6 destinos ainda pouco explorados na Bolívia


Bela e barata, a Bolívia é um dos destinos mais populares entre mochileiros brasileiros e mesmo assim ainda guarda alguns segredos. Nós já fizemos um post com sugestões sobre o que fazer na Bolívia, são atrações imperdíveis do país, como as que seguem abaixo, mas estas são conhecidas por pouca gente.
Confira alguns dos destinos ainda pouco explorados da Bolívia:

Serranias Chiquitanas

Quem já pegou o Trem da Morte e foi colado na janela do lado direito do vagão, possivelmente viu algumas formações rochosas bastante interessantes entre  Puerto Quijarro e  San José de Chiquitos, elas são parte das “Serranias Chiquitanas” uma espécie de “Chapada Diamantina boliviana”.  Na região são destaques o Valle de Tucavaca, o balneário de Águas Calientes que fica na cidade de Roboré e a região do Cerro Chochis. Além da geografia convidativa pra qualquer aventureiro que se preze, a região também possui um conjunto de 6 cidades fundadas pelos missionários jesuítas entre os anos de 1696 e 1760 com  6 igrejas (San Francisco Javier, Concepción, Santa Ana, San Miguel, San Rafael e San José) que foram selecionadas em 1990 como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. O acesso aos locais pode ser feito através do “Trem da Morte” e de carro por trecho da “Ruta 4” que vai da fronteira com o Brasil (Corumbá-MS) até Santa Cruz de La Sierra.

Valle de Tucuvaca - Foto: Brian Carisch
Valle de Tucuvaca – Foto: Brian Carisch

 

Balneario El Puente em Aguas Calientes localidade de Roboré - Foto: Jorge Aquín
Balneário El Puente em Aguas Calientes localidade próxima ao município de Roboré – Foto: Jorge Aquín

 

Trilhos do "Trem da Morte" próximo ao Cerro Chochis - Foto:
Casal caminha pelos trilhos do “Trem da Morte” próximo ao Cerro Chochis – Foto: CreativeT

 

Um dos paredões rochosos das Serranias Chiquitanas próximo a localidade de Santiago de Chiquitos - Foto: Jorge Aquín
Um dos paredões rochosos das Serranias Chiquitanas próximo a localidade de Santiago de Chiquitos – Foto: Jorge Aquín

Parque Nacional Amboró

O Parque Nacional Amboró é uma reserva natural com mais de 912 espécies de aves, mais de 177 espécies de mamíferos, incluindo o Puma, a Jaguatirica e a única espécie de urso da América do Sul, o Urso de óculos. O parque está situado no centro da Bolívia,  na confluência da Cordilheira dos Andes, Floresta Amazônica e do Chaco do Norte  e possui uma área de 4.425 km².   Uma das maneiras de passar alguns dias pelo parque é se hospedando no “Refúgio Los Volcanes” que fica  localizado na parte sul do parque e oferece vistas espetaculares dos rochedos de arenito. A região possui 15 km de trilhas que levam a pequenas quedas d’água e piscinas naturais floresta adentro.

 

Vista das formações de arenito a partir do Refugio Los Volcanes - Foto: Arthur Anker
Vista das formações de arenito a partir do Refugio Los Volcanes – Foto: Arthur Anker

 

Paredões gigantes de arenito do Parque Naiconal Amboró - Foto: Morten Ross
Paredões gigantes de arenito do Parque Nacional Amboró – Foto: Morten Ross

Confira mais fotos do Parque Nacional Amboró aqui

Parque Nacional de Noel Kempff Mercado

O Parque Nacional de Noel Kempff Mercado ainda é pouquíssimo explorado pelo turismo e fica no departamento de Santa Cruz, junto à fronteira com o Brasil. Criado como “Parque Nacional Huanchaca”,  mudou de nome em homenagem ao professor Noel Kempff Mercado que realizou várias pesquisas e descobertas no parque. Mercado reconheceu a importância global da área e propôs uma campanha para preservá-la. Infelizmente, foi assassinado por traficantes de drogas e não conseguiu em vida ver seu sonho tornar-se realidade.

Entre os destaques do parque está o planalto de Huanchaca Plateau (também conhecido como Meseta Caparu) com 300 m de altura e seus riachos que formam cachoeiras espetaculares, como a Arcoiris Falls de 88 m de queda,  Frederico Ahlfeld Falls e com 25-45 m de queda e a El Encanto Falls com cerca de 80 m de queda.

O turismo no parque é administrado pela SERNAP. A entrada é gratuita, mas todos os visitantes são obrigados a se registrar na SERNAP, em Santa Cruz ou San Ignacio.  A melhor época para visitar a região é na estação seca  entre os meses de maio e setembro.

Foto: Gregor Samsa
As falésias de Huanchaca Plateau – Foto: Gregor Samsa

 

Cachoeira Frederico Ahlfeld - Foto: periodicolaregion.com
Frederico Ahlfeld Waterfall – Foto: periodicolaregion.com

 

Andorinhas Waterfall - Foto: Suzy qq
Andorinhas Waterfall – Foto: Suzy qq

Parque Nacional Torotoro 

A 130 km de Cochabamba, o Parque Nacional Torotoro, é um dos menores parques naturais da Bolívia, mas possui um belo cenário. O parque abrange um grande vale, com cânions formados pela erosão. Nele também se encontram pegadas de dinossauros e labirintos de cavernas de calcário, além de pinturas rupestres e ruínas pré-incas.  As principais atrações do parque são: as cavernas de calcário de Umajallanta, o cânion Torotoro (que é cheio de cachoeiras) e expedições para a fortaleza pré-inca de Llama Chaqui.  No Mochileiros.com há um tópico especial com várias informações sobre o parque que você pode acessar aqui.

Parque Nacional Torotoro - Foto: Wikimedia Commons
Parque Nacional Torotoro – Foto: Wikimedia Commons
Parque Nacional Torotoro - Foto: andeantrails.co.uk
Parque Nacional Torotoro – Foto: andeantrails.co.uk
Las "Ciudad Itas" formações do Parque Nacional Torotoro - Foto: andeantrails.co.uk
Las “Ciudad Itas” formações do Parque Nacional Torotoro – Foto: andeantrails.co.uk
Uma pegada de Brontossauro no Cânion de Tototoro – Foto: deviajeaamerica.wordpress.com

Valle de Las Ánimas

O cânion rodeado por impressionantes penhascos pontiagudos fica numa região próxima à cidade de La Paz.
O Valle de las ánimas é uma atração ainda muito pouco explorada pelos viajantes e uma opção tão interessante quanto outros passeios oferecidos pelas agências locais como o Chacaltaya e Valle de la Luna.
O pessoal do Viagens e Caminhos foi conhecer e tem um post bastante completo sobre o Valle de Las Ánimas.

Mirante no Valle de las Ánimas | Foto: Jair Prandi/Viagensecaminhos.com
Mirante no Valle de las Ánimas | Foto: Jair Prandi/Viagensecaminhos.com

Cañón de Palca

Impressionantes formações rochosas de até 200 metros de altura fazem parte deste incrível cânion de tons avermelhados, outro atrativo pouco explorado na região de La Paz.
Entre as paredes do cânion há uma planície que o atravessa em toda sua extensão. Na épica de seca ela funciona com uma trilha e na chuvas vira um rio.
Também tem um post falando sobre a travessia do Cañón de Palca feita pelo Viagens e Caminhos aqui.

Área do Cañón de Palca | Foto: Viagensecaminhos.com
Área do Cañón de Palca | Foto: Viagensecaminhos.com

Confira também:


Deixe um comentário

Log in

Esqueceu a senha?

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Enviando Arquivo…