Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''hermanus''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas e Respostas
    • Destinos
  • Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Equipamentos
    • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Trekking
  • Viajar sem dinheiro
    • Viajar sem dinheiro
  • Viagem de Carro
    • Viagem de carro
  • Viagem de Moto
    • Viagem de moto
  • Cicloturismo
    • Cicloturismo
  • Outros Fóruns
    • Outros Fóruns

Categorias

  • América do Norte
  • América do Sul
  • Ásia
  • Brasil
  • Europa
  • Oceania
  • Oriente Médio

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Lugares que já visitei


Próximo Destino


Tópicos que recomendo


Ocupação

Encontrado 2 registros

  1. Em Algum Lugar do Mundo

    Roteiro Garden Route, África do Sul

    Nossas dicas de viagem para se jogar em um roteiro maravilhoso pela Garden Route, o trecho da costa sul africana que se estende entre as cidades de Mossel Bay e o Parque Nacional de Tsitsikama. Principais cidades da Garden Route Mossel Bay Ótimo lugar pra fazer a primeira pausa pela Garden Route. Uma cidade com boa infra estrutura e 60km de costa para curtir uma boa praia. Lá também é possível ver baleias e golfinhos na temporada. Knysna Knysna é uma cidade ao redor de uma grande lagoa. Ela está protegida do mar por duas montanhas chamadas de “The Heads”. Essa cidade fica bem no meio da Garden Route e é uma ótima parada. Conheça as praias de Buffalo Bay e Brenton on Sea, caminhe na Reserva de Featherbed e vá até a cidade vizinha Wilderness. Tsitsikama Destino certo pra quem curte natureza e aventura. Rio, mar e floresta, a natureza caprichou aqui. Aproveite as trilhas de caminhada, além de atividades como arvorismo, rapel, surfe e mergulho. Destaque para o maior bungee jump de ponte do mundo, com 216 metros de altura. Bungee Jump da Bloukrans Bridge, em Tsitsikama Plettenberg Um dos principais destinos da Garden Route. Praias maravilhosas, gente jovem e um bom agito. Se quiser se aventurar no paraquedas, é aqui mesmo.Não deixe de ir até Robberg Nature Reserve, uma reserva cheia de trilhas que levam às praias mais belas da região. Veja mais: outras cidades a caminho da Garden Route Dá pra acrescentar boas paradas em outras cidades no caminho ou próximas à Garden Route. Alguns exemplos são Jeffreys Bay, Hermanus, Gansbaai e Port Elizabeth. Para mais dicas de cidades, onde se hospedar e quantos dias ficar, confira as informações completas no post: https://emalgumlugardomundo.com.br/roteiro-garden-route/
  2. Acabei de voltar da Arica do Sul e achei incrível....segue ai meu roteiro: As fotos estão no face....fiquem a vontade para olhar e perguntar!!!! https://www.facebook.com/marianne.d.santos.5/media_set?set=a.1399233473421955.1073741863.100000059472009&type=3&hc_location=ufi Comprei a passagem aérea SP - Joanesburgo pela LATAM (1600 reais ida e volta por pessoa). Reservei um carro econômico com a Avis rent a car (cerca de 50 reais a diária). Hospedagens foram reservadas no Booking No Kruger reservamos a hospedagem e os game drivers no site oficial: sanparks Chegando em Joanesburgo pegamos o carro no aeroporto. Tudo muuuuito organizado e simples. Era umas 15 h e saímos em direção a Middelburg, uma cidade onde iríamos apenas dormir ( fica bem no meio do caminho entre joanesburgo e o kruger). Hospedagem: Punpkin guest house. saímos cedo em direção ao Kruger, no portão de acesso Crocodile Bridge, bem ao sul do parque. Ficamos num bagalow bem legal de frente pro rio, logo na chegada já tinha um hipopotamo e um monte de elefantes bem de frente da nossa sacada No parque paga-se uma taxa diária de 280 rands. O preço do bangalow foi uns 300 e poucos reais, mas lá, existem opções de barraca bem mais baratos. Depois de descarregar as malas, saímos de carro pelas ruazinhas do krueger e vimos muitos bichos, não imaginava que tinha tanto. Voltamos e partimos para um game drive noturno, organizado pelo rest camp naqueles carros de safári mesmo (cerca de 60 reais) . Foi legal, vimos hienas, elefantes, bufalos, girafa...etc... No outro dia partimos por uma outra rota em direção a Lower sabie, um dos melhores locais para avistar animais, e de fato vimos uns 5 leões, muitos elefantes juntos bebendo água......natureza linda! Ainda era cedo e partimos para skukuza, é um rest camp e um centro de visitantes com bastante estrutura, como restaurante, lanchonete...tudo com um preço bem justo. Neste dia íamos dormir fora do parque pois não conseguimos vaga em skukuza. Ficamos no Sabie river bush lodge. ficamos por lá descansando, tomando cerveja, apreciando os elefantes.... Era o 3° dia de safári e ainda não tinhamos visto todos os big five (faltava leopardo e rinoceronte). Decidimos pegar uma rota alternativa e foi muita sorte....vários rinocerontes e mais um pouco a frente um leopardo em cima de uma árvore devorando uma impala. Chegamos no Satara Rest camp e fomos direoto para o Sunset Drive que tinhamos reservado.....foi legal, mas o dia estava nublado e não vimos aquele famoso por do sol na savana. Na manhã seguinte saímos em direção a Rota Panorâmica (Blyde River canyon). na saída do Parque (orpen gate) tinha 2 leoas na estrada, bem perto onde os guardas estavam....omos os únicos a ver! Elas ficaram intimidadas com a nossa presença e sairam.... A rota panorâmica e linda ( fica na cidade de Grastrop) e tem vários pontos legais para tirar foto e apreciar a vista. Dormimos em Emalaheni no hotel Protea.... Acordamos cedo e fomos em direção a Pretória, queríamos conhecer o vilarejo cultural Nbedele que fica ao noroeste de Pretória. Foi interessante, mas pra turista ver, eles não mantiveram as tradições. Porém, tem uma arquitetura legal e antigas tradições interessantes. Depois do Vilarejo descemos para Joanesburgo para visitar o berço da Humanidade, local onde tem um museu sobre a história do surgimento da humanidade e perto tem várias cavernas onde foram encontrados fósseis humanóides abertas a visitação. Neste dia íamos pegar o voo de madrugada para Capetown, então decidimos dormir próximo aos aeroporto (Europrime). O voo entre Joanesburgo e Capetown, que dura cerca de 2 h, foi operado pela Fly Safair (avião beeeem antigo, apertado, sem reclinação na poltrona...ruinzinho kkkkk, mas, barato). No aeroporto pegamos novamente um carro pela Avis e fomos direto para Stellenbosh, um vale com mais de 400 vinícolas, lindo, lindo!!!! paguei 100 rands para degustar 8 vinhos e ganhar uma taça da Vinicola Tokara, lá tb tem um restaurante muito bom. Ficamos no vale apenas uma manhã e fomos para Hermanus. A rota, que faz parte da rota jardim, é bem bonita, com montanhas, prais.... Dormimos 2 dias em Hermanus, cidade super aconchegante, onde se pode ver baleias da praia. Também fizemos aquele passeio do tubarão, onde ficamos em uma gaiola (foi caro 1600 rands), mas é legal, vimos vários tubarões enormes. Pontos negativos: água gelada demais....e o enjoo....geral vomita, balança muito..e olha que pegamos um dia bom. Na manhã seguinte saímos cedo para tentar ver as baleias, pois em dois dias ali elas não apareceram. E não é que tivemos sorte....um pouco longe mas deu pra ver. Já em Cape town fomos a Boulders Beach (prais dos pinguins), Cape Point ( Cabo da Boa esperança) e Waterfront para jantar (quay for - restaurante que recomento, mas fica embaixo pq lá em cima é beeem mais caro). Dormimos no Hotel MOJO. Último dia em CapeTown fomos na Table Montain ( nunca ví tanta fila na vida kkkkk) mas valeu! A vista é top! Saindo da Table montain fomos no aquário. Achei legal, mas, nem tanto kkkk, mais pra criança. Nosso voo de retorno a Joanesburgo saiu final de tarde e chegamos a noite em Joanesburgo. Dormimos em Melville, Guest House super caprichosa (Saffron). No último dia na Africa fomos a Soweto, Museu do Apartheid e Mandela Square. Adoramos a viagem, a comida...tudo. O país surpreeende muito. As estradas são bem melhores q o Brasil (tudo via rápida-freeway), tudo muito limpo.... Qualquer dúvida só entrar em contato.
×