15 Lugares para acampar em SP


São Paulo tem um mundo a oferecer. Além das já famosas inúmeras atividades artísticas e culturais, da noite agitada e da rica e diversificada gastronomia, a capital financeira do país surpreende e “esconde” até um bairro com cachoeiras e aldeia indígena, habitat de animais como a Onça-parda.  O Estado de São Paulo por sua vez também possui destinos que estão entre os mais belos do país como as praias do litoral norte e as belas cachoeiras do interior.

Neste post vamos sugerir 15 lugares para viajar perto de SP, para você visitar num feriadão, num bate-volta ou para explorar mais e fazer aquela bela road trip e claro, alguns vão deixar você com vontade de ficar por ali mesmo.  Partiu arrumar a mochila?

01 – Paranapiacaba

Este é aquele passeio barateza. A histórica vila inglesa pertencente a cidade de Santo André fica a 44Km da capital e você pode chegar lá de transporte próprio ou de trem e ônibus: descendo na estação Rio Grande da Serra, de onde partem ônibus para Paranapiacaba ou de ônibus pego no Terminal Rodoviário de Santo André.
Além dos passeios na vila, as trilhas em Paranapiacaba são boa pedida para quem quer um pouco de aventura e contato direto com a natureza, pertinho de Sampa.
A opção para você acampar em Paranapiacaba é o Rock Bar e Camping, Simplão de Tudo. Se Rock n’roll não é a sua praia… ou você se abre e convive, ou não se hospeda por lá. O camping fica a 8Km da vila de Paranapiacaba, mas informações podem ser conferidas na página deles no Facebook https://www.facebook.com/simplaodetudooficial/

Visual da Trilha da Ferradura em Paranapiacaba | Foto: rafacarvalho33
Visual da Trilha da Ferradura em Paranapiacaba | Foto: rafacarvalho33

02 – Prumirim – Ubatuba

Ubatuba é um dos mais belos destinos do litoral paulista e na cidade há algumas opções de lugares para acampar (isso fica para um próximo post). Prumirim, uma bela praia de areia grossa e amarelada que dá belos pores-do-sol é um deles. Além da praia, nos arredores há a Cachoeira do Prumirim que apesar de ter um acesso muito fácil (pela rodovia – BR 101) e por isso às vezes lota, garante um belo banho de água doce depois do mar.
O http://www.campingprumirim.com/ é uma das opções para você acampar por lá. O local também oferece chalés.
Item fundamental para Ubatuba e região: re-pe-len-te! E dos bons!

Praia do Prumirim | Foto: Rogério Cassimiro/MTur.
Praia do Prumirim | Foto: Rogério Cassimiro/MTur.
Cachoeira do Prumirim - Ubatuba - SP
Cachoeira do Prumirim | Foto: xxcharles

03 – Camburi das Pedras – Ubatuba

Na divisa com Paraty (RJ), Camburi das Pedras ou Camburi é um dos pequenos paraísos de Ubatuba. É mais um lugar na cidade que oferece o banho de água doce (na Cachoeira da Escada) depois daquele banho de mar. Camburi faz parte do Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar.
O pessoal do Ecodurismo visitou o local e destacou o fato de por lá haver cachoeira e praia num só lugar, em São Paulo!
Em Camburi algumas das opções de camping são o Ypê  e do Tio Fábio.
Estando na região, visite também a Picinguaba – é especial! (Se puder evite finais de semana e feriados prolongados porque a praia é bem pequena e fica super lotada).

Praia do Camburi/Foto: Divulgação/Parque Estadual da Serra do Mar.
Praia do Camburi/Foto: Divulgação/Parque Estadual da Serra do Mar.

04 – Praia do Bonete – Ilhabela

A Praia do Bonete é uma das mais belas do Estado e já foi considerada (pelo jornal britânico The Guardian) uma das mais belas praias do Brasil e acampar por lá é poder estar em um pequeno pedacinho de paraíso.
Você pode já começar a aventura chegando à praia via trilha de cerca de 12Km pelo Parque Estadual de Ilhabela ou de barco.
O esforço de quem escolheu chegar lá por trilha é recompensado pela exuberante Mata Atlântica bem preservada e pelas cachoeiras de água cristalina do caminho, como a do Areado e da Laje.
Uma das opções de camping por lá é o Camping do Eugênio. Mais informações na página deles no Facebook: https://www.facebook.com/CampingBonete/

Vista na Trilha do Bonete | Foto: Lucas Furlan.
Vista na Trilha do Bonete | Foto: Lucas Furlan.

05 – Prainha Branca – Guarujá

A Prainha Branca pertence ao Guarujá, mas você vai pensar que ela fica em Bertioga. Outro passeio barato em São Paulo, é um destino no qual você pode chegar pegando o trem – descendo na estação Estudantes da CPTM – depois um ônibus ou lotação que sai desta estação para Bertioga e lá atravessar um braço de mar que levará a uma trilha leve até chegar à Prainha Branca, uma das areias mais branquinhas e fofinhas do litoral paulista. Local pequeno, de mar calmo, cercado de natureza.
Algumas opções de camping por lá que têm contato facilitado via internet são o Cantão e o do Recanto do Lago.
No relato ‘Dicas e impressões sobre a Prainha Branca – Guarujá‘ publicado no Mochileiros.com, a viajante Cristine Granato publicou uma lista com números de telefone de campings de lá.

Na imagem, o sol doura a areia branquinha da Prainha | Foto: Rafael Ramos/Flickr-CC.
Na imagem, o sol doura a areia branquinha da Prainha | Foto: Rafael Ramos/Flickr-CC.

06 – Araçariguama

A apenas 48Km de São Paulo a cidade oferece belas paisagens, cachoeira e montanhas, a mais famosa delas o Morro do Vuturuna. Já o Morro do Mombaça atrai quem quer praticar voo duplo e se depois da aventura você quiser tomar um banho de cachoeira, a Cachoeira do Rio Acima, com 2 quedas de 3 metros forma uma piscina natural.
Uma mina de ouro do tempo dos bandeirantes e até um campo de golf (dos mais raros da América Latina, por seu desenho entre vales) fazem parte das atrações de Araçariguama.
Uma das opções de camping por lá é o Serra da Estrela: http://www.serradaestrela.com.br/

Cachoeira em uma das trilhas | Foto: Carlos Fuca
Cachoeira em uma das trilhas | Foto: Carlos Fuca

07 – Ibiúna

A cerca de 72Km da capital, Ibiúna conta com várias cachoeiras e uma das maiores áreas protegidas de Mata Atlântica do Estado, o Parque Estadual do Jurupará (nele estão as cachoeiras da França, da Fumaça e da Norma).
Com uma topografia bastante irregular, apresentando montanhas, serras e encostas é procurada também por praticantes de off-road, que escolhem a estrada dos antigos carvoeiros para palco de suas aventuras 4×4.
Uma das opções por lá é o Camping das Gaúchas (atende somente com reserva).

Área do Parque Estadual Jurupará | Foto: Uriel Passos Rios/Divulgação/Governo do Estado de SP
Área do Parque Estadual Jurupará | Foto: Uriel Passos Rios/Divulgação/Governo do Estado de SP

08 – PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira)

Considerado Sítio do Patrimônio Natural da Humanidade a área do parque conta com diversas cachoeiras, quilombo (o qual é possível conhecer e vivenciar um pouco da cultura quilombola) e impressionantes complexos de cavernas, um dos mais belos do Brasil. Fica entre as cidades de Iporanga e Apiaí, a cerca de 360Km da capital paulista.
Os principais núcleos de visitação do PETAR estão na cidade de Iporanga então é interessante buscar uma hospedagem neste município. Algumas opções de camping por lá são o CampMoria e o Camping do Benjamim.

A cachoeira do Beija Flor ou do Betarizinho tem 45 metros | Foto: xxcharles.
A cachoeira do Beija Flor ou do Betarizinho tem 45 metros | Foto: xxcharles.
Caverna no Núcleo Caboclos, do PETAR | Foto: Uglas pelo mundo
Caverna no Núcleo Caboclos, do PETAR | Foto: Uglas pelo mundo

09 – Parque Estadual Intervales

Localizado entre as cidades de Ribeirão Grande, Guapiara, Sete Barras, Eldorado e Iporanga, com os parques estaduais do PETAR, Carlos Botelho, a Estação Ecológica do Xitué, a Área de Proteção Ambiental dos Quilombos do Médio Ribeira e parte da Área de Proteção da Serra do Mar formam a maior área contínua de mata atlântica do país.
Assim como o PETAR, o Intervales tem incríveis cavernas e em ambos são oferecidas no entorno, atividades como tirolesa, arvorismo, rapel, escalada entre outros.
Dentro do Intervales há 3 pousadas e no seu entorno, outras opções de hospedagem. Mais informações sobre hospedagem contate o parque através do e-mail [email protected] ou dos telefones (15) 3542-1511 / (15) 3542-1245.
A sede administrativa do parque fica em Ribeirão Grande.

Caverna no Parque Estadual Intervales | Foto: Caio Vilela/CC
Caverna no Parque Estadual Intervales | Foto: Caio Vilela/CC

10 – Tapiraí

Trilhas e cachoeiras como as Belchior, do Chá, do Juquiazinho e do Beija-flor são algumas opções na cidade que fica a 135Km da capital paulista.
Uma das opções de camping por lá, a cerca de 5 minutos do centro urbano de Tapiraí é o Camping Vale das Trilhas: http://www.valedastrilhas.com.br/

Cachoeira do Chá | Foto: Rafael Pereira Alves/CC
Cachoeira do Chá | Foto: Rafael Pereira Alves/CC

11 – Pedregulho (Parque Estadual Furnas do Bom Jesus e Represa do Estreito)

A cidade de Pedregulho, a 455Km da capital paulista abriga o Parque Estadual Furnas do Bom Jesus que preserva remanescentes do Cerrado Paulista. O local possui trilhas, mirantes e cachoeiras com destaque para a Cascata Grande, a maior do parque, com 132m de queda livre.
Você encontra mais informações sobre as trilhas do parque clicando aqui.  Uma das opções de camping por lá é a Estância Alto Boa Vista, falar com seu Alcimar no WhatsApp (16) 99165-4683 ou através do (16) 98181-5796.

Cascata Grande -  Parque Estadual Furnas do Bom Jesus | Foto: Ken Chu/Secretaria de Turismo do Governo do Estado de SP
Cascata Grande –  Parque Estadual Furnas do Bom Jesus | Foto: Ken Chu/Secretaria de Turismo do Governo do Estado de SP

Da Vila Residencial da Usina do Estreito que fica às margens da Represa do Estreito, sai um passeio de barco que chega a várias cachoeiras da região com destaque para a Cachoeira do Amanteigado, essa da foto abaixo. O passeio é feito pela agência Turismo Pedregulho.

Cachoeira do Amanteigado uma das cachoeiras da Represa do Estreito (Rio Grande)   | Foto: Ken Chu/Secretaria de Turismo do Governo do Estado de SP
Cachoeira do Amanteigado uma das cachoeiras da Represa do Estreito (Rio Grande)   | Foto: Ken Chu/Secretaria de Turismo do Governo do Estado de SP

12 – Itirapina

Mais de 20 cachoeiras, dentre elas a espetacular Cachoeira do Saltão fazem parte dos atrativos naturais de Itirapina, que tem trilhas, mirantes e fazendas históricas. Está a cerca de 30km de Brotas, outro destino paulista bastante conhecido e que pode fazer parte do seu roteiro.
Uma opção de camping por lá é o Camping da Cachoeira do Saltão.

Saltão – Mirante das Águas | Foto: Divulgação Saltao.com.br
Saltão – Mirante das Águas | Foto: Divulgação Saltao.com.br

13 – Acampar no Cânion do Pirituba – Itapeva (SP)

O Cânion do Pirituba fica a 40 km do centro da cidade de Itapeva, no sudoeste do Estado de São Paulo, numa área de transição entre Cerrado e Mata Atlântica. O Cânion é denominado como Escarpamento Estrutural Furnas, uma formação em arenito que constitui em um raro Sítio Geomorfológico no Brasil.
Além da beleza cênica do cânion a região também conta com a Cachoeira 3 Quedas e a Cachoeira do Palmito Mole

Cânion do Pirituba | Foto: Tiago Degaspari/Reprodução Youtube.
Cânion do Jaguaricatú – Foto: Rubens Rosa / Panoramio
Cânion do Jaguaricatú – Foto: Rubens Rosa / Panoramio

O Vale do Jaguaricatú está localizado na cidade Sengés no Paraná em uma região de Cerrado e Mata Atlântica e oferece aos viajantes paisagens únicas como a do Cânion Jaguaricatú, grutas com inscrições rupestres, falésias e uma rica vegetação, além de várias cachoeiras e o mirante do Corisco, onde se pode vislumbrar a cachoeira formada pelo Rio Capivari.
Quem foi? – No Mochileiros.com há relatos de alguns viajante que já passaram por lá. Confira nestes tópicos aquiaquiaqui e aqui.
Mais informaçõeswww.facebook.com/sengesturismo

A região de divisa entre os estados de São Paulo e Paraná nestes pontos do Cânion do Pirituba, na paulista Itapeva e o Vale do Jaguaricatú, na paranaense Sengés dão uma bela road trip. Uma opção de camping que atende a quem estiver viajando pela região fica na cidade de Itararé (SP), o Camping Recanto Rio da Vaca.

14 – Juquitiba

Juquitiba fica na região metropolitana de São Paulo, a 70Km da capital e por lá o viajante Diogo Rodrigues, do ‘Uma câmera na mão e o pé na estrada’ encontrou um lugar bem bacana para acampar. Um sítio de 500.000m² com hortas, casas feitas de barro e que desenvolvem permacultura e para total integração com a preservada natureza do local é possível acampar à beira do lago.  Abaixo, um vídeo que ele fez do local.

Confira também o relato sobre o “Projeto Walden XXI” (em alusão ao livro ‘Walden; or, life in the woods’ – Walden ou a vida nos bosques – obra do escritor Henry David Thoreau) que o Diogo publicou no Mochileiros.com.

15 – Acampar na Terra indígena Tenondé Porã

Muita gente busca conhecer de perto um pouco da cultura indígena e ali mesmo no extremo sul da capital pode encontrar a maior terra indígena da região sudeste. Composta pelas aldeias Tekoa Kalipety, Krukutu, Tape Mirĩ, Tenonde Porã e Yrexakã do povo Guarani Mbya a área tem diversos atrativos naturais. Há trilhas de fácil acesso, de 500m a 1Km de extensão.
A experiência nas aldeias permite que pequenos grupos de visitantes realizem um turismo de vivência nelas por 3 dias, com participação em atividades do cotidiano. O roteiro inclui alimentação e hospedagem em camping.
Todas as visitas devem ser agendadas. Mais informações no https://tenondepora.org.br/
Além do dia-a-dia e da cultura destes povos você poderá conhecer de perto também um pouco das comidas indígenas brasileiras. É sem dúvida uma experiência enriquecedora!

Uma oportunidade de conhecer a cultura indígena de perto sem sair da cidade de São Paulo! | Foto: Divulgação/Tenonde Porã.org

E você, que lugares para viajar perto de SP acrescentaria a essa lista? Deixe a dica pra gente nos comentários!

Confira também:


21 comentários sobre “15 Lugares para acampar em SP”

  1. Excelente matéria!!! Li e fui logo conhecer Camburi das Pedras em Ubatuba… Lugar incrível!!! Praia e rio juntos e um por do sol de cair o queixo!!!! Valeuuuuuu

  2. Para quem gosta de pássaro e de fotografar, será lançado neste sábado dia 17/11/18 em Analândia no festival gastronômico da RT Serra do Itaqueri o roteiro para esse hobby, serão matas de teria fazendas em Itirapina.

  3. Paranapiacaba é quase minha casa! Moro em Rio Grande da Serra.
    O simplao de tudo é um lugar mágico e não toca só rock !

  4. Super indico.

    Cachoeira das Arapongas
    Em Apiaí.

    A Cachoeira das Arapongas está em Apiaí. Também ao longo da SP 165, rodovia que liga Apiaí à Iporanga ou ao PETAR. É autoguiada e na entrada paga uma taxa de R$ 5,00 por pessoa ao morador local. Tem quase 60 metros de altura e é uma das mais bonitas do circuito.Temos também o Núcleo Caboclos que conta com trilhas, paredão para rapel,escalada, cachoeiras e a nossa incrível caverna TEMIMINA …

  5. Obs: A 1a foto da Cascata Grande é fake…. não há uma represa/lagoa na frente da cachoeira. Fato evidenciado pela 2a foto… 😉

  6. Cara do céu, que post maravilhoso, quanta coisa bonita, quanta VIDA!!!!!
    Te prepara, Carvalhos Campistas, quero conhecer todos!!!!!
    Muita gratidão ao belíssimo trabalho, parabéénss!!!!

    • Moro em Eldorado no Vale do ribeira e tem a Caverna do Diabo e a queda do meu Deus considerada ja a mais bonits cachoeira de SP

    • Que bom que você gostou André! Ficamos contentes! Depois, se quiser dividir um pouco da viagem do seu grupo com a gente, fique a vontade para contar um pouco dela via bit.ly/EnviarRelato 🙂

  7. Pessoal!! Vale a pena conhecer: Sao bento do sapucai. Normalmente eu acampo na cachoeira dos amores, 25 reais por pessoa!! É um lugar incrivel! Boas comidas, cachoeiras, trilhas! Vale a pena!

Deixe um comentário

Log in

Esqueceu a senha?

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Enviando Arquivo…