Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''são luiz do paraitinga''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Fazer perguntas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Encontrar Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Enviar e ler Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Planejar e relatar experiências em Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Travessias
  • Tirar dúvidas e avaliar Equipamentos
    • Equipamentos
  • Outros Fóruns
    • Demais Fóruns
    • Saúde do Viajante
    • Notícias e Eventos

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 2 registros

  1. Você curte carnaval? Quer saber quais são as melhores cidades no Brasil para curtir o carnaval? O que cada uma delas tem de único? Então você está no lugar certo! Tem quem acredite que o ano só começa depois do Carnaval. Então, nada melhor do que começar o ano com uma viagem, certo? O Brasil é mundialmente conhecido pelo carnaval e suas festas típicas de fevereiro. Muitos lembram de cara do Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, mas acredite há muito mais para ser explorado durante essa época do ano. Afinal, estamos falando de um dos países mais multiculturais do mundo. Então, se você quer descobrir novos ares nesse começo de ano, confira aqui 7 cidades para aproveitar o carnaval no Brasil. Continue lendo: 7 das Melhores Cidades para Aproveitar o Carnaval no Brasil
  2. Olá viajantes! São Luiz do Paraitinga é um pequena cidade de pouco mais de 10 mil habitantes localizada no Vale do Paraíba, no eixo entre Ubatuba, no litoral, e Taubaté, no interior. Com mais de 200 anos de existência, a cidade tem o maior número de casas térreas e sobrados tombados pelo CONDEPHAAT no Estado de São Paulo e pelo IPHAN. São aproximadamente 450 imóveis declarados de interesse paisagístico, todos eles localizados em seu centro histórico, que fica encracado entre montanhas e as margens do Rio Paraítinga. Aliás, foi o transbordamento desse mesmo rio que em janeiro de 2010 destruiu boa parte desse conjunto arquitetônico, incluindo a Igreja Matriz, o que causou grande comoção nacional na época. Os orgãos patrimôniais rapidamente começaram obras de restauro e reconstrução dos imóveis afetados. Essa rapidez em reconstruir a cidade acabou burlando várias etapas do restauro, o que acarretou na perda de características originais , isso segundo alguns moradores que acabei conversando. Para mais fotos, ver meu insts: https://www.instagram.com/rafah.meireles/ Visitei a cidade no feriado de 15 de junho de 2017 e exatos 7 anos depois da enchente, ainda é visivel os impactos dela na população. Na praça central, ainda há alguns casarões em ruínas e outros esperando restauro. Na igreja matriz e na Casa Oswaldo Cruz, há espaços dedicados apenas a esse triste episódio da história Luisense. Mas o que mais me chamou a atenção foi a união da população para ajudar os afetados pela enchente e reconstruir a cidade E isso é o mais importante. União faz a força, já dizia minha mãe haha Brincadeiras a parte, achei a cidade maravilhosa, colorida, agradável e muito acolhedora O bom de visitar a cidade no feriado de Corpus Christi é poder apreciar os lindos tapetes feitos com lascas de madeira e outros materiais e que são montados pelas ruas do centro em poucas horas. É realmente impressionante o trabalho feito. Vale muito a pena conhecer Falando nisso, a cidade também é super famosa pelo seu carnaval de rua e também pela Festa do Divino Espírito Santo Bem, para se ter acesso a São Luiz vindo da capital e de carro, o caminho mais fácil é pegando a Via Dutra até Taubaté e depois a rodovia Oswaldo Cruz, sentido litoral. Porém como nao tenho nem carta e muito menos carro o jeito foi pegar o busão da vida. Não existe linha direta entre Campinas, onde moro, e SLP, então o jeito seria pegar a linha até Taubaté. Porém só há de 3 a 4 horários diários entre as duas cidades e todos eles eram pela manhã ou inicio da tarde e como teria que trabalhar na quarta, véspera do feriado, Dan (meu companheiro de viagem) e eu tivemos que ir para SP capital e de lá pegar um até Taubaté (o horario do bus da capital direto para SLP também nào batia com meu horário ). Passagem CPS > SP : 30,00 Passagem SP > Taubaté : 40,00 Para economizar, decidimos pegar o ultimo bus para Taubaté, que partia as 23.40, afim de chegar o mais tarde possível na rodo de lá e não precisar nos hospedar em algum hotel. A viagem foi mais rápida do imaginávamos e chegamos em Taubaté as 1.30 da madruga hehe e a primeira linha até SLP só saia as 7 . Ou seja, ficamos mais de 5 horas esperando na deserta rodo de Taubaté com a temperatura próxima aos 13 graus haha. Não foi muito fácil. Ainda bem que havia uma lanchonete 24 hrs com WI-FI em frente e acabamos tirando um cochilo lá msm. Amanhaceu e compramos nossa passagem para SLP (Obs: não passam cartão de crédito nem débito na rodo de Taubaté e o bus tem como destino final o distrito de Lagoinha) Passagem Taubaté > SLP : acho que foi 12,00 (40 minutos). Pegamos o bus e depois de um cochilo chegamos em nosso destino. A cidade fica no meio das montanhas e é muito bonito você ver aquele monte de casinhas coloridas em meio a vegetação. A rodoviária fica do outro lado do Rio Paraitinga, mas é de super fácil acesso ao centro (tem várias pontes que ligam os dois lados, além de várias placas turísticas sinalizando o caminho. Os lugares que visitamos na cidade foram: *Capela de Nossa Senhora dos Prazeres - inaugurada em 2014 na Via João Roman Chafariz do Barão - fica bem do lado do rio e da ponte da avenida Celestino Campos *Praça Dr. Oswaldo Cruz - é a principal do bairro. Nela se localiza o monumento a Oswaldo Cruz, a Igreja Matriz, o Coreto Antônio Nicolau de Toledo e é o ponto de encontro da população. Bem arborizada e bem cuidada, a praça é cercada por coloriados casarões *Igreja Matriz de São Luiz de Tolosa - Construída em taipa de pilão em 1840, a Matriz foi completamente destruída em 2010 pela grande enchente que devastou a cidade, tendo sido reinaugurada em 2014. Orçada inicialmente em 13 milhões, a obra de reconstrução custou pouco mais de 17 milhões de reais e foi coordenada pelo IPHAN. A igreja guarda em seu interior vestígios da antiga destruída. *Praça Euclides Cunha - localizada a apenas uma quadra da matriz, essa pequena e simpática praça tem um coreto em seu centro e é cercada por vários cafés e lojinhas. *Casa Elpídio dos Santos *Capela de Nossa Senhora das Mercês - Construída em 1814, a Capela das Mercês foi a primeira igreja de São Luiz. Teve boa parte de sua estrutura de taipa de pilão destruída pela grande enchente, sendo reinaugurada em 2011 pelo IPHAN. *Ladeira das Mercês *Casa Dr. Oswaldo Cruz - Construída em 1834, em taipa de pilão com paredes internas de pau-a-pique. Foi nesta casa que nasceu Oswaldo Cruz, um dos mais importantes sanitaristas da história do Brasil. Atualmente a casa funciona como um centro cultural. No fundo do centro cultural existe um pequeno bosque. *Cruzeiro - situado no alto do morro central de SLP está a praça Benedito Godoy, onde se encontra o famoso Cruzeiro. Bem ao lado existe um pequeno coreto que proporciona uma vista parcial de toda a parte baixa do centro. Para chegar lá subimos a Rua do Cruzeiro, a rua mais íngreme que já vi na vida. UFFA, foi cansativo haha *Igreja do Rosário - situada em uma área alta, a bonita igreja se destaca no horizonte. Infelizmente ela estava fechada, mas conseguimos aproveitar sua belíssima arquitetura exterior, além das inúmeras casinhas coloridas ao seu redor. Para quem gosta de arte tumular, anexada a igreja existe um pequeno cemitério, que também estava fechado. *Largo do Teatro - pequena praça com um grande painel de bonitos azulejos portugueses. *Mercado Municipal - bonita construção de 1885 em estilo mourisco. O mercado reúne espaços dedicados ao artesanato, além de vários botequins e restaurantes que servem o tradicional "afogado", prato típico da cidade. Esses lugares que destaquei são as atrações de passagem obrigatória, mas a arquitetura, as casinhas coloridas de suas ruas é o que mais chama a atenção. É muito lindo de se ver . Para quem gosta de turismo de aventura, a cidade também oferece inúmeras trilhas, passeios em cachoeiras, mirantes, entre outras coisas. Infelizmente como teria que trabalhar no dia seguinte, não podemos passar a noite na cidade, então no mesmo dia voltamos para Taubaté (aproveitamos e demos uma rápida passada para conhecer a Igreja de Santa Terezinha e o famoso sítio do Pica-Pau Amarelo) em seguida para São Paulo e finalmente Campinas.
×
×
  • Criar Novo...