Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
wwaleska

Roteiro 10 dias: Lima-Cusco-Vale Sagrado-AguasCaliente/MP-Puno-Titicaca

Posts Recomendados

Relato viagem Peru (Lima-Cusco-Vale Sagrado- Ollanta- MP-Puno) 10 dias set/2012

Olá galera acabei de fazer uma “mochilinha” com meu marido...sempre venho consultar informações no site mas nunca deixei nossas experiências registradas para outros mochileiros, desta vez resolvi compartilhar! Deixo algumas dicas do roteiro que fizemos:

Lima: na cidade prefira ficar em Miraflores (nos hospedamos no Hostel Pirwa, que é simples mas cumpre a função de “dormir”); de Miraflores para o centro não vá de táxi, pegue o ônibus Metropolitano (é um expresso com rua própria, tipo o bi-articulado que tem em Curitiba) na avenida Ricardo Palma (1,50 soles + 4,50 para emissão do cartão) e desça na estação Jirón da Unión (já no centro), é rápido, seguro e econômico. Conheça o Museu da Inquisição, vale a pena apesar de pequeno. Precisando sacar dinheiro e se seu banco for BB ou Bradesco, utilize os caixas do HSBC (ao lado da churrascaria La Tranqueira ou Scotiabank) pois os “cajeros” da GlobalNet não aceitam os cartões destes bancos e sacando no banco diretamente (direto com o cara do caixa) pagamos mais taxas que no caixa automático; se você é como eu que gosta de se divertir com os produtos diferentes no supermercado, aproveite para comprar tudo em Lima, pois nas outras cidades os mercados são menores (Vivanda em Miraflores  seguindo em frente na rua da churrascaria La Tranqueira e Metro no Centro). Caso você precise pagar seus tickets de entrada para MP faça isso no Banco da Union, em Miraflores tem uma agência (também tem uma casa de câmbio no bairro, pertinho da praça principal cheia de gatos!). Perto de Lima há um sítio arqueológico muito legal: Caral (cidade mais antiga das Américas). O sítio fica em Supe, pegando um bus fica a 4horas de Lima. Atenção: no Peru os terminais de ônibus são individuais, ou seja, cada empresa tem seu ponto de embarque (em Lima tem a Plaza Norte que é uma rodoviária, mas fica mais afastada da cidade...pegando o Metropolitano você consegue chegar lá). Pegamos o bus da empresa Paramonga (a limpeza não era o forte) de manhã, chegando em Supe um táxi para Caral (20 min, 70 soles e o motorista ficou lá esperando para nos trazer de volta). Eu me impressionei bastante com o lugar, o rio Supe alimenta a região a 5 mil anos. Pesquise!

Cusco: não marque bobeira para fazer seu check-in e entrar para o embarque no aeroporto de Cusco, você vai precisar pegar em um ônibus para fazer o embarque no avião. A cidade é muito gostosa e tudo pode ser feito a pé. Em Cusco recomendo a agência NCInkaTravelCusco, o Nicolas é uma pessoas honesta e pontual, seus preços são atraentes (quando você coloca tudo que vai gastar no papel, vale a pena pegar a agência...nós sempre fazemos tudo por conta, mas tendo em vista os preços e prazos para comprar as coisas para MP e o Titicaca, preferimos ficar com o Nicolas); cuidado ao bater fotinhos com as lhamas e alpacas filhotes, elas podem fazer xixi em vc...hehehe! Em Cusco comemos um macarrão no calçadão central (a atração do lugar são os bolos) que vem um prato muito bem servido (pra quem quer comer bem!); se você quer experimentar o Cuy faça isso em Cusco ou em Puno, os preços em MP são o dobro literalmente; aproveite para levar suco de 1L e encher garrafinhas, pois em MP as coisas são o olho da cara. Conheça o Mercadão San Pedro, de comida a lembrancinhas...

Vale Sagrado: Vale muito a pena fazer o tour pelo Vale Sagrado, acho complicado fazer por conta. Gostei do mercado de Pisac, ali o preço é bom. Ollantaytambo é lindo, muito impressionante a capacidade de criação dos povos incas e pré-incas. Pegamos de Ollanta o trem para MP, mais barato e com mais horários. Ficamos no hotel El Portal (muito bom), com preço acertado pelo Nicolas (era 50 dólares ficou por 35).

Aguas Calientes – Machu Picchu: chegamos pela noite porque queríamos pegar o amanhecer em MP. Ficamos no hostal del Oro (bem bom!); pela noite fomos a uma polleria (cheia nas cidades)...se você gosta de comer onde a população local come, indico. Pela manhã pegamos um dos primeiros ônibus para MP. A estrada é um mini “los caracoles” dos Andes, mas os motoristas parecem conhecer bem o trajeto...hehehehe. Chegando em MP não deixe de carimbar seu passaporte com o “sello”. O banheiro fica fora do complexo turístico (1 sol). Indico pegar um guia para conhecer a arquitetura. O lugar tem uma energia ímpar!

Puno-Titicaca: pegamos um tour de 10horas até Puno (vai parando em algumas cidades), não achei cansativo e é possível conhecer alguns lugares interessantes. Caso sua vontade seja conhecer o Lago Titicaca, acho que vale a pena o tour (50 soles com serviço de bordo e almoço turístico – comemos até alpaca). Em Puno os preços são bons, indico a pizza do restaurante Ekekos, o pizzaiolo faz com um carinho que dá até dó de comer...hahahah...aproveite e também experimente o viño caliente (suco de laranja, vinho e canela), delícia! Geralmente o passeio ao Titicaca esta incluso com o passeio as Ilhas Taquile. Em Taquile não há muitas “atrações”, você acaba indo somente para almoçar. A principal atração é a visão que se tem do Titicaca, parece um mar. Eu teria optado por outro passeio.

Geral: eu quase não senti o soroche (tomei o chá de coca “pra mais de metro”, já meu marido sentiu... tinha dores de cabeça e um pouco de mal estar, mas passa). A comida é muito boa, arrisque-se! Não tem como resistir as blusas de lã, pechinche!

¡Buen Viaje! ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

×