Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''ephesus''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas e Respostas
    • Destinos
  • Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Relatos de Viagem
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Lugares que já visitei


Próximo Destino


Ocupação

Encontrado 2 registros

  1. Oi! Foi uma viagem INCRÍVEL! Eu queria aproveitar bem minhas férias, mas não queria gastar muito dinheiro. Daí pesquisando, achei muito dificil comprar várias passagens de ônibus e agendar os tours por mim mesma. Daí conheci a Bonita Tour, que é puro amor <3 Falei com o Fatih, dono da agência, e ele fez um esquema ótimo pra mim. Foi assim: 1ª PARADA: ISTAMBUL >> ônibus noturno >> Kuşadası Chegamos em Kuşadası as 6h, um transfer nos pegou na rodoviária e fomos pro hotel. No mesmo dia, as 9h, fomos pra EPHESUS conhecer as ruínas e a casa onde, segundo a lenda, Maria morou até a morte. Tivemos o dia todo, as ruínas são lindas e tem gatos em todos os lugares! Chegamos no hotel só as 17h e tivemos a noite livre pra andar pela cidade e jantar. No dia seguinte, fomos pra PAMUKKALE, uma trilha de cidades em ruínas com teatro grego, que termina num conjunto de piscinas naturais aquecidas e lindas de morrer. Há quem diga que Cleópatra passou a lua de mel por lá. 2ª PARADA: Kuşadası >> ônibus >> FETHIYE Chegamos em Fethiye ao anoitecer, conhecemos a cidade e jantamos. No dia seguinte embarcamos num CRUZEIRO MAIS MARAVILHOSO de quatro dias, que passava por Kaş, Kekova e Simena. Pôr do sol lindo na ilha de St. Nicholas, mergulho na água transparente do Vale das Borboletas, comida boa no barco, dormir vendo estrelas, lindo lindo lindo! Depois de quatro dias, desembarcamos em Demre 3ª PARADA: DEMRE >> ônibus >> ANTALYA Antalya parece aquelas cidades grandes de praia. É gostoso, tem calçadão pra andar, ficamos num hotel maravilhoso dentro das ruínas, que é a parte antiga da cidade. Lá tem um museu bacana que conta muito da mitologia grega e dos sítios arqueológicos que tem por toda Turquia (a galera da Turquia curte umas pedras) 4ª PARADA: ANTALYA >> ônibus noturno >> CAPADÓCIA Chegando em Göreme, ficamos num hotel muito maravilhoso, o Cappadocia View Hotel. Como chegamos super cedo, dá pra ver o show de balões sobrevoando a cidade e a vista do hotel é incrível! Nesse hotel deixaram a gente fazer o check-in antes e ainda ganhamos um café da manhã! A Capadocia é um lugar CHEIO de histórias, visitamos cidades subterrâneas de até TRINTA ANDARES (ok, andamos só nos oito andares escavados e liberados pra turisma, mas é bem legal imaginar que ainda tem muitos andares pra baixo da terra). Nosso guia era expert no assunto, era professor e escreveu várias teses. Também nos levou por dentro do Ihlara Valley, onde teve umas filmagens de Star Wars, e no Parque Nacional de Göreme, onde tem as casas feitas de pedra. No dia seguinte a gente voou de balão e foi lindo, lindo, lindo. Tinha mais de 120 balões voando com a gente, não deu medo nenhum e foi super seguro! PASSEIO OBRIGATÓRIO! 5ª PARADA (e a última, volta Turquia): CAPADÓCIA >> ônibus noturno >> ISTAMBUL Chegando em Istambul fomos tomar chá com o Fatih, que organizou esse tour puro amor pra gente. Como fomos em outubro, ele nos avisou que mais pro fim do mês começa a chover e tínhamos que jogar os passeios mais legais pro comecinho. Não choveu nenhum dia porque Fatih nos salvou a vida! Ele mudou as datas dos passeios pra que a gente pudesse aproveitar o máximo e só pegamos chuva já em Istambul. Istambul é cidade grande, tem muita coisa pra ver. O que eu acho imperdível e que pouca gente vai, pq é meio desorganizado e tem muita fila, é o Palácio Dolmabahçe, onde os sultões viveram até a revolução. É incrível. Nunca tinha visto tanta riqueza assim. O tour pelo Harém é bem legal e custa só 10 TL a mais. Vale também a visita a Mesquita Süleymaniye, que tem uma vista linda de Istambul. Façam o tour do Bósforo que é bem lindo e não deixem de ir na parte oriental Minha viagem foi bem intensa e low cost a meu pedido. O que eu fiquei mais feliz foi que a Bonita Tour (e o Fatih, claro) me atenderam super bem e fizeram tudo do jeito que eu queria. E ainda: salvaram meu cruzeiro e meu voo de balão! Vão pra Turquia, o lugar é lindo, o povo adora brasileiro e se come bem gastando bem pouco
  2. Eu sou leitora deste site há muito tempo, mas só este ano efetuei meu registro. Resolvi fazer o relato retroativo de uma viagem realizada por mim e o marido antes do meu registro aqui no site pela relevância que ela teve para mim e com o objetivo de divulgar o destino, que é mágico! E tb tem algumas pessoas que me escrevem MP pedindo dicas, então já ficam todas dadas! PRÉ-VIAGEM Quando comecei a pensar para qual destino seria esta viagem (ocorrida em junho de 2013), só tinha em mente que queria ir “pra um lugar diferente”. Eu sempre sonhei em viajar mundo afora... então escolher um único destino quando vc quer conhecer o mundo todo, é tenso! A ideia inicial era Jordânia e Egito, abandonada em pouco tempo por falta de orçamento. Aí fiquei naquela... sem saber pra onde ir sem gastar um rim. Eu acompanhava muitos blogs de viagens e promoções, como o MD, e era fato que, graças ao sucesso de uma novela que passava na Globo à época, a Turquia estava em alta. Eu não assistia novela, mas sabia que a Turquia era um país islâmico, que continha a fantástica cidade de Constantinopla (hj Istambul) e tinha paisagens de outro mundo... e só. Aí fui dar uma olhada mais a fundo. Em meia hora eu tinha decidido que eu ia morrer se não fosse pra lá urgente!! Meu marido achou a ideia ótima, então bora! ROTEIRO O roteiro é o que está no título! Circular! Fizemos toda essa maratona de busão, com exceção da travessia do mar de Mármara, feita de Ferry. Mas tem como otimizar muito! HOSPEDAGEM Ficamos hospedados nas seguintes cidades: Istambul: hotel Ramada (não recomendo) Avanos (Capadócia): hotel Suhan (legal...) Pamukkale: hotel Tripolis (recomendo) Kusadasi: Euphoria Resort (recomendo) GASTOS A moeda local é a lira turca, que na época estava praticamente pareada com o real. Levamos dólares pra trocar lá. Tenha LIRAS TURCAS. Troque seus euros ou dólares por liras. Não fiquei correndo atrás de cotação, troquei no hotel e em locais aconselhados pelos turcos nas ruas. O lance de ter lira é que os mercados e comércio de rua até aceita euro e dólar, mas a cotação é muito desfavorável. Tinha coisa que custava UM, independente da moeda, kkkk... 1 lira (= 1 real) ou 1 dolar (= 2 reais) ou 1 euro (= 3 reais)... portanto, tenha liras! Uma refeição normal custava em torno de 20 liras por pessoa. Só que os preços variam muito... como tudo é muito turístico, tem hora que a coisa fica sem controle. Em alguns lugares uma garrafa de água de 500ml custava 3 euros... uma coca light 4 euros... no mercado ou posto de gasolina era cinquenta centavos de lira a água de um litro!!! O gasto total com a viagem foi cerca de 14 mil pro casal, 12 dias. Mas fiz muita bobeira. Por inexperiência em viagens deste tipo, comprei passagens caras e contratei serviços desnecessários. Além de ter simplesmente amado o país, também aprendi uma lista de coisas “a não repetir”. Hoje se fosse fazer a mesma viagem gastaria muito menos... veja abaixo as principais coisas a não fazer: 1) Passagens: paguei 5700 reais para dois adultos, pela Swiss, Gru > Istambul, com conexão em Zurich. Achei o serviço da Swiss espetacular, mas depois de ter aprendido a comprar passagem, tive ciência de que paguei caro demais. Mas valeu a pena, renomeei essa tontice como “aprendizado”, kkkkkkkk... hoje estou “craque” em comprar passagens! 2) Comprei um chip “global” ainda em Guarulhos pq a moça era muito boa em me dizer que era necessário... não é, não compre, kkk... é caro. 3) Passeios guiados: eu nunca tinha ido tão longe, meu inglês é meia boca, eu tinha receio de não saber me comportar em um país islâmico, e por isso, contratei visitas guiadas. Mas esta opção foi um “aprendizado” que não considero “tontice”. Eu estava insegura, precisava disso. E não foi de todo ruim. Repetiria a escolha em países em que não me sentisse segura, tipo Egito ou Índia. Mas na Turquia é totalmente desnecessário!! De qualquer forma, os pontos altos foram: deslocamentos eficientes, o guia (sabia muito de tudo, era historiador), as pessoas que conheci. Os pontos baixos: o tempo marcado, o tempo desperdiçado com atividades que eu não tinha interesse e o guia (kkk, ele era bom, mas era muito mal humorado). Agora... a viagem!
×
×
  • Criar Novo...