Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''beto carreiro''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
    • Cupons de Desconto
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo e Mochilão roots
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 1 registro

  1. Nunca é tarde! Assim começo esse relato, querendo, inicialmente, me desculpar com todos os apaixonados pelo mundo que utilizam esse site para obter informações, se divertir e trazer sonhos à realidade. É como vejo o “Mochileiros”. Durante muito tempo tenho acessado o site e nunca me organizo para escrever... Mas, como nunca é tarde para começar, desta vez farei diferente. Espero poder contribuir de alguma forma e retribuir a imensa ajuda que sempre encontro. Infelizmente, demorei a fazer o relato e minha memória está me deixando na mão rsrs. Mas, vamos lá. Minhas férias foram decididas em cima da hora, por isso, não consegui separar tempo para pesquisar destinos e, principalmente, para cotar valores. Acabei tirando férias em janeiro- que é um mês ótimo para muitas coisas – mas, ruim em termos de $$$. Moro no Rio de Janeiro e acabei encontrando valores interessantes de voos para Floripa/SC. Comecei a pesquisar mais sobre o local e seus arredores e vi que era uma boa opção para viajar com crianças. Assim, montei meu roteiro para conhecer: Balneário Camboriú, Beto Carrero e Florianópolis. Alguns dados: - $ - não anotei rsrs e minha memória não é lá essas coisas! Mas, nosso tipo de viagem é aquela em que procuramos diminuir certos custos, mas mantendo algum conforto e, principalmente, segurança para as crianças. Por ser alta temporada, sei que consegui economizar e, ao mesmo tempo, fazer atividades interessantes. Mas, não poderei ajudar nesse quesito. - TEMPO: de 9 a 17/1/2015 (9 dias) - PESSOAS: 7. Eu, marido e filha de 2 anos + casal de amigos com dois filhos (de 3 e 9 anos). - CARRO: alugamos uma doblô durante toda a viagem. Quase sempre alugo carros quando viajo. Acho que vale a pena. Você tem um gasto a mais, é verdade, porém ganha em comodidade, tempo e energia; principalmente, ao viajar com crianças pequenas (e pesadas!). - HOSPEDAGEM: em Balneário, alugamos um apartamento, pois saiu mais em conta para o grupo. O imóvel fica em cima do Mc Donalds, entre as Avenidas Brasil e Atlântica. Essa localização é boa. Recomendo. Tem vários anúncios no site Alugue Temporada. Só alerto aqueles que forem viajar com crianças, que chequem se o imóvel possui telas de segurança. Ficamos num apartamento super alto, com janelas “mega escancaradas”, o que me gera pavor até hoje só de lembrar a preocupação que tive. Acabamos fechando quase todas as janelas (podem imaginar, né?!). Não sou paranoica, mas sou mãe de uma bebê escaladora!!! Já em Floripa, ficamos na Lagoa da Conceição, onde alugamos quartos na Pousada Manga Rosa. É simples, mas gostamos. A localização é muito boa. Segue o roteiro que fiz e que deixo como sugestão. Deu super certo. Dia 1 – sexta-feira Almoçamos em Floripa. Seguimos de carro até Balneário Camboriú (BC). Essa cidade é realmente o que a maioria diz: limpa e linda. As pessoas bastante simpáticas. Eu amei! À noite, demos um rolé pela orla e pelos arredores. A cidade estava lotada de gente e de carros de luxo. Pelo menos na alta temporada, o comércio fica aberto até tarde (2h, 3h da manhã). Dias 2 e 3 – sábado e domingo Fomos ao Beto Carrero. Amei o parque e recomendo para quem vai com crianças que fique 2 dias. Tínhamos outras opções de dias para visitar o parque, mas várias pessoas da região disseram que o domingo é o dia de menor movimento. Realmente, estava bem mais vazio que o sábado. Dica para quem vai com crianças: leve filtro solar, roupas leves/extras, boné e se for com bebês, alugue/leve carrinho. Se só puder fazer uma única coisa no parque, vá ao espetáculo do “Velozes e Furiosos”. É encantador. Se você tem uma criança pequena e acha que ela pode não curtir, esqueça! Minha filha tinha acabado de fazer 2 anos e hoje, 4 meses depois, ainda lembra de algumas coisas. Ela adorou a viagem. Um outro bebê que foi conosco de 3 anos, chorou quando voltou pro Rio (rsrs/Own). Vale a pena, eles curtem muito e, sabendo lidar com aquelas coisas naturais de se ter um bebê (comida, sono, banheiro, etc etc), dá para se divertir. Assisti a vários espetáculos e fui em vários brinquedos com minha filha. Foi muito divertido. Meu marido e um amigo andaram de helicóptero. É uma atração à parte. Eles gostaram muito. Para quem nunca andou, fica aí a oportunidade $$$ Dia 4 – segunda-feira Reservamos esse dia para conhecer as praias de Bombinhas, distante aproximadamente 37km de Balneário. As praias são bonitas. Vimos vários peixinhos e as águas estavam mornas e calmas. As crianças brincaram muito na água e na areia. Dia 5 – terça-feira Apanhamos o Bondidinho e nele conhecemos um pouco de Balneário. No ponto final, apanha-se o bondinho (Estação Barra Sul). Muito legal, dá pra ver a cidade toda. Mesmo que tenha medo de altura, vá, é super tranquilo. Descemos na praia de Laranjeiras e, à tarde, voltamos para conhecer o Parque Unipraias. Lá existe um mirante de onde se tem uma bela vista da cidade e também estão as atrações radicais. Pela hora avançada, só conseguimos ir na tirolesa Zip Ridder. A primeira impressão da tirolesa gera medo, mas a experiência é demais. Vença o medo e vá. A sensação dos hormônios saltitando, quando se chega lá em baixo, é show! Adrenalina pura. Dá vontade de ir de novo. Pergunte aos funcionários, mais ou menos, onde ficam as câmeras para que você saia bem na foto (tipo com olhos abertos, etc etc) rsrsrs. Embora seja rápido pra caramba, vc pode tentar. Eu consegui rsrsrs Depois da visita ao parque, ficamos no parquinho - bem legal - e no molhe da Barra Sul – também vale a pena conhecer. Dia 6 – quarta-feira Dia de dirigir de volta à Floripa. Fizemos o check in na pousada Manga Rosa. O esquema lá é de aluguel de quartos com utensílios (não oferecem comida). Em baixo da pousada há uma lavanderia. À noite, fomos conhecer a Lagoa da Conceição e apanhamos um cineminha num shopping (o qual não lembro o nome rsrs). Dia 7– quinta-feira Conhecemos as praias de Floripa: Jurerê, Canasvieiras, Ingleses. Demos sorte de pegar muito calor (nesses dias, estava mais calor que no Nordeste). As praias são legais. Em minha opinião, há praias mais bonitas (RJ: Ilha Grande, Arraial e outras ; Nordeste: várias), mas cada lugar tem sua beleza e cada um precisa ver com seus próprios olhos. Gostei muito de visita-las, passei momentos muito agradáveis. Dia 8– sexta-feira Visitamos o projeto Tamar e ficamos boa parte do dia na Lagoa, curtindo o calor, a brisa, o balanço gostoso das águas, fazendo stand up paddle, enfim, nos preparando psicologicamente para voltar para a correria do dia a dia. A Lagoa é um lugar bem legal para levar crianças, existem faixas de grama e árvores e, em dias de semana não fica cheia, dá pra fazer pique-nique, praticar esportes, de repente, levar uns jogos, etc. À noite, fomos a um rodízio. Dia 9– sábado Volta ao Rio de Janeiro. Leve seus filhos para viajar, isso faz toda a diferença na aquisição de cultura, conhecimentos, na formação do caráter e, principalmente, para consolidação dos laços familiares. É isso!
×
×
  • Criar Novo...