Ir para conteúdo
wjsuellen

Fernando de Noronha econômico e com criança

Posts Recomendados

wjsuellen    0

              Em 2016 decidimos que o próximo destino de férias da família seria Fernando de Noronha! Em janeiro vi uma "promoção" da Azul e comprei o trecho Recife - Noronha por 709,53 cada pessoa, já inclusa a taxa. Em março foi a vez do trecho São Paulo - Recife com a Avianca por 696,53 cada pessoa, também com a taxa já inclusa. A viagem ficou para ida em 09 de agosto e retorno dia 16 do mesmo mês. 
Comecei a procurar hospedagem e (para mim) o melhor custo benefício foi a Casa da Mirtes (81 9750-5211) que me cobrou 250 reais por dia pelo quarto, sem café da manhã e sem serviço de limpeza. A fajuta taxa de preservação ambiental é bem carinha, R$437,19 por pessoa para 7 dias. E ainda tem outra taxa de 99,00 para visitar as praias mais belas. Optamos por pagar tudo ainda em casa, pela internet. Ainda no planejamento, como a alimentação é cara na ilha, comprei latas e latas de atum para lanches durante o dia (na praia) e levei na mala o máximo possível de itens referentes a alimentação já que a minha passagem ainda tinha a franquia de 23 kg de bagagem.20901321_1458634424230685_8665666411994094896_o.thumb.jpg.edae026767ce81faf1c8dd98c87e39da.jpg
                Primeiro dia, chegamos, trocamos de roupa e fomos na praia do cachorro asssistir o sol se pôr. Depois ficamos conhecendo a vila dos Remédios. Fomos ao mercado Breakfast e passamos na praça Flamboyant. Nessa praça e em frente a sede administrativa tem wi fi livre. Basta se cadastrar e fazer login.
No segundo dia ficamos na Praia do Sancho pela manhã. Chegamos de busão (5 reais cada pessoa), mas quem tiver criança ou se tiver chovido, sugiro pegar um taxi, pois do ponto de ônibus até a praia são 20 minutos de caminhada e a estrada é puro barro. Se choveu, vc vai atolar os pés; se não choveu, você vai comer poeira a cada veículo que passar. Essa praia tem o controle por catracas, portanto, quando chegar na ilha, se tiver pago os 99 reais (https://tickets.parnanoronha.com.br/), vá ao quiosque que fica na praça Flamboyant para pegar o cartão que dá acesso às praias controladas. Se não pagou a taxa, vá ao quiosque para pagar e retirar o cartão.20933916_1458630724231055_1646643148261951217_o.jpg.eada5634f0526f5339257337af82b9ce.jpg

             A praia do Sancho é um espetáculo. Os mirantes, sem palavras. De tirar o fôlego. Leve sua máscara  e snorkel. Na volta, tome uma bucha. O posto de controle possui banheiro e também tem chuveiro.   
De tarde fomos agendar nossa ida para a Piscina do Atalaia no posto de atendimento do ICMBio, que fica na Vila do Boldró, defronte à sede do Projeto Tamar. Tem momentos que o ônibus demora, mas paciência! Do ICMBio fomos caminhando para a Praia do Boldró e ficamos até o sol se pôr.
A janta de todo santo dia era a marmita (quentinha) do tio João (81 8759-1969 ). Não é de lamber os beiços mas dá para comer traquilamente. Custa 20 reais.
               No terceiro dia fizemos o passeio de barco com o tio Élcio (81 9750-5211 ele é esposo da Mirtes) . Vimos golfinhos. Foi super legal.  Custou 200 reais por pessoa e valeu super. Depois ficamos curtindo a praia do porto e o entorno, museu do tubarão, ponta do air france, capela São Pedro. Esse dia pegamos taxi pois o passeio teria início às 07:30 e não dá para confiar no ônibus pois não tem horário certo. Fomos no ponto dos taxistas, na Vila dos Remédios, na noite anterior e combinamos com um taxista. O valor da casa da Mirtes até o porto foi de 21 reais. 
De tarde fomos ao Forte dos Remédios, que tem um cenário e uma vista imperdível. De lá caminhamos até o Bar do Meio, onde também é show para assistir o sol se pôr. 
             Quarto dia fomos para a Baía dos Porcos. Gente do céu, choveu à noite e nós não sabíamos que teria uma "pequena" caminhada de 15 minutos. Saímos do ônibus e era só descida, mas era pura lama. Meu chinelo arrebentou a correia. Continuei mesmo assim usando-o até que logo em seguida arrebetou o outro lado da correia. Chegamos na praia da Cacimba com os pés cheios de lama e agradecida por não ter levado um tombo. Encontramos um taxista no caminho e combinamos de ele nos buscar às 14:00 pois estávamos com a trilha curta do Ataláia agendada para às 15:00. Ufa, não iria subir a ladeira de lama. A Baia dos Porcos foi minha praia favorita. Coloquei o colete, a máscara, snorkel e nadadeiras e vi coisas lindas. Cardumes de peixes, arraia, muita vida marinha pertinho da praia. Curtimos um tempão, até que deu o horário e fomos encontrar o taxista. A corrida até a entrada da trilha do Ataláia custou 31 reais e valeu muito. Por não precisar subir a ladeira lamacenta e não contar com a irregularidade do ônibus, pois o horário para a trilha é seguido a risca.  
A trilha do Ataláia exige atenção. Tem bastante pedra. A piscina é um espetáculo. Está assoreada devido as chuvas de julho. Mas ainda vale a visita. Vimos vários tipos de peixes e duas pequenas moréias.20882991_1458632007564260_4085005612977500741_n.jpg.edf99efd4328a81221236d4aef49e923.jpg
              Quinto dia amanheceu chovendo. Ficamos na preguiça. Minhas pernas estavam só o bagaço de tanto sobe e desce na ilha. De tarde o sol apareceu e fomos para o Sueste já que é o ponto final do ônibus e não precisa caminhar, você sai do busão e já está a três passos da areia. Contratei um guia (60,00) para me rebocar a nado para ver tartarugas. Vimos apenas uma e foi super rápido. Mas deu para fazer foto dela. Essa praia também tem posto de controle, banheiro e chuveiro. O acesso à essa praia fecha às 16:00 e todos devem ir embora. Pois é horário que os tubarões costumam aparecer para se alimentar, inclusive foi lá que o turista paranaense perdeu o braço. E não é que, quando estávamos saindo vimos dois pequenos tubarões passeando na beirinha da praia!!! 
               No dia seguinte voltamos no Sueste, passamos um tempinho e rumamos para a praia do Leão, 15 minutos de caminhada tranquila.
               No sétimo e ultimo dia de praia fomos para Conceição, Meio e Cachorro. Nadei até o buraco do galego, fiz fotos e voltamos para a praia do Meio. O dia estava lindo. 
Decidimos não fazer passeios que valem a pena, por causa da nossa filha. Então não passeamos de canoa, nem fizemos trilhas, com excessão da Atalaia curta. Mas pelo que vi da galera que estava na ilha, vale muito a pena. Participem do grupo do face, lá tem bastante informação util https://www.facebook.com/groups/dicasdenoronha/
                Oitavo e ultimo dia pegamos um taxi até o aeroporto (26 reais). E chegando lá descobrimos que houve alteração no horário do vôo. Não daria tempo de tomar nosso vôo da Avianca e perderíamos a volta para SP. Nesse momento o rapaz da Azul me pediu o voucher da Avianca e levou. Depois de alguns minutos ele voltou e disse que nos colocaria em um voo da Azul para o mesmo destino para compensar a situação e não nos prejudicar. Que ótimo, sem estresse. Muitos pontos para a compainha aérea e para o funcionário atencioso e empenhado. 
               Mas quando íamos para Recife na semana aterior, nossa mochila foi extraviada pela Avianca. Preenchemos o relatório da falta e partimos para Noronha tristes. Tivemos que pagar 68,00 em um Sundown pequeno em Fernando de Noronha. Fora outros transtornos.
Só tive notícia da mochila quando cheguei em casa e liguei na Avianca. Minha mochila apareceu e estava com eles, em boas condições e lacrada, porém nada de me mandarem a mochila para casa.                   Hoje tem 09 dias que ela sumiu e a Avianca disse que desde ontem está com a transportadora. Acho que só vão entregar segunda feira. Mas estarei viajando e vai ficar na portaria do prédio até quarta feira. Espero, aliás, que a mochila chegue aqui. Então, ponto negativo para Avianca. Se tiver que viajar por ela novamente, não vou mais despachar a bagagem.
Noronha é lindo mas é o reflexo do Brasil: lugar belo, com pessoas maravilhosas mas uma vontade política dos infernos. Ruas péssimas, sem calçamento, com poças de lama. Um único posto de combustível, que fornece  gasolina adulterada e prejudica os carros da ilha.
Resumo: Não conseguem administrar nem uma ilha, quem dirá um país todo!!!

20901415_1458633904230737_3300960245487136456_o.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×