Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
mcm

Fim de semana na Guarda do Embaú

Posts Recomendados

Conhecemos Florianópolis em 2011. Desde então, voltamos lá uma penca de vezes, mais de uma vez por ano (viva as promoções!), mas muitas vezes esticando pelos arredores. Numa das vezes, em 2014, esticamos até a Guarda do Embaú. Fica bem perto, coisa de uma hora de Floripa. O tempo não estava para praia, então apenas curtimos as trilhas. Mas o lugar ficou guardado na memória para voltarmos e passarmos um fim de semana. Qdo vimos promoção para fevereiro deste ano, chegou a vez de passar um fim de semana na Guarda. Foi no começo de fevereiro agora.

 

Quiseram os deuses viajantes que a chuva que caiu durante a semana na região parasse justamente no fim de semana! Viva São Pedro, mais uma vez!

 

A praia da Guarda do Embaú fica belamente localizada entre o mar e a foz do Rio da Madre. Perfaz um longo estreito, por assim dizer, entre ambos. Galera se diverte tanto no mar quanto no rio. Para chegar até lá é necessário cruzar o rio, seja num dos vários barcos disponíveis (3 BRL pela travessia, por pessoa em fev/17) ou mesmo nadando/andando. Vimos vários atravessando de ambas as formas. Atravessar nadando/andando dependerá, claro, da maré.

 

16228716_1339870116087589_3208915176606662656_n.jpg

Cruzando o rio para chegar à praia da Guarda do Embaú

 

A praia estava bem cheia – era fim de semana de verão! E era dia de sol pós semana de chuva. Vimos ônibus, micro-ônibus e vans chegando com galera, lotando aquele pequeno vilarejo – mas a praia é vasta e tem espaço para todos e muito mais. Além de ser muito, muito bonita. As barracas ficam numa área delimitada, longe da água. Ou seja, se vc fica perto da água, tem de andar até a barraca para se suprir. Guarda-sol a 10 BRL, cadeiras a 8 BRL para alugar. Preços de verão catarinense! (No Rio eu pago metade disso, mesmo no verão).

 

Relaxamos e curtimos a manhã e parte da tarde de sábado por lá. Aproveitamos uma barraca (acho que era Barraca do Lagarto), que tinha chope artesanal. Muito luxo, chope artesanal na praia, viva! Tem ainda caiaques a sup para alugar na parte do rio.

 

No meio da tarde voltamos e fomos fazer trilha. Voltamos à Pedra do Urubu, que tem visual espetacular da praia. Depois segui a trilha até a Praia do Maço. A trilha que sai do Urubu para conectar com a trilha que segue para a Prainha está bem melhor demarcada agora do que em 2014. Era um barranco, agora é um barranco-trilha melhor demarcado.

 

16464483_1844563509145156_6957059631755558912_n.jpg

Guarda do Embaú, a partir da Pedra do Urubu

 

[Por falar em trilhas, na Guarda, na área da praia mesmo, vc tem a trilha mais comum que sai e vai margeando o rio e a praia. É bem congestionada no verão. Oferece vistas extraordinárias tb. Estive na pontinha enquanto curtia a praia, mas não levei máquina fotográfica. Vale a pena, caminhada curta (dá pra ir descalço mesmo), visuais imperdíveis. Aliás, vale a pena esticar pelo menos até a Prainha]

 

Prainha.jpg.d7b1a97880f0b6e40fa8b69deac6de8c.jpg

 

Enfim, peguei a trilha que desce do Urubu, conectei com a da Prainha. Havia uma galera lá, qdo cheguei. Em 2014 não havia uma única alma naquela praia. Curti um pouco a praia e segui a trilha, que recomeça do outro lado e segue para o chamado Vale da Utopia. Acho esse pedaço da trilha muito legal. Tem um aspecto meio rural, inclusive com bois e cavalos. A vegetação é baixa, e tem penhascos e o mar logo ao lado. Tem uma boa caminhada pelo Vale (não sei ao certo se toda aquela região é o Vale da Utopia, estou relatando como se fosse) até a Praia do Maço. Há, na verdade, várias trilhas. Mas todas chegam no mesmo lugar. Escolha uma e curta.

 

Utopia.jpg.7b57a5529a021969e017da1e2cf9170b.jpg

 

Chegando na Praia do Maço, tem um bar roots por lá, com preços incrivelmente justos. Acho que pela proximidade da Praia de Cima, onde estivemos no final de 2015.

 

Maco.jpg.3eef223308f08e9238d56f010ea7af45.jpg

 

Fiquei um tempo por lá e voltei, curtindo o entardecer e pegando uma trilha mais longa para curtir mais o visual. Em vez de cortar da Prainha para a Guarda, fui margeando pelas pedras. Mais longo e mais bonito. No verão ainda tem sol ou claridade até umas 20hs.

 

16230885_1865613660388885_7392167452659941376_n.jpg

Fim de tarde na Guarda (umas 20hs da noite!)

 

De volta ao centrinho, ficamos batemos perna pelo centrinho de noite, jantamos e fomos dormir.

 

Domingo fomos curtir a praia novamente, mas dessa vez do lado da trilha, na prainha que se forma naquele canto. É onde tem o Bar do Evori. Fica no rio, mas cruza-se facilmente para o outro lado. A ideia dessa manhã era andar pela praia da Guarda até onde pudéssemos, mas o sol estava bem forte nesse dia. Deixamos para outra ocasião. Fiquei alternando mar com rio. Adoro mar com rio.

 

16583644_153858691784991_5061832130447802368_n.jpg

Cantinho na Guarda (onde fica a Barraca do Evorí)

 

Curtida a praia, no meio da tarde retornamos para Floripa, direto para o Ribeirão da Ilha, local onde habitualmente nos deliciamos com ostras antes de embarcar de volta para o rio. Tarde feliz, com o sol a pino, ostras e aquele clima bacana do Ribeirão. Sempre muito bom!

 

16230856_466940117028916_5522899047221821440_n.jpg

Tarde feliz no Ribeirão da Ilha

 

E assim foi mais um fim de semana explorando o Brasil.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Seja [email protected] ao Mochileiros.com

    Faça parte da maior comunidade de mochileiros e viajantes independentes do Brasil! O cadastro é fácil e rápido! 😉 

×