Brasil lança rede de trilhas de longo curso


Os ministérios do Turismo e Meio Ambiente,  assinam amanhã (19), portaria criando a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade, a Rede de Trilhas.
Quatro grandes corredores vão conectar paisagens naturais do país. A meta é chegar a 18 mil km interligando unidades de conservação, paisagens e ecossistemas naturais. A criação também tem o intuito de reconhecer e proteger rotas pedestres de interesse natural, histórico e cultural, além de sensibilizar a sociedade para a importância do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (Snuc).
Até o momento, 1,9 mil quilômetros estão prontos e a estruturação dos demais quilômetros deve ocorrer em 20 anos. A expectativa é de que a rede movimente 2 milhões de pessoas por ano.
“O ecoturismo representa uma das maiores oportunidades que temos de nos posicionar no cenário internacional para atrair turistas e divisas para o país. Diversos países, como os Estados Unidos, servem de exemplo de como usar de forma sustentável os atrativos naturais para movimentar a economia”, comentou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz. De acordo com o estudo de competitividade do turismo do Fórum Econômico Mundial, o Brasil é o número um do mundo em atrativos naturais.
A portaria será assinada durante a 19ª edição da Adventure Sports Fair que vai de 19 a 21 de outubro, mas o anúncio da criação do Sistema Brasileiro de Trilhas de Longo Curso foi anunciado há um ano (aqui).

Circuitos

Os circuitos são o Litorâneo, do Oiapoque (AP) ao Chuí (RS); o Caminhos Coloniais, do Rio de Janeiro até Goiás Velho (GO); o Caminhos dos Goyases, entre Goiás Velho e a Chapada dos Veadeiros (GO); e o Caminhos do Peabiru, ligando o Parque Nacional do Iguaçu (PR) ao litoral paranaense.
Entre as trilhas já sinalizadas, estão o Caminho da Serra do Mar (RJ), a Transcarioca (RJ), a Transespinhaço (MG), a Rota Darwin (RJ-PE) e o Caminho das Araucárias (RS/SC), que integram o corredor Litorâneo; o Caminho de Cora Coralina (GO) e o Caminho da Floresta Nacional de Brasília, que fazem parte do Caminhos dos Goyases; a Trilha Chico Mendes (AC); e a Transmantiqueira (RJ, MG e SP), que estão sendo percorridas pelos primeiros grupos de aventureiros e exploradores.
Meses atrás falamos um pouco sobre quais serão os primeiros percursos do ‘Sistema Brasileiro de Trilhas de Longo Curso’.

Trabalho de sinalização na Transmantiqueira, trilha que cruzará cruzará 37 cidades de SP, MG e RJ | Foto: Leonardo Cândido/Divulgação ICMBio.
Trabalho de sinalização na Transmantiqueira, trilha que cruzará cruzará 37 cidades de SP, MG e RJ | Foto: Leonardo Cândido/Divulgação ICMBio.

Economia

Além de servir de opção de esporte na natureza e conectar unidades de conservação federais, estaduais e municipais, contribuindo para o fluxo da fauna, a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso tem potencial para ajudar a aquecer a economia das cidades localizadas ao longo dos percursos.
“Os moradores das cidades próximas das trilhas poderão explorar serviços de hospedagem, camping, guias, alimentação, entre outros, incrementando as atividades econômicas regionais. Isso sem falar na venda de equipamentos, como mochilas, tênis e outros materiais usados nas caminhadas”, explica o coordenador de Uso Público do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Pedro Menezes.

Experiência

O sistema brasileiro de trilhas de longo curso foi inspirado nas experiências internacionais, em especial no sistema europeu. É formado por grandes trilhas nacionais compostas por trilhas regionais menores, uma acabando onde começa a outra. Assim, cada uma pode ser percorrida em espaços de tempo variados, encaixando-se em diferentes períodos de férias – uma semana, duas semanas ou até um mês. “Isso permite ao ecoturista voltar para casa com a
sensação de ter atingido o objetivo de completar a totalidade de uma trilha”, ressalta Menezes.
O coordenador cita, como exemplos, a Trilha Transmantiqueira (MG, RJ e SP) e o Caminho das Araucárias, entre Canela (RS) e o Parque Nacional de São Joaquim (SC), que podem ser feitas em três semanas. Outros exemplos são a Trilha Transcarioca, no Rio de Janeiro, que leva 10 dias de caminhada, e trechos menores, como Caminhos da Serra do Mar ou as voltas da Juatinga e da Ilha Grande, todas no Rio de Janeiro, que levam sete dias de caminhada.

Saiba mais sobre o assunto:

Com informações do Ministério do Turismo.
A foto (da home) e que abre este post é de Duda Menegassi/Divulgação ICMBio. Os percursos do Sistema Brasileiro de Trilhas de Longo Curso são sinalizados com uma pegada amarela sobre uma base preta, indicando o sentido a ser percorrido.


11 comentários sobre “Brasil lança rede de trilhas de longo curso

  1. Só lembrando que essas trilhas passam por muitas propriedades alheias. Que se algum coiso ruim ganhar o proprietário vai ser autorizado a atirar.

  2. Parabéns pela iniciativa estamos todos finais de semana em trilhas, Paraná Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais ,Espírito Santo ! Espero que possa ainda conhecer muitas outras !

  3. Adoro fazer trilhas, mas ainda não sinto segurança nas trilhas do Brasil, pois a maioria não está em parques nacionais e as que estão em sua maioria não tem o mínimo de infraestrutura e segurança então… é algo raro. Geralmente acabo optando pelo Chile e Argentina, pois nesses países o know-how é bom demais. Mas espero que esse projeto tenha sucesso.

  4. bom dia, Temos em nosso Brasil, no Turismo e receptivo uma vocação natural. Esta é uma excelente iniciativa, que deve ser abraçada pelas comunidades locais para que consiga ter vida longa. Estou iniciando um projeto virtual para refazer uma das trilhas do Caminho do Peabiru, saindo de São Vicente (Oceano Atlântico, litoral de São Paulo), passando pelo Paraná-PR, na Cidade de Peabiru, e depois seguindo para o altiplano, até Cuzco (Perú) e chegando finalmente em Arequipa (Oceano Pacífico).
    Vamos juntos neste projeto???
    PEABIRU VIRTUAL – Do Atlântico ao Pacífico

  5. Boa tarde;/

    Iniciativa bacana que para nós praticantes de corridas de montanhas é muito bem vinda a iniciativa…. parabéns

  6. Muito boa essa iniciativa, de criar trilhas de longos percursos, como já existem em outros países. Espero, portanto que seja bem executada, e com muita segurança.

Deixe um comentário

Log in

Esqueceu a senha?

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Enviando Arquivo…