Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
beatrizz

Monte Olimpo / Parque do Marumbi /PR

Posts Recomendados

Esse relato começa aqui mesmo no site do mochileiros hehe. Onde conheci minha companheira dessa empreitada ao Monte Olimpo. @Adeline Simão

Nos encontramos na rodoviária de Curitiba, de onde pegamos um bus da empresa Graciosa até Morretes. Conseguimos por sorte ir as 07:45, que o bus vai pela estrada da Graciosa mesmo. Então já deu pra começar a sentir um gostinho do que seria essa pequena trip... Cerca de 2:30 chegamos em Morretes, bem loucas no final do ônibus olhando as montanhas de longe e tentando identificar qual seria qual haha. 

Em Morretes pegamos um taxi até a base do IAP, onde se faz o primeiro cadastro. A gente já tinha feito reserva (importante, pois nesses dias lota). Esse caminho tbm pode ser feito a pé, cerca de 7 km. 

Chegamos a base, e iniciamos nossa caminhada morro acima até o parque. Nisso eram umas 10 e pouco da manhã, o sol estava de rachar e o peso das cargueiras nos pegou. Tivemos que parar algumas vezes pra pegar um ar. A subida começa por uma estrada normal, chega até a antiga estação Eng. Lange, dali à direita, você passa por um caixa de água antiga e sobe mais 885 metros até o Parque. 

Chegando lá fizemos o cadastro completo e montamos nosso acampamento. Fizemos um miojo dos deuses haha. E perto das 15:00 fizemos a primeira trilha :

1. Trilha do Rochedinho: a trilha é bem tranquila, cerca de 40 minutos. E ali já da pra soltar um 'uauu que massa'. Dali depois vc volta pelo mesmo caminho (não seja imprudente como nós que achamos que a trilha continuava, descemos uma ribanceira e chegamos ao trilho do trem, isso é proibido, e foi sem querer rsrsr, nos perdemos, mas acabamos chegando na base pelo outro lado haha). 

Voltamos ao acampamento descansamos e as 19:00 já estávamos dormindo, pra começar a trilha do Olimpo no outro dia cedinho. Acordamos as 5:30 pra se organizar. E as 06:30 estávamos iniciando a trilha já:

2. Monte Olimpo: o conjunto Marumbi, é de 9 montanhas no total. A maior delas é o Monte Olimpo com seus 1539 metros. Existem duas vias: vermelha (bem punk)  e branca (punk). A diferença entre as duas é a distância e a dificuldade principalmente em função da quantidade dos temidos grampos! 

Fomos e voltamos pela branca (que de branca paz e tranquilidade não tem nada haha). A trilha é sensacional começa tranquila, na primeira parte você passa por um cachoeira muito chamativa, estávamos focadas em subir, não paramos. Depois começa uma parte de mais raízes, depois uma parte mais pesada com muita corda e partes altas de dificuldade moderada a alta. Depois você chega a uns paredão de rocha. Essa com certeza com a pior parte, pra quem tem um pouco de medo de altura, com certeza é um desafio dos grandes. A parede é extensa e alguns grampos são longes. Depois tem uma parte de grampo de correntes onde desce muita água e fica escorregadio. Enfim, partes mais tensas da trilha : grampos e correntes. Concluímos em 3:15.

Mas chegando no topo o sentimento de gratidão e contemplação apaga todo o cansaço, medo, e tensão da subida. A vista é magnífica e o coração bate forte. Pico é pico, quem foi uma vez, quer sempre ir, e só quem foi entende o sentimento de estar no topo de uma montanha. 

Com certeza a montanha nos acolheu, deu força e coragem pra concluir. Ficamos quase 2 horas lá em cima. Depois descemos com bastante cautela os desafiantes grampos e encaramos a tensão dos músculos. 

Na volta quase chegando a cachoeira caiu como uma luva. Aliviando o cansaço e limpando a alma. Ficamos ali um bom tempo o corpo leve. Concluímos a descida e chegamos perto as 16:30 de volta na base. Com o sentimento de desafio cumprido. 

No parque mesmo você pode conhecer a Cachoeira cemitério dos grampos (15 min) e subir até a pedra lascada (2 min). Como estávamos a toa lá deu pra dar um role pelo parque. 

Voltamos então no domingo, caminhando do Parque de volta a base do IAP. No parque mesmo o pessoal ligou pro taxi pra gente. E fizemos o mesmo percurso da ida. 

Chegamos em Curitiba de volta pra pegar nossos bus e voltar pra nossas casinhas (inclusive estou fazendo isso agora rsrs). (ps. Rodoviária é meio que um lugar vazio no espaço). E preciso comentar sobre a frieza e mal humor das pessoas que encontramos na rodo (motoristas, ajudantes, atendentes). Que coisa! Enfim... 

Mas o que ficou dessa trip foi: superação, desafio, contemplação. E claro, aquele sentimento que a gente tem quando acaba um role desse tipo: quero maaaaaais! The mountains are calling! 

Subir montanhas nos mantém vivos por dentro, conscientes da fragilidade da vida, gratos pela natureza e pela nossa terra. Somos seres humanos melhores após subir uma montanha. Não melhores que outros, mas melhores que nós mesmos, melhores do que quando colocamos nosso pezinho na estrada. Já dizia Bilbo Bolseiro do Condado, 'você pisa na estrada e se não controlar seus pés não há como saber até onde você pode ser levado'. Que nosso pés nos levem sempre por caminhos de luz e superação! Ahooooo!🌻🌱✌🏽😊😊💞

IMG_20180211_095851303.jpg

IMG_20180209_122351048_HDR.jpg

IMG_20180209_154508487_HDR.jpg

IMG_20180209_161936465_HDR.jpg

IMG_20180209_125829837_HDR.jpg

IMG_20180209_121707030_HDR.jpg

IMG_20180209_155254430_HDR.jpg

IMG_20180210_095044981_HDR.jpg

IMG_20180210_144658874_BURST000_COVER_TOP.jpg

IMG_20180210_095251731.jpg

IMG_20180209_111755034_HDR.jpg

IMG_20180209_130113175_HDR.jpg

IMG_20180209_080650802.jpg

IMG_20180210_095201384_HDR.jpg

IMG_20180210_084015205.jpg

IMG_20180210_100344696.jpg

IMG_20180209_164733754.jpg

IMG_20180209_112425486.jpg

IMG_20180211_101502274.jpg

IMG_20180210_160623012.jpg

IMG_20180209_123819011.jpg

IMG_20180209_135150265_HDR.jpg

IMG_20180209_091316357.jpg

IMG_20180209_121924579.jpg

IMG-20180211-WA0012.jpg

IMG-20180211-WA0008.jpg

IMG-20180211-WA0005.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fui lendo o relato e relembrando as histórias, desde nós embasbacadas com as montanhas dentro do ônibus até o retorno, nada receptivo, a Curitiba hahhaha. Realmente fomos imprudentes com o retorno da trilha do Rochedinho, mas no final deu tudo certo, e muito certo! E para subir o Olimpo então: céu azul, tempo limpo e aquela vista incrível do alto da montanha que nos fortaleceu, sem dúvida. Foi superação do ínicio ao fim!!!

“The mountains are calling and I must go.”

  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×