Ir para conteúdo

Eurotrip outubro 2011 (Paris - 4/ Amsterdam - 2/ Berlim - 3 e Roma - 4)


Posts Recomendados

  • Membros

Bem amigos,

Um bom filho à casa retorna, ou seja, todo Mochileiro deve retornar o seu relato para difundir cada vez mais informações úteis para novos aventureiros.

Após estudo minucioso em diversos tópicos de muita gente boa que postou um montão de informações e até mesmo realizando consultas de opinião (na família Mochileiros temos essa liberdade) montei meu planejamento e encarei minha primeira Eurotrip.

Eis aqui espaço para saudar todos aqueles que ajudaram-me em diversas situações:

alessandrojiora, danielpiaui, sssazevedo (o conterrâneo ajudou bastante), criskeune, DiegoDW (o grande Mestre sua planilha está nos arquivos de todos nós), Lorena Marques, ElisangelaCWB, Jana123, entre tantos outros.

 

[t1]1.0- Planejamento inicial[/t1]

[t3]1.1- Objetivo:[/t3]

• Conhecer os principais pontos turísticos e exclusivamente a Alemanha;

• Quebrar o frio da barriga, rsrsrsrs;

 

[t3]1.2- Escolha do Roteiro:[/t3]

Como não sou rico quem definiu o meu roteiro foi o preço da passagem, através do http://www.decolar.com/ conseguir comprar ida e volta por R$ 1319,70 chegando em Paris e saindo por Roma.

Quebrei muito a cabeça simulando várias opções de passagem, pela pouca experiência a melhor forma de entrar na Europa é por Amsterdam, só que no meu caso conseguir após varias simulações a passagem citada acima com entrada através de Paris, um vôo estranho da Air Europa.

Com a entrada definida ai ficou mais simples bolar o roteiro. Minha idéia inicial era Paris/Amsterdam/Berlim/Praga, Munique ou Viena/Roma. Meus irmãos mochileiros me recomendaram excluir uma cidade dessas pelo curto tempo que tenho. Minhas férias de outubro foram só de 18 dias, não tinha mais data. Costumo quebrar as férias para dois períodos do ano, geralmente agosto e outubro.

Pronto, com o roteiro estabelecido, exclui a opção Praga, Munique ou Viena e tive que me conformar com as outras (rsrsrsrs), essas ficam para uma segunda oportunidade.

 

[t3]1.3- Translados:[/t3]

Sabendo já o roteiro partir para a etapa de deslocamentos entre essas cidades. Por questões geográficas a ordem das cidades foram: Paris (entrada), Amsterdam, Berlim e Roma (vôo de volta).

Estando na Europa a melhor opção de deslocamento é via trem. Foi incrível a experiência nunca andei de trem, aqui no Brasil infelizmente temos um pais continental e temos que nos deslocar ou de ônibus ou avião, claro se não quisermos encarar nossa suspensão com a buraqueira das rodovias ou encher o bolso de magnatas fdp nos pedágios.

Paris-Amsterdam (10:25 – 13:43 3,5h) pela Thalys http://www.thalys.com/fr/en/, comprei por € 35,00. Passeio super agradável apreciando as belas paisagens.

Aprendi uma dica com os amigos mochileiros, horário na Europa é horário ou seja se na passagem tá 10:25, 10:25 o trem ta partindo, portanto, chegue cedo por que senão um abraço.

Amsterdam-Berlim (12:56 – 19:31 6,5h) pela Bahn http://www.bahn.de/p/view/index.shtml comprei por € 39,00. O passei foi meio cansativo, mas viajar de trem é mil vezes melhor que avião, é outro nível o conforto. E olha que atingi-se 300 Km/h imperceptíveis. O serviço de bordo da Bahn excelente a comissária super agradável. Uma alternativa para o trecho seria via ônibus pela Eurolines http://www.eurolines.fr/pt/, o custo seria € 32,00 com saída as 20:45 e chegada as 6:55 só que não dormiria confortável, e perderia-se 10 h em deslocamento.

Berlim-Roma, não consegui via trem afinal são 1520 Km (equivale a Aracaju-Belo Horizonte) tive que ir de avião pela Easyjet de low cost http://www.easyjet.com/asp/PT/Reservar/index.asp?lang=pt, essa foi a pior parte da viagem, pensem numa zona, num chiqueiro, uma “esculambaçao”. Só que com preço bom paguei € 65,50. Duração (13:25 – 15:25 2h). A easyjet tem um lance de comprar a bagagem antes, temos direito a levar uma bagagem de mão e para despachar alguma bagagem deve-se efetuar a compra. Aprendi no mochileiros que é recomendável comprar antecipado, preço mais em conta, e evitar exceder os limites por que eles são super rigorosos. Comprei apenas uma bagagem extra, para mim e a namorada, foi suficiente. Carregamos muito a mochila e colocamos os itens que não podem ser transportados a bordo na mala. Essa tolerância com o peso engessou bastante as compras, racionei bastante e no final acabei comprando muito menos do que esperava, rsrsrs

 

[t3]1.4- Translados urbanos[/t3]

O sistema de transporte urbano na Europa é algo impressionante. Eles dispõem de ônibus, bonde, metro, trem e bikes, muitas bikes. Fiz maior parte de meus passeios de ônibus. Cada cidade é uma aventura nova, até pegarmos a manha de cada cidade demora um pouco, bate-se muito cabeça, rsrsrsr. Utilizei bastante ônibus, principalmente em Paris e Roma que fiquei mais tempo. Amsterdam foi na perna mesmo, e Berlim tirei um dia com uma bike.

 

[t3]1.5- Hospedagens[/t3]

Essa foi a grande preocupação, não paguei nada adiantado fiz somente as reservas. Todos os lugares escolhidos foram em função de relatos de colegas no http://www.mochileiros.com/ e através dos sites http://www.booking.com/ e http://www.decolar.com/. Contactei todos os Hosteis via email para confirmar as reservas, a maioria me retornou. Eis as opções:

Paris: Hotel Du Commerce http://www.commerceparishotel.com/pt. Uma ótima localização (próximo ao jardim de Luxemburgo e a Catedral de Notredame), umas instalações antigas mas bem cuidadas. O quarto cama de casal e um banheiro sem privada, isso mesmo a privada ficava no térreo e era comum a todos os hospedes, kkkk. Paguei € 64,00 a diária quarto de casal. A recepcionista falava um português bacana.

As hospedagens serve somente para proteger as bagagens durante o dia e podermos repousar com segurança a noite, essa foi a filosofia que adotei e esperei lá, só que houveram surpresas super positivas.

 

Amsterdam: Hostel Stayokay Vondelpark, sensacional, impressionante, super agradável, bem localizado. Falei para alguns colegas que esse Hostel é melhor do que o Fiesta de Salvador, rsrsrsr. Mas realmente é algo indescritível. Creio que não seja necessário dizer se gostei. Breve farei alguns comentários sobre as cidades em separado, mas adianto logo que Amsterdam é um lugar especial no mundo, tudo é bom impressionante. Paguei € 34,00 o dia, em um quarto com 2 beliches, com banheiro dentro do quarto e café da manhã. Que café da manhã incrível, que organização, que qualidade. Efetuei a compra através do http://www.booking.com/ tive dificuldades em comprar através do site, tava dando um erro do cartão de crédito.

http://www.stayokay.com/index.php?pageID=3207&hostelID=356022

 

Berlim: Hostel The Circus, sensacional, impressionante, super agradável, bem localizado. Paguei € 56,00, em um quarto com cama de casal, com banheiro coletivo e sem café da manhã. O quarto completamente decorado, chaves de cartão magnético e separado por setor e andar, ou seja, se eu fiquei no setor 1 do segundo andar, não tenho acesso aos demais andares muito menos ao setor 2 do próprio andar, muita segurança. Idem o Stayokay Vondelpark mesmo sistema de acessos.

O banheiro coletivo merece um parágrafo. Que organização, que higiene, é de deixar qualquer um sem palavras. A estrutura dos Hosteis Europeus é incrível, no Brasil pagamos de R$ 150 a R$250 reais em diária e é cada bomba danada, principalmente em épocas de carnaval e São João. Tentei catar alguma falha nesses Hosteis mas não consegui ate agora.

http://www.circus-berlin.de/index.php?id=138

 

Roma: fiquei hospedado em bangalôs no Camping Village reserva feita no site do booking.com. As instalações foram excelentes o bangalô consistia de um beliche e uma outra cama simples, banheiro dentro do quarto com privada, rsrsrs. Dentro do Camping tinha de tudo, confesso que não aproveitei nada, chegava exausto e só pensava em descansar, tomei alguns chopps Calsberg e só. Dentro do Camping alem de restaurante tinha um mini-supermercado com preços super baratos. Ponto negativo do Camping era a localização ficava afastado do centro turístico de Roma, mas a eficiência dos transportes na Itália suprimia tudo. Paguei € 37,75 a diária para duas pessoas. Uma experiência excelente.

 

[t3]1.6- Preparativos finais para a aventura[/t3]

Depois das passagens pagas, e das reservas feitas veio a fase dos preparativos: passaporte, grana e pontos a visitar. Lembrando que tudo isso foi feito sempre acompanhando os mochileiros, tirando duvidas, perguntando bastante.

 

1.6-1. Passaporte

A entrada não Europa não é exigido o visto (deve haver exceções), apenas o passaporte e o seguro saúde. Não incluí Madri em meu roteiro devido a essa perseguição dos espanhóis. São vários os casos de extradição, evidente que cada caso tem a sua justificativa, não vem ao caso aqui. Evitei Madri, mas fiz a migração em Madri, a conexão era Salvador-Madri/Madri-Paris.

Para o passaporte investi R$ 146,00, super prático faz a reserva de horário pela net, leva a documentação e depois retorna para pegar, super pratico sem nada a reclamar. O local de todo tramite é no aeroporto.

 

1.6-2. Seguro Saúde

Quanto ao seguro saúde alguns cartões de crédito oferecem esse serviço gratuito, o meu não, tive que desembolsar R$ 138,27. Mesmo se não fosse obrigatório é de fundamental importância partirmos precavidos. Recentemente um amigo viajou com a família para os EUA e a filha precisou utilizar os serviços médicos, curiosos perguntaram quanto seriam a consulta e o médico disse que seria em torno de U$ 2000.

Na minha migração em Madri fui questionado sobre de que tratava a viagem, quantos dias ficaria e eles só pediram a passagem de volta, nada de seguro saúde.

 

1.6-3. VTM – Visa Travel Money

A melhor forma de levar dinheiro em viagem internacional é o VTM. Trata-se de um cartão recarregável que você compra a moeda desejada, dólar ou euro, e realiza os pagamentos e compras no exterior com ele. Muito prático. Dei o maior azar por que os bancos estavam em greve, tive que ir na Confidence do Shopping Jardins, paguei R$ 20 pelo cartão, não tem direito a cartão reserva que nem no Banco do Brasil, carreguei em torno de € 1600. Paga-se a variação do dia e o IOF, foi uma pregada que levei. Eles fizeram uma cotação maluca e paguei R$ 2,62 no euro, que pelo mercado estava em torno de R$ 2,42.

Para realizar saque paga-se a taxa se € 2,5, para recarregar também paga-se não recordo quanto. E para compras não se paga nada, o limite se saque é de € 400, isso tudo para o Confidence da VTM.

 

DICA 1: acompanhar a variação das moedas é de extrema importância, saber o que vai comprar e como vai comprar.

 

DICA 2: em Aracaju só temos duas casas de câmbio, a Confidence no Shopping Jardins e o Banco do Brasil agência da Praça Valadão no Centro.

Levei € 300 em espécie afim de facilitar a vida quando chegar na Europa, realizar lanches e pagar os Hosteis. Alem dos € 1600 no VTM.

Quando cheguei lá ainda fiz alguns saques direto com meu cartão VISA, além de diversas compras no cartão.

 

DICA 3: para compras realizadas no exterior com nosso cartão VISA, não tem como parcelar. Para saques no exterior o nosso bom amigo ladrão Banco do Brasil nos cobra R$ 12,00, além dos IOF´s da vida.

 

A meta era um gasto de € 50/dia, entre transportes, ingressos, alimentação e souveniers.

 

1.6-4. Ingressos a Pontos Turísticos

Falou-se em pontos turísticos, falou-se em filas, isso em qualquer lugar do mundo. Todo canto que chegamos é milhares de pessoas para comprar entradas, parar entrar, para gastar nas lojas de souvenirs, e nas lanchonetes, impressionante. Para isso saia daqui já com as entradas compradas.

No meu caso levei as entradas da Torre Eiffel e da Heineken Experience, os demais paguei avulso nas bilheterias. Não visitei muitos museus, chega uma hora que cansa de ver tantas coisinhas parecidas, rsrsrsrs

Algumas cidades existe um ingresso que se compra com validade para vários dias e tem-se entrada liberada na maioria dos pontos turísticos. Em Paris é o Museum Pass, e em Roma tem-se o Roma Pass. Se não me engano o Museum Pass Paris para 4 dias custa em torno de € 50, vale a pena para quem sai daqui com o intuito de visitar todos os museus. Amsterdam e Berlim não verifiquei nada a respeito.

Quanto ao que visitar aí existe um leque quase infinito, para diversos gostos. No início desse post, tracei meus objetivos, o que pintou a mais foi lucro. São cidades absurdamente cheias de opções, tem de tudo. Até caminhar sem rumo é excitante, principalmente quando bate 4° nos termômetros, rsrsrsrs.

 

[t1]2.0- Enfim pegar a estrada[/t1]

Sai de Aju para Salvador de ônibus, infelizmente estamos muito mal servidos de vôos aqui em Aracaju todos reclamam, quando teremos uma Secretaria Estadual de Turismo seria e competente? A questão do turismo merece uma nota lá na frente. Meu vôo pela Air Europa seria apenas 22:08, por isso peguei o ônibus de 12:00, e cheguei em Salvador as 18:00, tivemos tempo de folga para esperar o vôo, se não me engano o vôo mais próximo seria o de 20:45, chegaria muito em cima e caso algo desse errado já era nossa aventura. A opção por ônibus foi bem coerente com o cenário. Dentro do avião já era, é so questão de tempo.

Super doloroso agüentar a travessia do Atlântico, é horrível as horas não passam, as poltronas desconfortáveis, e olha que o vôo não era da nossa boa e velha GOL. As 12:05 horário local (em Aju 07:05) estava pisando em território Europeu, estava em Madri. Correr para fazer migração e em seguida localizar-se num aeroporto monstruoso de grande.

Continua.....

Roteiro Europa Inicial - Cópia.xls

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Ótimo relato !

 

Estou pesquisando um local para ficar em Roma e fiquei interessado no Camping Village, porém a distância me parece ser um problema. A titulo de curiosidade, quanto tempo médio você gastava até o centro histórico ou a Termini ? Vi vários comentários no booking, alguns informando que demora (cerca de 1 hora), que há trânsito, outros que é rápido.

Perguntas da minha mulher (se não perguntar ela vai me bater aqui): Ela quer saber se as roupas de cama eram boas, se tinha aquecedor e se o banheiro era limpo :)

Vlw !

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Cara, aqui no Mochileiros tem que perguntar mesmo fique tranquilo, por mais boba que seja a dúvida sempre é importante a gente comentar, vai ser útil para alguém.

 

Os chalés são super-agradáveis, limpos, eu sou bem chato nesse lance de higiene nessas hospedagens, e lá foi bem positivo a avaliação. Tem aquecedor sim, as roupas de cama são limpas. Em relação a transporte, o ponto fica afastado do centro de Roma, mas o transporte de lá é muito organizado, 1 hora é exagero só se a pessoa pegar horário de pico (que não é compatível com o nosso de turista, estamos sempre em horários diferentes) o que mais demorava era o ônibus e as escadarias do metrô, 35 minutos eu estava no Coliseu. Na porta do Camping passa 2 onibus, um nos deixa já às portas do Vaticano. O outro nos leva a uma Estação de Metro - Cornélia, em Roma a passagem custa € 1,00 e com a mesma passagem vc tem 75 minutos e pode usar metrô ou ônibus , ou seja, com € 1,00 você pega dois transportes e chega a qualquer lugar rapidamente.

 

Detalhe: dentro do Camping tem um restaurante, pela manhã pagava-se € 5,50/ pessoas café bom com várias opções / dentro do Camping tem um pequeno supermercado, água de 1,5 l custava a bagatela de € 0,57, os preços bem em conta. E saindo do Camping atravessando a avenida tem uma grande rede de supermercado. / dentro do Camping tem uma máquina para comprar os bilhetes de transporte, realmente bem cômodo, continue sua pesquisa e qualquer coisa pergunte, já já estarei esquecendo os detalhes e as perguntas ajudam-nos.

 

Abraço

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Olá,

Adorei o seu post sobre a sua experiência nestes países.

Estou indo para Berlim e para Amsterdam no começo de dezembro e tenho algumas dúvidas quanto ao transporte.

Quando olhei neste site de trem que vc indicou (Bahn, se não me engano), só achei passagens Berlim-Amsterdam com escala em Frankfurt, e demorava muito tempo!

Gostaria de saber se vc comprou a passagem pelo site mesmo, ou se vc comprou quando estava em Amsterdam!

Outra coisa, também achei as tarifas bem altas. No caso um voo low cost ficaria menos da metade da tarifa de trem.

Por último, vc consegui gastar apenas 50 euros por dia, ou teve que gastar muito mais?

Para conhecer Amsterdam e Berlim dá para fazer muitos trechos a pé, ou eu terei que pegar onibus para ficar mais facil?

Aguardo resposta e suas dicas!!

 

Obrigada

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Olá,

 

Obrigado pelo elogio vamos lá as dúvidas.

1.0 Quanto ao preço, simulei aqui agora e achei por € 39,00 igual quando comprei em outubro, veja a questão do horário (12:00 é mais em conta - 2ª classe de Berlin Hbf à Amsterdam Centraal);

2.0 A passagem comprei daqui do Brasil, creio que 15 dias antes da viagem;

3.0 Se vc estiver pesquisando as passagens de trem de preço € 120 realmente os low coast é mais em conta;

4.0 Quanto aos gastos até antes de chegar em Berlim consegui manter a médias dos € 50,00, mas lá foi impossível os preços lá são mais baratos: perfume, chocolate, bebidas, roupas... Na Alexanderplatz tem a Galeria Kauhoff que é incrível em opções. O que me privou bastante foi que iria pegar um vôo low coast de Berlim a Roma e me segurei nas bagagens, senão confesso que estouraria meu saldo já em Berlim. Até alimentação até melhor. E olha que não fui no shopping principal o Sony.

5.0 Amsterdam dá para fazer grande parte andando tem ônibus e bondinhos que facilitará bastante os pontos mais afastados, como passei apenas 1 dia cheio e mais uma tarde lá aproveitei pouco. Já Berlim tem metrô para todos os pontos, e ônibus também, o mais complicado é se adaptar as localizações dos pontos. Como relatei até locar uma bicicleta sai bastante em conta, o transito é seguro para os ciclistas;

 

Espero ter sido útil, veja novamente os horários do trem para achar os preços mais em conta. O percurso que achei tinha só uma mudança de trem em Hiversum na Holanda isso dependerá muito da passagem que vc comprar. Lembro que o percurso realmente é longo são 7,5 horas, como meu trajeto foi pelo dia foi o máximo apreciar as belas paisagens.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 8 meses depois...
  • Membros

Olá amigos Mochileiros,

 

Sumi nesse período e nunca mais acompanhei nosso Fórum. Ainda tendo muita vontade de retornar para minha 2ª Eurotrip quando entro no site Decolar http://www.decolar.com/shop/flights/results/multipledestinations/SSA,AMS/PAR,SSA/2012-10-13,2012-11-03/1/0/0 e me surpreendo com o preço mais uma vez bem em conta. Agora falta resolver alguns problemas pessoais e quem sabe possa encarar essa nova aventura.

 

Quem tiver interesse em ir no período de 13/10 a 02/11 favor manter contato para quem sabe consigamos trocar informações e quem sabe concretizar isso.

 

A proposta inicial seria fazer Paris/Londres/Bruxelas/ (uma outra cidade) e Amsterdam, pena só ter 20 dias para isso tudo. A saída para mim tem que ser de Salvador.

 

Grande abraço!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...