Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Viagens da Leticia

Tocantins: Cantão, Ilha do Bananal e Jalapão - out/2018

Posts Recomendados

Foi num blog de viagens que eu li sobre o Parque Estadual do Cantão e Ilha do Bananal (3 dias). E como eu tinha uns dias além dos pacotes do Jalapão, porque todos só fazem passeios de 4 dias (bem que eu insisti pra ser de outra forma, mas não consegui nada, pois viajava sozinha e isso tem seu preço), resolvi estender o passeio pra esse outro lado do Tocantins, o Rio Araguaia. Esse roteiro é super tranquilo, praticamente só de contemplação da paisagem e observação dos animais, sem praticamente nenhum esforço físico. 
Como o principal tópico de uma viagem esses lados é o transporte, não tive alternativa senão fechar tudo com uma agência. Eu não tenho o hábito de fazer viagens super programadas e ainda mais planejada por agência, mas não tive alternativa dessa vez. Fechei com uma agência de São Paulo (eu devo ter pago muito mais caro por isso, mas é melhor nem pensar sobre preços agora), que redirecionou o serviço pra agências locais de Palmas.
O roteiro Jalapão 360° (4 dias) também é super tranquilo, o maior teste de resistência é aguentar o sacolejar dentro do carro. O único esforço físico foi pra subir as dunas, mas hiper tranquilo também.
 
Veja fotos no instagram: @viagensdaleticia 
e veja mais informações em: http://viagensdaleticia.tumblr.com
 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

CANTÃO (Parque Estadual do Cantão)
O roteiro começa com o trajeto de carro de cerca de 3h de Palmas até Caseara (uma cidade bem pequena). Fiquei hospedada numa pousada simpática (pousada Sonho Meu), de fundo pro rio. A tarde teve passeio de barco pelo rio, com a figura mais divertida do Araguaia, o barqueiro Seu Peninha, pra observar aves e conhecer as lindas prais do Araguaia, com direito a um delicioso banho de rio no final, na água quentinha, lógico.
No dia seguinte logo cedo saí para passeio no Rio do Coco e também no Araguaia, pra observar mais bichos. Depois uma parada no parque propriamente dito, para fazer uma pequena trilha e conhecer mais um pouquinho da vegetação, de forma mais direta.

IMG_20181001_201651_277.jpg

IMG_20181001_222120_116.jpg

IMG_20181001_223200_891.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
LAGOA DA CONFUSÃO
Depois do almoço saída de Caseara rumo a cidade de Lagoa da Confusão (super produtora de melancia). O trajeto não é tão tranquilo, a situação das estrada é bem ruim. E pra ajudar teve bastante chuva. Cheguei à pousada por volta das 17h (pousada Praia Alta) e não consegui fazer o passeio de barco na lagoa, por causa da chuva. Além disso, não tinha eletricidade. A pousada era bastante interessante, com jacarés que eram vistos pela varanda, criação de tartarugas e cabeças de animais e peixes pra serem admiradas. Depois do jantar a luz de lanterna, e um pouco de leitura também a luz de lanterna, finalmente a energia chegou. Ainda bem, porque o lugar era bem quente e seria difícil dormir sem ar condicionado. 
No dia seguinte logo depois do café da manhã, segui pra um "safari" por entre as imensas lavouras de soja. Vi muitos animais e revoadas de aves maravilhosas. A tarde consegui fazer o passeio de barco pela lagoa. 

IMG_20181003_133603_193.jpg

IMG_20181003_214018_626.jpg

IMG_20181003_220302_361.jpg

IMG_20181003_220624_933.jpg

IMG_20181003_221421_295.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ILHA DO BANANAL
A ilha do Bananal é uma imensa ilha fluvial, no rio Javaés. Nela, vivem algumas comunidades indígenas, e eu visitei a comunidade Boto Velho, dos índios javaés, onde vivem cerca de 30 famílias. Foi interessante esse contato bem real com os índios, e também encontrei o pessoal da FUNAI no local. Na sequência, almoço e retorno a Palmas.

IMG_20181003_222304_626.jpg

IMG_20181003_222636_698.jpg

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

JALAPÃO
O roteiro na verdade dura 4 dias e 3 noites. Gostaria de ter visto mais alguns fervedouros e cachoeiras também. Mas não sei se alguma agência tem roteiro assim. Pra fazer diferente do tour padrão, só se estiver com um grupo fechado, acredito eu.
Achei o fervedouro Bela Vista o mais legal. Visitei também o Ceiça e mais um que não consigo de jeito nenhum encontrar o nome. A cachoeira do Formiga é linda, azulada e a temperatura da água ideal.
As dunas eram a minha maior curiosidade no Jalapão, são muito bonitas, mas faltou o céu azul e um por do sol. O Tocantins como um todo ficou me devendo tardes com por do sol. Peguei céu nublado a maior parte do tempo. Não atrapalhou em nada o passeio, mas o cenário sempre fica mais encantador com o céu azul. 
O passeio no Jalapão é bastante cansativo por conta do tempo que se passa dentro do carro, no sacolejar intenso das estradas, entre um destino e outro. É bonito? Sem dúvida. Mas confesso que fiquei um pouco decepcionada. Minha expectativa era bem alta, foram muitos anos de espera pra conhecer esse lugar, um destino caro, de difícil acesso, e eu esperava bem mais. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  



×
×
  • Criar Novo...