Ir para conteúdo

Mochilão América do Sul – 15 dias / La Paz, Uyuni, Potosi, Sucre, Copacabana, Isla del Sol e La Paz


Posts Recomendados

Mochilão América do Sul – 15 dias / La Paz, Uyuni, Potosi, Sucre, Copacabana, Isla del Sol e La Paz Novamente.

 

No dia 15/12, tinha inicio minha viagem solo a Bolívia por 15 dias. Depois de cancelarem a viagem por duas vezes, uma pela TAM e outra pela LAN, onde a idéia inicial era começar a viagem por Calama e ir subindo até La Paz, porém, por duas vezes houveram imprevistos e estava quase desistindo quando enfim, tentei pela última vez pela Aerosur, indo e voltando por La Paz, e excluindo San Pedro do Atacama do roteiro.

Meu vôo sairia as 4:30hs e uma amiga maravilhosa, a Priscilla, me fez companhia no aeroporto e me deu uma carona que veio muito a calhar já que o vôo era tão cedo. No aeroporto de Guarulhos as casas de câmbio não vendem bolivianos, então, eu teria que me virar quando chegasse a bolivia. Levei U$ 700,00 + R$ 350,00 e o cartão VTM com U$ 100,00 que se mostrou inútil, conforme vou contar futuramente.

O vôo atrasou apenas 15 minutos e as 7:15hs horário Boliviano, descia em Santa Cruz para conexão. Precisei descer, pegar as bagagens, passar pela Aduana e enfim, voltar a mesma aeronave, só troquei assentos. As 9:10hs já havia pego a mochila e fui sacar algum valor para pegar a van e ir a cidade de La Paz, saquei B 150,00 da minha conta com meu cartão de débito pois com o VTM eu não consegui, deixei para ver isso depois.

A Van do aeroporto ao centro é B 3,80 e a viagem dura cerca de 40 minutinhos. As casas em La Paz não possuem reboco, pintura então, é algo praticamente só na Zona Sul de La Paz, e sem contar que as casas são feitas com colunas apenas na parte debaixo, se for um sobrado, acima é apenas tijolos um em cima do outro.

O motorista não me avisou quando passamos pelo terminal e acabei chegando ao final, desci e peguei outra van. O trânsito em La Paz é muito parecido com o de São Paulo, não senti muita diferença quanto a isso. Há muita condução e andar pela cidade é muito fácil, há condução em toda parte e as vans param em qualquer lugar que você der sinal, sem contar que é muito barato só é necessário ter paciência com o trânsito em alguns pontos.

Como meu roteiro era livre, no avião decidi que ao chegar em La Paz, a tarde iria para Uyuni para já fazer o Salar e deixar os passeios de La Paz para quando eu voltasse, já que meu vôo também sairia de La Paz. Parei no terminal e as 11:20hs já estava com passagens compradas para Uyuni na empresa Panasur a B 100,00 bus Semi Cama para as 19:00hs em uma viagem de 12 horas... Eithaaa rs ::toma::

Deixei a mochila na Agência e fui passear por La Paz. Logo, encontrei uma casa de câmbio em uma rua movimentada que esqueci de anotar o nome, encontrei U$ 1,00 por B 6,92. Troquei U$ 400,00 e fiquei com uma grana consideravel que acreditei que seria ncessário e preferi guardar um pouco de dólares. Sem contar que já havia sacado B 150,00 da minha conta.

13:30hs almocei Pollo a La Broaster, no que eu viciei e comia até quando não tinha fome hahaha. B 15,00 + Suco de Cochabamba B 5,00.

Havia muito tempo ainda e decidi fazer um city tour só que com táxi, subir e descer La Paz já cansava meus pés rss.. ::putz:: City Tour, B 50,00 por 3 horas de passeio pelos pontos turisticos de La Paz, você pode contratar em frente ao terminal, em um guchê de táxis. Enfim, comprei algumas bobagens para a longa viagem para Uyuni que estava por vir e bebi uma Pacenã geladerrima. A Tam faz esse percurso em 40 minutos mas, a passagem era B 150,00 fora que teria que ficar hospedada e na manhã seguinte teria que pegar um táxi. Ficaria muito mais caro e acabei optando pelo bus mesmo. ::mmm:

As 18:00hs começou a cair o mundo em La Paz, chuva de granizo forte e com muitos trovôes. As 18:30hs já embarcavamos e a empresa era super atenciosa. A viagem foi super tranquila e dormi quase todo o tempo, assim não via a estrada que já sabia que era perigosa.

 

Avião SP / La Paz/ SP = R$ 754,00

Van = B 7,60

Almoço = B 20,00

City Tour = B 50,00

Passagem para Uyuni = 100,00

Diversos= B 72,00

 

 

20120103110955.jpg

20120103111346.JPG

20120103112532.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 46
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

2º dia - Uyuni

 

Cheguei em Uyuni as 7:15hs e já fui procurar agências para fazer o Salar nesse mesmo dia. Haviam preços diversos, desde B 650,00 a B 900,00. Verifiquei por onde cada passeio passaria e o trajeto parecia o mesmo mas, tive receio de contratar um tour tão barato. Acabei sendo abordada pelo Roberto da Estrella del Sur, que se mostrou muito prestativo e cobrava B 850,00 pelo Salar de 3 dias ::carai:: . Chorando aqui e ali, fechamos em B 780,00 + B 150,00 do parque da Laguna Colorada + B 30,00 da Isla do pescador. Acabei pagando o passeio em Dólares por que o dinheiro estava no Money Belt e não quis retirar de lá. U$ 115,00 em dólares. Refeições inclusas e na primeira noite, Vinho no Hotel de Sal.

Tomei o desayuno e saimos as 11:00hs, o carro estava Ok e o Guia Andreis era bem atencioso. A primeira parada era no cemitério de trens e em seguida, aquele branco interminável da extração de Sal, onde vimos aqueles montinhos de Sal branquinhos e um calor terrivel na cabeça. Havia chovido e o Salar estava como um espelho :D , o motorista ia bem devagar pois, o Sal acaba danificando a parte debaixo do carro. Quando paramos no primeiro hotel de Sal para o almoço, Andreis foi verificar e limpar o carro. Pela primeira vez, comi Quinua e até que gostei. O almoço foi farto, e bebida a vontade e frutas de sobremesa. Continuamos naquela imensidão branca, com imagens de encher os olhos.

As 17:00hs chegavamos no Hotel de Sal que só recebia 3 grupos, então, haviam apenas 3 carros nesse hotel. Tomamos café da Tarde e em seguida corri para tomar banho pois, o tempo já estava mudando e o frio chegava com força. Logo depois, jantamos fartamente novamente e bebemos vinho. As 22:00hs, esse hotel desliga as luzes e ficamos a luz de velas, o céu estrelado foi uma das últimas imagens que me deliciei e então fui descansar para amanhã, curtir o segundo dia do tour.

 

Tour Salar de Uyuni = U$ 115,00

Entrada Parque = B 150,00

Entrada Parque = B 30,00 (Isla)

Desayuno = B 5,00 (apenas Café)

Diversos = B 25,00

 

 

20120103113637.jpg

 

20120103114214.jpg

 

20120103115528.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites

3º dia – Uyuni

 

Acordei as 06:20hs e o café da manhã foi farto, o restante do povo ainda dormia mas, eu já não aguentava ficar na cama, ansiosa para ver muitas outras paisagens. O segundo dia em Uyuni é o deserto mesmo, o Sal é somente no primeiro dia. Nesse dia, é só montanhas, vulcões, Vicunhas e o horizonte a perder de vista, nenhuma Arvore sequer. Hoje veriamos as Lagunas, que foi o melhor do passeio para mim, eu adorei tanto aquelas Lagunas que não dava vontade de ir embora. Em uma parte do percurso, tiramos muitas fotos da Biscatia, é tipo um coelho que vive em umas grandes rochas. Muito lindo, vou colocar foto dele abaixo ::hãã2::

Almoçamos em frente a uma laguna cheinha de Flamingos, era tão colorida... Branco pelo Borax e rosada pela cor dos Flamingos.

Olhar para as pessoas ao lado, era a mesma satisfação... O olhar de cada uma delas, era de admiração, todos sorriam, é um lugar realmente mágico.

Após o almoço, veriamos ainda mais lagunas.. Nesse momento, entravamos no parque onde era necessário pagar os B 150,00 que davam acesso a famosa Laguna Colorada, Águas Thermais e aos Geyseres. A última visita do dia foi na Laguna Colorada, o melhor do melhor do Salar na minha opinião, se não fosse pelo vento forte eu teria ficado muito mais tempo mas, o frio machucava a pele e meus lábios já estavam machucados do calor e frio.

A segunda noite, o hotel era mais simples, tão simples que não havia nem chuveiro, ou seja, amém para os lenços umedecidos rss. Meninas, vocês devem entender bem hehehe ::otemo::

Foi como na noite anterior, café da Tarde e logo depois o Jantar. Ainda bem que levei chocolates por que o Jantar foi sopa de macarrão com um monte de coisas, que eu até comeria mas, havia uns nacos de Cebola e eu ODEIO Cebola, arghhhh... Passei e fui para a sobremesa, compota de Pêssego e meus chocolates rs.

O frio era tanto que dóia respirar, o ar pelo nariz era congelante... Foi uma noite mal dormida e o 3º dia era quando acordariamos as 4:00hs para sair as 4:30hs para ver o amanhecer nos Geyseres.

 

 

20120104193509.jpg

 

20120104193718.jpg

 

20120104193859.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

AMEI as dicas e já deixei anotado para seguir a risca agora em fevereiro, mas queria uma ajudinha se possível.

Essa será a minha primeira viagem "internacional" sozinha, então...

 

>>> Pelas leituras aqui no Mochileiros percebi que comprar alguns itens por lá sai bem em conta e aí, você notou isso?

>>> E o que é fundamental e indispensável ter na bagagem?

.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oii Kelly

 

Realmente, muita coisa vale a pena comprar por lá mesmo, é muito mais em conta. Quanto ao que é indispensável, depende o que você pretende fazer e o tempo. Eu como já iria direto para Uyuni para fazer o Salar, na minha mochila foi indispensável um bom saco de dormir, fleece e meias bem quentinhas, sem contar Filtro solar e protetor labial que eu não levei e fez uma falta tremenda.

 

Por isso, se você chegar na Bolivia e tiver tempo para umas comprinhas, eu aconselho comprar por lá mesmo por que você encontra muita mercadoria mais acessivel. Agora, itens de higiene pessoal é super indispensável, principalmente aqueles lenços umedecidos, ajudaram muito viu rss

 

Se quiser, passar mais detalhes do que pretende conhecer que fica mais fácil ajudar!!

 

Abçs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

se eu for chata você me avisa? rs..

 

ainda não defini o roteiro, mas agora em fevereiro ficarei por 20 dias, desembarcando primeiro em Snt Cruz.

sobre as comprinhas é o seguinte... não vou fazer a linha muambeira da 25, mas... :D imaginei sair do Rio com uma mochila bem básica e por lá comprar uma mochila cargueiro, tennis de treking e os acessórios necessários até porque eu nunca me aventurei em algo tão ousado e desafiador e gostei dessa sua aventura em UYUNI e devo "imitar".

 

mas, falando em muambeira da 25 diz aí, o que vale super a pena comprar por lá rs..

 

.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Kelly, acho que La Paz é a melhor opção para suas compras, lembre-se que La Paz é uma cidade fria, eu passei frio por lá em algumas noites que fiquei, o clima é instável. Na Calle Ilamppu você encontra bons preços de botas (prefira botas a tênis) e roupas mais técnicas de frio. Na Calle Sta Cruz, nas banquinhas vc vai encontrar mochilas Cargueiras, e na Calle Sagarnaga agências de tours e roupas de Alpaca, bem quentinhas. As luvas e meias são essenciais, inclusive, se vc for faer o salar mesmo, Nao esquece as luvas e meias quentes.

 

No que precisar, é só falar.... Santa Cruz não têm nada muito interessante não, se puder, vá direto a La Paz.

 

Abçs

Link para o post
Compartilhar em outros sites

4º dia – Uyuni

 

Acordamos atrasados e arrumamos tudo na correria, as 7:00hs estavamos nos Geyseres e por pouco, não perdemos o nascer do Sol. Aquele lugar é sensacional, chegando perto dos Geyseres o cheiro não é nada agradável mas, ficar ali vendo aquele espetáculo da natureza foi incrivel. O Andreis disse que não era bom ficar muito tempo por ali, e como os outros integrantes estavam ansiosos para as águas thermais, partimos.

Haviam poucas pessoas nas águas thermais, muitas ficaram ao redor esperando a coragem chegar para entrar, acredito que o receio deveria ser o mesmo que eu tinha... A hora de sair e sentir aquele frio danado. Eu mesma fiquei ali ao redor decidindo se entrava ou não. Aí pensei, estou por aqui, quando vou ter outra oportunidade dessas. Decidi entrar e só quando estava lá dentro percebi que não havia pego a toalha kkkkkkkkkkk... Resultado, coloquei a roupa por cima do biquini e senti frio até o começo da tarde rsss. Problema que os Austriacos não tinham, tiraram roupas molhadas e se trocaram na frente de todos sem problema algum.

Tomamos o café no restaurante em frente as Águas Thermais, ficamos por lá por volta de 3 horas. Depois, partimos para a Laguna Verde. Os dois italianos do grupo foram para outro veiculo pois eles iriam para San Pedro do Atacama, e nós voltariamos para Uyuni.

Antes de voltar, o termino do passeio estava próximo mas, antes passamos pela Laguna Branca e verde, com o Vulcão Licanbur ao fundo. Pena que a água não estava verdinha como em outras fotos que vi, o tempo não estava muito bom, Andreis disse que era por que não havia Vento.

As 11:30hs, paramos na Villa Mar para um lanche, que acabou se tornando um almoço caprichado. Acho que a melhor comida da viagem toda, talvez por que o guia disse que seria um lanchinho e como veio mais do que foi mencionado, a satisfação foi melhor rss. Aconteceu isso lá nas Águas Thermais, Andreis disse que o café da manhã seria espetacular e a única diferença é que tinha Granola. Se ele não houvesse dito nada, eu teria dito “Puta que pariu, Granola”... Como foi vendido um peixe, a reação foi “Ah, granola” rss.

A volta é super cansativa, você cochila, acorda e vê somente deserto. As 14:30hs, paramos na Vila de San Sebastian para comprar alguma coisa e esticar as pernas. Dessa vila para Uyuni ainda seriam quase 2 horas.

Chegamos por volta das 16:30hs em uyuni, deixei minhas bagagens na agência e fui procurar algum passeio para o dia seguinte, estava de olho no trekking para o vulcão Tunupa. Rodei muito e só havia esse passeio por 2 dias, o valor era alto e não haviam grupos. Uma das desvantagens em fazer passeios solo, pode haver tours que sejam interessantes mas, que só saem com um número especifico de pessoas, e particular ficaria muito caro, totalmente fora do meu orçamento.

Bom, fiquei chateada mas, estava ciente que poderiam acontecer imprevistos assim na viagem. Fui procurar passagens e decidi ir para Potosi, de Uyuni para Potosi seriam 5 horas de viagem. Comprei a passagem com a Trans Expresso Quechisla e custou B 30,00 e sairia as 18:30hs. É o tipo de ônibus onde o motorista conhece todo mundo da cidade e já reserva os bancos para os “fregueses”, só haviam 2 lugares a venda e eles sempre deixam os vagos na frente, os últimos sempre são reservados. Já esperava que a viagem seria naquele estilo lotação, o que eu constataria logo mais.

Ainda tinha um tempinho, fui beber uma cerveja e comi algumas Quesadillas de Queijo que estavam maravilhosas.

O ônibus saiu no horário, logo depois 3 pessoas embarcaram e foram em pé... Por três horas precisei ficar ouvindo a conversinha de um Boliviano Emo paquerando uma guria no bus, e eu querendo dormir e aquele blá blá blá que não cessava. Um Saco!!!!

Se for fazer essa viagem, recomendo bancos no fundo e fique na Janela, nesse horário você vai ver um Pôr -do-Sol incrivel já que para chegar a Potosi o bus sobe, sobe e sobe as montanhas.

Por volta das 0:00hs eu chegava finalmente em Potosi, o terminal rodoviário é longe do centro e nesse horário não teve outro jeito se não pegar um táxi. Eu tinha o nome de um Hostal que o Paco, um francês que conheci lá na Laguna Verde indicou mas, o valor quando cheguei no Hostal era o dobro e não quis ficar. O Taxista me cobrou B 10,00 para me levar até o hostal. Duas ruas abaixo, havia o Residencial Felcar, onde me instalei por B 30,00 e esse hostel é super arrumadinho e o atendimento foi bem legal, tendo em vista que cheguei tarde a mocinha me recepcionou com um olho aberto outro fechado e para completar, depois que me levou ao quarto, sai para ir ao Toalete e deixei a chave dentro, e a tranca é daquelas que quando você fecha a porta, ela é trancada... Ou seja, chave sempre no bolso.

Lá vai eu, morrendo de sono e cansada chamar a moça e explicar que a chave ficou lá dentro com minha mochila lá dentro, ainda bem que a outra mochila com dinheiro e a máquina estavam comigo. Ela tentou a chave reserva mas, não conseguiu. Peguei outro quarto e para abrir a porta só no dia seguinte. Ok, o jeito era deixar rolar... Fui dormir e amanhã eu resolveria esse imprevisto.

 

Quesadillas + Cerveja = B 57,00

Ônibus = B 30,00

Táxi = B 10,00

Hostal = B 30,00

 

 

20120110202237.jpg

20120110202429.jpg

20120110202749.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...