passeio interessante é visitar o Castelo de Turaida na cidade de Sigulda.

 

598ddf3d70066_Riga2.jpg.459a2ebeee028f6e8d452521cc93fd0c.jpg

 

 

LITUANIA (3 dias) – VILNIUS

 

VILNIUS

 

Nova cidade, mesmo procedimento. Free walking tour e depois exploração da cidade por conta.

 

Das três capitais, gostei mais de Tallinn porque o hostel era mais animado e tinha mais gente. Mas todas elas merecem uma visita se você estiver pela região.

 

Ah e um ponto positivo é que todos estes países utilizam o euro como moeda oficial ::cool:::'> . Até este ponto na minha viagem já tinha utilizado 5 moedas diferentes (Egito, Israel, Turquia, Romênia e Rússia). ::ahhhh:: Ufa!

 

598ddf3d96e7c_Vilnius1.jpg.b9300263f5848c6da1949ebc330efac9.jpg

 

598ddf3db98bb_Vilnius3.jpg.fa207c8bddd6f3062d0f1d2895048a75.jpg

 

Aqui também tem um passeio muito legal para o castelo de Trakai na cidade de Trakai.

 

598ddf3da6894_Vilnius2.jpg.e26a012c2dbf116c01ea5948b0015fd2.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

POLÔNIA (8 dias) – VARSÓVIA E CRACÓVIA

 

VARSÓVIA

 

Novo país, nova moeda, novas culturas, mesma abordagem. Bora fazer o free walking tour e depois decidir o que fazer na cidade. É impressionante a rivalidade que existe entre Varsóvia e Cracóvia. ::mmm:

 

A capital, apesar de ser menos turística, ainda é um lugar muito interessante para visitar. Existem vários monumentos espalhados pela cidade em memória a todas as guerras que impactaram a cidade. ::otemo::

 

598ddf4edb866_Varsovia1.jpg.3a3cf4ee61815a33b6c08f2a63d195b6.jpg

 

598ddf4fa6be0_Varsovia2.jpg.5f6e053c1c58958129d2459635e443ac.jpg

 

E também há um ótimo pôr-do-sol na "praia" às margens do rio Vístula. :D

 

598ddf4fb804a_Varsovia3.jpg.aaa0eb9f1f73974a6f4350d40fce44a2.jpg

 

 

CRACÓVIA

 

A Cracóvia é uma cidade universitária, então existe uma população muito jovem na cidade e isto se reflete na quantidade imensa de bares e baladas também. Fiquei em um dos melhores hostel da minha viagem (Greg & Tom Beer House ::otemo:: – altamente recomendado) que organiza tour para Auschwitz e pub crawls todos os dias.

 

598ddf4e947e2_Cracovia1.jpg.83dbfb0085598bd84da7f2387f5bbb94.jpg

 

598ddf4ea3d6f_Cracovia2.jpg.4b8db7feb0a03afcf242121be95de246.jpg

 

598ddf4eb314e_Cracovia3.jpg.72b57e9fcb25d53f4bb56416edcf4707.jpg

 

Ir para Cracóvia significa visitar o campo de concentração de Auschwitz. É muito complicado tentar colocar em palavras os sentimentos que afloram neste lugar. Cada um reage de maneira diferente e um único ponto que me chateou por lá foi ver algumas pessoas querer tirar selfies lá. Sério, o mínimo que se espera dos visitantes é respeito por tudo que aconteceu naquele lugar. ::prestessao::

 

598ddf4ec53c8_Cracovia4.jpg.fe0d7493fe5403413c0692b2be2b09ca.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal. Você aproveitou a Night na Varsóvia? Ninguém fala sobre isso...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

janes87, quando estive em Varsóvia era início de semana, então estava bem tranquilo a night lá. Fomos dar uma volta pela cidade e acabamos bebendo num bar perto do hostel. Mas uns brasileiros que conheci que moram/estudam lá disseram que a night no fds é boa. Já na Cracóvia curti bastante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Primeira barreira cumprida, agora era só pegar o metro e chegar ao hostel que ficava próximo a uma estação. Fácil, certo? Então, pegar o trem do aeroporto para o centro foi fácil e para achar a minha estação? Havia estudado o mapa do metro em inglês, mas quem disse que havia nome das estações em inglês por lá? ::putz::

 

Depois de alguns bons minutos, comparando meu mapa no cel com o mapa na parede e errar a direção do metro algumas vezes, finalmente consegui chegar ao meu hostel. Legal, check-in feito, vamos explorar a cidade.

 

Tive esse mesmo problema kkk eu passei uma estação ai eu mal conseguia sair dela, tentava sair e caia em outra linha...até que enfim vi a luz do dia e percebi que estava no lugar errado. Um guarda me ajudou(fazendo gestos é claro) ai percebi que deveria voltar uma estação, ufa

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×