Ir para conteúdo
flavinhanobre

Portugal - Lisboa - 8 dias e 6 noites

Posts Recomendados

Bom, como o Mochileiros.com me ajuda demais, também quero dar minha contribuição! Esta será a primeira de muitas, com certeza!

 

Ah, sim, antes de mais nada quero avisar que é para colocar QUALQUER DUVIDA que você tenha! Eu vou tentar responder o que quiserem, sabem, acho muito chato alguns blogueiros de viagem, que quando você pergunta algo, o cara diz que a resposta está no texto. Eu não pretendo fazer assim, quero responder um por um, mesmo que tenha que repetir a mesma coisa várias vezes, cada caso é um caso e se eu posso ajudar, não vou atrapalhar!

 

Vou contar aqui, dia a dia minha viagem a Portugal, feita em Agosto de 2012, mais precisamente entre os dias 20 e 28. Foi minha primeira viagem à Europa, minha primeira com passaporte e também minha primeira com um tempo maior de voo ... Esse foi meu grande pânico: Será que eu iria aguentar tantas horas assim dentro de um avião? E, o pior, como encarar 4 horas de conexão em Madrid? E, ao chegar lá, como me virar? OK, a língua é a mesma e eu até já havia me virado super bem em espanhol (antes só tinha ido ao Mercosul!). E o passaporte? Será que vão me barrar? Quanto levar?.... Eram muitos os questinamentos, mas eles eram todos causados pela ansiedade e o medo do desconhecido.....

 

Este post inicial é para poder dar algumas dicas pré viagem, para quem ainda está pesquisando e adora programar a viagem como eu! Nos outros eu vou colocando os dias e se conseguir as fotos. Vamos lá!!

 

- Eu não tinha passaporte e, foi um certo “perrengue” , mas não é difícil, é só demorado pois aqui no Rio de Janeiro são poucos postos e há pouca disponibilidade. Então, se você não tem passaporte TIRE UM O MAIS RAPIDO POSSIVEL! O ideal é começar com pelo menos 6 meses antes. Eu agendei pelo site da Polícia Federal e lá eles têm tudo. Não vou me estender neste tópico, pois quase todo mundo já tem passaporte. Se vc quiser mais detalhes, pode me escrever ou responder ao post com sua dúvida que eu tento explicar as coordenadas!

 

- DINHEIRO: Fiz assim, desde abril, em cada quinzena eu ia tirando um pouco do dinheiro do meu dia-a-dia e comprava cerca de 50 euros ... Isso foi ótimo pois não “doeu” e no final fiquem com um monte de dinheiro vivo. E foi este excedente que eu usei para as compras. Sim, amigAs, comprar é tudo de bom e sempre separo uma verba para compras.

 

- DINHEIRO 2: Como aqui no Mercosul o dinheiro vale mais, sempre separei em torno de 100 reais por dia para comer, transporte e entradas, ou melhor, o dinheiro para se virar. Para lá, eu separei 100 euros, mas é muito! A imigração diz 60 e é suficiente mesmo! Faça a conta de 60 euros por dia quando for calcular o que voce pretende levar.

 

- MALA: Fui no verão, um calor muito bom! Não é abafado, só o sol que é de rachar! Então, caso não queira comprar lá, já leve daqui um chapéu e óculos escuros para não torrar. Também tem que colocar protetor solar no rosto, mas isso compre lá que é mais barato do que aqui. Não esqueça de levar roupa de praia!! Mesmo quando fui à neve eu levei roupa de praia e para lá eu levei também e usei... Depois vejam o relato do dia 06 da viagem e vão ver porque eu dei Graças a Deus de ter levado um mísero biquíni! Verão pede roupas leves e se vc não vai comprar nada lá, 2 bermudas, 1 calça e 3 camisas dão conta! No pé HAVAIANAS! Sim, foram a minha salvação pro pé que assava... Já leve as suas daqui pois lá custa um bilhão de reais! ::lol4::

 

- PASSAGEM: Comprei na Decolar.com mas muitas vezes no site da companhia aérea está mais em conta. Isto porque no Decolar tem a taxa de administração e mais ainda todas as taxas que eles cobram... É aquela ilusão: Você acha que está baratinho e quando clica no comprar, vê um salto de uns R$ 400,00 mais ou menos.... Pesquise muito! A dica é veja na Decolar. Com e depois vá a cada site de cada empresa conferir os preços. Antecedência de uns 3 meses está bom! Mais que isso não tem promoção e depois pode ser que você fique sem. Basicamente quase todo mundo que faz Europa faz tb Portugal. Ah, sim, sou louca e amo as conexões! Uma coisa é vc ficar em conexão no Viracopos, outra é ficar no HEATROW, que parece um shopping Center... Então, se vc gosta de passear, procure o voo com muitas horas de conexão para poder andar bastante. Na ida eu fui por Madrid e na volta por Londes, foi ótimo!

 

- HOSPEDAGEM: A mesma dica da passagem serve para a hospedagem também. PESQUISE! Decolar, HOTEIS.COM, Booking.COM, EXPEDIA. Se vc for no TripAdvisor, vc tem como pesquisar todo mundo ao mesmo tempo. DICA PARA BUSCAR O HOTEL, caso não tenha alguma indicação: PROCURE os HOTEIS 5 ESTRELAS pelo mapa. Todos os sites de hotéis, permitem que você veja a localização pelo mapa, então veja onde há a maior concentração de hotéis e de hotéis 5 estrelas (os mais caros) e assim você conseguirá saber pelo menos qual é a melhor região para ficar, afinal, ninguém vai construir um hotel de luxo em uma área ruim, não é mesmo?

 

Bom, o que eu lembro de pré-viagem é isso, depois eu vou lembrando de mais e colocando aqui também! ::otemo::

 

Em breve, começo o relato em dia do dia 01 ( A Ida) até o dia 08 ( A Chegada!)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Mochileira!

 

Estou fazendo um projeto piloto de uma revista para a faculdade, gostaria de saber se toparia fazer uma entrevista sobre sua viagem, impressões.

Poderíamos fazer por email mesmo.

Aguado sua resposta.

 

Abs,

 

Thays Freire

email: [email protected]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 01 – A IDA....

 

Frio na barriga.... Começou logo que acordei.... Até que tinham algumas coisas ainda para resolver, mas não passava, a hora não passava... Fui na rua, vi TV, com cuidado para não dormir, mas não adiantou... Tic TAC tic TAC... Finalmente chegou a hora! Para quem é avoado como eu, o bom é deixar tudo pronto de vépera... Passaporte: Confere! Grana? Confere? Reais para a volta? Confere! Carteira? Confere! Reservas impressas? Confere! Ufa! Tudo pronto, posso partir!! Tchau, casinha, vou ali do outro lado do Atlântico e já volto... ::cool:::'>

 

Aqui no Rio de Janeiro, não tem jeito, aeroporto é de táxi... E, 40 reais depois eu chego! Saí com 3 horas de antecedência e é ótimo, ia dar tempo de tudo, até de ir n o freeshop. Fui pela Iberia, saindo do Rio às 19:20, cheguei tranquila no aeroporto e logo despachei tudo, tíquete de embarque na mão, vamos entrar logo!

 

Assim que eu entrei, a primeira roubada da viagem.... Caí no “conto” do seguro... Sim, tinha uma moça de uma companhia de seguros de viagem que me botou o “terror” dizendo que eu não conseguiria entrar na Europa porque eu não tinha o seguro-saúde. Até que mentira não é, mas também não precisa ser uma sangria desatada.... Assim, nos sites dos consulados, dizem que precisam, mas ninguém me pediu quando cheguei e conversei com outras pessoas que também me disseram que nunca pediram nada... De qualquer forma, sugiro fazer, mas FAZER ANTES que sai mais barato! E, se vc vai para Portugal, há uma declaração que o INSS daqui emite e você não precisa fazer seguro-saúde pois com esta declaração você pode usar a saúde pública de lá. Chorei “todas” mas fiz... Depois me senti enganada, mas foi o preço que eu paguei pela desinformação.

 

Tirei foto da mala antes de embarcar, com o tíquete preso nela. Eu sempre faço isto, eu também sempre peço para a própria companhia lacrar a mala, mas a Iberia não tinha isso...

 

file.php?mode=view&id=15158&sid=66634651148bcaffd7421f09930b4f7d

 

Depois fui ao freeshop e mais nada... Chegou a hora! Nossa.... Ia entrar e só sair 10 horas depois

 

 

A aeronave da Iberia foi tranquila, um tanto velha, mas OK. Confortável mesmo só a primeira classe, então tenta relaxar! O problema foram mais as pessoas do meu lado, uma mãe com 3 crianças! Eles se espalharam demais e teve horas que invadiram até meu espaço que já estava espremido... Mas, OK, deve ser difícil viajar com 3 crianças e eu acabei me ajeitando. Consegui dormir algumas horas e vi filminho também. Não foi traumático e quando comecei a ficar cansada de estar lá, já estava chegando...

598da1717aaeb_2012-08-2016_52_28.jpg.d2ab889919306d054704389720807e00.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é... essa parte de viajar em família vou dar meu depoimento...

 

Sempre, sempre e sempre mesmo reclamei de criança em voo, ainda mais, os longos... Eis que o jogo virou e agora eu que levo a criança em voo...

Ja fui na Europa, Argentina em tanto de lugar no Brasil (Maceio, Recife, Foz, BH, etc..)

Pensava, porque as crianças não ficam em casa?

Hoje respondo, não dá, simplesmente não dá prefiro carregar minha filha nas viagens que faço do que largar ela em casa com avós, sempre que posso ela ta junto, planejo a viagem com ela... vez ou outra esta ela chorando no voo, mas de tanto que la ja voo, na verdade ,ate curte viajar, 90% do tempo dorme, o resto brinca e come... raramente tem um choro, isso foi só um "parenteses" sobre o tema polemico de crianças em voos principalmente para Europa... como você citou acima. Sempre que leio aqui digo, um pouquinho de paciencia com as mamaes e papais viajando com seus filhos, afinal nos fomos as crianças e possivelmente teremos as nossas. Digo isso "Na paz!"

 

Portugal é fantástica, as duas vezes que fui na Europa passei alguns diar por lá... primeiro foram 4 depois fiquei mais uma semana, pais bonito, barato e melhor de tudo fala portugues, espero esse ano passar por la denovo (acompanhado da filhota, hehe)!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi flavinhanobre... acompanhando seu relato, ok!?

Muito bom... espere que não abandone no meio!!!

 

Quero saber aonde vc ficou... hotel, bairro? se gostou? se recomenda outro lugar e tal...

 

Vlw!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Pessoal!!

Obrigada por acompanharem! Ainda estou engatinhando por aqui, queria colocar as fotos, mas não consegui... ::mmm:

 

Vou postar o dia 02, que já está escrito e vou escrever os outros dias! E, como está grande, vou fazer um PDF com as informações resumidas, para facilitar, tá?!

 

Obrigada por acompanharem!

Bjão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 02 – Conexão MADRID + Lisboa + Shopping Colombo

 

Finalmente o avião pousou em Madrid e eu estava livre! Foi “menos pior” do que eu pensava! Aguentei firme as horas todas de voo!

 

Saindo do avião, começou a saga... Para quem faz conexão em Madrid (aeroporto BARAJAS), tem que separar mesmo pelo menos 2 horas para isto, pois é bem longe um lugar do outro, fora a fila na imigração. Desembarcamos no T4, a imigração é feita lá, foi tranquilo, pois a fila era enorme e o povo queria despachá-la logo. Ao contrário do que a terrorista do seguro disse, não me pediram nada. Aliás, não me pediram nada de nada mesmo, mas acho que é porque eu não ia para lá, eles só carimbaram e parti... O caminho é enorme entre o T4 e o T1, o que eu ia embarcar para Lisboa. A gente desce, depois pega um metrozinho e em 15 minutos a gente chega lá. Aí sobe e se depara com um grande shopping Center...

 

Eu me arrependi de não ter separado mais tempo, não imaginei que eu ia chegar em um aeroporto e dar de cara com um shopping. Eu nunca tinha ido numa conexão assim! Lá fui eu passear: ZARA (gastei meus primeiros 10 euros...), MANGO, Lojas Chiques e o freeshop gigante! Adorei! O restante do tempo passou que eu nem vi!

Fominha batendo e o que comer? Bom, não tem muitas opções saudáveis de comida, estou de férias de tudo, até da dieta, então vamos enfiar o pé na jaca mesmo! Agora eu não estou me lembrando direito o que tinha, lembro de um McDonald’s gigante, mas optei por ir em um café. Comi um sanduiche de presunto (que lá é presunto de Parma, delícia!) com queijo, uma coca zero 500ml e mais um pouco de batatinha chips e (ufa!) mais uma sobremesa e um café por 6,50 euros. Nada mal... Se em Portugal for assim também, está ótimo! O lanche estava uma delícia!

 

Ao final, faltava um pouco mais de 30 minutos para o embarque para Lisboa então eu decidi ir logo para perto da plataforma. É muita gente naquele terminal e não tem lugar para todo mundo sentar, então o povo senta e deita no chão mesmo! E..... Eu tb! Estava já quebrada do “passeio” e então deitei no chão geladinho para esticar a coluna. OK, eu DORMI! Acordei com o chamado! Finalmente eu vou chegar em PORTUGAL!

 

Não lembro mais o tempo de viagem, pois assim que eu sentei, eu apaguei e só acordei com o tranco de aterrisar. Trâmites finais, freeshop (comprei 2 perfumes famosos por 70 euros), pega a mala e parte. GENTEM, como é bom estar num país que fala a mesma língua da gente, NE?!

Marinheira de primeira viagem, não sabia que dava para ir de metro para o Centro e peguei um táxi. Até que não sai muito caro, mas a gente tem que pagar uma taxa pela bagagem.

 

Cheguei no Hotel NEYA Lisboa (http://www.neyahotels.com/hotel-overview.html) que foi o hotel mais chique que eu fui nas minhas viagens de férias (para vcs verem como eu sou mulamba em viagens... ahahahahah). Foi bem barato e eu fechei ele pelo hotéis.com. Em quarto single com café da manhã, eu paguei em torno de 50 euros. O hotel é excelente, mas anda um pouco até o metro. DICA: Em Lisboa fique perto da Praça Marques de Pombal, lá é super central, tem muitos hotéis perto e algumas estações do metrô e é do lado do parque.

 

Ah, sim ,se vc é desavisado como eu, lembre-se de reservar/comprar o hotel para um dia depois da sua chegada.... Sim, quase caio na besteira de marcar para o mesmo dia e quase perco dinheirinho... Lembram-se? Antes, eu só tinha ido para aqui pertinho e a gente chega no mesmo dia....

 

Cheguei, CARACA! Quase 8 da noite e sol está alto!! Despachei tudo no hotel e parti para o shopping Colombo passear e lanchar.

 

Antes de continuar, uma pequenina “aula” sobre o Metro de Lisboa:

METRO de LISBOA

- Ele pega a cidade quase toda, somente Belém que não tem metro, mas dá para ir a tudo com ele. MAPA e informações em: http://www.metrolisboa.pt/

 

- Para comprar as passagens utilize as máquinas espalhadas pela estação. Você pode colocar moedas e notas, escolhe o bilhete e os valores de carga e depois ela te dá o troco se tiver. A máquina é bem intuitiva, siga suas instruções que não tem erro.

 

- Na primeira vez, você compra o cartão VIA LISBOA que custa 1,35 e depois só recarrega ele. Tente não perder o cartão, senão será mais 1,35 todas as vezes que for andar de metro.

 

- ANDE COM O CARTAO NO BOLSO! Sim, você passa o cartão na entrada para a plataforma de trens e depois de novo na saída. Então, guarde o cartão em um lugar acessível, senão, vc não sai do metro.

 

- MAPAS: No metro há mapas das cercanias, com os pontos turísticos marcados, ajudou muito a me localizar. Use-o bem!

 

- MAPAS 2: Há mapas também que mostram toda a malha ferroviária e a integração com o metro. Foi nele que eu “descobri” que podia ir à Sintra, Cascais, Évora e todos os outros lugares de trem... E é nele que você vê como faz para ir a Belém, que é de metro até o CAIS do SODRE e depois pega o trem e salta na primeira estação (Pronto! Já antecipei!).

 

- PAINEL: Em cada estação há um painel que mostra o tempo que falta para o próximo trem chegar. Por incrível que pareça FUNCIONA, pode acreditar no que ele diz! Igualzinho ao metrô do Rio.... ::dãã2::ãã2::'>

 

O shopping fica na estação COLOMBO da linha azul do metrô, a estação é praticamente lá dentro. Foi super simples de chegar! O shopping é igual a qualquer outro que a gente conhece: lojas e mais lojas e um monte de besteiras para comer. Para as meninas, as lojas que mais fui: THE BODY SHOP, SEPHORA, ZARA e H&M, lá tem uma C&A também, mas não vale a pena perder tempo, pois ela é cara e as roupas são feias (hahahahaahhaahhahahahahaha). O SHOPPING FECHA MEIA NOITE! Uhuuu!! Claro que no primeiro dia, eu perdi a noção do tempo...

 

Para encerrar o dia, uma passada rápida no supermercado para comprar umas besteiras para beliscar! Pena que não consegui tempo para fazer o que eu gosto que é passear no supermercado para ver os hábitos e ver se tem algo de diferente. O máximo que eu vi foi que os preços são bem parecidos com os daqui!

Quase meia-noite! Ufa! Tá na hora de ir! Amanhã eu iria de tour para Sintra, mas a moça ligou remarcando para o dia seguinte, então, amanhã é Belém!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 03 – BELEM

 

Acordei cedo, como faço em todas as viagens, me arrumei e fui tomar café. Comi pra dedéu, que café da manhã excelente! E, o melhor, o café preto era uma delícia também. Eu gosto de ficar em hotéis que tenham um bom café da manhã porque eu como muito de manhã, isso ajuda a segurar o dia e economizar no almoço! Esse era ótimo, muitos pães, frios, queijos, frutas, bolo, sucos.... Era muito farto!

 

Curioso é que da mesma forma que o sol vai embora mais tarde, ele chega mais tarde, quando saí do hotel, quase morri de frio! Volta e pega o casaco....

 

Fui direto para a praça Marques de Pombal para pegar o ônibus de turismo, daqueles que tem 2 andares. Marinheira de primeira viagem é “ótimo”: Eu não sabia que podia ir de metro aos lugares que eu queria ir, então achei ótimo esse ônibus. Na verdade, para quem não tem tempo ou não quer/pode andar muito ele é mesmo ótimo! São 18 Euros para 2 dias seguidos, nas duas linhas da cidade de Lisboa, ou um pouco a mais para poder ir a Cascais ou para a linha verde, que eu esqueci para onde é. O ônibus é o CityRama (http://WWW.cityrama.com) e tem outras companhias, mas achei essa mais simpática e também é a única que tem a narração em Portugês do Brasil.

 

Comprei 1 passe só, temos essa possibilidade, e lá fui eu! O passeio é muito gostoso sim, fui no andar aberto e foi bem agradável, podia ter sido mais, podia ter ido de chapéu e colocado filtro solar, mas, marinheira de primeira viagem (OK, foi minha primeira viagem no verão....) , sabem como é.... TORREI! A narração é ótima, toca um fado ao fundo (sensíveis, cuidado, a gente chora....) e vai te explicando tudo, adorei! Passamos pela Av. Liberdade toda, depois entramos no Rossio, Chiado e partimos para Belem.

 

Chegando lá, foi a primeira vez que tive a emoção de estar em Portugal, numa curva aparece ao longe, o cartão-postal de lá: A Torre de Belém. Peraí que eu já vou!

Segui mais um pouco, desci em frente a um restaurante e bebi 500ml de água (em torno de 2 euros) num gole só, tb tinha ficado mais de meia hora torrando no sol.... Estava tudo, mas absolutamente tudo lotado! No verão de lá tem isso, NE, são as férias deles, logo, vão todos viajar.... Vamos caminhando! Primeira parada seria a pastelaria Pastéis de Belém! Mas, antes um pit stop na farmácia, um protetor solar e uma água termal pequena (tudo por 16 euros) iriam ajudar muito a quem já estava “esturricada” como eu.

 

Fila da pastelaria! O calor estava brabo, mas estava bom, nada a ver com os 40 graus que fazem aqui... Dado momento, troquei meu tênis pelas havianas, nada melhor! Que alívio! E a bicha era grande, mas andava. Moça, é um pastel de nata (o nome do pastel de belem), uma água e uma coca-zero, café, nem pensar! Moça, é fria (sim, vc tem a opção de comer o pastel quente)! E....................... Hummmm........... Top 5 nos melhores doces que eu comi na vida!! Queria mais, pelo menos mais uns 2, mas a fila.... Bom, deixa para o ano que vem!! Dica: Se vc não puder deixar para o ano que vem, compre logo o combo com 6, sendo que você só paga 5. O pastel custa 1,45 Euros e a coca tb. O café é mais barato, mas não sei quanto.

 

Depois um passeio dentro da pastelaria mesmo! Ali é bem legal! Por exemplo, eu não sabia que coxinha, risoles, bolinha de queijo e demais salgadinhos que comemos eram de lá! Tem vários itens antigos expostos, uma maquete da Torre de Belem de glacê, muito legal! Vale a pena ir!

 

Saindo de lá, fui ao Mosteiro dos Jerônimos. É na mesma calçada, andando um pouco para frente. GIGANTE! LINDO DEMAIS! O mosteiro é lindo de perto, fiquei admirando cada detalhe, é muito emocionante você saber que aquilo está lá há quase mil anos.... Chorei e tudo (OK, eu chorei a viagem inteira! RS RS RS RS) pois estava encantada de estar ali.

 

A fila dava vooooltas, enorme! Bom, fui andando, andando, vendo onde eu podia entrar... Assim, descobri que a igreja do mosteiro estava aberta! Foi sorte pois ela não abre sempre! Dei uma grande volta, foi a primeira vez que eu entrei em uma igreja gótica, muito bonita! Lá tem várias coisas, inclusive uma “piada pronta”: O túmulo do Vasco da Gama!! Ahahahahaha! Para quem é Flamenguista, isso foi grande motivo de zoação com os companheiros vascaínos. ::lol4::

 

Enfim, não entrei no mosteiro, fica para o ano que vem (Vocês vão ver que muitas coisas ficaram "para o ano que vem" :-D ) ! Muita fila e ainda queria ir na Torre de Belém e no Padrão dos Descobrimentos. Belém é o tipo do lugar que é um roteiro pronto de um dia! Está tudo ali e deve-se separar mesmo um dia completo lá. São muitas atrações, fora aquelas que a gente não sabe que tem.

 

 

Parti do mosteiro e fui caminhando para a Torre de Belem. Anda pra xuxu e ainda tem uma passarela para atravessar. E vc anda, anda, anda e nada, quando de repente.... Surge ela! Linda e imponente! CARACA, estou em Portugal! ::otemo:: Como seria o costume nesta viagem, chorei muito, era muita emoção!

Andei por ali na torre, tirei fotos, mas o que eu queria fazer (e adoro) é simplesmente sentar e ver o lugar, é deixar o tempo passar olhando tudo com calma. Fiquei ali um pouco, depois a fome apertou e fui lanchar: Um bolinho de “Batatalhau”, uma coca-zero e um Cornetto, por 4 euros. Voltei e fiquei mais um pouco lá olhando tudo! Muito bom! Foi lá que eu descobri que há um ingresso único, que vale para a Torre e para o Mosteiro. Assim, vc vai primeiro na Torre que a fila é menor e depois vá ao Mosteiro, dando tchauzinho para quem está na fila!

 

E tome caminhada! Ah, sim, a intenção com o onibuzinho era poder se deslocar entre os pontos, mas eu amo caminhar e queria aproveitar. É tudo relativamente perto para quem caminha. Passamos a marina e vamos ao Padrão dos Descobrimentos! Reza a lenda que lá é o local onde saiam as caravelas para desbravar o mundo. É lindo o lugar! Tem um monumento gigante e também um mapa-mundi em mármore no chão, nele estão marcadas todas as conquistas dos Portugueses, inclusive “nóis”: 1500 – Porto Seguro.

 

Brinquei muito ali naquele mapa! Sozinha, que nem uma doida! Ahahhahahaha! Foi ótimo! THE WORLD IS MINE! O bacana de voce ir numa época essencialmente turística, para mim, é justamente o lugar estar animado, cheio de gente! Conversei a beça com todo mundo!

Nisso já era quase o final do dia mesmo! Realmente, separe 1 dia inteirinho em Belém, pois se eu não entrei nos monumentos e fiquei em torno de 7 horas, imagina se eu tivesse entrado!

 

Peguei o onibuzinho e voltei para o Chiado, fui para a Praça do Comércio. Que doideira! Tinha de tudo, muita gente, muito cheia, muitos artistas, que legal!! Até Michel Teló (afff... a PRAGA de 2012) tinha gente tocando! Fiquei um pouco por ali, vendo o movimento e admirando o Arco (que eu esqueci o nome...) e depois coloquei o pezinho no Tejo. Que delícia!

 

Depois da praça, já era bem mais tarde, dia claro, mas já eram 20 horas... Fome apertando, “carteira” mais apertando ainda e parti para as compras e lanche! Shopping Colombo! Antes, uns pit stops nas farmácias e tb para perguntar o que eu não via de jeito nenhum, a entrada do metro! Ahahahahahhahahahah

E assim, acabou-se o dia 3...

 

Um adendo: A TV de lá é sensacional, engraçadona! Passa novela antiga do Brasil e uns programas bem legais! Ótima companhia para a 1 da madruga que vc não consegue dormir!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 04 – Tour à Sintra

 

Hoje o dia começou cedo! Afinal, eu ia pegar o tour para Sintra e mais outros lugares que eu nem imaginava mais! O tour eu comprei aqui pela Celina Tour, indico muito pois ela é uma simpatia e o outro guia também. Se não fosse por eles, eu não indicava, vocês vão descobrir o porquê.

 

Bom, eu gosto de tours, pois sempre viajo sozinha e eles são uma forma de ter companhia, poder conversar, tirar fotos e tal! Além disto, eu não sabia que todos os lugares de lá, a gente podia ir sem tour tranquilamente! Então, na dúvida eu sempre faço! Mas para este dia não valeu a pena... Sabem por que? O guia era uma MALA! OK, depois eu conversei com a Celina e ela me contou que outras pessoas depois de mim falaram dele e ele não faz mais parte da equipe! Ufa! Então, quem quiser tours bacanas a preços super justos Celina Tours (http://www.celina-tours.com)! Super indico, pois ela é muito simpática e atenciosa e o outro guia que nos levou à Fátima, ótimo!

 

Parêntese feito, vamos ao dia!

 

O carro veio me buscar no hotel pontualmente, nele estavam: A mala, digo, o guia, e mais duas moças simpáticas, do nordeste! Foram minhas companheiras nestes dois dias de tour. Confesso que eu gostaria que tivesse mais gente, mas elas foram ótimas!

 

Bom, partiu para a primeira parada: Palácio QueLuz! Gentem, que lugar incrível!!! Lá era um palácio só de festas, com um lindo jardim no meio! Custava 15 euros para entrar em tudo ou então 7 só para o jardim. Muquirana que sou, fiquei só com a segunda opção! Mas não foi ruim, pois dava para ver através do vidro! ::otemo:: ! E na entrada os lustres e um pequeno hall!

 

Fiquei ali pelo jardim curtindo o dia e a paisagem... Que delícia! Como fomos no início do dia, não tinha ninguém ainda, fiquei sozinha o tempo todo no meio daquele jardim enorme! Sentei num banquinho e fechei os olhos por alguns momentos para sentir o clima. Parecia que eu tinha voltado uns 500 anos no tempo e o palácio ganhou vida! Me vi ali, no meio daquela gente, OK, eu me vi como uma empregada ( ::tchann:: ) , mas estava ali! E também a sensação que eu tive era que D. Maria Louca ia sair gritando pelos jardins só de camisola e descabelada com a criadagem atrás dela!! ::lol4::

 

O Palácio é super legal, mas acho que só vale a pena se estiver no caminho! Essa é uma das vantagens do tour, ele te leva a lugares que talvez sozinho você não fosse. Veja, se você for à Sintra de trem, dificilmente passará por QueLuz! Aí, vai perder D. Maria Louca gritando pelo jardim! :lol:

 

Ficamos em torno de meia-hora ou 40 minutos no palácio e foi o suficiente. Deu para curtir o lugar direitinho! Entra no carro e segue viagem. Próxima Parada: Sintra!

Um adendo: Nesta hora, que havia decorrido somente umas 2 horas de tour, eu já estava impaciente com a MALA do guia... Cara chatoooo! Não calava a boca, tudo era ELE, ele era o máximo, contava vantagem e que os outros guias não prestavam e tal... Eu sou mega paciente, e nesta etapa eu já estava impaciente! E ainda faltava um tempão de viagem.

 

Então, tá, partiu centro histórico de Sintra! Como tudo em Portugal, é encantador! Tem o Palácio Nacional ali no meio, mas pagava 15 euros para entrar, para ver um palácio pequeno enquanto havia um centro histórico inteirinho para eu me jogar (Lembrem-se: Em Sintra o que mais tem é palácio, inclusive o “mais mais” deles, que é o Palácio da Pena)... As meninas entraram, o mala nos deu mais ou menos 1 horas para lá.

 

Lá fui eu me embrenhar pelas ruelas, entrei em tudo quanto foi buraco, há muitas lojas de artesanato e de vinho. Ih! Ginja? Demorou, mandaram eu beber esse trem aí.... Copinho de chocolate, 1 euro, tá valendo!! Valendo?? Eccaaaa.... Que troço horrívellll!!! ::xiu:: É que eu tb não gosto de licor... :D

 

Andei mais um pouco, parei para ficar olhando o burburinho das pessoas... Sintra estava lotada!! Ih, que isso? Ônibus de rua? Circulando na cidade??? Ah..... Então dá para vir sem tour aqui.... Ué, mas como faz? Moço, como faz para vir para cá sem ser de tour? Ah, “minina”, é fácil, ó pá, pegues o comboio em Lisboa e depois estes ônibus 435 e 434 (Leblon – Vila Isabel!! KKKK) na estação de Sintra para cá, o Centro. Ah............. Tá!!!!! Ano que vem então eu faço assim!! ::cool:::'>

 

Voltei para onde estava o guia e as meninas já estavam me esperando. OK, eu quando me jogo na caminhada, ferrou, não volto nunca mais!

 

Entramos no carro e fomos para o Palácio da Pena!! Ah..... O Palácio da Pena, que lindo! Que magnânimo.... Você entrou? Você viu pelo menos como era lá fora? Não??? E nem eu! Nossa amada mala simplesmente parou na porta e ficou colocando um monte de defeitos no Palácio, que a fila estava grande e que não valia a pena a gente entrar (OI?? NÃO ESTOU CRENDO NESTE SUJEITO!), que era caro e que como já havíamos visto o Palácio de Queluz já havíamos visto todos os palácios de Portugal. Ah, tá, então quando vc vier aqui vou te levar no Moça Bonita (estádio esburacado do Bangu) porque vc não precisa ir ao Maracanã porque quem viu um estádio, viu todos.... Ah... Mas, olha, a escolha é de vocês, se quiserem, vocês entram. Não quero que digam depois que foi o guia que disse para vocês não entrarem.... GENTEM, EU NÃO ACREDITEI..... Essa hora, sim, se eu pudesse, eu tinha zunido o cara longe.... ::grr::

 

 

Ficamos parados na porta do Palácio decidindo. Eu queria entrar, queria pelo menos ir lá fora, mas as outras duas não quiseram, então fui voto vencido, fazer o que? Mais uma atração que ficará para o ano que vem...

 

Aí a malinha quis tirar uma onda... A Jumenta aqui estava tão chateada que soltou: “É, ano que vem eu venho sozinha mesmo, de trem...” Ah............ Para que? O cidadão cismou de despejar sua goma inteirinha contra o trem... Eu e minha boca grande... O engraçado ficou pela volta gigantesca que o cidadão deu só para fugir do engarrafamento na descida do Palácio, e me mostrou um 435 e que só ele é que sabia o tal atalho, que o ônibus ia ficar preso no engarrafamento e a gente ia direto... OK, deu uma volta enorme e quando chegamos lá em baixo, guess what? O 435 estava a muitos metros na nossa frente!! ::lol4::

 

No caminho, continuando, passamos pelo Palácio dos Mouros, obviamente nem parar para tirar foto a gente parou.... Fica pro ano que vem!

Assim, descemos para conhecer a Praia das Maçãs, foi a primeira praia portuguesa que eu tinha visto. Fomos a um mirante muito bonito, foi o que me acalmou depois do estresse de Sintra. Olhei a paisagem, tirei fotos e fiquei aguando aquela água verde transparente.... Que vontade de estar lá pegando um solei com aquele pessoal! Nesta altura do dia, já estava tudo aberto e o sol de rachar!

 

Caraca, queria muito ir a praia! Como faz? Tem alguma perto? Como eu ia à praia? Lembrei!! Cascais!! Pode ir de onibusinho de turismo, legal!! Sábado então eu vou! Eba! Vou à praia!! Comentei isso com as meninas, e a mala ouviu. Nesta etapa ele já havia tentado me vender o tour para Évora (que seria no sábado) umas 20 vezes e eu não queria pq eu ainda não tinha ido no centro histórico de Lisboa... Aí, sabem o que a MALA disse, que ia chover.... OK, vai chover em cima da sua cabeça, tá?! Aí, sim, eu me segurei para não zunir o cidadão longe.... Mas, apesar da mala, fica a dica: Quer curtir uma praia bacana? Vá à Praia das Maçãs! Trem até Sintra e depois um ônibus de rua leva até a Praia! De manhã vão passear em Sintra mesmo e depois do almoço uma praianinha! :P

 

Continuando no caminho, afinal ainda tinha muito o que ver... Estava na hora do almoço e aí, como é de praxe tem que almoçar no lugar que o guia manda, senão ele não ganha seus cascalhos do restaurante. Um adendo: Antes, entre a Praia das Maçãs e o “tal” restaurante, o cidadão nos pede licença para ir resolver um problema pessoal... OK, ficamos mais de meia-hora paradas na estrada, enquanto a malinha ia num clube de praia... Agora, vocês sabem porque a Celina mandou o rapaz passear longe da empresa dela, NE?!

 

Chegamos no tal restaurante e eu não quis comer. Não queria ficar ali.... Já estava muito chateada para comer ali. E tb eu não costumo almoçar em viagem, só como um lanche... Ali, aparentemente era no meio do nada. Mas mesmo assim, fui caminhando, beirando a estrada para não me perder...

 

De repente........... Surge um Oásis! Um mini centro comercial com uma loja linda de artesanato e uma pastelaria!! Ah! Estou salva! Comi um “trem” delicioso: BOLA, que vem a ser um cupcake salgado, é uma massa que lembra o nosso pão-de-queijo, mas sem o queijo, e recheada com chouriço! Que delíclia! Com uma coca zero e um Cornetto de Kit Kat (que não é nada demais, é um kit kat enfiado dentro de um Cornetto de creme), completei meu lanche a 4 Euros. As garotas pagaram 40 num prato de bacalhau! He He He

 

Saindo dali, Cabo da Roca – Onde a Terra termina e começa o Mar, como disse Camões! O ponto mais ocidental da Europa! Lindo, vale a pena!! Foi engraçado, havia muitos grupos de turistas e um deles tinha a bandeira do Brasil... Ah, coitada da guia, emprestou a bandeira para todo mundo! ::otemo:: ! Tirei uma foto linda da bandeira, é o Brasil no ponto mais ocidental da Europa! Ah, sim, para quem quiser ir, o onibuzinho de tour (aquele da Praça Marques de Pombal...) que vai para Cascais, passa no Cabo da Roca. Não sei como faz para ir sem ele! Mas é fácil descobrir!

 

Em seguida o tour continuou e fomos para a Boca do Inferno! Um lugar incrível! Era uma caverna encrustada no mar cujo teto desabou há milhares de anos atrás, formando uma paisagem maravilhosa! Sentei, tirei fotos, mas o que eu gostei mesmo foi ficar ali contemplando a natureza e a perfeição de Deus.... Nesta hora eu estava menos irritada, e buscando a emoção do dia anterior...

 

Com isso, finalmente o tour acabou e voltamos... Ia me livrar do MALA! UHUUU!!! ::hahaha:: Pedi para ele me deixar ali perto do Chiado, Alfama, porque eu queria pegar o final do dia no Castelo de São Jorge.... E o cidadão teve a cara de pau de dizer que não valia a pena porque ali era só um mirador.... Ai.... Calma, vamos simbora, torcendo para o guia de amanhã ser melhor (a esta altura eu já sabia que, graças a Deus, não seria ele a me levar para Fátima). Tchau, querido, até nunca mais!

Desci na Praça do Comércio e segui para uma rua (acho que é Rua Augusta) para pegar um elétrico para ir ao Castelo de São Jorge, mas ao chegar no ponto de ônibus, vi que ele era muito mais caro! Ahhahahahahahah!! E o que passou, passou lotado!! Entao, logo atrás vinha um ônibus normal mesmo, metade do preço do elétrico, com ar condicionado e vazio! Epa! É esse mesmo!

 

Cheguei no Castelo já eram seis e pouca e ele fechava às sete, uma fila gigantesca... OK, sem problemas, naquela hora eu já estava decidida que eu ia voltar para lá no ano que vem e nem liguei: Ano que vem eu entro! Vi que o Castelo é enorme, lindo, e que tem até um sítio arqueológico... Bom, mas a esta hora o problema com o guia já estava superado!

 

Fui embora de lá bem mais feliz! Desci a rua... Opaaaa.... “Seu” ônibus, cuidado!! É que a rua é estreita e não tem calçada! E, ao virar uma curva.... ELA, a Sé Catedral! Linda, enorme, Magnânima! Nesta hora a emoção em estar lá voltou e eu chorei tudo de novo! Ela é gótica, daquelas que é um silencio e que nos faz pensar como somos pequenos diante de Deus! Andei e contemplei cada pedacinho de lá. Eu não sabia, mas tinha algo muito legal me esperando lá dentro no claustro: Um sítio arqueológico da época romana, mais ou menos 4 ou 5 A.C. que legal!! Nunca tinha ido num “trem” tão antigo!! Maravilha! Custa 7 euros para entrar no claustro, depois vc volta pelos túmulos das pessoas ilustres que estão lá, cada túmulo é uma capela dedicada a um santo.

 

Dia comprido esse, não????

 

Ufa! Saí da igreja e ainda desci mais ainda! Ah, minhas perninhas! Até de havaianas estavam doendo... Parei num mirador lindo cheio de flores que tinha um restaurante que estava tocando bossa nova. Nada mais apropriado para o lugar.... Fiquei ali para recuperar, mas a barriga roncou e tinha que buscar as coisas que eu tinha deixado reservadas na H&M do shopping e parti....

 

Ah, sim, este caminho que eu fiz, e tantos outros, eu encontrei aqui:http://www.visitlisboa.com/getdoc/990648fc-60b2-4463-8de2-a6b7525466c8/Percursos-a-Pe.aspx

São roteiros prontos a pé, é imprimir e se jogar!

 

Bom, amanhã é dia do principal motivo da minha viagem: Conhecer o Santuário de Fátima!! Vc conseguiu dormir de um dia para o outro? Não, nem eu! ::dãã2::ãã2::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Oi flavinhanobre... acompanhando seu relato, ok!?

Muito bom... espere que não abandone no meio!!!

 

Quero saber aonde vc ficou... hotel, bairro? se gostou? se recomenda outro lugar e tal...

 

Vlw!

 

Oi Flavio!

Eu fiquei no hotel Neya Lisboa, que fechei pelo Hoteis.com custou cerca de 50 Euros a diária para quarto single. O Hotel é maravilhoso, adorei! Limpo, chique, o café é delicioso! O problema é que ele fica afastado do metrô e da Praça Marques de Pombal, mas fica naquela região. Eu andava em torno de 15 minutos até a estação, não é nada demais, mas se puder, fique mais perto da praça. No Trip Advisor, tem os comentários das pessoas que ficaram no hotel: http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g189158-d2294830-Reviews-Neya_Lisboa_Hotel-Lisbon_Estremadura.html

 

Anotei mais estes que valem a pena, são mais baratos e ficam mais perto da praça:

- Residencial Horizonte: http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g189158-d286844-Reviews-Residencial_Horizonte-Lisbon_Estremadura.html

- NH Campo Grande: http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g189158-d206380-Reviews-NH_Campo_Grande-Lisbon_Estremadura.html

- Eduardo VII: http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g189158-d227432-Reviews-Hotel_Eduardo_VII-Lisbon_Estremadura.html

- Flamingo: http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g189158-d227430-Reviews-Hotel_Flamingo-Lisbon_Estremadura.html

 

Todos eles na região da Praça Marques de Pombal, que é onde penso ser o melhor para ficar!

 

Bjão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Elen!! Que bom que está gostando!! Até eu estou, li tudinho de novo e parece que eu ainda estou lá!! ::love::

Vou arrumar um tempinho ainda esta semana para escrever pelo menos o dia 06 de Fátima! Não vou deixar de escrever pois está sendo muito bom para mim reviver esta viagem e também para poder me lembrar dela depois!

 

Pena que eu não consigui colocar as fotos...

 

Bjão e Obrigada pelo carinho!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 05 – Tour à Fátima

 

Bom, como eu disse no post anterior, eu mal consegui dormir de tanta ansiedade. Demorei para desligar a TV e ir dormir, demorei para pegar no sono, acordei várias vezes durante a noite e demorava para pegar no sono de novo... Que noite agitada.... Tudo porque no dia seguinte ia se realizar um sonho de infância: Conhecer a Virgem de Fátima. ::otemo::

 

Fui católica a minha vida toda (hoje sou Espírita Kardecista) e cresci em um colégio de freiras, assisti 20X aquele filme com a história, chorava muito todas as vezes que aparecia a cena das crianças apanhando... Avós portugueses muito devotos, isso sem falar no que a Sua figura representa para mim... Ir à Fátima representava ir ao encontro da minha infância, da minha devoção pela Maior Mulher que já esteve na face da Terra, era como se eu fosse encontrar lá tudo o que a Fé proporciona. Foi a principal razão de minha viagem, sem dúvida... ::love::

 

Em mim, tanta expectativa leva à ansiedade ao cubo, e, claro, não consegui pregar o olho direito... ::xiu:: Mas, como a Força vem de todas as formas, eu tive “zero ressaca” da falta de sono, estava acordadona e bem disposta! E, muito, mas muito emocionada....

 

Eu escrevi uma carta à Nossa Senhora, na noite anterior, para que pudesse dizer o quanto eu a estimo e o quanto eu agradecia por estar ali. Para uma pessoa como eu, que luta diariamente, viajar para Portugal foi um grande sacrifício financeiro, fora que antes era um sonho impossível e eu havia conseguido, eu estava lá... ::cool:::'> Graças às preces constantes que eu fazia a Ela durante minha preparação: “Mãezinha, me ajuda a ir te visitar, me ajuda a ir na sua Terra... ”. E todas as vezes que aparecia alguma dificuldade, Ela estava lá para me ajudar. Então, quis agradecer, quis louvar e quis pedir... Isso tudo dentro de uma carta que foi muito emocionante de escrever... ::love::::love::::love::::love::::love::

 

Por outro lado, também estava com receio de meu passeio, por causa do estresse que foi o dia anterior com o guia. Mas era outro rapaz, então, até que eu estava com uma boa expectativa, pois pior não seria.... :)

 

Me arrumei, com o cuidado de ir com uma roupa adequada (Lá não é como o Vaticano, mas vá como se fosse a uma Igreja ou Centro Espírita, afinal, ninguém vai para esses lugares de shortinho e tamancão, NE?!) e com muita energia do Bem dentro de mim. Tomei café como de costume e sentei no lobby para esperar o guia. Aproveitei para continuar a carta.

 

Quando ele chegou, sua figura me acalmou. Era um rapaz muito simpático, com cara “do Bem”! Adorei, incrivelmente, seu nome era Paulo também. Apresentei-me a ele e já entre lágrimas (Af... Lembram-se que eu chorei a viagem toda, NE?! Ahahhaahha) eu falei: “Paulo, por favor, peço sua ajuda, pois Fatima é a razão da minha viagem e queria aproveitar o lugar com uma certa calma”... Ele prontamente me entendeu: “Fique tranquila, pois nada vai atrapalhar o seu momento” (ou foi algo do tipo) ::otemo::

 

O caminho transcorreu muito bem. Ele falava o necessário, não cantava de galo e, acima de tudo, é extremamente atencioso e um “alto” contador de História (da história de Portugal e do Brasil). Bom, chegamos! Digo, chegamos na cidade...

 

Primeira parada foi um mercadão de souvenirs... Oi?... Isso mesmo que você leu um MERCADÃO DE SOUVENIRS.... ::hãã2::::otemo:: Sim, tudo aquilo que você em todos os pontos turísticos de Lisboa e arredores, tudo o que vende nas lojinhas de artesanato saíram de lá. Sim, aquelas “lembrancinhas” que você dá para todo mundo e que depois vão ficar esquecidas no fundo de uma gaveta... Está tudo lá e pela metade do preço.... Tinha comprado meu galinho previsor do tempo por 4 euros e lá estava 2,50... A loja é enorme e tem todas as lembrancinhas.

 

Se você for a Fátima, não compre nada antes e deixe tudo para comprar lá. Eu comprei um monte de tercinhos pequenos por 1 euro cada, os maiores estão em torno de 2,50. E mais todas as outras lembrancinhas que faltavam! Amei! Ao sair do trem, pergunte onde é a fábrica de souvenirs e como faz para chegar lá, depois, é só pegar o ônibus de rua pro Santuário.

 

Acabei até perdendo a noção do tempo na fábrica!! Saímos de lá e fomos ao Santuário. Ao chegar, nosso fofolete me deu mais 20 minutos além do tempo normal, ficamos no total 1:30. É o suficiente, a menos que você seja mesmo muito católico e queira participar da missa e/ou dos terços que têm de hora em hora.

 

Recebi as orientações e dei tchau... Era o MEU momento! ::love::

 

O Santuário de Fátima é incrível, é enorme e possui uma grande energia em volta dele. Quando você entra efetivamente na área, vinda de um caminhozinho, a visão é das mais emocionantes da viagem: Um grande descampado, com uma Igreja de um lado, várias capelas do outro, cercado por muito verde. E cheio. Como estava cheio....

 

Emocionante ver a imagem de fé das pessoas, impressionante mesmo, muito bonito. Dei uma volta pelo lugar, contemplando cada respiração: “Obrigada por estar aqui, Nossa Senhora!”... E lágrimas, muitas lágrimas! ::mmm:::mmm:::mmm: Não dá para colocar em palavras toda a emoção que eu senti estando naquele lugar. Até fiz um vídeo para ver se conseguia guardar aquele momento, mas mesmo em imagem, som e movimento, não dá para captar o que o coração e a alma sentem. É só estando lá para ver. ::mmm:::mmm:::mmm:::mmm:

 

Encontrei um cantinho na sombra para terminar minha carta e ler para Ela. Mas confesso que foi difícil.... O lugar estava muito cheio e os italianos faziam muito, mas muito barulho. ::vapapu:: Onde eu sentasse, dali a pouco vinha um grupão de turistas falando sem parar... Isso é o chato, pois nem todo mundo tem a visão que você tem do lugar. Para mim, ali é um lugar de profunda oração, mas infelizmente, nem todo mundo vê assim, eles veem como mais um ponto turístico.

 

Até que encontrei no sol um lugar tranquilo, terminei minha carta e a li para Ela. Depois fiquei um tempo contemplando o lugar e agradecendo muito a oportunidade de estar ali, o que agradeço mais uma vez, quase um ano depois! Que Deus e Nossa Senhora permitam que eu retorne em breve! :D

 

Depois, vi que a hora estava quase acabando e queria entregar a carta “em mãos”, como forma de agradecimento. Ainda dei uma grande volta no lugar, fui na grande capela, na qual estava acontecendo uma missa, ainda passeei mais um pouco. Queria acender uma vela, mas a fila estava enooooorme! Então, como o que vale é a intenção, acendi uma de lâmpada mesmo, que vc coloca a moedinha!! ::lol4::

 

Fui no local no qual ficam as flores e depositei minha carta e agradeci mais uma vez.

 

Um pouco antes de ir embora, começou um terço. Entre muitas lágrimas (que me acompanharam o passeio todo) eu rezei o primeiro mistério. OBRIGADA, era só isso que eu conseguia dizer. Foi muito emocionante. ::mmm:

 

Bom, mas tenho que seguir meu caminho! Podia ter ficado mais, mas o tempo que fiquei foi suficiente para conhecer e contemplar o lugar! Saí de lá em estado de graça, “beijando poste”!

 

De lá seguimos viagem para o Mosteiro da Batalha, eu ainda estava sob o efeito “beija poste” do Santuário, que acho que está sob mim até hoje! Lá é um grande mosteiro, a Igreja fica aberta e é de graça, agora eu não lembro de muitos detalhes, só que tivemos um tempo mais ou menos curto, mas deu para aproveitar.

 

Realmente, acho que eu fiquei de “ressaca” de Fátima, pois lembro direitinho de vários detalhes desta viagem, que foi há mais ou menos 1 ano atrás e desta parte eu lembro pouco ou quase nada. Minha sorte é que no site da Celina Tours tem o roteiro e, com a ajuda das fotos, eu consigo escrever um pouco.

 

Lembro que o Mosteiro da Batalha é muito bonito e que eu separei um tempo para olhá-lo de longe, ou melhor de frente, para poder apreciar cada detalhe de sua construção. É muito lindo mesmo! Depois eu entrei pois senão ia ficar sem.. ::lol4::

É uma igreja gótica como todas, mas como todas, tem algo diferente! Nesta, os vitrais coloridos refletiam suas luzes no chão, fazendo um mosaico impressionante! Fiquei igual a uma doida tirando foto de tudo, mas não consegui registrar nem um décimo da beleza daquelas “pedras” coloridas no chão, era muito lindo mesmo! O salão dos túmulos dos reis de Portugal também é impressionante!! E lá tem um túmulo de um “famoso” que eu não estou me lembrando direito.

 

Talvez o êxtase de Fátima (e a fome...) tenha atrapalhado um pouco essa parte da viagem.... Não temos fatos, mas temos fotos para nos lembrar do que houve! ::lol3::

 

Bom, de lá seguimos então para o Mosteiro de Alcobaça! Também gótico, mas o Paulo Sabido disse que como era de uma ordem diferente, ele não tem a exuberância dos vitrais do anterior. Também tem uma curiosidade: É ali que D. Pedro (não me perguntem qual!! ::hãã2:: ) está enterrado junto de sua amada, D. Inês... Reza a lenda que eles tiveram um amor proibido muito bonito, ele contou a história, mas eu esqueci... ::putz::

 

Esse mosteiro é lindo, parece comercial de sabão em pó de tão branquinho que é! Vale muito a visita nos 2 mosteiros para ver a diferença entre eles. Só não sei como faz para ir sem tour e/ou sem carro... Lá tem um pequeno centro comercial e foi lá a pausa para o almoço. Caso vá lá e não queira gastar 30 euros para almoçar, sugiro gastar uns 6/7 e comer na Pastelaria, depois você completa com um sorvetinho! Há algumas opções de restaurante e também de lugares para lanche, basta rodar um pouco.

 

De lá então, seguimos para Nazaré! Muito fofo! É de lá que saem as tradicionais saias portuguesas! Lembrei muito da infância, quando tinha apresentação de vira na escola! Fomos a um mirante lindo, perto da Igreja Nossa Senhora de Nazaré, que era maior santuário português antes de Fátima e também o local que o Vasco da Gama ia pedir a benção antes de ir para as suas excursões!

 

Chegamos e fomos na Igreja, que é bem diferente das que tínhamos visto. Ela é mais parecida com as que temos aqui, especialmente em Minas. Não pode tirar foto e eu respeitei, apesar de quase ninguém respeitar... Depois ficamos um pouco no mirante, quando conheci uma vovó muito legal, ela vende um mix de castanhas, delícia! Ela usa as sete saias e eu quis brincar com ela, peguei a “veia” e quis conferir se eram 7 mesmo... ::lol4:: !! E não são!!! :lol::lol::lol::lol:

 

Lá tiramos a foto oficial do tour, o lugar é lindo, quem quiser curtir uma praia, vá a Nazaré também! Mar verde clarinho, que delícia!! Foi ali que Paulo disse que a melhor praia para eu ir seria Cascais e me ensinou direitinho como chegar lá! Igualzinho o Paulo do dia anterior, NE?? ::hahaha::

 

Vamos, que ainda tem mais passeio! De lá partimos a Óbidos! Que lugar FOFO! Parece uma cidade de bonecas! Para quem já foi, é igual à parte histórica de Paraty (Rio de Janeiro), com aquela arquitetura colorida e super colonial. Acho que ninguém mora lá, porque eu só vi comércio. É um passeio delicioso andar por aquelas ruas, é bem pequenino e, se cansar, pode sentar numa pastelaria e descansar um pouco.

 

No final de tudo, láááááá embaixo, temos um castelo medieval, digo, os muros, NE?! Muito bacana! Dá para entrar no pátio e creio que deve ter havido algum projeto para transformá-lo em parque pois temos resquícios de cenários de casas medievais, como se fosse uma vila. Muito legal mesmo, como faço quando vou a estas instalações antigas, fico um tempão olhando cada detalhe, imaginando como seria a vida das pessoas quando aquilo era “útil”... Caso vá ao castelo não deixe de ir a cada “buraco” permitido, a vista é impressionante!

 

Descendo dali, já era quase a hora que o guia marcou com a gente, então, dei a última voltinha pela cidade e parti!

De carro, seguimos pelo litoral e passamos por Cascais, foi ali que tive a certeza que eu deveria ir lá amanhã! Paulo me mostrou tudo e também onde eu desceria do trem, onde ficar, onde lanchar e tal! Pronto! Amanha eu vou à praiaaaa!!! Santo biquíni que eu trouxe, Batmann!!!

 

Chegando no hotel para deixar as outras meninas, já eram mais de 19.... Peguei o metro e fui direto pro shopping pois tinha que comprar os apetrechos para a praia de amanhã e dar mais um rolex!

 

Pronto, voltei e vi TV, já com a mochila pronta para a praia!! OBA!! PRAIA!!! ::tchann::

 

Um adendo: Caso queira ir à praia, leve já o protetor daqui. Comprei um carão e que não é bom!!

Que dia sensacional, obrigada, Nossa Senhora! Obrigada por estar aqui!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 06 – Cascais: Dia de PRAIA!

 

Sou carioca e TENHO crachá! ::otemo:: Desta forma, meu programa preferido é ir à praia, se não está chovendo e nem frio, lá estou eu na minha querida Carlos Góis. Sou louca por praia, adoro o mar, o sol, as pessoas, enfim, o clima que é a praia. Troco fácil, fácil qualquer programa para ficar um pouco só ali!

 

Por aqui, era final de inverno, não estava fazendo dias muito bonitos, mesmo de férias, eu fui pouco à praia. Ao chegar lá, um calor delicioso, não é abafado como aqui, é um sol e um céu lindos, e dois dias vendo praias bonitas ,sem poder sequer encostar o dedinho mindinho do pé no mar, só aumentaram minha vontade.

 

Meu roteiro inicial previa um dia entre Alfama, Chiado e Rossio, a parte histórica de Lisboa. Seria um grande passeio a pé, entrando em tudo quanto é buraco que estivesse pelo meu caminho. Iria a vários pontos turísticos, Igrejas, os Elevadores todos, a Av. Liberdade, o Cais do Sodré, a Feira da Ladra.... Mas, desde quarta, quando vi o folder com o tour amarelo das praias, e na quinta, quando vi a Praia das Maçãs havia decidido: QUERO IR À PRAIAAAAA!!! ::hahaha::

 

Havia visto que tinha Estoril, uma depois dela e, finalmente Cascais. Vi o folder com o roteiro do onibuzinho de turismo (aquele do primeiro dia) sobre a linha amarela, que era Cascais e fiquei encantada com a praia. Tinha que ir lá pegar um sol de qualquer maneira! Escolhi o sábado, ia deixar de ver alguns pontos turísticos, mas não tinha problema: Ficava para o ano que vem! ::cool:::'>

 

Eu até tinha separado uma verba para ir de onibuzinho amarelo, pois não sabia como fazia para ir de outra maneira. Era caro, mas o “fogo” de praia era tanto que eu nem ligava. Bom, mas havia um anjo em meu caminho, o Paulo de Fátima, que, como sabem, me ensinou direitinho como faz para ir de Lisboa até Cascais de trem!

 

É simples e fácil e baratinho, não dá nem 10 euros ida e volta: Metro até a estação Cais do Sodré e de lá Comboio suburbano (Trem mesmo!! ahhahaha) até a estação final, que é Cascais.

 

Eu não havia ido preparada para ir à praia, lá é que eu decidi ir. Como sempre, EU LEVO BIQUINI para todas as viagens! Mesmo quando vou para a neve ou outro lugar que não tem praia ou são frios ::Cold:: . Vai que tem algo que precise.... Roupa de praia não pesa na mala e, se precisar comprar, ou não tem em todos os lugares ou, pior, é aquele fraldão, que você não vai usar nunca mais... Então, na dúvida LEVE!!

 

Na noite anterior eu comprei meu protetor. Como boa carioca, eu não vou à praia sem. Comprei um carão, mas era o mais barato, custou 10 EUROS, FPS 20. Pro rosto eu já tinha comprado um monte da Avenee, a 11 euros cada um.

 

Se vc for a Lisboa e for à praia (Se vc for no verão separe mesmo um dia para ir à praia) leve o protetor daqui! Lá não tem para vender bons, e o que tem é caro! Aliás, leve o kit praia completo: Canga, Chapeu, bolsa de praia, chinelo....

 

Um parêntese: Em Lisboa há ótimas praias pertinho!! Eu falei já sobre a Praia das Maçãs em Sintra e também sobre a Praia em Nazaré, mas ainda tem Sintra, Estoril e mais algumas, confira em http://www.eolisboa.com/index.php/pt/sobrelisboa/praia-lisboa.html. E vamos combinar, uma praia num dia quente de verão é a melhor coisa do mundooo!!

 

Voltando: Arrumei minha mochila, peguei a toalha de banho do dia anterior, coloquei os protetores, uma roupa seca e mais os apetrechos de viagem normal. OK, me senti uma grande maloqueira de praia, dada à precariedade de minhas coisas: Carioca indo à praia de toalha branca é o fim, mas era o que tinha praquele dia!! ::lol3::

 

Bom, tomei meu grande café e parti! Metrô linha azul até o Cais do Sodré e de lá pega o trem para Cascais. A esta altura o metrô já era meu velho conhecido, mas o trem seria a primeira vez na vida!! Sim, nunca havia andado de trem antes, nem da Central e nem em nenhum outro lugar.... Mas foi fácil!

 

Saindo do metrô, tudo é muito bem sinalizado, é só seguir as placas, subir um pouco, vira de um lado, vira do outro, que você está na estação de trem. Nem sai da estação do metrô, é tudo no mesmo lugar, basta seguir as placas.

 

A gente só precisa comprar o tíquete do trem e é igualzinho ao do metro: Vai nos totens e “alimenta” seu cartão Via Lisboa com o valor das passagens. É fácil e, como eu já estava mais que safa, até ajudei algumas pessoas!

 

Depois de comprar o seu tíquete, veja direitinho a plataforma e o horário do seu trem, lá é grande, mas não é difícil, tenha atenção para não se perder e não perder o seu trem. Bom, no horário britânico o trem estava lá, entrei e sentei! Caramba, estava indo para a praia de trem e andando de trem pela primeira vez!! Eu parecia uma criança com a novidade! Tirei um monte de fotos, fiz pose e tal “É que é a primeira vez que eu estou andando de trem, na minha cidade, o Rio de Janeiro, não tem trem direito“...

 

O percurso do trem é muito bonito, vai beirando o litoral, a partir de Belém. TCHARAM!! ::tchann:: Para Belém não tem metro, mas vc pode ir de trem (ou de ônibus, mas eu não sei como)! Mais uma grande descoberta, metro até o Cais do Sodré e 1 estação só, que é Belem. Depois passou uma praia que eu denominei de “Poção de Lisboa”, pois é bem parecida com a nossa Praia do Flamengo, mais outras e Estoril. Chique. Estoril é muito chique. Quase desci ali, mas, quem sabe na volta ou no ano que vem? E mais alguns minutos, descemos em Cascais, que é a última estação.

 

Lá tem um monte de praias, mas, perto do centrinho, para ir a pé a partir do trem, são só umas 3. Quando eu cheguei ainda estava meio friozinho, pois só começa a esquentar mesmo lá pelas 11 da manhã, então fui reconhecer o terreno, andei um pouco pelo comércio (Alô Alô: Toalhão de praia a 6 euros e eu cafonérrima de toalha branca...) e assim perguntei onde era a praia. Falaram da Praia da Conceição e lá fui eu.

 

Gentem, eu não tinha noção: EU ESTAVA NUMA PRAIA NA EUROPA!! Isso é muito para mim!! Nossa e realmente aquela praia era tudo aquilo que eu tinha visto nas fotos, era linda! Eu gosto de praia sem onda e com muitas pedras e ela era assim, aliada a um mar verde de doer e um céu azul lindão! Como eu fiquei feliz de ter levado meu biquíni!

 

Tá, eu moro no Rio, vou a uma das praias mais famosas do mundo quase toda semana, tinha graça ir à praia? SIM e MUITA! Uma praia que tem um deck, uma praia que tem chuveiro bom e de graça, uma praia que tem BEBEDOURO com água potável, uma praia que tem um mini parque de diversões dentro da água, uma praia linda, uma praia na qual vc não recebe no seu ouvido um grito assustador: AAAAbacaxi!! Uma praia sem ambulantes, sem arrastão, sem mar sujo, sem detritos na areia.... Uma praia silenciosa, à excessão de algumas crianças fazendo um barulhinho gostoso de brincadeira e do mar batendo na areia! Ah!! Que delícia!!!!

 

Como tudo não é essa areia branca assim, é extremamente caro para tudo! Se você quiser ficar na espreguiçadeira, 6 Euros, se quiser barraca, mais 6 euros, se quiser ficar na área resevada com o garçom te servindo, mais 6 euros. Uma coca? 6 euros! Um petisco? Em torno de 15 euros... É, bebé, quer ir à praia na Europa e pagar baratinho?.... Na Nããããõoo.... ::dãã2::ãã2::'>

 

Bom, muquirana e rata de praia que sou, não paguei nada! Escolhi um canto tranquilo, com a preocupação que tenho quando vou à praia sozinha aqui, ficar perto de algumas famílias e, pronto! Estou na praia! Arrumei meu lugarzinho, passei meu protetor e sentei para curtir o visual.

 

Calor aumentando e lá fui eu para a água!! Creeeedo, que água gelada!!! É como a daqui, mas talvez um tico só mais quentinha. Deu para mergulhar e depois de um tempo acostumei com o frio. Foi muito, mas muito gostoso! Fiquei entre o mar, o chuveiro, o bebedouro e a areia. Claro, cansada que estava, uma dormidinha não ia me fazer mal....

 

Tinha um mini parque de diversões no meio da água! Custava 12 euros por 40 minutos. E JURO que se a água não estivesse tão gelada eu tinha ido lá brincar! Era um monte de tobogãs, pula-pula, obstáculos, devia ser uma farra mesmo para uma “burra velha” como eu! Se você não tem medo de água fria, vá, que deve ser muito legal!!

 

Também achei super legal que lá tem Praia Acessível também (Vejam o projeto no Rio em http://www.adaptsurf.org.br) ! Como sou voluntária na ONG aqui do Rio, fui lá conversar com as pessoas e descobri que eles ficam lá todos os dias do verão. Então, se você tiver mobilidade reduzida, fique tranquilo! Não só a praia é acessível normalmente (há rampas de acesso) como no verão temos este projeto, que disponibiliza esteiras e cadeiras anfíbias, especiais de praia, além dos monitores simpáticos!

 

Dado momento, fui dar uma volta! É que tinha um cantinho da praia, separado por pedras, que parecia ser acolhedor e bonito! A louca simplesmente deixou seu lugarzinho e foi caminhando, caminhando... NÃO FAÇAM ISTO, pelo amor de Deus!! Ahhahahahahahaha! Por mais que seja a Europa, sei lá, NE?! Ahahahahhaha! Eu neeeem me toquei disto e saí andando... Fui no lugarzinho, mergulhei, vi as crianças... Só depois de um tempão que eu me toquei que eu estava só de biquíni e que se levassem minhas coisas, como seria?! Ahahahahhahahahaha

 

Voltei, peguei tudo e fui então para o reservado. A praia é tão limpa, mas tão limpa que no reservado até bichinho tinha... Era feio, era um Morcego do Mar, mas era um bichinho.... Fiquei lá um tempo, o suficiente para dar outra cochilada. O dia estava realmente muito relaxante... Até que a fome apertou.

 

Já eram quase 15 horas e então decidi ir comer. OK, muquirana sim, e daí, lá fui eu catar um lanche. Fui ao centrinho que fica a poucos metros da praia. Lembrei muito de Búzios (RJ), pois não só era bonito e “chic”, como o próprio formato parecia a Rua das Pedras. Andrei, fui à farmácia, ao comércio e achei uma pastelaria. Lanchei por mais ou menos 6 euros. Lá tem muitos restaurantes, um do lado do outro, é fácil escolher, tem para todos os gostos e bolsos, a oferta é realmente ampla, mas é mais para caro mesmo. Por isso, um lanche estava ótimo: Rápido, prático e barato. Lanchei, depois sentei em outro lugar para tomar um sorvete vendo o movimento. Ainda dei mais uma volta nas lojinhas. Affff.... Como eu amo uma lojinha! ::lol4::

 

Depois já deu vontade de voltar para a praia, mas desta vez fui para a do lado, que tem uma pedra no meio. Procurei um lugar entre a sombra e o sol, àquela altura já eram mais ou menos 16 horas e o sol estava de rachar os miolos e os meus já estavam suficientemente torrados. Nem vi o movimento da outra praia, pois mal estendi a toalha branca (afff.... Que CAFONA!! Ahahhaah) e já dormi. De barriguinha cheia, solzinho gostoso, sem barulho, com uma leve brisa, era o que, NE?! Sonin, sonin, sonin....

 

Acordei sentindo um ventinho mais geladinho.... É, a praia estava acabando... Já eram quase 18 e ainda tinha que pegar o trem de volta.... Então, partiu.... Já estava mesmo ficando frio, a sorte é que eu tinha levado uma pashmina de acrílico (que me acompanha sempre nas viagens, vende na Renner, em torno de 29 reais, acreditem, quebra um galhão no friozinho)... Tomei uma chuveirada e tirei a areia do pé, ah.... Viva a praia civilizada!

 

Peguei o trem de volta. Ia fazer como aqui, que vou ao shopping direto da praia, mas estava me sentindo um bacalhau: Assado e salgado e quis passar no hotel para tomar banho. Fiz bem, eu acho!! Ahahahahahahahahahahahahahhaah!

 

Banhão, hidratante e cara de Italiana esturricada de sol!!! Shopping: Compras e compras, encomendas e mais os presentes de Natal. Afinal, lá um bom presente é 1/3 do valor daqui! E também era meu último dia naquele shopping....

 

É, sábado à noite e eu no shopping.... Nem senti o cheiro da noite lisboeta, o máximo que vi disto foi neste dia, na volta do shopping algumas pessoas indo pra night de metrô. Tb não é muito a minha praia, então, nem tem como ajudar neste quesito....

Voltei e lá fui eu, como de costume ver minha TV a 1 da manhã! Ahahahhahahahaha!! Mas até que eu dormi cedo, afinal, a noite depois de um dia intenso de sol dura pouco!

 

Amanhã então, a parte nova de Lisboa: Parque das Nações e Oceanário! É, como diria o maluco "O Fim está próximo"....

Boa Noite!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gostei do relato... :mrgreen:

 

Só não percebi essa obsessão com o Colombo. eheh ::hãã2::

 

Disse também que o Metro de Lisboa "pega a cidade quase toda, somente Belém que não tem metro, mas dá para ir a tudo com ele."

 

:?

 

 

Olhe que não. Nem de perto. Alguns pontos principais já têm estações, mas a rede ainda tem muito para percorrer para "pegar a cidade toda". Aposto que dentro de 50 anos a rede atual vai ser considerada pequenina. Por exemplo, a zona norte só tem estações no centro, a zona em redor do Monsanto não tem nada, a zona sudeste também não.

 

Neste momento o metro só cobre alguns eixos da cidade, como as grandes avenidas centrais, algumas freguesias com muita população (Carnide, Lumiar, Olivais), a Baixa entre o Cais do Sodré e Alcantâra e a zona nova do Parque das Nações até ao Aeroporto. Isto só dentro da cidade. É muito pouco ainda.

 

" É ali que D. Pedro (não me perguntem qual!! ::hãã2:: ) está enterrado junto de sua amada, D. Inês... Reza a lenda que eles tiveram um amor proibido muito bonito, ele contou a história, mas eu esqueci."

 

Já agora eu posso resumir esta história, espero que não se importe. É que é a mais bonita história de amor em Portugal. E foi verdade. D. Pedro I de Portugal era muito dado a paixões. Ao casar com a sua mulher (ainda princípe), D. Constança de Castela, ficou apaixonado por uma das suas aias, a formosa Inês de Castro, nobre galega e com importantes ligações familiares.

 

O seu pai, o Rei D. Afonso IV, não gostou nada. Vai daí, exilou Inês.

 

Ora, D. Constança morreu ao nascer o seu filho Fernando. Então Pedro fez regressar Inês do exílio e passou a namoriscar "em direto" ::love:: e fazem filhos. :mrgreen:

 

A corte do rei ficou assim: :o:shock::?

 

Abreviando, começaram rumores que D. Pedro era muito amigo dos irmãos de Inês e que os dois se tinham casado e, pior, que os Castro planejavam matar o infante D. Fernando, cuja saúde não era grande coisa. Ao contrário dos filhos de Inês e Pedro. ::xiu:: O próprio D. Pedro recusou outro casamento real, o que aumentou os rumores. Podia ser politicamente muito perigoso, pensavam eles. Decisão: destruir o perigo, isto é, matar Inês.

 

E pronto, alguns conselheiros mataram Inês. D. Pedro então "explodiu" ::vapapu:: , discute a valer com o seu pai ::prestessao:: o que obrigou a rainha D. Beatriz a meter os dois na ordem. O Rei morre passado pouco tempo e D. Pedro sobe ao trono. Então manda a captura e execução dos assassinos de Inês, e foi em cerimónia pública e cruel (dizem que foi o próprio rei que lhes arrancou os corações pelo peito e pelas costas, por causa do seu coração "ferido"). Mandou exumar o corpo de Inês e mandou construir dois túmulos, ricamente decorados e simbólicos, onde estão ambos sepultados.

 

À volta deste amor surgiram muitas lendas: uma delas diz que o D. Pedro, já coroado rei, depois de exumar Inês mandou que o seu corpo em decomposição fosse ricamente vestido e adornado de joias, e que fosse colocado no trono com a dignidade de rainha. Depois obrigou todos os nobres do reino beijarem a mão da sua esposa cadáver, sob pena de morte. E todos cumpriram, um a um. ::mmm: Daí a expressão de Camões ao se referir Inês, "depois de morta foi Rainha".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, flavinhanobre,

cadê o resto da viagem? ahahhaah

To adorando, eu vou pra Lisboa mês que vem, e tô pensando em abandonar minha amiga pra passar um dia em Fátima, minha mãezinha do céu desde criança também. Adorei seu testemunho, kkkk.

Ah, e a dica de levar biquini, quase estou abandonando de volta minha amiga, eheheh.

Beijos, estou esperando o fim da viagem. ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Flavinha,

 

É realmente uma pena você ter caído com um guia tão despreparado e que falava muitas besteiras. Muito provavelmente o guia estava com pressa de retornar, estava atrasado ou era, com o perdão da palavra, um completo idiota!

 

O palácio da Pena é lindo e vale a pena se entrar sim, assim como uma parada rápida nas ruínas do Castelo dos Mouros. Quanto ao Castelo de São Jorge, que você acabou por não entrar, sinto desapontá-la mas independentemente do acerco interno e dos canhões expostos e apontados para Lisboa e principalmente para o Rio Tejo, você certamente perdeu a melhor vista aérea da cidade de Lisboa. Da próxima vez que for a Lisboa não deixe de entrar tanto no Palácio da Pena em Sintra, como no Castelo de São Jorge em Lisboa!

 

Com relação ao trem (comboio) que liga o Rossio no centro de Lisboa até Sintra, tenho algumas informações complementares para quem quiser economizar e dispensar o guia "mala":

 

1) O trem parte de 20 em 20 minutos do Rossio em Lisboa com destino a Sintra

2) Após cerca de 15 minutos aproximadamente, chega-se a estação Queluz de Baixo e de lá é possível ir a pé até o Palácio de Queluz (cerca de 800 mts)

3) Ao retornar a estação, tome novamente o trem sentido Sintra e desça na ultima estação (Sintra)

4) É possível ir a pé até a vila (cerca de 1km) e de lá subir até o Palácio da Pena de Charrete (bem turístico e nem é tão caro!)

5) Na vila, não deixe de comer um "travesseiro" (doce típico e tradicional da região). O "Travesseiro" original é vendido em um local chamado "Periquita" que fica em uma rua estreita no centro da vila de frente para o Palácio Nacional (que eu particularmente acho que não vale a pena pagar para entrar)

6) Ainda na vila, perca ao menos umas 2 ou 3 horas em um local mágico chamado "Quinta da Regaleira" que é simplesmente espetacular!!! Um lugar lindo mesmo, cheio de jardins, cavernas e poços!

 

Bom, acho que é isso, são minhas dicas mais que especiais para Sintra (sugiro um dia inteiro para visita somente a Sintra)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×