Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Brasil - Bolívia: trajeto em Bus e economizando ao máximo!


Posts Recomendados

  • Membros

A ideia de escrever esse texto informativo surgiu quando consegui uma bolsa de estudos na Bolívia. Geral quando pensa no país imagina a pobreza, narcotráfico ou qualquer outro tio de violência, sem falar nas lendas sobre a fronteira e o trem da morte. Esqueça tudo isso, quando sai de casa decidi economizar o máximo possível e a partir dessa prioridade anotei todos os gastos que tive para chegar a Sucre – capital constitucional Boliviana. Quero contar um pouco minha experiência até chegar a meu destino de estudos e motivar a alguns mais a por o pé na estrada.

 

Antes de começar propriamente o texto uma breve apresentação, sou estudante de Letras da Unesp de Assis, porém moro em Guaratinguetá (para quem não conhece as cidades ao final há um mapa com o trajeto da viagem). Estou no último ano da faculdade, isso quando voltar do intercambio, e amo a língua espanhola e todo cultura que envolve esse idioma. Porque Bolívia? Pela cultura, pela preservação das tradições indígenas, o desejo de conhecer o Salar de Uyuni e ir de mochileiro até o Peru. Assim começa a minha viagem de intercambio / mochileiro / aventureiro a caminho de Sucre.

 

Como bom universitário a regra é economizar, fiz todo o trajeto de bus. De minha casa, Guaratinguetá, a Assis o bus sai a R$142,00 a passagem inteira – se sair de São Paulo é em torno de R$100,00. Esse percurso leva dez horas e a empresa que sai é a Andorinha; seguimos com a mesma empresa e vamos até Corumbá – Puerto Suarez. Saindo de Assis a passagem sai a R$175,00, se você for sair de São Paulo – Capital, o bus custa R$230,00 dando para economizar uma graninha fazendo essa escolha, outro detalhe importante que essa empresa parcela as passagens no cartão em até três vezes.

 

Dica: o bus sempre vai parar em um determinado lugar para que os passageiros comprem algo de comer, usem o banheiro, etc... Prefiram os alimentos de tipo integral, torradas, frutas e iogurtes, pois o preço desses produtos coincidem com o preço de um supermercado, também pelo fato de eles terem uma durabilidade menor – caso das frutas.

 

Seguindo com o trajeto de Assis a Puerto Suarez, leva aproximadamente 16hs de viagem, com algumas paradas e ele já te deixará dentro da Bolívia. De ai é um caso curioso, pois como você já passou para o outro país terá que voltar uma parte a pé – coisa de 5min caminhando – para sair legalmente do Brasil e entrar legalmente na Bolívia. Com o acordo entre os países do MERCOSUL não precisa de visto, apenas apresentar o RG e que este seja mais recente do que dez anos. O acordo também diz que o turista tem direito a 90 dias de viagem, coisa que nem sempre acontece; A responsável pela entrada me perguntou três vezes o que eu iria fazer e como fui sem visto disse que iria como turismo, na quarta eu me estressei e falei mais alto, resultado ela me deu 30 dias apenas para permanecer no país.

 

É aconselhável trocar seus reais por pesos bolivianos na fronteira, você vai perceber que há várias senhoras sentadas e com bolsas no colo te oferecendo câmbios. Eu consegui trocar cada um real por Bs 2,90 o que me foi muito vantajoso tendo em vista que o cambio oficial está a 2,50 por cada real. De aí também se toma um táxi para o terminal de trens e não pague mais de 5 pesos, parece muito pouco mas chore ao taxista pois o valor de uma corrida é esse e eles sempre querem cobrar a mais.

 

O trem da morte como é conhecido o expresso que te leva de Puerto Suarez até Santa Cruz custa Bs 70,00, leva mais ou menos 16hs para chegar a seu destino e sai apenas duas vezes por semana (terça e quinta) e nos finais de semana. O trem é muito bom, indico a viagem nele, pois, o conforto, a comodidade e o luxo dos vagões são ótimos, além disso, o trem possui serviço de café, jantar, televisão, ar condicionado, banheiro e refeitório.

 

O trem sempre parte às 15hs e chega a Santa Cruz por volta das 7hs da manhã, pois vem bem devagar e o melhor é aproveitar para dormir e descansar. Ao chegar ao terminal de ônibus de Santa Cruz, uma das maiores cidades Bolivianas. Você perceberá que há várias pessoas gritando diferentes lugares para comprar a passagem, procure comparar preços e sempre chorar um desconto, pois os vendedores querem encher a “flota” como é chamado o ônibus e eles te conseguem um preço especial. O bus sai por volta de Bs 60,00, eu por turista acabei pagando oitenta.

 

Detalhes importantes: Os ônibus que trafegam dentro do país apenas saem depois das 16hs, há uma taxa de uso da rodoviária que deve ser apresentado o comprovante de pago na entrada para o setor de onde você sobe nos ônibus e na saída já dentro do mesmo.

 

No caso de Sucre existe uma parte da estrada que é de terra, logo, eles colocam os piores veículos para circular. É algo amedrontador, no meu caso me apareceu um ônibus de dois andares com os retrovisores remendados com fita adesiva, o vidro da primeira poltrona de cima estava remendado com durepox, sem inclinação no banco, sem sinto de segurança, sem cortina, sem banheiro, sem ar condicionado e as pessoas que estavam do meu lado pagaram a metade do que eu paguei.

 

Se você somar todos os gastos e levar em conta que eu carreguei comigo torradas, frutas, Yakult e uns pedacinhos de bolo que fiz um dia antes a viagem saiu bem barata, R$400,00, mas claro que eu cruzei todo o estado de São Paulo o que é um absurdo de caro. Sai de Assis na segunda e cheguei a Sucre na quinta feira de manhã, além das dez horas anteriores de casa a minha faculdade, a viagem é bem cansativa e o desgaste é grande, mas em compensação conheci pessoas, lugares e já deu para entrar um pouco na cultura local, pois com o tempo que levei em todos os ônibus aproveitei para conversar e treinar meu espanhol.

 

Portanto eu queria apenas dar alguns detalhes para futuros viajantes que assim como eu pretende estudar / mochilear pela Bolívia ou outro país vizinho ao nosso, os gastos são poucos, o perigo tão grande como é comentado e a aventura é incrível! Já estou aqui há um mês e deu para sair a acampar em outras partes e conhecer um pouco mais a cidade, convido a todos a fazerem o mesmo!

 

Abração

Edson Junior

598dbe6ca9f48_TABELAPREOS.png.d389635e1f45eaf5fa3bc7ecc026b9c9.png

mapa.png.dd40942215295eec406ac7eee402599f.png

100_2795.JPG.12177aaf5d90a662d9329b4b2068113d.JPG

100_2812.JPG.abb9d6ec0d15fe8d2dedf81eee083599.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...
  • Membros

Fala, Edjuuniior!

Estou indo para a Bolívia por terra e tenho algumas dúvidas. Vou sair de São Paulo para Campo Grande de avião e de lá pego um ônibus da viação Andorinha e sigo para Corumbá. A minha dúvida começa aqui: de Corumbá eu sigo para Puerto Suarez ainda pela viação Andorinha ou eu devo pegar um táxi? Li relatos de pessoas que fizeram isso e de pessoas que pegaram táxi, qual seria o mais econômico/adequado? Outro ponto é: de Puerto Suarez é necessário ir para Puerto Quijarro ou eu consigo pegar um trem de Puerto Suarez direto pra Santa Cruz? Caso positivo, eu posso fazer a travessia Puerto Suarez/Puerto Quijarro de táxi?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Os ônibus saem de puerto quijaro. É a primeira cidade grudada na fronteira. Puerto suarez fica um 15km de puerto suarez. É besteira ir até lá pra pegar o ônibus pra Santa Cruz já que vc pode pegá-lo em puerto quijaro mesmo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • 1 mês depois...
  • Membros
Fala, Edjuuniior!

Estou indo para a Bolívia por terra e tenho algumas dúvidas. Vou sair de São Paulo para Campo Grande de avião e de lá pego um ônibus da viação Andorinha e sigo para Corumbá. A minha dúvida começa aqui: de Corumbá eu sigo para Puerto Suarez ainda pela viação Andorinha ou eu devo pegar um táxi? Li relatos de pessoas que fizeram isso e de pessoas que pegaram táxi, qual seria o mais econômico/adequado? Outro ponto é: de Puerto Suarez é necessário ir para Puerto Quijarro ou eu consigo pegar um trem de Puerto Suarez direto pra Santa Cruz? Caso positivo, eu posso fazer a travessia Puerto Suarez/Puerto Quijarro de táxi?

 

Boa noite Rodrigo, blz?

Estou querendo fazer o mesmo que você, porem sairei de Brasília. Vc ja foi? Deu certo? Conseguiu mais alguma informação? Desde ja, agradeço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...