Ir para conteúdo

Setembro/2010 - Porto-Paris-Amsterdan-Salzburgo-Innsbruck-Munique-Italia


Posts Recomendados

  • Membros

Olá!!

 

Depois de ler muitas dicas e relatos (que me ajudaram MUITO), chegou a minha vez de contribuir, contando como foi minha primeira viagem para a Europa.

Eu, e meu marido, viajamos durante 29 dias, com direito a tudo o que foi possível: praia e neve, show de rock e ópera, trem e carro, chuva e sol, dias de muita caminhada e dias de não fazer nada, lugares com multidão e lugares vazios..

 

Procuramos comer as comidas típicas, sentar no banquinho da praça, contemplar as paisagens, conversar com as pessoas (com muita mímica..rs), e música.. sempre atraídos pela música..

Museus: apesar de gostar, não somos conhecedores nem de história e nem de arte, portanto museus.. só os que julgamos fundamentais.

 

Pra começar, um resumão:

 

Roteiro:

04/09/10-São Paulo -> Porto

05/09/10-Porto

06/09/10-Paris

07/09/10-Paris

08/09/10-Paris

09/09/10-Paris

10/09/10-Paris-Amsterdan

11/09/10-Amsterdan

12/09/10-Salsburgo

13/09/10-Salzburgo-caverna de gelo

14/09/10-Innsbruck-estação ski

15/09/10-Munique-Show U2

16/09/10-Munique

17/09/10-Munique

18/09/10-Munique-Ocktoberfest

19/09/10-Veneza

20/09/10-Veneza/Padua

21/09/10-Verona

22/09/10-Parma/Livorno/Pisa

23/09/10-Florenca

24/09/10-San Gimignano/Siena

25/09/10-Seggiano/Assis

26/09/10-Assis/Sorrento/Amalfi

27/09/10-Capri

28/09/10-Roma

29/09/10-Roma-Vaticano

30/09/10-Roma

01/10/10-Roma

02/10/10-Roma -> São Paulo

20101127232615.JPG

 

Gastos:

sempre considerando 2 pessoas!!

Alimentacao.........................€ 1.480,00 R$ 3.552,00

Ingressos e passeios..............€ 1.310,00 R$ 3.144,00

Transporte...........................€ 410,00 R$ 984,00

Hospedagem(media=€ 65,19)....€ 1.760,00 R$ 4.224,00

Passagens TAP......................€ 2.375,00 R$ 5.700,00

Eurail Select Pass 5 paises......€ 743,00 R$ 1.783,20

Reserva de trens..................€ 266,00 R$ 638,40

Aluguel carro 7 dias..............€ 300,83 R$ 722,00

Seguro/assistência médica.....€ 182,08 R$ 437,00

-------------- -----------------

Total..................................€ 8.826,92 R$21.184,60

 

Nosso gasto diário foi de € 100,00 o casal, para pagar as refeições, o transporte e os ingressos.

Levamos € 1.000,00 em dinheiro e o restante no VTM (visa travel money). Mas acho que dá pra substituir o VTM pelo cartão de crédito normal.

 

 

Alimentação:

Comemos muito bem! Sempre tomamos um bom café da manhã, um lanche e uma boa refeição em restaurante (de preferência a comida típica da região).

Os lanches, na França, Holanda e Alemanha, normalmente eram comprados em supermercado, onde tem saladas prontas muito boas e, é claro, queijos ótimos e baratos.

Na Itália foi muita pizza e panini mesmo!

 

Transporte:

As passagens aéreas foram TAP, pois foi o melhor custo x benefício. Eu não tinha flexibilidade de data, e a TAP tinha o menor valor com o menor tempo de voo.

Para viajar entre França, Holanda, Alemanha e Áustria, fomos de trem.

Compramos o Eurail select pass, que é muito prático. Levei um susto quando fui fazer as reservas, pensei que eram mais baratas... Vale a pena fazer uma simulação e comparar com as passagens avulsas.

De Amsterdan para Munique e de Munique para Veneza, fomos de trem noturno - couchete para 6 pessoas.

Ficamos nas beliches superiores. É apertado, não dá pra ficar sentado, mas tudo bem.. afinal é aproveitar para dormir. Nós estávamos tão cansado que dormimos bem (embalados pelo trem..rs). A grande vantagem foi aproveitar a noite para percorrer grandes distancias.

Os outros trechos foram de 1a classe. Aí, é conforto total!! O único cuidado é com o horário. A plataforma é muito grande. É bom ter uma folguinha para procurar o vagão certo.

Na Itália alugamos um carro - um Fiat 500.

Excelente! A vantagem foi a liberdade para escolher os caminhos e horários. Fomos de Veneza até Sorrento em 7 dias.

O GPS foi fundamental, apesar das estradas serem muito bem sinalizadas, o GPS dá segurança. Baixamos o mapa da Itália pela internet. O mapa é perfeito, muito melhor que os brasileiros.

O único perrengue que passamos foi com os pedágios e postos de gasolina self-service. No primeiro pedágio tivemos que dar ré, pq era só para carros com 'sem parar' (que mico.. rs). o segredo é ficar atento nas sinalizações das cabines do pedágio.

Só tem pedágio nas auto-estradas. As estradas secundárias são free. A velocidade permitida é menor (de 60 a 90 Km/h), mas o visual é bem mais bonito. Então para trechos curtos optamos pelas 'estradinhas', e para as distâncias mais longas, fomos pela auto-estrada.

Obs: na Itália é preciso a carteira de habilitação internacional.

Adorei os trens e o carro. Acertamos na escolha, Farei o mesmo da próxima vez....

 

 

Hotéis:

Optamos por quartos duplos com banheiro, portanto, na maioria das vezes, os hotéis eram mais baratos que albergues.

Procurei hotéis próximos às estações de trem, ou do metrô. Nas cidades italianas, a preferência foi por hotéis com estacionamento (óbvio), mesmo que longe do centro.

Comecei a fazer as reservas 2 meses antes, e em alguns casos foi pouco.. Usei o booking.com para as reservas, google maps para checar a localização, e tripadvisor para ver os comentários. Foi o trio perfeito. Nenhum hotel ficou abaixo das expectativas.

Segue a lista:

Paris-> Tourism Hotel - Muito bom - € 85,00 - café € 6,00 - ao lado da estação de metro e perto da torre - Quarto reformado.

Amsterdan-> Passenger Ship Avanti - Bom - € 65,00 - com café - 10 min a pé da estação central. Os hotéis estavam lotados devido a uma feira internacional de comunicação. Então ficamos num barco. Bem legal e inusitado, o único problema é que só um por vez conseguia ficar em pé na cabine.. rs. Neste caso o banheiro era coletivo, mas estava sempre vazio e limpo.

Salzburgo-> Hotel Drei Kreuz - Muito bom - € 60,00 - sem café - fácil acesso pegando um ônibus da estação de trem.

Innsbruck-> Hotel Ibis Innsbruck - Ótimo - € 84,00 - café € 10,00 (muito bom) - ao lado da estação central.

Munique-> Apartamento B&B - Muito bom - € 69,00 - café solúvel disponível na cozinha - 4 estações de ônibus da estação de trem. Devido ao show do U2, e a Ocktoberfest os hoteis estavam lotados. Achamos este B&B, que foi perfeito! (bedandbreakfast.de - bedandbreakfast.de - Apartment in Munic Maxvorstadt).

Veneza-> Residenza Santa Croce - Bom - € 80,00 - café soluvel e torradas disponíveis no quarto - perto da praça de São Marcos - a vantagem foi deixar as malas no escritório que fica perto da estação de trem, pois andar por Veneza com mala é complicado.

Verona-> Holiday Inn - Muito bom - € 62,00 - sem café - com estacionamento - afastado do centro.

Florença-> B&B Hotel Firenze Nuovo Palazzo Di Giustizia - Bom - € 55,00 - café € 6,90 - com estacionamento - afastado do centro.

Seggiano-> Antica Tenuta Le Casacce - Muito bom - € 110,00 - com café - com estacionamento. É um hotel fazenda no interior da Toscana. O dono produz azeite e adora preparar jantares incríveis (porém caro..).

Assis-> Fontebella - Ótimo - € 81,00 - com café - estacionamento € 12,00 - muito perto da Basílica de São Francisco.

Sorrento-> Hotel Angelina - Bom - € 60,00 - com café - com estacionamento.

Roma-> Albergo Lucia - Bom - € 70,00 - sem café - 1 min da estação central de trem.

 

Sites úteis:

http://www.booking.com/ --> reserva de hoteis

http://www.tripadvisor.com/ --> reserva de hoteis

http://www.decolar.com/ --> passagens aereas

http://www.neweuropetours.eu/ --> free tours

http://www.whatsonwhen.com/sisp/index.htm --> eventos no local, na data

http://www.weather.com/common/welcomepage/world.html --> previsão do tempo

http://maps.google.com.br/maps --> fundamental para localização e distancias

 

Agora vamos dia a dia... :P

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 57
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

1º Dia - São Paulo -> Porto

A ansiedade...

Malas prontas. Saímos de São Paulo no sábado, dia 04, as 18:35...

 

2º Dia - Porto

A chegada...

Chegamos em Porto, dia 05, as 8:45. Tínhamos apenas 1 hora para fazer a conexão para Paris, então procuramos um funcionário da TAP, que nos mandou para a fila da imigração sem dar muita atenção para o nosso próximo vôo.

Pegamos a pior fila.. não andava.. Não tinha mais ninguém da TAP por perto, então só nos restava esperar. Passamos pela entrevista da imigração com tranquilidade. Só perguntaram para onde iríamos e quanto tempo ficaríamos na Europa. Liberado.

Fomos correndo para o embarque, mas o avião tinha acabado de sair. Encontramos o mesmo funcionário que conversamos antes, e ele fez cara de 'xii.. larguei vcs pra trás', então começamos as reclamações..

O pessoal da TAP até que foi atencioso, mas não tinha muito o que fazer. Já que ganhamos limão, vamos fazer limonada.. pegamos tudo o que a TAP ofereceu (lanche,cartão telefonico,passe transporte), agendamos nossa ida a Paris para o final da tarde, fizemos o check-in antecipado, e fomos conhecer Porto.

Acabou dando tudo muito certo, e ficamos felizes por conhecer um pouco de Portugal.

Pegamos o metro e fomos até o centro de Porto. caminhamos até as margens do rio D'oro, onde resolvemos almoçar. Foi o melhor bacalhau que já comemos.. No restaurante começamos a conversar com um casal português, de Coimbra. Ora pois.. já fizemos amizade.

Eles estavam de carro, então nos convidaram para conhecer a foz do rio D'oro, o Forte (lindo), a cidade de Gaia (onde tem as adegas de vinho do Porto). Eles nos levaram até o aeroporto, e para comemorar brindamos, obviamente, com vinho do Porto.

Pegamos o vôo para Paris. Chegamos em Orly às 23:00h. Enquanto o maridão esperava as malas, fui procurar um meio de chegar no metro. O Orlyval (trem) tinha acabado de fechar, então fui para a segunda opção: OrlyBus (ratp). Aí começaram as mímicas para o motorista do ônibus: eu queria saber qual era o ultimo horário, pois minhas anotações diziam que o último ônibus era às 23:00.

Pelo que entendi, de final de semana eles esticam o horário. Como passa um onibus a cada 15 ou 20 min, tudo certo. Pegamos o próximo onibus. No caminho avistamos a torre iluminada! Que lindo! Estamos em Paris!!! Em 30 min chegamos no metro Denfert Rochereau, enchendo os pulmões de ar francês...

Na bilheteria compramos 10 bilhetes (que sai mais barato - 12,00), pegamos o mapa de transporte de Paris, e fomos para o hotel. Chegamos a meia noite, exaustos e extremamente felizes!!

Obs: O metro de paris é ótimo. Muito bem sinalizado, rápido, limpo e prático.

 

20101128001317.jpg

 

20101128001332.jpg

 

20101128001344.jpg

 

20101128001357.jpg

 

20101128001408.jpg

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

3º Dia - Paris

O charme e a elegância de Paris..

Tomamos o cafe da manha turístico (baguete com manteiga, croissant com geléia, suco laranja e capuccino-16,00), e pegamos o metrô em direção ao bairro de Montmartre. Fomos direto para a igreja de Sacre-Coeur. Subimos as escadarias pela lateral.. uauhhh, que vista!! Tinha um senhor tocando harpa, bem aos pés da igreja. Lindo e emocionante.

Entramos na igreja e assistimos a missa em francês.. muito linda. Pegamos a rua a esquerda e fomos para praça do Tertre, com seus famosos pintores. Há muitos artistas fazendo caricatura dos turistas que passam por ali..

Descemos e fomos caminhando em direção ao centro de informação turística. No caminho paramos na galeria Lafayette para comprar nossos perfumes. A idéia era comprar um perfume novo para marcar o 'cheiro da viagem'. Agora nossa viagem tem memória olfativa também.. rsrs.. e das boas. :wink:

Obs: A galeria Lafayette é cara, mas tinhamos 10% de desconto (devido ao passe de trem da Eurail), e quase o mesmo preço da Sephora (uma grande rede que vende perfumes e cosméticos). A vantagem é que na galeria tinha um esquemão de fazer o formulário do tax refund, para recuperar os 12% de imposto (não fizemos neste dia pq precisava do passaporte) - Nosso erro foi não ter carimbado o formulário na própria galeria. Deixamos para o aeroporto da volta. Conclusão: no aeroporto é uma super burocracia. Eles dificultam o máximo.. tem que mostrar nota, o produto, etc.. uma fila imensa.. desistimos. Se tivéssemos o formulário carimbado, era só pegar o dinheiro de volta.. ::putz::

Bem pertinho da galeria Lafayette tem a Ópera Garnier(a fachada tinha acabado de ser restaurada-linda), pena que estava fechada. Sentamos um pouco nas escadarias e seguimos em frente. Perto do metro Pyramides, vimos a placa do 'office de Tourisme'. Lá tem um ótimo mapa da cidade em portugues. Aproveitamos para pegar dicas da cidade. Ficamos sabendo que no dia seguinte teria greve (devido a reforma previdenciaria), e os museus públicos estariam fechados.

Compramos o Paris Museum Pass para 2 dias-devido a greve(64,00-vale a pena pelo preço e principalmente pelo 'fura-fila', ou melhor, 'entrada preferencial') e compramos um passeio de onibus por Paris a noite (60,00). Não compramos o passe de transporte (Paris Visites), pois caminhamos muito e comprando os passes de metro (10 por vez) ficou mais barato.

Voltamos ao hotel para jantar e descansar um pouco. A noite saimos para o passeio de ônibus por Paris iluminada. Pra começar o canal de audio em portugues não estava funcionando.. tudo bem.. vai no ingles/espanhol mesmo.. Depois, pensei que o onibus parava nos pontos principais.. mas não para.. kk.. as fotos ficam todas tremidas.. kk.. aí pra completar, começou a chover! ::hein:

Acabamos rindo muito da situação.. o pessoal do onibus desceu pra parte coberta.. e ficamos nós dois ali.. com o guarda chuva, felizes da vida.. 5 min depois a chuva passou, bem na hora em que o onibus passa pela Torre Eifel. Aí tive a grande surpresa de ver a torre piscando. Demais!! Podia começar a chover de novo..

O passeio acabou. Descemos perto do Louvre. Depois da chuva estava tudo vazio. Então ficamos ali.. um tempão.. só nós e as piramides do Louvre iluminadas.. inesquecível!

 

 

20101128002512.jpg

 

20101128003618.jpg

Igreja de Sacre-Coeur em Montmartre

 

20101128003730.jpg

Vista de Sacre-Coeur e Praça do Tertre

 

20101128003850.jpg

Galeria Lafayette

 

20101128003933.jpg

Ópera Garnier

 

20101128004010.jpg

Padrão das ruas de Paris...

 

20101128004103.jpg

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

4º dia - Paris

A greve tosca..

Dia de greve em Paris, então preparamos um roteiro sem museus. O objetivo era conhecer o bairro Marais, Quartier Latin, Montparnasse, e no final do dia, a Torre Eifel.

Pegamos o metrô e fomos até a praça Bastille, lá estava agitado devido a greve. Carro de som, faixas, parecia a CUT. O dia estava prometendo.. mas foi o único lugar com manifestações, continuamos nossa caminhada tranquilamente.

Fomos para Place des Vosges, uma praça charmosa, simétrica, onde moraram diversos figurões.. vimos muitas mães levando crianças pra brincar nos tanques de areia, tomar sol, gangorra.. vida normal.. ajudamos as criancinhas a atravessar a rua, e continuamos a caminhada..

Passamos pelo Hotel de Ville (prefeitura), e seguimos para ver o famoso prédio do museu George Pompidou, com seus encanamentos pelo lado de fora (estava aberto, mas só curtimos a fachada).

A próxima parada foi a igreja de Notre Dame (gostei mais por fora que por dentro). Seguimos para o outro lado do Sena, no bairro Quartier Latin. Lugar perfeito para almoçar. As ruas são cheias de restaurantes com todo tipo de comida.

Escolhemos um restaurante francês, com menu turístico (entrada,primeiro e segundo prato e sobremesa - 40,00). De entrada o Rai resolveu encarar um escargot - experimentei - até que é bom.. ::otemo::

Depois do almoço, uma caminhada até a faculdade Sorbonne, Pantheon, e fomos para o jardim de Luxemburgo descansar um pouco. O jardim é muito bonito, com muitas flores e esculturas. Ao redor dos lagos tem cadeiras de ferro, onde é só chegar e sentar.. tiramos o sapato e uma soneca.. rsrs 8)

Começou a esfriar, então continuamos a caminhada até a torre de Montparnasse. É o edifício mais alto de Paris (59 andares), destoa dos demais, mas a vista lá de cima vale a pena. (22,00 para subir).

Estava na hora de ir para a torre. Pegamos o metro, descemos meio longe.. então corremos, pois nosso ingresso era com horário marcado.. nem precisava correr, eles não olham o horário.. o ingresso comprado pela internet (26,00) vale a pena pra não pegar a fila da bilheteria.

Dentro da torre, no primeiro piso, muita gente e muita fila para subir até o terceiro. Ficamos batendo papo com uma familia de americanos (aí deu pra treinar o ingles.. rs), e logo chegamos ao topo. De lá vimos o anoitecer e a torre se iluminar.. show..

Já estava escuro, então descemos deitamos na grama do Champ de Mars, e ficamos admirando mais um pouco. Lá embaixo fica cheio de gente namorando, jogando baralho, fotografando, e os indianos vendendo souveniers e champanhe..

Comemos um crepe de nutella, e fomos andando até o hotel.. cansados e felizes!!

 

 

20101128005005.jpg

Place des Vosges

 

20101128005113.jpg

museu George Pompidou

 

20101128005155.jpg

Hotel de Ville - prefeitura

 

20101128005252.jpg

igreja de Notre Dame

 

20101128005330.jpg

Pantheon

 

20101128005403.jpg

jardim de Luxemburgo

 

20101128005456.jpg

vista do alto do prédio de Montparnasse

 

20101128005605.jpg

vista do alto da Torre Eifel: Champ de Mars e ao fundo o prédio de Montparnasse

 

20101128005751.jpg

A Torre iluminada!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

5º dia - Paris

A esperada Monalisa...

Decidimos começar o dia pelo Louvre para ver a Monalisa de 'perto'. Chegamos 15 min antes do horário de abertura, e tinha apenas umas 30 pessoas na nossa frente (pela entrada lateral, do Paris Pass). No hall principal pegamos o mapa do museu e fomos direto para a sala da Dona Gioconda.. chegando lá, o esperado.. não tem graça, mas é uma conquista! Vimos a Venus de Milo (linda), um pouco da parte Egípcia (legal), as salas de Napoleão (luxo), pinturas francesas (imensas), etc. Me impressionei com os corredores, esculturas, teto, piso, tudo muito lindo. O Louvre é realmente especial. Na saída passamos pela pirâmide invertida(do livro Código da Vinci). Tinhamos ficado 3 horas no museu, sem perceber.

Seguimos pelo Sena até a Ille de la Cité. Lá entramos no Conciergerie (um palácio real, que foi usado como prisão-Maria Antonieta ficou lá até ir pra guilhotina), mas nosso interesse era a igreja de Saint Chapelle, pequena e maravilhosa. Os vitrais são belíssimos.

Fomos ao museu D'Orsay (o museu é uma antiga estação de trem - lindo), para ver as obras de Van Gogh. Depois, passamos na La Madeleine (igreja em estilo grego, com um belo jardim de flores na frente, e uma bela vista da praça Concórde) e voltamos na Galeria Laffayette, para fazer o formulário do tax refund, agora com o passaporte.

A noite fomos para Montmartre, para ver o Moulin Rouge (por fora). Estavamos procurando um restaurante com música. Não achamos nenhum legal, mas bares e danceterias tem bastante. Não gostamos de andar pelas ruas mais afastadas da avenida principal, a noite, o ambiente tava meio feio..

 

 

20101128011608.jpg

Monalisa, salas de Napoleão, pinturas francesas e fila para entrar no Louvre pela entrada principal.

 

20101128011625.jpg

Venus de Milo e esculturas

 

20101128011639.jpg

igreja de Saint Chapelle

 

20101128180402.jpg

Igreja Santa Maria Madalena

 

20101128011650.jpg

Moulin Rouge em Montmartre

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

6º dia - Paris

O Luxo de Versailles...

Versailles era uma dúvida no nosso roteiro, mas achei que ia me arrepender se não fosse, então pegamos o trem e fomos. Tomamos café no hotel Ibis, já em Versailles(perto da estação de trem), umá ótima opção: café completíssimo, praticamente um almoço (15,00). Fomos para o palácio, estava lotadíssimo. :?

Pegamos a entrada preferencial do Paris Pass, e logo estávamos dentro. Em Versailles tem audio-guide grátis, é só pegar. ::otemo:: Visitamos as salas, quartos, salão dos espelhos.. (muito luxo, ostentação e história). Dizem que a parte mais bonita são os jardins (Grand Trianon e Petit Trianon). Mas como só abre as 12:00, e meu pé estava doendo MUITO, alugamos um carrinho elétrico (30,00), e só passeamos pelas ruas de acesso aos jardins, passando pelos lagos, bosques, etc. Valeu!

Pegamos o trem de volta para Paris, e descemos na estação Invalides. Resolvemos não entrar no prédio dos Invalides, onde está o túmulo de Napoleão (o prédio, por fora, é fantástico, com sua cúpula dourada). Atravessamos a ponte Alexandre III (lindíssima), e fomos para a Praça da Concórdia(Place de la Concorde-ali ficava a guilhotina que decapitou mais de 1.300 pessoas, entre elas o rei Luís XVI, Maria Antonieta e líderes revolucionários). Esta praça está em um ponto bem central. Vale a pena parar e admirar toda volta. Mais uma vez tinha chovido, e estávamos praticamente sozinhos na praça (o povo tem medo de chuva.. :lol: ). Entramos no Jardin des Tuileries. Hora de parar: Pegamos os pães e queijos comprados no supermercado, e fizemos nosso 'almoço' sentados a beira do lago, avistando a Champs-Elysées , com o Arco do Triunfo no final. Mágico!!

Seguimos pelo jardim, até o final, e mais uma vez estávamos no Louvre. Deitei ao lado da Pirâmide, ouvindo música e 'realizando' a viagem.. Super!!

Hora de ir para o Arco do Triunfo. Caminhamos pela Champs-Elysées até o Arco (pensamos em parar em um dos bares, para tomar uma champagne, mas não tava no clima.. rsrs). Subimos no Arco (com o Paris Pass), e mais uma bela vista. Para a despedida, resolvemos ir até a praça do Trocadero avistar a Torre Eifel (esta praça é muito animada).

Jantamos mais uma vez em um Bistro no Quartier Latin, já com saudade de Paris...

 

 

20101128012646.jpg

Palácio de Versailles

 

20101128012705.jpg

Jardins de Versailles

 

20101128012721.jpg

Invalides

 

20101128012735.jpg

ponte Alexandre III

 

20101128012749.jpg

Place de la Concorde

 

20101128012804.jpg

Pátio do Louvre

 

20101128012825.jpg

Arco do Triunfo

 

20101128012835.jpg

Champs-Elysées vista do alto do Arco do Triunfo

 

20101128012906.jpg

Vista do Trocadero

 

20101128012934.jpg

jantar no bairro Quartier Latin

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

7º dia - Amsterdan

Uma cidade em obras...

Saímos às 8:25 e chegamos em Amsterdan às 11:45. Nunca vi tanta reforma em uma cidade só.. obra no metrô, museu, estação.. muitos tapumes pela cidade.. (melhor obras que abandono..).

Bem em frente a estação tem o centro de informação turística. Lá compramos o mapa da cidade (2,50), um passe de transporte para 24 hrs(14,00) e um jantar no barco (140,00 - fizemos opção por um jantar preparado no próprio barco). Depois fomos para nosso hotel-barco. Deixamos as malas e fomos conhecer a cidade.

Quase seguimos o Free Tour (Sandemans) que sai as 13:00 da estação central, mas perto dali tinha um passeio de ônibus pela cidade, que nos atraiu (Amsterdam Touristbus-26,00), então fizemos o tour by bus mesmo.. Paramos na Gassam-fábrica de diamantes e passamos pelos principais pontos turísticos da cidade, com a explicação em inglês.

Voltamos ao CI e tentamos fazer reserva para o museu de Anne Frank, mas adivinha: lotado. Fomos para o hotel fazer o check-in e tomar um banho. As 20:00 embarcamos no nosso Dinner Cruise (super chique.. rsrs). Valeu cada centavo: a comida é muito boa, e o visual, fantástico.

Pegamos um ônibus e fomos até o bairro Jordan. De lá fomos caminhando de volta para o centro. Passamos por diversos bares e cafés. Muita gente animada tomando cerveja em pé na frente dos bares. Logo percebi que tinha chegado no Red Light District, pois apareceu uma mulher de lingerie em uma vitrine bem ao meu lado.. ísso é Amsterdan.. Eu imaginava que 'a rua da luz vermelha' era um puteiro sinistro e perigoso. Mas não é.. É mais um ponto turístico que fica lotado de curiosos e 'usuários'.. e muita polícia.. cada um na sua.. É claro que atenção e cuidado não faz mal a ninguem..

 

 

20101128181729.jpg

Passeio de Touristbus - fábrica de diamantes Gassam

 

20101128181826.jpg

Shopping

 

20101128181942.jpg

Rijksmuseum

 

20101128183006.jpg

Jantar no barco

 

20101128183034.jpg

Red Light District

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

8º dia - Amsterdan

A alegria e descontração...

Dia de pegar o mapa e andar por Amsterdan.. Começamos pela praça dos museus de Van Gogh e Rijksmuseum (belíssima faixada, mas tb estava em obras). Brincamos um pouco nas letras do I'Amsterdan, e seguimos pelo parque Vondelpark.

Fomos para a praça central da cidade: Dam. Lá ficam antigas máquinas de música, onde o turista roda a manivela, e tocam musiquinhas estilo Alemão (para mim parecia.. rsrs). Uma festa.. Na praça tem o museu da Madame Tussauds, o Palácio Real, a Igreja Nova e Monumento Nacional (obelisco erguido em memória das vítimas da Segunda Guerra.

Seguimos até o supermercado para comprar nosso almoço(12,00-salada, lanche e suco). Achamos uma pracinha e comemos. Seguimos para ver a casa de Anne Frank, tinha uma fila pequena, mas que não andava.. bem ao lado estava uma orquestra jovem tocando na rua.. fomos seduzidos pela música.. sentamos no chão e ficamos curtindo os músicos 'doidinhos'.. Como era sábado, tudo estava em festa.. tinha jogo de futebol bem em cima de uma ponte.. com 2 golzinhos, muita música e cerveja. Conclusão: muita festa e bola na água...

Caminhamos até o mercado de flores, pensando encontrar tulipas, mas só encontramos os bulbos para plantar.. ::lol4:: Entramos numa igreja que fica no final da rua Spui e assistimos um pedacinho da missa em Holandês. Voltamos até a Dam, os bares já estavam fechando (18:00), mas ainda deu tempo de tomar uma Heineken.

Hora de pegar as malas e seguir para a estação de trem. Tinhamos reserva no trem noturno para Munique (couchete para 6 pessoas - ficamos com uma família de mulçumanos). Logo dormimos com o balanço do trem...

 

20101128184152.jpg

I'Amsterdan na praça dos museus

 

20101128184313.jpg

casa de Anne Frank

 

20101128184355.jpg

Diversão nas ruas..

 

20101128184447.jpg

Dam - praça principal

 

20101128184532.jpg

Visial de Amsterdam

 

20101128184802.jpg

couchete para 6 pessoas até Munique, seguido de 1a classe até Salzburgo

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

9º dia - Salzburgo

A beleza e a marca da guerra na terra de Mozart...

Chegamos cedo em Munique, tomamos café na estação, e logo pegamos o trem para Salzburgo. Chegando lá, fomos direto ao CI. Pegamos o mapa (grátis), compramos o passeio para o lago Konigssee e Berchtesgaden (74,00) e o passe de ônibus para 24 hrs(8,00).

Fizemos o check in no hotel, tomamos um banho (finalmente.. rs) e saímos para nossos passeios. Fomos para a Mirabellplatz (principal praça da cidade, sempre repleta de flores) e nos encontramos com o guia.

Berchtesgaden é uma bela e pequena cidade no sul da Alemanha, bem próxima a fronteira com Salzburgo. A cidade tem um charme especial, pois fica aos pés dos Alpes. Nas paredes das casas vemos pinturas de Santos, fatos históricos e, é claro, da guerra.

Lindo mesmo é o lago Konigsee. Cercado por montanhas, e com sua a água cristalina, nos proporciona um visual maravilhoso. Imperdível.

Mas neste passeio cometemos um erro: não ler lido direito o que estava incluso. Pensei que iríamos de barco até a igreja de São Bartolomeu.. mas ficou só no desejo.. O tour tinha duração de 2 horas, então não daria tempo.

Com certeza vale a pena ir por conta própria, e passar o dia, desfrutando as 'paisagens de calendário', que infelizmente, são parte da história de Hitler (o espertinho fez seu bunker e o 'ninho da águia' nesta região). Visitamos as ruínas casa que ele construiu para as reuniões políticas, que foi bombardeada pelos americanos após o fim da guerra.

Bem.. de volta a cidade, passeamos as margens do rio Salzach, com muitas lojas de chocolates e lembranças de Mozart, o ilustre morador da cidade!

Fomos até a Dom (catedral), cuja cúpula foi totalmente reconstruída depois da guerra (dentro da igreja tem foto pós bombardeio... triste..). Bem ao lado, tem a igreja de S.Francisco (Franziskanerkirche), onde assistimos a missa em Austríaco.

Tinhamos comprado ingressos para o Mozart Dinner Concert: um jantar típico dos tempos de Mozart(100,00 - http://www.salzburg-concerts.com). Chegamos no restaurante, entramos no banheiro e começamos a transformação: meu marido trocou a camiseta por uma camisa, e eu troquei o tenis por um sapato, mais uma encharpe e um casaco (tudo de propósito na mochila). Pronto, em 5 min já estávamos 'arrumados' para o jantar.

O jantar é muito gostoso, o ambiente é lindo e a música é ótima. O cantor é brasileiro e muito simpático. Ganhamos um tratamento especial.. rsrs.

 

20101128185958.jpg

Berchtesgaden

 

20101128185938.jpg

Konigsee lake

 

20101128190053.jpg

Mirabellplatz

 

20101128190130.jpg

rio Salzach

 

20101128190411.jpg

Rua de Salzburgo

 

20101128190452.jpg

Catedral - órgão tocado por Mozart

 

20101128190547.jpg

Casas de Mozart ; chocolates ; jantar típico

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

10º dia - Salzburgo

Ice Caves - Entramos no freezer..

Um dos meus desejos era conhecer as cavernas de gelo em Werfen (devido aos relatos do Celso e do Rodrigo_lopes), mas estava com receio de ser muito cansativo (é o que todos diziam..). Mas como o dia anterior tinha sido light, resolvemos encarar o desafio.

Fomos para o CI e compramos os ingressos (74,00 o passeio e 34,00 a entrada para caverna). A saída era apenas as 13:00, então fomos passear pela cidade(Casa de Mozart, Dom, Mirabellplatz, Fortaleza), e fizemos um lanche (comi um sanduiche de peixe cru - bom e estranho).

Saímos pontualmente para Eisriesenwelt em Werfen. Depois de uns 50 min, a van nos deixa no estacionamento e começa a caminhada: 20 minutos de subida a pé, um teleférico (o mais íngreme da Europa), e mais uma caminhada de 20 min - esta é difícil, chegamos na entrada da caverna exaustos, mas, se eu consegui, todos conseguem.. ::otemo:: .

O dia estava muito nublado, estávamos 'no meio das nuvens'. Um grupo tinha acabado de entrar na caverna, então ficamos aguardando formar outro grupo. Foi bom, pois deu tempo de recuperar o fôlego, esfriar o corpo, e começar a colocar as roupas de frio (casaco, luva, cachecol... tudo é bem vindo). ::Cold::

Só é possível entrar na caverna com guia (inglês ou alemão). Eles dão as orientações (última chance de desistir, pois lá dentro é 1 hora no frio, com mais 700 degraus), formamos uma fila indiana, pegamos os lampiões de querosene (1 para cada 2 ou 3 pessoas), eles abrem o portão de ferro e entramos. A diferença de temperatura forma um vento MUITO forte e gelado na porta. Nossa lamparina até apagou...Uauhh, finalmente estávamos dentro do freezer natural!!

Lá o grande silêncio só é quebrado pelo som dos passos e pelas explicações do guia. Éramos os últimos da fila, atrás da gente era uma escuridão total.. adorei.. rsrs ::ahhhh:: Passamos por salões imensos e por passagens apertadas dentro de túneis de gelo. Nos pontos principais o guia acende umas tirinhas de magnésio (tudo natural). De repente surgem as esculturas de gelo iluminadas. Usando a imaginação vemos urso, elefante, um rosto.. muito legal. Existem mil orientações para não tirar fotos, mas não resisti.. 'roubei' algumas..

Este é um lugar único no mundo.. é realmente um privilégio ter conhecido.

Obs: eles indicam sapatos apropriados, mas estavamos de tenis, e foi numa boa.. os caminhos e escadas são de madeira(apenas poucos pontos estavam cobertos por gelo), e tem corrimão de ferro, que congelou minha mão, mas dá bastante segurança..

Na saída já estava menos nublado, o visual foi mais uma surpresa. Tomamos uma cerveja com salsichão no bar do teleférico, e descemos felizes e saltitantes.. rsrs.

Chegamos em Salzburgo as 18:00. Pegamos nossas malas e fomos para a estação ferroviária rumo a Innsbruck.. O Ibis em Innsbruck é bem ao lado da estação! Que bom..

 

 

20101128191741.jpg

 

20101128191812.jpg

 

20101128191856.jpg

 

20101128191940.jpg

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...