Ir para conteúdo

Taquaritinga do Norte/PE e algo mais


cad girl

Posts Recomendados

  • Membros

id="Verdana">id="size2">id="black">[:)]

 

25/11/04 - Foram somente dois dias de viagem. Uma viagem tranquila saindo de Recife, passando por Goiana, Igarassu, Itapissuma e parando na Ilha de Itamaracá, para contemplar a paisagem do local e lembrar como tudo aquilo já foi diferente... De fato para quem é da terra, a Ilha de Itamaracá mudou bastante, mas é inegável que continua bela e ainda atrai muitos turistas. Pena que as atividades são restritas à visitação por um dia. Há poucas pousadas, muitas casas de veraneio, e não vemos mais pescadores como antigamente... O Forte Orange entretanto é um forte atrativo, sem intenção de trocadilho.

 

 

 

O projeto Peixe-boi, por sua vez é uma visita obrigatória para todo visitante que se preze! Na volta, atravessamos a ponte e, do lado de Itapissuma, foi possível contemplar a beleza daquela faixa de terra do outro lado. A maré estava baixa. De Itapissuma fomos para Taquaritinga do Norte. Gosto muito de viajar de transporte terreste (ônibus ou carro) e ir na primeira cadeira, de onde se tem uma visão melhor da paisagem da frente... O caminho para Taquaritinga do Norte, tanto pela BR-232, que passa por Caruaru quanto pela BR-408, passando por Carpina tem suas belezas. Fomos pela 408, onde o declive até Vertentes é pouco acentuado e quase não percebemos que estamos às bordas do Planaldo da Borborema. De vertentes para Taquaritinga uma mudança fantástica na paisagem impressiona todos quanto sabem ou imaginam como seja o agreste do Nordeste. Subimos 800m e era perceptível como tudo ficava diferente. Em Vertentes havia plantações de palma e apesar da proximidade com a Zona da Mata já apresentava características de Agreste, na sua caatinga arbórea. Mas Taquaritinga é o que chamamos Área de Excessão, um Brejo de Altitude, onde a vegetação é uma continuação da Mata Atlântica, em pleno Agreste Pernambucano. Na encosta que subimos, a chamada encosta de barlavento, era visível a dinâmica dos ventos e das precipitações pluviométricas, graças a vegetação local, mesmo já sendo início de verão.

 

Lá em cima, a cerca de 1000 m acima do nível do mar, o friozinho é agradável e convidativo. Apesar da potencialidade a cidade é pouco turística, nada que o tempo não se encarregue de resolver, já que a bela Taquaritinga, Terra das Dálias, já está no roteiro do Circuito do Frio - PE, um sucesso turístico para o interior do Estado.

 

 

 

Para os bons aventureiros e fiéis ecoturistas, não há de que se reclamar, já que os belos passeios pelas estradas antigas dos sítios de café não precisam ser guiados e não sofrem o dano da poluição. A cidade é uma graça, e apesar de pequena, muito movimentada pelos nativos ao anoitecer. Conta com bares e restaurantes agradáveis e que servem boa comida em boa quantidade... uma característica comum do interior de Pernambuco... Tem ainda possibilidade fazer vôos de asa delta, da Serra da taquara.

 

 

 

Para quem gosta de agito, de fato não é a praia! Aliás, água por aqui é uma riqueza a parte, mas é doce... muito longe do mar![:)]

 

Para quem gosta de interagir com o povo é outra história... dá até para se comunicar com a cidade inteira, através da rádio da cidade! a Taquaritinga FM 104.9. As músicas é que não são muito diversificadas, mas um Forró com certeza você encontra para oferecer ao povo da cidade...

 

26/11/04 - E lá pernoitamos. E no dia seguinte fomos conhecer a paisagem da encosta de Sotavento, uma diferença estupenda, já que trata-se do lado para onde a umidade não passa. Santa Cruz do Capibaribe é a cidade mais próxima, e uma das mais secas da região. Tinha tudo para ser uma cidade morta, apesar de nascer lá o Rio Capibaribe, um caso a parte. Mas há cerca de 3 décadas o investimento na indústria têxtil trouxe vida à cidade fazendo dela um dos maiores pólos de moda da região; juntamente com Toritama, a Terra do Jeans; e Caruaru. Hoje são fornecedoras de quases todos os estados do Nordeste. Decerto não é uma cidade organizada urbanísticamente. A desordem chega a incomodar visualmente. Mas o bolso agradece as compras a preços super-em-conta. E vale lembrar que veio de lá a inspiração para a criação do figurino de LISBELA E O PRISIONEIRO. Quem já esteve por lá, mostrando a feira e falando da produção, foi a atriz Regina Casé.

 

Depois das compras fomos para casa... um excelente passeio com parada para almoçar em Gravatá... e voltamos pela BR-232, que dá uma outra visão do Planalto da Borborema, por ali chamado de Serra das Russas! A estrada recém-duplicada dá acesso fácil e rápido, cerca de 1 hora, de Gravatá para Recife!

 

Download Attachment: icon_paperclip.gif itamaraca.jpg

23,85 KB

 

Download Attachment: icon_paperclip.gif taquaritinga01.jpg

56,95 KB

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Esse Brasilzão tem mtos lugares surpriendentes!!!

Confesso que essa região não me atrai muito, mas vendo relatos como seu, sinto o bichinho mochileiro me cutucar...rs

Adihélen vc tem mais fotos dessa trip? Tem cartões postais dessa região?

Gostaria de vê-los, se puder me manda por @: [email protected]

 

Bjin

 

Cláudinha

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...