Ir para conteúdo
Amanda_jc

Peru para mochileiros almofadinhas - Cusco, MP e muitas dicas de Lima!

Posts Recomendados

Ao contrário dos “mendigos machos” do Mochileiros ( peru-bolivia-e-chile-um-mochilao-de-mendigo-macho-videos-fotos-jan-2013-t79934.html ) eu e meu namorado somos “mochileiros almofadinhas” pois gostamos do jeito mochileiro de viajar porém, gostamos também de algumas frescuras tipo banho quente, conhecer bons restaurantes... :wink:

 

Esclarecido o titulo do relato vamos à ele... na verdade vou juntar as duas viagens que eu fiz para o Peru, uma foi em novembro de 2012 e outra em março de 2013 (e eu só estou escrevendo em 2014 shame on me ::toma:: )! Explicando: meu namorado (vamos chama-lo de Rodrigo rsss) estava trabalhando em Lima, por isso fiquei só um final de semana da primeira vez e vários dias em Lima na segunda. Nosso roteiro foi esse:

 

22/03/2013 – Saída de SP, chegada em Lima

23/03 – Lima

24/03 – Lima

25/03 – Lima

26/03 – Lima

27/03 - Lima

28/03 – Cusco

29/03 – Tour Valle Sagrado e chegada em Aguas Calientes

30/03 – Machu Picchu, volta para Cusco

31/03 – Volta para Lima

01/04 – Lima

02/04 – Volta para SP

 

Não esta nem um pouco perto de ser ideal mas quem tiver pouco tempo, como nós que aproveitamos que no Peru o feriado da Páscoa tem 4 dias (quinta e sexta feira santa), dá para conhecer os principais pontos. Eu, particularmente não gosto de viagens corridas mas, nessa não tive opção! Se tivesse teria ficado mais um dia em Cusco.

 

Como tenho váááárias dicas sobre Lima vou contar primeiro da viagem e depois de Lima, assim também tenho mais tempo para convencer o Rodrigo a escrever ::hãã2::

 

Voamos para Cusco pela Peruvian Airlines (http://www.peruvian.pe/es), pois era mais a companhia mais barata!!! O voo dura cerca de uma hora e tirando o pior pouso da minha vida (serio, eu achei que o avião não fosse parar ::mmm: ) foi tranquilo rsss!! Contratamos um transfer pelo hostel, não estávamos botando muita fé (sim, não confiamos na organização dos peruanos) mas quando chegamos tinha um carinha com uma plaquinha nos esperando ::otemo:: . Uns 40 min depois, estávamos no hostel. Se não me engano o taxi foi 13 soles.

 

Ficamos no Pariwana (http://www.pariwana-hostel.com/) e eu simplesmente ameeeeiii esse hostel (foi minha primeira vez em hostel)!! Como estávamos viajando em dois ficamos numa suíte, (logo não precisamos das dicas desse tópico sexo-no-hostel-guia-pratico-para-mochileiros-t36215.html hahahahahaha) o hostel é super organizado o banheiro de uso comum estava bem limpo, tem café da manhã incluso (pão, geléia, manteiga, café e chá mas, também da para pedir várias outras coisas como o chocolate quente, que eu recomendo). Ah, e também é super bem localizado, uns 5 min a pé da “Plaza de Armas” de Cusco. E lindo também!

DSC04850.JPG.565026934eb848381b1f77e3e6c23d7f.JPG

 

DSC04845.JPG.7fca868217391a53be09abe5e5a9fa60.JPG

 

Como nós chegamos muito, muito, muitooo cedo em Cusco, nosso quarto ainda não estava disponível então fizemos o check-in, deixamos a mala no hostel e fomos passear pela cidade e fechar o tour de Cusco.

 

Aaaaaahhhh, estava me esquecendo de um detalhe... Cusco é uma cidade muito fria ::Cold:: !! Tinha levado uma jaqueta corta vento e uma blusa de lã mas foi pouco, tinha que comprar mais alguma coisa, acabei comprando tipo um xale de lã de alpaca que salvou minha vida heheheheheh!! E custou só 22 soles ::otemo::

 

Andamos até a plaza, entramos em vários “mercados” de artesanato (comprei meu xale em um deles), andamos mais e mais. Enquanto vc anda por Cusco vão te oferecer todo tipo de coisa, inclusive o tour da cidade, do Valle Sagrado, trilha para MP, etc e como são varias agencias e o preço é praticamente igual pensamos que o serviço também seria praticamente igual, por isso fechamos com a mais barata que encontramos hahahaha!! Mas não foi uma escolha muito esperta pois nosso guia explicava tudo correndo, mal dava tempo de ver as ruinas, tirar foto, ele já estava gritando o nome do nosso grupo (Intiiiiiiiiiii) ::putz:: . Quando fechamos o tour nos falaram que o guia iria explicar em espanhol e em inglês, como meu espanhol é fraco, fiquei tranquila pq teria explicação em inglês... doce ilusão hahahahaha!! Além de tudo, o espanhol do guia era muito enrolado, tanto que depois de um tempo eu desisti de prestar atenção nas explicações do guia e fiquei só tirando fotos e observando a paisagem . O nome da empresa é Super Tour Cusco, fica na Portal Mantas, 117 Plaza de Armas e o preço foi 15 soles/pessoa. Eu não gostei dessa agencia mas no final do dia entendi pq o guia correu tanto: saímos da ultima ruina e já estava bem escuro, se tivéssemos ficado mais tempo nas outras não daria para ver nada da última! O tour começa +/- 14:00 e vai até 18:30/19:00.

 

Para entrar nas ruinas vc precisa ter um boleto turístico, na época tinha duas opções (acredito que não tenha mudado): um parcial que vale só para o dia e custa 70 soles e o completo, que tem validade de dez dias e custa s/130. Esse boleto dá direito à entrada nas ruinas de Cusco, do Valle Sagrado e a vários museus de Cusco. O melhor para vc vai depender dos seus planos... se vc for fazer só um tour (Cusco ou Valle Sagrado) escolha o parcial, porém se for fazer os dois e ainda tiver tempo pela cidade pegue o completo. Como iriamos fazer os dois tours, escolhemos o completo.

 

A agencia que escolhemos não vendia o boleto então tivemos que ir comprar no escritório de informações turísticas, que fica na av Sol, que é do lado da Plaza de Armas, uns 5 min andando. Mas, os espertos deixaram passar o lugar, e andamos um monte, então resolvemos perguntar para algum guardar que, como a maioria dos peruanos que dão informação, nos explicou com a maior boa vontade (sqn) que estávamos no lugar totalmente errado, que o lugar que vende o boleto turístico era longe de onde estávamos, uns 20 min andando. Como estava quase na hora do tour e ainda precisávamos comer alguma coisa, resolvemos pegar um taxi ate o lugar indicado. Chegando no lugar, estava fechado (!) e o taxista disse que não era lá que vendia o boleto, que era onde estávamos antes e nos levou de volta e, surpresa... o lugar certo era na rua que estávamos mas tínhamos passado. ::putz::

 

Finalmente compramos nossos boletos, preenchemos com nosso nome, pois teoricamente os boletos são pessoais e intransferíveis (mas ninguém pediu documento para conferir) e o Rodrigo guardou os bilhetes (essa informação parece irrelevante porém é importante rssss). Como estava tarde e o serviço em qualquer restaurante no Peru é demorado resolvemos comer alguma coisa na Starbucks da plaza de armas... na hora de pagar, cade o cartão do Rodrigo?! Sumiu... ele perdeu o cartão (outra informaçao irrelevante mais que eu devia ter registrado no momento)!! Fora um pequenos stress entre nós e entre o Rodrigo e o Santander ::prestessao:: , pagamos com outro cartão (sempre é bom ter mais de uma forma de fazer pagamentos na parte de Lima conto outro causo que aconteceu comigo), comemos e fomos correndo pegar o busão que estávamos atrasados! ::tchann::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nosso tour (e acredito que todos os outros) parava em:

 

Qorikancha – a entrada dessa ruina é a parte do boleto, custa s/10,00 e na verdade é um convento que foi construído pelos espanhóis em volta de uma ruina;

 

DSC04872.JPG.de3da594fc68bcb090fd5a82f7277816.JPG

 

DSC04880.JPG.15bad774fe4c7467c696c65baa7f9618.JPG

 

Sacsayhuaman – era tipo uma fortaleza, foi construída para defender o império de invasores, vista panorâmica de Cusco muito louca. Para entrar nessa ruina (e em todas as próximas) precisa do boleto turístico, quando fomos pegar, só achamos um... procura, procura e procura e nada!! Acho que quando o Rodrigo tava procurando o cartão, tirou tudo da mochila o boleto caiu e nem percebemos, mas tem como comprar o boleto na entrada das ruinas (ou seja, vc pode deixar para comprar na primeira ruina não precisa comprar em Cusco) tivemos que comprar mais um. Mais uma dica: não deixar homens responsáveis por papeis importantes!! ::quilpish::

 

DSC04934.JPG.884710b95514b395b3b86d26da7e1a99.JPG

 

DSC04939.JPG.d128ddad84a0e0bcdc80a861bc179c0f.JPG

 

DSC04958.JPG.01aede75db5d3d24e5ab47e4ed2a8afb.JPG

 

Q’enqo – era um lugar sagrado, onde aconteciam sacrifícios, tem uma pedra que quando o sol bate nela durante o Inti Raymi (22 - 24 de julho), a sombra parece um leopardo como nao fomos nessa época só vimos uma pedra e, acredito que para ver um leopardo lá eles ficavam bem loucos com chá de coca ::lol4::::lol4:: (brincadeira, chá de coca não da barato);

 

DSC04976.JPG.2c79b800d9eadd1fe63c0e2c3472cdc2.JPG

 

DSC04987.JPG.f15ec16606292e3f39266d0d9026d34e.JPG

 

DSC05000.JPG.3ab424e535324944438516e9f6552792.JPG

 

Pukapukara – mais uma ruina militar, como já tinha desistido de prestar atenção nessa hora, estava só apreciando a paisagem, que é maravilhosa nessa ruina então não sei falar muito sobre ela ::hãã2:: ;

 

DSC05016.JPG.47b04bf83fa3ebea05cb3e1a4b876aeb.JPG

 

DSC05031.JPG.90cb8af2d0fedccdcb678416ec2f57b3.JPG

 

Tambomachay – vários aquedutos, canais, cascata de agua que descem pelas rochas, como chegamos no final do dia já estava um pouco escuro. Acabamos demorando um pouco para subir pq eu precisava desesperadamente ir no banheiro e, só por esse motivo que eu realmente consegui usar... sério, foi o PIOR banheiro que eu usei em toda minha vida, pior que banheiro químico!! Ah, claro que não tinha papel, mas quanto à isso já estava ligada (valeu Mochileiros.com ::cool:::'> ) e levei papel. Relembro aqui: quando viajar pelo Peru, leve seu rolo de papel higiênico!!!. Depois dessa ruina ainda paramos em uma lojinha, se eu soubesse tinha deixado para ir no banheiro lá, era bem melhor... mais uma dica (especialmente para mulheres) se seu tour para numa lojinha depois da ultima ruina deixe para usar o banheiro de lá!! Nessa loja também experimentamos o chá de coca... horrível hahahahahaha!!!!

 

DSC05049.JPG.f8cc52339a6efda2db58b73c1302e1a9.JPG

 

DSC05058.JPG.8da391fda63593f1db83489269414645.JPG

 

Depois do tour voltamos para Cusco, jantamos no Brava Grill e Pasta, restaurante italiano que tinha chamado nossa atenção quando passamos por ele de manha e foi uma boa escolha... comemos uma massa boa e com preço justo!! O endereço é : Portal de Espinar 144. Antes de voltar para o hostel, queríamos fechar o tour do dia seguinte, para o Valle Sagrado, fechamos com a Machu Picchu Viajes por S/25,00 pessoa (Portal Confituria, 285 – plaza de armas), depois voltamos para o hostel totalmente mortos, e dormimos.

 

Estava me esquecendo de um detalhe... Cusco é uma cidade alta, 3400m de altitude, porém nós não sentimos nada... só nos sentíamos um pouco mais cansados no final do dia (mas, também, tínhamos dormido 3h e caminhado o dia inteiro) e nem precisamos de chá de coca, nada!! Mas, um amigo do Rodrigo que foi também passou muito mal, precisou até de oxigênio, como cada pessoa responde de um jeito, é melhor não fazer o que fizemos e pegar leve no primeiro dia. :wink:

 

Fotinhos da Plaza de Armas:

 

DSC04863.JPG.54780c26c429c8e3dc0138021f35b210.JPG

 

DSC04861.JPG.124cfdd0c314adac9898f043612a9dfa.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No dia seguinte, acordamos umas 7:30 pq eu sou lerdinha de manhã rsss (preciso tomar café da manhã se não não vivo) e também pq não queríamos correr o risco de perder o ônibus (no dia anterior já entramos atrasados rsss) o que foi bom, pois quando fechamos falaram que o ônibus sairia às 9:00 da porta da agencia e, lógico que tinha mudado o lugar, Peruvian Style total hahhahahahaha!!! Como não iriamos voltar para Cusco, estávamos com a cargueira, que foi no bagageiro do ônibus (para desespero do Rodrigo... ::essa:: as vezes acho que ele gosta mais da mochila do que de mim ::Ksimno:: ). A programação era: mercado de artesanato, Pisaq, loja de prata, almoço, Ollantaytambo e Chinchero Ruins (que não fomos pq nosso trem para Aguas Calientes saia de Ollantaytambo).

 

Para entrar nas ruinas do Valle Sagrado é necessário o boleto turístico, que tínhamos comprado no dia anterior e como eu guardei dessa vez, estavam seguros. ::otemo::

 

Eu gostei muito desse tour, a empresa era bem mais organizada que a do dia anterior, recomendo!! A guia foi bem mais paciente, até me explicou algumas coisas em inglês, ela deve ter visto minha cara de paisagem quando explicava algumas coisas em espanhol (ou então se ligou que eu sou chata ::bruuu:: )!! A paisagem do Valle Sagrado é surreal, mesmo dentro do ônibus é lindo!! Não tenho fotos dessa parte da viagem e da primeira ruina (só do celular) pq sei lá o que aconteceu com minha câmera que não estava ligando... entrei em pânico mas, so estava sem bateria (ufa)!! Que eu consegui carregar no almoço!

 

Aproveitando, no almoço o busão para num restaurante, que cobra por pessoa (S/25 se não me engano + bebidas à parte, que foram bem caras) e esquema coma até morrer rsss, o lugar era bem simples e a comida ok, não gostei muito desse esquema pois, como eu e o Rodrigo comemos pouco teríamos almoçado em outro lugar, com mais opções e pago a mesma coisa quem sabe menos :roll: . Sem contar que como todos os ônibus param lá e não tem outras opções, fica uma fila enorme! O lado bom é que eu aproveitei para carregar minha câmera, vi uma tomada que tinha tipo um beija-mim e não pensei duas vezes... liguei minha câmera la e qual não foi minha surpresa quando a musica ambiente parou hahahahaha!! Quando eu liguei minha câmera eu desliguei (sem querer, claro) alguma coisa dos músicos que estavam tocando :oops: !! Causando no role hahahahahaha ::tchann::::lol4::

 

O mercado de artesanato que para é igual aos que tem em Cusco e os preços são praticamente os mesmos, Cusco é ate um pouco mais barato na verdade!! A guia fez uma pressão psicológica, falando que os habitantes dessa região vivem disso, e tals (acabei comprando pulseiras de pedrinha hehehehehe)!! E a loja de prata a mesma historia, com o detalhe que eles iriam nos ensinar como saber se é prata mesmo ou se é só banhado... vc tem que “riscar” a peça com um motorzinho que parece de dentista, informação super útil já que todo mundo anda com uma broca na mochila ::xiu:: !!

 

Pisaq - foi um observatório astronômico e era também um cemitério (!), muito lindo ver a “cidade” la de cima, também é super florido!!

 

20130329_112423.jpg.8abcd9e1a875534008f70404b5ebe3e4.jpg

 

20130329_112457.jpg.8d58e1b601b79b9d49ca28c53cac9bee.jpg

 

20130329_112859.jpg.ce3a4e9e51fcfb4ac43e88e54b9e5535.jpg

 

Ollantaytambo - era uma cidade mesmo na época Inca, com construções militares, religiosas (templo do sol), administrativas e agrícolas. E também minha ruina favorita rsss... linda demais!! E a cidadezinha também é muito gostosa para se passear, é um ovo, tipo cidade de interior mas é uma delicia!! Chegamos na cidade umas 14h e nosso trem era só as 19 (na verdade, teríamos que estar na estação 18:30) então teríamos bastante tempo para passear por Ollanta (para os íntimos). O tour ficaria na cidade até uma 16h, mas como não faríamos a ultima ruina essa informação não era relevante para nós hehehehehe. Não eramos os únicos que fariam isso, e as empresas já estão acostumadas então, já tem ate esquema para deixar a mochila, no nosso caso foi em um restaurantezinho. Entramos na ruina, a guia nos mostrou os principais pontos e explicou a história. Essa ruina tem muuuuitas escadas, cansa um pouco subir tudo mas vale a pena =D.

 

DSC05109.JPG.8cc9b93a0cb9d9b10696e0982c64d546.JPG

 

DSC05086.JPG.300919a14b3d7e7ba52c096dff07e4c8.JPG

 

Depois da explicação a excursão foi embora e ficamos sozinhos para explorar e tirar fotos. Depois de bastante tempo andando pela ruina estávamos cansados e com fome, resgatamos a mochila e procuramos um lugar para comer! Ué, mas a mochila não estava em um restaurante?? Sim, estava porém não nos animamos muito, afinal somos almofadinhas, né?! Acabamos comendo num lugar chamado Hearts Café (Av. Ventiderio, antes da ponte que vai até as ruinas e antes da rua da estação de trem). E foi uma ótima escolha... o preço era bom e o lanche que comemos tb.

 

Nisso já tinha dado nosso horário e fomos pegar o trem, todos dizem que a paisagem é linda e tal mas, como nossa viagem foi a noite, estava tudo escuro e também nós apagamos, quando acordei tinha um lanchinho na minha frente hehehehehe. São umas 2h de viagem até AC, e foi bom termos pego à noite, assim aproveitamos a ruina e, se fosse de dia teríamos dormido de qq forma, ou seja, perderíamos a paisagem anyway. Nosso trem era da Peru Rail e custou U$ 49,00/pessoa, pegamos o Expedition mesmo. A volta tem preço diferente U$ 53,00/pessoa. Esses tickets foram comprados com antecedência pela internet no site da Peru Rail http://www.perurail.com/ .

 

Uma coisa que eu não gostei foi a quantidade de vendedores nas entradas das ruinas (dos dois tours) ok, eu entendo que eles precisam disso para sobreviver, poderiam oferecer, se a resposta for um no,gracias, parte para outro... odeeeiioo vendedor chato rsss ::grr::::grr:: !! Ainda mais considerando onde estávamos... sem contar a dó das lhamas para tirar foto!! Poderiam ser menos chatos... se bem que os peruanos sempre dão um jeito de enfiar a faca em turista, no aeroporto por exemplo, o wi-fi é pago e a garrafa de água custa U$ 3,00 (praticamente 9,00 reais, um roubo! ::ahhhh:: ) e não tem bebedor, logo se vc tem sede é obrigado a pagar ::grr::::vapapu:: !

 

Em AC ficamos num hotel chamado Imperio Machu Picchu, é uns 5m andando da estação mas é meio escondido tanto que passamos sem ver, perguntamos e voltamos para o lugar certo! O hotel é bem simples, tem café da manha normal. Na verdade, não sei pq não ficamos em hostel em AC tb hehehehe.

 

Fizemos o check-in do hotel e saímos para tentar comprar o ingresso para MP... sim, estávamos la, iriamos para MP no dia seguinte e ainda não tínhamos entrada!! E quando chegamos o lugar que vende estava fechado, teríamos que voltar no dia seguinte para comprar... ou melhor, o Rodrigo teria que voltar pq quando eu vi que estava fechado me deu pânico de não conseguirmos e, logico eu briguei com ele, afinal ele foi o responsável pelo planejamento hahahahaha. Voltamos para o hotel e fomos dormir no suspense... será que conseguiríamos??? ::hein:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia seguinte Rodrigo levantou uns 15 min antes de mim e foi comprar as entradas para MP e... ele conseguiu, de boa rsss ::otemo:: (desculpa por ter brigado ::kiss:: )!!! E quando voltou eu estava indo tomar café (eu disse que era lerda). Não levantamos muito cedo não, eram umas 9h, preguiça reina nesse relacionamento ::lol3:: !!! O boleto de acesso à MP custa S/128,00 e é pessoal, tem nome e número de documento e vale só para o dia que vc for visitar é bom ficar atento a isso e comprar para o dia certo (se bem que eu estou vendo o meu aqui e esta ingresso dia 31/03/2013 e eu fui no dia 30/03 :mrgreen: )!!

 

Bom, boleto comprado, café da manhã tomado só faltava a passagem do ônibus que sobe de AC para MC, a saída dos ônibus fica praticamente em frente à estação de trem mas do outro lado da ponte e a passagem de ida e volta custa $18,50 para estrangeiros (o preço esta em dólar, mas aceitam soles). Ate cogitei subir a pé, mas ainda bem que desisti afinal demora uns 30 min de ônibus, imagina a pé!! E subindo ainda hahahahahaha...

 

Finalmente estávamos à porta de MP ::hahaha:: !!! Contratamos um guia na hora mesmo, super tranquilo foi S/20,00 por pessoa e o tour durou umas 3h, o guia era muito bom, explicava super bem e até eu entendi as explicações em espanhol ::hãã2:: . Só tivemos que esperar fechar um grupo com seis pessoas. Logo depois de passar a entrada da cidade, tem uma mesa com um carimbo para carimbar seu passaporte... não esqueça de leva-lo!! Nós carimbamos logo na entrada, pq estava vazio e fiquei com medo de esquecer, e foi uma boa pq a tarde estava uma fila!!

 

Ah, não pode entrar com mochila grande em MP, tem que deixar no locker que oferecem (cobrado, claro) ou no hotel. Também não pode entrar com comida, tem uma lanchonete e um restaurante, caros, mas é a única opção. Não tentamos entrar com comida mas tinha várias pessoas comendo dentro da cidade, logo, deve ser tranquilo levar uns lanchinhos para fugir do assalto rsss!! Ou então levar o lanchinho e comer fora da cidade =P. Depois que vc entra na cidade pode entrar e sair quantas vezes quiser, só apresentar o boleto. Banheiro também só do lado de fora e, também é cobrado, cheio e sujo ::grr:: !!

 

Depois do tour com o guia, almoçamos e entramos na cidade de novo, afinal nosso trem de volta só saia às 18:45, tínhamos bastante tempo. A decisão de acordar mais tarde foi muito boa afinal, não íamos subir nenhuma das montanhas, (até queríamos mas para WP não tinha mais ingresso e ficamos com medo de chover no dia e não conseguirmos subir MP) e quando voltamos a cidade estava bem mais vazia, resolvemos ir até o portal do sol, voltamos umas 17h e conseguimos tirar fotos ótimas, sem ninguém atrapalhando (coisa impossível de manhã). Essa é minha dica para os dorminhocos de plantão, descansem um pouco mais e aproveitem a cidade a tarde, que fica vazia ::otemo:: .

 

A caminhada até o portal do sol é beeeemmm cansativa, +/- uma hora para cima e uma para voltar, estava super quente nesse dia (ao contrario de Cusco rsss) e tb tinha a altitude para ajudar mas chegamos... e a vista é linda!! Leve bastante água! Porém não ficamos muito tempo, pois eu comecei a encher o saco para voltarmos, afinal tínhamos que descer, pegar o ônibus para AC, passar no hotel pegar a mochila e pegar o trem rsss!!!

 

DSC05188.JPG.f090ec4da9201eb236e77e0c4c0b2021.JPG

 

DSC05350.JPG.e1688381da3b952ecdc773003d7fa453.JPG

 

DSC05339.JPG.bdcb451d88123c7bd449c2011e84178c.JPG

 

Nossa é difícil descrever a sensação de estar em MP, não tive nenhuma experiência sobrenatural rsss, mas da uma “coisa” muito diferente, sei lá, ver aquelas montanhas, a natureza! É demais... em AC da para sentir uma energia diferente, me senti meio oprimida pelas montanhas, parece que AC está espremida pelas montanhas!! É o apu, espirito das montanhas (não é o dos Simpsons) marcando presença rsss!!

 

Depois de voltarmos, pegamos o ônibus, as coisas no hotel e voltamos para Ollanta e o gap no planejamento: como voltaríamos para Cusco??? Se alguém não se ligar nisso tb, relaxa, tem varias vans e ônibus que saem de perto da estação, tem vários preços, pegamos o mais barato (se não me engano S/15,00 pessoa) e não foi uma boa escolha pq tivemos que esperar a van encher, ou seja, esperamos uma meia hora até chegar o próximo trem, não compensou a economia de 10 soles ::putz::::putz:: .

 

Estávamos tão mas tão cansados (fisicamente, mentalmente não... MP dá um gás na mente rsss) que dormimos grande parte da viagem de cerca de 2h até Cusco, o que foi bom assim não vimos as barbeiragens que o motorista fez!! Nos minutos que fiquei acordada morri de medo, muito barbeiro hahahahaha!! E a estrada é cheia de curvas...

 

Em Cusco voltamos ao Pariwana, antes de voltarmos para o hostel paramos para jantar em um restaurante italiano que eu não me lembro o nome (e nem o Trip Advisor me ajudou desse vez) sorry :oops: !!!

 

Como era noite de sábado para domingo, estava tendo festa no hostel e nosso quarto, (ao contrario do primeiro que era isolado) era bem do lado de onde estava rolando a festa, foi um pouco mais difícil para conseguirmos dormir, mas conseguimos hehehehehe ::tchann:: !!

 

Dia seguinte acordamos (tarde) tomamos café da manhã e fomos para o aeroporto voltar para Lima.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como prometido, última parte do relato é sobre Lima...

 

Lima... bom, Lima é uma cidade grande com transito caótico, caótico é pouco quando se trata do transito de Lima! Andar a pé é exercício radical por lá rsss ::essa:: , sem contar os carros, na verdade, os de passeio são novos mas os taxis... sem comentários! Parece que pegaram peças num desmanche e montaram, se rodasse vira taxi em Lima! Pelo menos são baratos.

 

Baratos quando o taxista não te dá golpe!! E sim, quem caiu no golpe do taxista?? Essa que vos fala (ou melhor, escreve)... pior que foi na segunda vez que estive lá ::Ksimno:: !! Eu tenho quase certeza que perguntei para o taxista quanto que era e ele me falou 60,00 soles, porém quando chegou perto do hotel me mostrou uma tabela e o preço era S/110,00 e como eu não sabia argumentar em espanhol (e o taxista percebeu, já que tentei conversar com ele durante o caminho) que estava errado, acabei pagando o preço da tabela... ah, o normal para a corrida (aeroporto – san Isidro) são 40,00 soles. Como não tem taxímetro sempre combine com o motorista antes, e barganhe o preço, eles sempre mudam!! Outra dica, não são todos os taxis que podem entrar no aeroporto, só os oficiais os “clandestinos” (amarelos) não podem entrar.

 

DSC02130.JPG.a0dc76a0b0f965070b85016c580d0fd5.JPG

 

Ainda sobre o transito, prepare seus ouvidos... os peruanos buzinam como se não houvesse amanhã!!! Sério, poluição sonora total... lançaram até uma campanha contra as buzinas, os motoristas seriam multados, se abusassem da buzina. Por outro lado, não tem quase nenhum motoqueiro, foram praticamente banidos pq era muito perigoso (!). Não acho muito aconselhável dirigir em Lima, melhor andar de taxi mesmo, seta é opcional de luxo (ok, aqui em SP tb), vc quer virar a direita mas está na terceira faixa da esquerda?! Sem problemas, corta todo mundo e entra mesmo assim, e se um pedestre estiver atravessando bem nessa hora?? Azar o dele!! A dica aqui é: muito cuidado ao andar a pé por Lima!! Ônibus tb não é indicado, as pessoas andam meio penduradas, mas é bem barato, 1,00 sol mas se seu trajeto for curto vc pode pechinchar!!

 

Mas vale a pena o risco, pois é uma cidade bonita e come-se muito bem por um preço justo!! ::otemo::

 

Como o Rodrigo estava morando lá à trabalho, ficamos em hotel as duas vezes, na primeira foi no Sheraton, que fica bem no centro perto da Plaza de Armas, do centro histórico! Não é um lugar muito bonito, nem seguro (tanto que depois de um tempo a empresa do Rodrigo não deixou mais os funcionários ficarem no Sheraton rss) mas é a parte histórica da cidade. Esse hotel não é muito indicado para quem tem alergia pq tem carpete nos quartos rsss, o café da manhã é super variado, como recebe muitos turistas orientas, é variado até demais na minha opniao, tem sushi, arroz e mais uns trecos estranhos lá !! ::xiu::

 

Na outra vez ficamos no Atton em San Isidro, um bairro muitoo legal, cheio de restaurantes e bem residencial, um dos bairros de classe alta em Lima, super seguro, aqui é de boa caminhar a qualquer hora (digo seguro no sentido que vc não sera assaltado, mas ainda corre o risco de ser atropelado). Muito bom esse hotel, quartos grandes, café da manhã bem variado, piscina e como eu já disse, super bem localizado.

 

DSC02131.JPG.43b7e737d6eed5a68237586ff496ea6e.JPG

 

Ah, e não se assuste ao ver varias placas como essa espalhadas pela cidade... tem muitos terremotos em Lima, a maioria não é sentida mas mesmo assim as construções são feitas para serem seguras! E na entrada de todos os lugares tem a lotação máxima de cada lugar, assim se tiver um terremoto forte e desmoronar os socorristas sabem o máximo de vitimas que podem encontrar no lugar!! SI-NIS-TRO!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Passeios para se fazer na cidade:

 

Caminhar por Miraflores, conhecer o shopping Larcomar e os mercados incas são vários, (um maior e mais colorido que o outro rsss) ainda em Miraflores tem o parque Kennedy, uma praça, na verdade cheia de gatos, bom para passar o tempo! E também o parque do amor, que é super bonito!!

 

DSC02112.JPG.4aeb8b92dc1b493e21c5c0b51ccafa4b.JPG

 

DSC02125.JPG.4573bf8b0c03ee3beb25888b23ac965d.JPG

 

DSC04817.JPG.d1df04973535dd7dfc7382b240db62b1.JPG

 

Andar pelo bairro Barranco (ao lado de Miraflores), considerado o bairro boêmio de Lima, super bonito! Diz a lenda que se vc conseguir atravessar a ponte dos suspiros sem respirar pode fazer um pedido!

 

DSC04812.JPG.585c67c3d47b6f98d3d7946f4ab6c90f.JPG

 

Parque das águas vale muito a visita, são varias fontes, em uma delas tem até um show projetado nas águas!! Adorei rsss, algumas vc consegue entrar, cuidado para não se molhar muito!! Não lembro o valor da entrada mas não era caro não!

 

DSC02141.JPG.69919dc909fafb406eea71067676b8c5.JPG

 

DSC02151.JPG.d3436cb47b88bcc2977768614c22bf6c.JPG

 

DSC02160.JPG.34b42c13a21a27e5b08b9d0f9ebc6ad4.JPG

 

Existem vários museus na cidade, só fui no Museo do Oro (S/33,00) e para falar a verdade eu não gostei muito! Além da parte do ouro, tem uma ala de armas e é tudo meio jogado, vc ve tantas armas legais mas, como estão praticamente amontoadas e sem ecplicação, acaba perdendo um pouco a graça. Tem áudio guia, mas é pago à parte e a entrada do museu já é bem cara. Não pode filmar/fotografar dentro do museu! O museu fica no meio de um bairro residencial, não é muito bem localizado, alguns taxistas não sabiam onde ficava e na volta não passava nenhum taxi na rua, ainda bem que exitem aplicativos para chamar taxi! ::hãã::

 

20130323_121341.jpg.aa9e0e528acd53dd9a252bcc7be0ae40.jpg

 

DSC04809.JPG.22576a27beb511b867d9f3d89f32b9f4.JPG

 

Na cidade também tem as Huacas, umas ruinas no meio da cidade!! Porem não são ruinas de verdade, já que foram reconstruídas! Eu acabei não indo em nenhuma (shame on me, já que tinha uma do lado do hotel) então não posso opinar sobre elas rsss!!!

 

Mesmo sendo uma cidade litorânea, as praias não são muito utilizadas para banho, pois não tem areia como aqui no Brasil, as praias são rochosas! Mas da para praticar surf, tem varias escolas e instrutores!

 

DSC02164.JPG.a3220f2839056e2abc070f9dfc146512.JPG

 

Centro histórico da cidade: Plaza de Armas (Plaza Mayor), a Iglesia de San Francisco vale a visita dizem que a cabeça de Francisco Pizarro esta aqui e as catacumbas são parada obrigatória, da para contratar guia dentro da igreja mesmo, é de graça, vc paga quanto quiser no final (ou não) e a explicação pode ser em inglês ou espanhol. Tb da para ver a troca da guarda em frente ao palácio, o que é legal por uns 5 min depois fica chato!! Ah, como a área em frente ao palácio é considerada zona de segurança os taxis não podem parar aí, um taxista parou para nós e foi parado pela policia logo depois!! Mas o taxista explicou que éramos turistas, não sabíamos e nem pegou nada. Mas deu medo ::mmm:::lol3::::lol4::

 

DSC02102.JPG.37fc8d61118e4a5ea26019023d45982a.JPG

 

DSC02107.JPG.29ff9e0ec657af11c79e77a3b9730f8f.JPG

 

Jockey Plaza, outro shopping!! Como boa paulistana, preciso visitar shoppings ::lol4::::lol4:: Quem tiver tempo livre e quiser matar, aqui é um bom lugar!! Tem cinema e várias lojas famosas (como CK, Zara, Lego)!!

 

DSC02061.JPG.6e432307806079ea2ac7dc8dc8e1a5d9.JPG

 

Um fato interessante é que os shoppings são praticamente a céu aberto, afinal não chove em Lima (fica numa área desértica)!! Sério, vc não vê bueiros nas ruas, as lojas nesses shoppings não tem “degrau” para a agua não entrar se chover, são todas planas rsss!! Mas, apesar de tudo o ar não é seco!! Pode seixar seu guarda chuva em casa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os restaurantes merecem um relato só deles, na verdade, de tão variada e rica é a gastronomia em Lima e o que é melhor: o preço é muito bom! Principalmente quando comparado com SP, os preços são ótimos!!! Não vou me lembrar de todos em que fui mas se estou escrevendo sobre com certeza é pq marcaram rsss!!!

 

A maioria dos pratos típicos tem peixe (ou frutos do mar) como base porém para quem não come peixe (eeeeuuuu ::mmm: ) existem muitas opções de carne de boi e frango, porco não é tão comum mas também é consumido!

 

Pescados Capitales – como o nome sugere, peixes são a especialidade da casa, mas tem pratos sem peixe tb (3, na verdade) e o cardápio é muito legal, cada parte é descrita usando um dos pecados capitais. Tive até que tirar foto! Na foto da para ver o preço de alguns pratos, não são exatamente baratos mas são super bem servidos, da para dividir se as pessoas não comerem muito rss! Endereço: La Mar 1337, Miraflores.

 

DSC02111.JPG.26003b1ba0f26c66835d2f29f56f5bbf.JPG

 

La Rosa Náutica – o mais legal desse restaurante é a localização... é um pouco caro e a comida do Pescados Capitales é melhor! Mas esse restaurante fica tipo num “píer” no meio do pacífico! É bom fazer reserva mas, quando fomos estava vazio! Endereço: Espigon 4 Circuito de Playas, Miraflores.

 

DSC02129.JPG.b7b1af7f5b4429a558c29652d49136ce.JPG

 

59656_368878713203308_1683484598_n.jpg.825a506f4a6874c901b0e2986d094b89.jpg

 

Long Horn – o forte desse restaurante são as carnes (uhuuu), especialmente cortes típicos argentinos. Existe uma rede americana que tem o mesmo nome, mas não esse restaurante não faz parte dessa cadeia. A comida é muito boa e os pratos super bem servidos porém, o que mais me marcou na visita a esse restaurante foi que eu perdi meu celular :( levei bronca pq estava dando mais atenção ao celular, coloquei ele em cima da mesa e, devo ter colocado o guardanapo em cima, quando foram os garçons foram retirar meu celular deve ter ido junto snif snif!! Esse restaurante fica dentro do Jockey Plaza.

 

Danica – esse restaurante nos chamou atenção pq a fachada era tão fofa que resolvemos olhar o cardápio (praticamente todos os restaurantes em Lima tem um cardápio na porta, o que facilita bastante a vida ::otemo:: ) e acabamos jantando nele. E foi uma ótima escolha, é um restaurante que mistura influencias italianas com a culinária tradicional do Peru! E essa mistura é otimaaa... várias massas e risotos no cardápio, destaque para o Risotto a lo Lomo Saltado, delicioso!!! Os pratos são bem servidos, porém individuais a refeição para dois sai em media S/100,00. Tem duas unidades, eu conheci a de San Isidro Av. Emilio Cavenecia 170 (mas tem uma em Miraflores também: Av. Armendáriz 524 porém como não conheci, não sei se tem a mesma qualidade). Se alguém quiser passar vontade entra no site deles e ve as fotos dos pratos: http://www.danica.pe/danica.php .

 

El Horneiro - mais um restaurante especializado em carne, muito bom!! Cortes altos, chegam no ponto que vc pedir mas como eu gosto de tudo mal passado não sofro com isso rsss!! Um prato pode ser tranquilamente dividido, pedimos batata frita como acompanhamento e, como lá tem 500 mil tipos diferentes de batata vem uma batatas muito diferentes misturadas!! Prepare-se para surpresa. Fica na Malecon Almirante Miguel Grau, 983

 

La Lucha Sangucheria – se vc passar em frente à uma das 3 unidades dessa lanchonete pare tudo que estiver fazendo e entre!! Ah, vale também se organizar para ir, não só passar por acaso rsss!! Servem os famosos sanduiches criollos, vale muitooo a visita! Além de tudo, são sanduiches de grife... já que a lanchonete foi criada pelo chef Gastón Acurio. Conheci a filial do Parque Kennedy em Miraflores Mariscal Oscar R. Benavides 308. Site: http://www.lalucha.com.pe/ .

 

D’Tinto & Bife – de novo e novamente um restaurante especializado em carne (sim, nós gostamos de carne)! Cortes muito bons, pedimos também um prato típico peruano chamado Taco-Taco é tipo um baião de dois, muito gostoso. Os pratos também podem ser divididos tranquilamente. O ponto da carne veio errado, um pouco mais mal passado do que o pedido, mas como eu disse isso não é problema para mim rsss. O visual é muito bonito, mas de modo geral o El Horneiro é melhor =D. Fica no bairro Barranco, Playa Las Cascadas s/n, módulo 4 Complejo Bordemar.

 

20130323_145446.jpg.76623e28cdb3698e989d8d43e83fd7d0.jpg

 

Chili’s – estilo americano, tipo um outback, applebee’s! Muitas opções de hambúrgueres e de entradas (também serve pratos). Varias bebidas diferentes tb. O preço é justo. Como é uma rede tem varias filiais, eu fui na de San Isidro (Óvalo Gutiérrez, esquina Av. Cavenecia y Conquistadores) mas no site deles tem o endereço das outras: http://www.chilis.com.pe/es/index.php .

 

La Vaca Loca – qual será a especialidade desse restaurante??? Quem disse carnes acertou rsss... especialmente cortes argentinos. Os pratos são para dois, preços são bons, prepare-se para sair defumado, o salão não é muito grande e a grelha é aberta logo, vc sai de lá com um delicioso cheiro de churrasco!! Fica no shopping Larcomar e é um pouco cheio mas dá para fazer reserva antes pelo site: http://www.lavacalocarosenda.com/index.html nós não fizemos mas como fomos um pouco tarde, estava vazio!

 

Hard Rock – não podia faltar o bom e velho Hard Rock!! O de Lima é super novo, foi inaugurado no final de 2012/começo de 2013! Diferente das unidades de NY e de Toronto vc não ganha o copo pedindo um bebida (que agora eu não lembro qual), vc tem que comprar o copo, achei um roubo isso!!! Destaque para a guitarra do Richie Sambora (<3 Bom Jovi) e o baixo machado do Gene Simmons!!

 

20130324_153149.jpg.73cb2c8833c0af485ee7a654bf84d8f0.jpg

 

Lima 27 – vc está passeando por San Isidro à noite, ve uma casa preta com iluminação vermelha e acha o que? Que é um puteiro, logico!! Mas não, esse é um dos melhores restaurantes de Lima!! Sem duvida nenhuma... é um pouco caro mas vale muito a pena reservar alguns soles para conhecer esse restaurante. O cardápio é super legal, é ilustrado no site tem alguns desenhos do cardápio http://www.lima27.com/ .Como é “alta gastronomia” os pratos são pequenos, mas perfeitos para quem come pouco! E também cheio de frescurinhas, tipo o pão que vem numa trouxinha super fofa!

 

DSC05386.JPG.c318c076e8dc84e1f0da2bff2621f979.JPG

 

DSC05387.JPG.7394d47a39c7e1a7784cb7b741c7ac38.JPG

 

DSC05389.JPG.5abc6fd1e2eb4194895f5bcdf6011429.JPG

 

Certeza que eu fui em vários outros restaurantes mas não estou me lembrando agora, vou pedir a consultoria do Rodrigo e volto aqui para falar de mais alguns!

Estava me esquecendo de uma das melhores coisas que fazem em Lima: suco frozen, que nada mais é que a fruta ou polpa batida com gelo! Não é nenhuma magica, não sei como não fazem isso aqui em SP, é perfeito para quem curte tomar coisas bem geladas!! ::otemo::::otemo::

 

Lembrei mais um motivo de pq é importante ter formas diferentes de fazer pagamentos em uma viagem... a primeira vez que fui à Lima, não estava com dinheiro em espécie (mentira, tinha duas moedas de 5 soles hahahahaha), só cartão! No aeroporto, tem uns guichês onde é possível pagar o taxi antes da corrida e era o que eu pretendia fazer mas quem disse que meu cartão passou?! E quem disse que eu consegui explicar que o cara precisava passar o cartão de novo pq não funciona por a senha, tem que ser a maneira antiga de assinar?! Nessa sai dessa área e fiquei vagando pelo aeroporto, que não tem wi-fi, tentei em vão usar um dos telefones públicos, sorte que tinha uma menina tentando usar o telefone do meu lado, que também não estava conseguindo, conversamos e ela me disse que na Starbucks tinha wi-fi, só tem que pegar a senha, foi assim que eu consegui falar com o Rodrigo e contar todo meu drama!! Sorte que a namorada de um dos caras do projeto estava no mesmo hotel e emprestou o dinheiro para pagar o taxi quando eu cheguei no hotel. Fica a dica: sempre ter uma forma alternativa de realizar pagamentos, evita sufoco rsss!! ::toma::

 

Ufa... acabou rsss!! Mais um relato meu bem resumido... sqn hahahahah!! Tentei trazer algumas coisas diferente que fiz, especialmente em Lima, espero que seja útil! ::hãã::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, sei que vc n é fã de frutos do mar.... mas será que vc poderia indicar algum restaurante bom em Lima? agradeceria muito, pois gostei muito do seu relato.

Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Violas,

 

Os restaurantes que a Amanda citou são bem caros, mas são ótimos. Se você quiser uma opção mais local eu sugiro:

 

http://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g294316-d1079287-Reviews-La_Choza_Nautica-Lima_Lima_Region.html - Não é o Rosa Nautica, é Choza Nautica, fica perto do centro historio, em uma rua pequena e mal encarada, mas o restaurante é excelente, nada turístico. Foi o melhor ceviche que comi em Lima, e super barato.

 

http://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g294316-d1230424-Reviews-Punto_Azul-Lima_Lima_Region.html - Este também é local, precisa chegar cedo, senão a fila é enorme. Não aceita cartão, somente dinheiro. Este é um dos restaurantes que o Gaston criou (ele curte criar e vender restaurantes por lá), bom e barato, fica em Miraflores.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Violas,

 

Os restaurantes que a Amanda citou são bem caros, mas são ótimos. Se você quiser uma opção mais local eu sugiro:

 

http://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g294316-d1079287-Reviews-La_Choza_Nautica-Lima_Lima_Region.html - Não é o Rosa Nautica, é Choza Nautica, fica perto do centro historio, em uma rua pequena e mal encarada, mas o restaurante é excelente, nada turístico. Foi o melhor ceviche que comi em Lima, e super barato.

 

http://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g294316-d1230424-Reviews-Punto_Azul-Lima_Lima_Region.html - Este também é local, precisa chegar cedo, senão a fila é enorme. Não aceita cartão, somente dinheiro. Este é um dos restaurantes que o Gaston criou (ele curte criar e vender restaurantes por lá), bom e barato, fica em Miraflores.

 

 

Valeu camarada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×