Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
edgarjrbr

Alagoas - Roteiro 3 dias

Posts Recomendados

Desfrutamos três dias em Alagoas, no mês de março de 2019. Compartilho nosso roteiro com algumas dicas interessantes para auxiliar os visitantes interessados em visitar esse estado maravilhoso.

1º Dia

MACEIÓ (AL)

10:30h – Chegada a Maceió, AL – Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares 
- Desembarque; 
- Locado o carro na Localiza Hertz Rent a Car, ganhamos upgrade de categoria para um veículo automático, em seguida realizado o Checklist na retirada do veículo da locadora, com o agente de locação presente. Locação com a intenção de conhecer as praias nordestinas, como também ter mais autonomia durante a viagem.

12:00h – Almoço – Churrascaria Sal e Brasa (Rua Prof. Ernani de Figueiredo Magalhães, número 41, Maceió – AL)
→     Distante a 06 minutos de carro do Hotel Intercity Maceió, com sistema de rodízio de carnes e self-service, a um bom custoxbenefício (aproximadamente R$ 45,00), com atendimento diferenciado. Possui estacionamento privativo e banheiros limpos. 


13:30h – Check-in no Intercity Maceió (Rua Prefeito Abdon Arroxelas, número 147 - Ponta Verde, Maceió-AL)
→     Ótima localização no Bairro nobre de Ponta Verde e perto do Oceano Atlântico, o hotel oferta estacionamento e uma pequena piscina na cobertura. Atendimento razoável pela recepção. Café da manhã bom, porém com reservado espaço físico, dificultando a circulação dos hóspedes. Possui apenas dois elevadores, formando filas em determinados horários do dia.

15:30h – Passeio nas orlas das Praias de Ponta Verde e Pajuçara
→     Prédios modernos dividem o cenário com o mar verde-claro, coqueirais e trechos de areia fofa em Ponta Verde, a melhor praia urbana de Maceió. Assim como a vizinha Pajuçara, as piscinas naturais são a grande atração daqui. Ocasionalmente, o mar fica impróprio para banho.

IMG_6138.thumb.JPG.087f6024db351ba61ca8c192ce940449.JPG

16:30h – Letreiro ‘’Eu Amo Maceió’’ (Avenida Silvio Carlos Viana, 2121 - Ponta Verde, Maceió – AL)
→     Letreiro com fácil localização e cheio de turistas tirando fotografias. Onde as fotos são tiradas, tem como pano de fundo a praia.

IMG_6153.thumb.JPG.f83ef233e8014f0e3b50cb4c626b457b.JPG

17:00h – Feirinha de Artesanato da Pajuçara (Avenida Dr. Antônio Gouveia, S/N - Box 67, Pajuçara, Maceió-AL)
→     Feirinha localizada entre a Praia da Pajuçara e Ponta Verde. Boa opção para comprar artesanato e souvenires de Maceió, onde os artesãos locais expõem sua arte autêntica por preços bons. HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 10h Às 22h

18:30h – Retorno ao Intercity Maceió (Rua Prefeito Abdon Arroxelas, número 147 - Ponta Verde, Maceió-AL)

19:45h – Jantar – Maceió Shopping (Av. Comendador Gustavo Paiva, 2990 - Mangabeiras, Maceió – AL)
→  HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 10h Às 22h
→   Moderno, possui uma espaçosa praça de alimentação no último pavimento, forte ar-condicionado, com bons restaurantes e lanchonetes. Tem livraria, lojas de departamento organizadas.
→ Quanto ao estacionamento, é amplo e localizado ao redor de todo o shopping, totalmente descoberto. 

21:00h - Le Cirque África (Estacionamento do Maceió Shopping)
→  O Le Cirque com seu espetáculo África nos animou em uma noite, com muita música, dança e acrobatas, o circo, que contou com artistas do Quênia e Etiópia. 

P_20190309_200430_vHDR_On.thumb.jpg.482ca6e3544e2f9b4bd15a6f2d9ca413.jpg

23:00h – Retorno ao Intercity Maceió (Rua Prefeito Abdon Arroxelas, número 147 - Ponta Verde, Maceió-AL)

2º Dia

04:30h – Saímos de Maceió em direção a Maragogi. 

MARAGOGI (AL)

Há 130 km de Maceió, conhecida como o Caribe Brasileiro, Maragogi é lembrada pelos turistas de todo o Brasil como uma bela opção de cidade para se conhecer no verão, por sua região conter belas praias, cenário paradisíaco e toda a tranquilidade que a região nordeste tem a oferecer.

O conjunto de piscinas naturais é o maior de Alagoas. As principais Galés são o ponto forte do turismo. A cerca de 6km da praia de Maragogi, elas se formam em alto mar por conta de formações rochosa de corais, e só é possível chegar até lá através de lanchas ou catamarã.  E para visitar as piscinas naturais de Maragogi, o ponto negativo do passeio é a maré é um fator determinante, tanto do dia e horário que teremos que estar lá, ou seja, apenas no turno matutino. 

07:00 - Café da Manhã – Ponto de apoio rede Auto Café posto Ipiranga (Rod. AL 101 Norte KM 128 - Maragogi - AL)
→   Local de bom apoio rodoviário, conta com uma lanchonete da rede da Casa do Pão de Queijo, caixa automático banco 24 horas, restaurante próprio e conta com banheiros limpos.

07:30h – Mirante e Letreiro ‘’Eu Amo Maragogi’’ da Pousada Alto do Cruzeiro (R. Projetada III, 41 - Morro do Cruzeiro, Maragogi - AL)
→  Logo após a saída do posto Ipiranga percorremos a rodovia AL 101 até sair em direção ao Morro do Cruzeiro, para chegar no Mirante da Pousada Alto do Cruzeiro.

IMG_6190.thumb.JPG.eddd26cd37f3eac6a05c655cc1195f1b.JPG

P_20190309_073138_vHDR_On.thumb.jpg.b72cb68445b283b4472f694173d9abe3.jpg

IMG_6189.thumb.JPG.7d96ae9a34a26b7f8be9a2aab9356ae1.JPG

→ CUSTO: R$ 2,00 – Por pessoa (mirante particular).

08:00h –
Praia de Maragogi
→  Local de embarque nas embarcações para a visitação das piscinas naturais.

IMG_6194.thumb.JPG.7af97e273c220fc710bc13066ba470a0.JPG

 

10:00h – Passeio de Lancha até as galés de Maragogi com mergulho com cilindro (realizado com a Mércio Sub Dive)
→  Passeio de lancha com mergulho com cilindro incluso, o primeiro destino da lancha são os corais onde realizamos o mergulho com cilindro, aproximadamente 15 minutos por pessoa e não há necessidade de saber nadar porque o instrutor guia o turista durante o mergulho e também é realizado fotos subaquáticas que são enviadas posteriormente por Whatsapp, sem custo adicional.

IMG_6273.thumb.JPG.17956ddd0cb917203461ce97772eda12.JPG

Em seguida, continuando o passeio de lancha, deslocamos até as piscinas naturais (galés) o qual ficamos por aproximadamente 40 minutos.

IMG_6276.thumb.JPG.201aea81e94542e8eff04c3a77bb4280.JPG

As galés ficam a 6km da praia de Maragogi, e só é possível chegar até lá através de lancha ou catamarã  

IMG_6292.thumb.JPG.0fb32769948c16ad6458bf296d22e2c4.JPG

O último destino do passeio de lancha é a Praia de Antunes, local que é realizado fotos pelo Mércio, através do dispositivo móvel dos turistas em diversos ângulos.

IMG_6329.thumb.JPG.935282d77b46ddcc7a54999894e841b2.JPG

Não há necessidade de reservar com antecedência. As lanchas chegam antes dos catamarãs nas galés, e o número de turistas na lancha é menor. Transportam até doze pessoas e o tempo de deslocamento menor, com relação ao Catamarã. 

IMG_6376.thumb.JPG.dc7e0b988791f3701bd64ae40da46f50.JPG

Há centenas de lanchas que realizam o passeio, porém não são todas que realizam o mergulho. O passeio de lancha tem aproximadamente quatro horas e meia de duração.
Recomendamos realizarem o passeio com o Mércio Sub Dive, inclusive passamos por uma fiscalização da Marinha do Brasil e as documentações da embarcação estavam em dia e com todas autorizações necessárias para o passeio.

→ CUSTO: R$ 150,00 – Por pessoa de Lancha, com mergulho com cilindro e fotos do mergulho inclusas.

15:00 - Almoço – Ponto de apoio rede Auto Café posto Ipiranga ( Rod. AL 101 Norte KM 128 - Maragogi - AL)
→   Local de bom apoio rodoviário, conta com uma lanchonete da rede da Casa do Pão de Queijo, caixa automático banco 24 horas, restaurante próprio e conta com banheiros limpos, afinal Maragogi carece de banheiros públicos.

P_20190309_070259_vHDR_On.thumb.jpg.179610d4f2e177ca1d6579a40b2ec5c0.jpg

– Retorno ao Intercity Maceió (Rua Prefeito Abdon Arroxelas, número 147 - Ponta Verde, Maceió-AL)

3º Dia

07:15h – Café da Manhã – Intercity Maceió – (Rua Prefeito Abdon Arroxelas, número 147 - Ponta Verde, Maceió-AL)

MARECHAL DEODORO (AL)

09:00h – Praia do Francês – Marechal Deodoro (AL)
→   Está localizada no município de Marechal Deodoro, a 24 km ao sul de Maceió. Segundo os historiadores, a praia leva esse nome porque os franceses no século XVIII contrabandeavam o pau-brasil, abundante na época colonial, nessa enseada estrategicamente natural. Inicialmente era chamada de Porto dos Franceses, depois o nome derivou para Praia dos Franceses, e hoje chama-se apenas Praia do Francês.

IMG_6456.thumb.JPG.e439fb2e15132fe5ae7e1d185939a8fc.JPG

A região era habitada pelos índios Caetés na época da colonização. Vários conflitos aconteceram entre os índios, colonizadores e invasores. Índios, franceses, holandeses e portugueses, todos disputavam essas terras. Situada entre o Oceano Atlântico e a Lagoa Manguaba, há vários canais e ilhas que se encontram na região, assim como um manguezal imenso que completam um quadro natural perfeito.

Um dos atrativos da praia é o monumento ‘’Eu Amo o Francês’’ e a água quente e limpa do local.

IMG_6435.thumb.JPG.fd257f0a7ffe59dc9d5328f29c650e73.JPG

Esta linda praia costuma lotar nos fins de semana ensolarados e nos feriados. Para ver a areia assim, vazia, o melhor é chegar no começo do dia. Normalmente na praia, há dois tipos de público: de um lado está o point dos surfistas, que encaram as fortes ondas, enquanto do outro, as famílias com crianças aproveitam o mar calmo protegido pela barreira de recifes, na qual formam as piscinas naturais.

IMG_6454.thumb.JPG.e931560a94c783bc0aeeec7ad6ed28dc.JPG

O agito fica na orla, onde há uma concentração de bares e lojinhas. A melhor pedida é caminhar para os dois lados da praia.
O assédio do vendedores ambulantes é enorme na Praia do Francês, na qual estes cobram por esse serviço, na qual você nem pede para que tirem fotos, sem a autorização do dono, pegam o celular e depois cobram um agrado pelas fotografias. 

12:00h –  Almoço – Restaurante Tropical (R. das Algas, 186 - Praia do Francês, Mal. Deodoro - AL, 57160-000, Brasil) 

ROTEIRO (AL)

14:00h – Praia do Gunga – Roteiro (AL)
→   A Praia do Gunga, situada numa área privada, fica apenas a 33 km sentido litoral sul da capital alagoana, por uma boa rodovia asfaltada.
O estacionamento, obrigatório, custa R$ 20,00.

IMG_6472.thumb.JPG.a70ec56eca66a36b26c4be20dc4260a9.JPG

No entanto, o ponto alto da Praia do Gunga é o passeio pelas falésias.

IMG_6506.thumb.JPG.906e0faede1a9baf69c9831056291f39.JPG

Também é feito uma parada no lago, onde é possível nadar.

IMG_6517.thumb.JPG.7248458792ae066be0c54cf3c6df6e1c.JPG

O tour nas falésias através de quadriciclo custa R$ 100,00, para duas pessoas, com duração em torno de 1h.

P_20190310_114503_vHDR_On.thumb.jpg.5035e19e92947e1e3d28d475d443d8f0.jpg

O nosso grupo foi composto por dois quadriciclos, além do guia que acompanha de moto.

IMG_6492.thumb.JPG.817da311290e797ec3f189c872beba50.JPG

O Pagamento somente poderá ser em espécie. 

P_20190310_104328_vHDR_On.thumb.jpg.f5afa258df7d43611e4bf23c5435bfd7.jpg

 O imenso coqueiral, contrastando com o azul do mar, ilustra um dos cartões postais mais bonitos de Alagoas. Aliás, um dos momentos mais interessantes da visita, é a subida ao Mirante do Gunga, local com vista privilegiada do coqueiral e do mar.

IMG_6529.thumb.JPG.01ccbba35debee341d4c8f6f95bebdb0.JPG

O Mirante está localizado à margem da rodovia 124, e para acessá-lo é cobrado uma pequena taxa de cerca de 3 reais, por pessoa. Todo cuidado é pouco, se for visitar o mirante na praia do Gunga, pois não há vigilância no estacionamento, com isso é uma prática comum a ocorrência de furtos, nos carros estacionados, enquanto as pessoas visitam o mirante.

20:00h – Retorno ao Intercity Maceió (Rua Prefeito Abdon Arroxelas, número 147 - Ponta Verde, Maceió-AL)

21:30h – Jantar - Churrascaria Sal e Brasa (Rua Prof. Ernani de Figueiredo Magalhães, número 41, Maceió – AL)
→     Distante a 06 minutos de carro do Hotel Intercity Maceió, com sistema de rodízio de carnes e self-service, a um bom custoxbenefício (aproximadamente R$ 45,00), com atendimento diferenciado. Possui estacionamento privativo e banheiros limpos.

Sugestão de passeio programado que não conseguimos contemplá-lo

Associação Peixe Boi (Rua Luiz Ferreira Dorta, número 25 | Povoado Tatuamunha, Porto de Pedras, próximo a Maragogi,  Alagoas)
→ TELEFONE: (82) 3298-6247
→ WHATSAPP: (82)99359-7473
→ Necessário o agendamento dos dias e horários, via Whatsapp.
→ CUSTO: R$ 50,00
→ TEMPO DO PASSEIO: Aproximadamente 50 minutos.
O peixe-boi, apesar de seu tamanho e peso avantajados, é considerado um mamífero dócil. Ele vive em águas doces e salgadas e se alimenta de leite (nos primeiros anos de vida), algas e outros vegetais. A visitação a esse santuário é uma ótima oportunidade para conhecer mais a fundo esse curioso animal e entender seu modo de viver. 
    O projeto da associação é baseado na monitorização do peixe-boi (Trichechus manatus) em seu habitat e orientação para situações de risco, como encalhe de animais por exemplo. O trabalho está nos municípios de Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, em uma área conhecida como APACC (Área de Proteção Ambiental dos Corais) e mantida pelo Governo Federal.
    A visita inicia no Centro de Visitantes, onde há banheiros limpos, água, café e uma loja de artesanato local, com peças remetendo ao projeto e ao peixe-boi.
    Na primeira parte da visita há um vídeo institucional,  na qual explica a história do peixe-boi e como os seres humanos colocaram em risco sua existência, além de detalhar o trabalho de proteção e reintrodução desses mamíferos na natureza. 
Há 200 metros Dalí ocorre o passeio guiado de jangada, pelo Rio Tatuamunha, sendo a segunda parte da visita. Os ingressos são adquiridos na própria recepção. Em carro próprio, segue-se para o local de embarque, distante cinco minutos da Associação, em área de mangue, que dá acesso ao rio. São vários monitores, organizados e com escala para conduzir o barco e orientar o turista. O barco é de pequeno porte, propositalmente direcionado a remo, uma vez que o uso de motor é vetado. 
Hoje a Associação tem 7 peixe-boi em cativeiro, que estão sendo preparados para voltar à natureza. Como o cativeiro é uma réplica do habitat natural deles, pode ser ter a sorte de vê-los ou não.
Uma curiosidade é que no ano de 2014, O santuário do peixe-boi marinho, teve seu projeto apoiado através do programa Caldeirão do Huck, na qual o apresentador esteve no município para gravar o quadro “Um por Todos, Todos por Um”, que apoia projetos com potencial de transformar comunidades carentes no Brasil. 

  • Gostei! 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  



×
×
  • Criar Novo...