Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''bósnia e herzegovina''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Faça perguntas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Encontre Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Envie e leia Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Encontre companhia, faça perguntas e relate experiências em Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Travessias
  • Tire dúvidas e avalie Equipamentos
    • Equipamentos
  • Outros Fóruns
    • Demais Fóruns
    • Saúde do Viajante
    • Notícias e Eventos

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 3 registros

  1. Já usei tanto esse Fórum para planejar viagens, que me sinto na obrigação de postar o máximo possível aqui tbm a fim de ajudar futuros viajantes. Estou viajando com meu amigo Luan pelo mundo desde novembro de 2021. Incluímos os Países dos Balcãs no roteiro no decorrer da viagem e acabou sendo EXCELENTE! Chegamos em Mostar em 25/03/2022. A Bósnia-Herzegovina foi nosso 12º país visitado nesse Mochilão de Volta ao Mundo. A gente mostra tudo dessa viagem no nosso Insta e no nosso Canal do YouTube: Insta: https://www.instagram.com/brotherspmundoo/ Canal: https://www.youtube.com/c/BrotherspeloMundo/videos Segue resumão de tudo que vimos nessa cidade surpreendente, Mostar: A 129 km de Sarajevo, viemos a Mostar para explorar um pouco do interior da Bósnia-Herzegovina. Old Bridge, no centro de Mostar A cidade é conhecida pelo seu centro histórico com arquitetura fascinante e pelo rio de águas azuis cristalinas que a divide no meio. O país se chama Bósnia-Herzegovina e não é a toa: são de fato duas regiões, sendo a “capital” da região Herzegovina a cidade de Mostar. Muita cultura e muita história por essas ruelas e pontes de mais de 400 anos. Fizemos um vídeo com todas nossas dicas e impressões dessa cidade incrível: De Sarajevo a Mostar de trem: Viemos de trem. Trajeto que deveria ter durado 1h30 acabou durando 3 horas. Pq? Porque o trem quebrou kkkk a vista que se tem desse trem é considerada uma das mais bonitas dos Balcãs, mas não conseguimos apreciá-la, pois escureceu antes de chegarmos às partes mais bonitas – devido à quebra do trem no meio do caminho. A passagem custou 12 markos (metade do valor que pagaríamos de ônibus). O trem partiu de Sarajevo às 16:40 – há outra opção às 07:15 da manhã. Assim que o trem quebrou, ouvimos bósnios reclamando e dizendo “toda vez isso acontece”, ou seja: é algo recorrente, então se você estiver com pressa, talvez o melhor seja pegar o ônibus. Resumão: Come-se muito bem aqui por 10 markos (aproximadamente 5,60 dólares). Pagamos 12 markos cada diária em um hostel a 500 metros do centro histórico (Dada Hostel, com café da manhã incluso). Ao atravessar a Ponte Velha e passar pela torre de Tara, logo já se depara com uma das ruas mais movimentadas do centro da cidade: aonde localiza-se o bazar Kujundžiluk. Este mercado a céu aberto é aonde encontram-se das mais tradicionais lojas de artesanato da cidade – além dos melhores restaurantes. Contextualizando, a Bósnia-Herzegovina foi dominada pelo Império Otomano por quase 500 anos e, justamente por conta disso, ainda há uma forte herança cultural por aqui. E isso fica ainda mais evidente nessa parte da cidade! Há muitas mesquitas espalhadas por toda a cidade. Os preços são ligeiramente mais baratos que Sarajevo, a capital. O nome dessa cidade provém de duas palavras. Most, que significa ponte, e pode ser traduzido como “O guardião da ponte”. Centro de Mostar: Seu mais famoso e importante cartão postal é justamente essa ponte que se vê ao nosso fundo (de noite e de dia). Essa ponte, chamada de Ponte Velha é feita em pedra e foi construída no século XVI, durante o reinado de Solimão, o Magnífico, quando a Bósnia Herzegovina ainda era parte do Império Otomano. A ponte é um exemplo máximo da arquitetura islâmica dos Balcãs. Com um belo arco, a ponte estende-se sobre o rio Neretva a uma altura de 24 metros. Tem 30m de comprimento e 4m de largura, com uma torre de pedra em ambas as pontas. A Ponte Velha ficou intocada por mais de 400 anos, até que em 1993, foi destruída durante a guerra na Bósnia. Dez anos após a guerra, a Ponte Velha foi completamente reconstruída no mesmo local e usando o mesmo método antigo que os construtores originais usaram há quase 500 anos – garantindo, assim, um espaço entre os Patrimônios da UNESCO. 2 dias e 2 noites são o suficiente para se explorar absolutamente tudo por aqui. A menos que você vá a algum passeio nas proximidades: há diversas cachoeiras e trilhas a serem feitas na região e todas devem ser visitadas acompanhado de guia, sendo assim, são passeios de longa duração e que custam a partir de 20 markos. Não fizemos nenhum desses passeios, mas quem os fazem dizem que vale bastante a pena. Hotéis e hostels estão predominante espalhados no centro! O que de fato se torna uma mão na roda, afinal, você estará a poucos minutos a pé das principais atrações da cidade. Tomar um café bósnio é uma das coisas obrigatórias a se fazer por aqui – a partir de 3 markos. Mostar nos pareceu ainda mais turístico do que Sarajevo – provavelmente pela proximidade com Dubrovinik (a cidade mais visitada da Croácia e dos Balcãs), o que se reflete na forte presença de turistas durante o dia e poucos à noite (muitos optam por fazer day tours por aqui). Post extraído do nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/07/11/guia-mochileiro-de-mostar-bosnia-herzegovina-precos-nossas-impressoes-e-dicas/
  2. Mochilão de Volta ao Mundo: eu e meu amigo Luan, com quem tenho amizade há mais de 15 anos, estamos realizando esse Mochilão e mostrando tudo em: Nosso Canal no YouTube: https://www.youtube.com/c/BrotherspeloMundo Nosso Insta: https://www.instagram.com/brotherspmundoo/ Nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/ Chegamos na Bósnia-Herzegovina em 21/03/2022. Foi nosso 12º país visitado nesse Mochilão de Volta ao Mundo. Segue resumão de tudo que vimos na capital, Sarajevo: Após 8 horas de viagem, saindo de Belgrado, chegamos à Sarajevo, capital da Bósnia e Herzegovina. Como viemos da Sérvia, o ônibus nos deixou na rodoviária de Sarajevo Leste, isto pé, a parte sérvia da cidade (sim, por conta da guerra, até hoje algumas cidades da Bósnia seguem divididas entre lado sérvio e lado bósnio, infelizmente). Atente-se a isto, pois essa rodoviária é bem longe do centro e fica, literalmente, no meio do nada, sendo táxi o único modo de ir até o centro. O taxista nos cobrou 15 euros (como não há casas de câmbio na região, ele nos cobrou em euros). E são 8 km até o centro. Chegar à noite pode ser um problemão! À propósito, temos um post com todas as dicas de transporte pelos países dos Balcãs – países com tão pouca informação na internet em português. Nosso vídeo com todas as dicas de Sarajevo: De toda forma, Sarajevo foi uma cidade bem diferente de todas que passamos até então, extremamente montanhosa, cheia de mesquitas e com uma atmosfera de cidade de interior, mesmo sendo uma capital. Aliás, sua população é pequena: 300 mil habitantes. Ficamos 5 dias por aqui. Uma das cidades que mais nos surpreenderam até o momento. Ficamos no @hostelthegoodplace: 22 markos (aproximadamente 12 dólares) por noite. Alimentação: Come-se muito bem a partir de 10 markos em qualquer restaurante do centro com pratos bem servidos. Quando não se quer ter uma refeição completa, recomendamos um Kebab (como todo país com forte presença muçulmana, aqui se encontra por toda parte lanchonetes que vendem Kebab) a partir de 3 markos e, principalmente, Borek (prato típico dessa região da Europa – Região dos Balcãs). Trata-se de uma torta de massa folhada, cujo recheio pode ser de espinafre, queijo, batata, abóbora e carne – cada borek com cada recheio leva um nome diferente. O atendente irá cortar um pedaço na hora e pesar. 1 kg de borek custa a partir de 10 markos. Como uma porção é, em média, 250 gramas, o valor gira em torno de 2,50 markos, cada porção. Excelente valor e muito gostoso para café da manhã, café da tarde ou, até mesmo, para almoço. Baklava – o doce mais tradicional daqui: a partir de 2,50 markos. Há versões de chocolate, pistache, cereja etc um mais gostoso que o outro. Museu interessante: Museum of crimes against humanity and genocide: 10 markos; Dinheiro: Há casas de câmbio e terminais ATM em todo lugar! Alguns bancos cobram taxas exorbitantes para saque. Exceção: ZiraatBank, banco turco com vários terminais aqui! Eles não cobram taxa! Ah, e é bom sempre ter dinheiro em espécie, pois muitos lugares aqui não aceitam pagamento em cartão. Conversão atual: 1 dólar = 1,78 markos / 1 euro = 1,90 markos. A forte presença turca na cidade fez com que nos sentíssemos na Turquia. O Império Turco-Otomano dominou essa região por quase 500 anos, o que, naturalmente, deixou seu legado na arquitetura e costumes, mas a presença turca se tornou maior recentemente, especialmente após a Guerra da Bósnia (conflito e genocídio que se deu no desmembramento da antiga Iugoslávia. Resumidamente, a Sérvia queria manter a Bósnia-Herzegovina sob seu domínio e, por isso, atacou este país de maneira covarde e cruel de 1992 a 1995). Nosso tradicional rolê de vista panorâmica: Aqui em Sarajevo, a melhor vista se dá no Yellow Fortress. Caminhadinha de 20 minutos desde a Baščaršija (principal praça da cidade) e pronto! Melhor ponto para se apreciar um bom por do sol na cidade – e, ainda, observar todo o relevo único de Sarajevo e as diversas mesquitas presentes por toda a cidade e suas respectivas torres. Excelente passeio gratuito na cidade. O que também é muito marcante são os cânticos provenientes de todas as mesquitas nos arredores! Assim que o sol se põe, todas as mesquitas chamam seus fiéis para oração e, portanto, é possível ouvir pela cidade inteira – ecoando na colina. Abaixo, nosso post da Escala Brothers, a qual damos notas a importantes pontos das cidades que visitamos: Post completo no nosso blog: https://brotherspelomundo.wordpress.com/2022/07/07/guia-mochileiro-de-sarajevo-bosnia-e-herzegovina-precos-nossas-impressoes-e-dicas/
  3. Fala galera, beleza? Meu nome é Lucas e estou iniciando meu 9º mochilão agora dia 19/05/19 e ele vai até 11/08/19. Vou deixar meu roteiro aqui, caso alguém queira dar alguma opinião sobre a quantidade de dias, deslocamentos etc é só comentar; Eu saio de Brasília com destino a Madrid, vou ficar entre os dias 20/05 e 02/06 participando de um curso na Espanha, então vou colocar o roteiro a partir do fim do curso: Obs: Inicialmente eu montei este roteiro invertido, mas resolvi alterar pra não pegar a Croácia em julho. Eu já conheço Barcelona e Budapeste, além disso, eu gosto de andar bastante pra conhecer os pontos turísticos e normalmente evito museus. OBS 2: Nos comentários já adicionei o roteiro final. 03/06 Barcelona, Espanha 04/06 Barcelona > Zagreb, Croácia (avião) 05/06 Zagreb > Parque Plitvice Lakes, Croácia (ônibus) 06/06 Plitvice Lakes > Split, Croácia (ônibus) 07/06 Split 08/06 Split > Hvar, Croácia (barco) 09/06 Hvar 10/06 Hvar 11/06 Hvar 12/06 Hvar > Saravejo, Bósnia e Herzegovina (barco + ônibus) 13/06 Saravejo 14/06 Saravejo 15/06 Saravejo > Mostar, Bósnia e Herzegovina (ônibus) 16/06 Mostar 17/06 Mostar > Dubrovnik, Croácia (ônibus) 18/06 Dubrovnik 19/06 Dubrovnik 20/06 Dubrovnik 21/06 Dubrovnik > Kotor, Montenegro (ônibus) 22/06 Kotor 23/06 Kotor > Budva, Montenegro (ônibus) 24/06 Budva 25/06 Budva > Tirana, Albânia (ônibus) 26/06 Tirana 27/06 Tirana 28/06 Tirana > Berat, Albânia (ônibus) 29/06 Berat 30/06 Berat > Sarande, Albânia (ônibus) 01/07 Sarande 02/07 Sarande > Ohrid, Macedônia (ônibus) 03/07 Ohrid 04/07 Ohrid 05/07 Ohrid > Skopje, Macedônia (ônibus) 06/07 Skopje 07/07 Skopje <> Pristina, Kosovo (ônibus) 08/07 Skopje 09/07 Skopje > Sófia, Bulgária (ônibus) 10/07 Sófia 11/07 Sófia 12/07 Sófia > Plovdiv, Bulgária (ônibus) 13/07 Plovdiv 14/07 Plovdiv > Varna, Bulgária (ônibus) 15/07 Varna 16/07 Varna 17/07 Varna > Bucareste, Romênia (ônibus) 18/07 Bucareste 19/07 Bucareste 20/07 Bucareste 21/07 Bucareste > Brasov, Romênia (ônibus) 22/07 Brasov 23/07 Brasov 24/07 Brasov > Cluj-Napoca, Romênia (ônibus) 25/07 Cluj-Napoca 26/07 Cluj-Napoca > Budapeste, Hungria (ônibus) 27/07 Budapeste 28/07 Budapeste > Ozora Festival, Hungria (trem + ônibus) 05/08 Ozora Festival > Budapeste 06/08 Budapeste 07/08 Budapeste > Bratislava, Eslováquia (trem) 08/08 Bratislava > Budapeste, Hungria (trem) 09/08 Budapeste 10/08 Budapeste 11/08 Budapeste > Brasília, FIM Alguma dúvida ou sugestão? OBS: logo abaixo coloquei o roteiro final.
×
×
  • Criar Novo...