Como ocupar as crianças durante a quarentena


Nas últimas semanas, uma nova rotina precisou ser criada, inclusive para as crianças. Para não tornar esta fase tão complexa, veja dicas para ocupar as crianças durante a quarentena.
O isolamento social é uma das medidas sugeridas pela OMS para controle da transmissão do coronavírus. Por conta disso, nas últimas semanas as pessoas precisaram se adaptar à uma nova realidade, que pode ser ainda mais desafiadora para quem tem filhos pequenos – afinal, não é tão simples mantê-los entretidos dentro de casa. Para te ajudar nesta função, veja quatro dicas de como ocupar as crianças durante a quarentena de forma educativa e saudável.

criancasquarentena01
Foto: Arthur Hidden/Freepik.

Incentive o aprendizado de um idioma

Uma das principais características das crianças é a curiosidade, especialmente quando se trata de conceitos novos e desconhecidos. Em uma situação tediosa para os pequenos, como ficar o tempo todo em casa, aprender algo novo se torna ainda mais atrativo. Ou seja, este é um bom momento para incentivar o consumo de diferentes conteúdos, como o aprendizado de um idioma.

criancasquarentena02
Foto: Freepik.

Como muitos pais estão trabalhando em sistema home office, parar suas atividades para ensinar uma língua pode não ser viável. A sugestão é contar com o apoio de apps capazes de entreter e educar. O app Babbel é uma boa opção, já que conta com recursos para prender a atenção dos estudantes, trabalhando o conceito de repetição e assimilação.

O curso de inglês gratuito da Babbel é um dos mais acessados do segmento da educação, e é possível aprender outros 13 idiomas pelo aplicativo. O aprendizado da língua espanhola pelo aplicativo também pode ser muito útil para os pais que desejam que seus filhos se comuniquem com mais facilidade com os vizinhos dos países latinos.
O app é recomendado para crianças com mais de 10 anos, que já elas têm maior conhecimento de comunicação verbal. Incentivar o aprendizado de um idioma de forma online é uma boa forma de permitir o uso de eletrônicos, sem peso na consciência, impactando positivamente no desenvolvimento cerebral das crianças. Os pais podem acompanhar algumas lições, para motivá-los ainda mais no aprendizado.

Atividade física dentro de casa

Se seu filho não se movimentou muito nos últimos dias, você pode ter notado uma mudança no comportamento. Para muitas crianças, a falta de atividade física provoca irritabilidade, agitação e dificuldade na concentração. O grande problema é que, sem poder sair de casa, a prática de exercícios fica limitada.

criancasquarentena03
Foto: Yanalya/Freepik.

A dica é propor brincadeiras que promovam a movimentação corporal e que possam ser feitos nos cômodos da casa. Você pode brincar de “o chão é lava”, com a ajuda do sofá e de almofadas pelo solo, fazer uma amarelinha no corredor com a ajuda de fitas coloridas, colocar uma música animada e dançar por alguns minutos, entre outras opções. Observe o ambiente que você tem disponível e tente, uma vez ao dia, realizar alguma atividade mais agitada para “gastar energia” com a criança.

Contato com a arte

Obrigatória nas escolas brasileiras desde 2016, a arte pode ser um recurso interessante para ocupar as crianças durante a quarentena. Em entrevista para a Época, a pesquisadora no campo da arte-educação Ana Mae Barbosa, explicou que a arte colabora para ampliar a inteligência e a capacidade perceptiva dos pequenos, já que se trata de uma forma de expressão, comunicação e interpretação.

criancasquarentena04
Foto: Freepik.

Na quarentena, o incentivo ao desenvolvimento de criações artísticas é ainda mais interessante porque pode ser realizado mesmo em ambientes pequenos. Fornecer materiais diferentes, propor a releitura de uma obra e até esticar uma folha maior no chão para permitir outros movimentos enquanto cria são algumas sugestões para esse tipo de atividade.

Compartilhando conhecimento

Muitas famílias permitem que as crianças acessem a Internet ou assistam televisão por determinado período de tempo. Se esse for o caso da sua família, uma forma de aproveitar ainda mais o tempo é focar em conteúdo educativo e, posteriormente, conversar com os pequenos sobre seus aprendizados.

criancasquarentena05
Foto: Freepik.

Você pode propor a pesquisa de determinado tema e trazer para a “vida real”. Digamos que você solicite que as crianças pesquisem sobre a Páscoa ao redor do mundo. Quando os pequenos compartilharem o que descobriram, você pode replicar uma das tradições em casa.
É uma forma lúdica de fixar conteúdo e aproveitar o tempo que eles tem em contato com eletrônicos.

Dica extra: organizando a rotina

Por mais que muita gente não goste de seguir uma rotina, é inegável que ter uma agenda faz toda a diferença para os pequenos. Não é à toa que os dias nas escolas são bem estruturados, com horários definidos para se alimentar, estudar, brincar, etc. Por isso, é essencial que se mantenha um certo controle, mesmo neste período. A máxima de que “quarentena não é férias” é ainda mais importante para as crianças.
Para organizar essa agenda, a dica é pensar em conjunto com a rotina dos pais. Enquanto muitas empresas  permitiram o trabalho home office, algumas escolas se adaptaram para oferecer aulas online. Se este for seu caso, é possível combinar o seu trabalho enquanto a criança está estudando, para que pais e filhos estejam concentrados em suas respectivas funções.
Paciência, criatividade e organização é o que você precisa neste momento para ocupar as crianças durante a quarentena. Ideias não faltam de como entreter os pequenos e você também solicitar sugestões com outros pais. Assim, esse período complexo tem tudo para ser mais leve e agradável.

Texto: Luana Biral.
A foto (da home e) que traz até este post é de bady qd/Unsplash.


1 comentário em “Como ocupar as crianças durante a quarentena”

Deixe um comentário