Ir para conteúdo
Juliana C. Faria

Downhill pela estrada da morte

Posts Recomendados

Oi Jully, muito obrigada pela informação.

Estou programando para fazer o downhill em junho, estou super animada !!! ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

El Solario Tours - o preço é bom mas as bikes estavam bem surradas, e os equipamentos também.... pulando marcha, capacete pequeno, até aí tudo bem..... mas a suspensão não estava lá aquelas coisas. 

O guia era gente boa, mas estava com muita pressa. Faltaram algumas fotos tradicionais, e no final nem deu tempo de curtir a tal piscina....Reclamei do tempo, 

deram mais algum tempo mas ficavam fazendo pressão para irmos. 

Mas o pior de tudo foi o motorista da van, que devia ter uns 20 anos... o cara era maluco... deu mais medo do que a bike! 

Ele corria muito, ultrapassava na faixa contínua, na subida, e aí vai. Para completar... na volta ele encheu a van com um pessoal que estava na estrada e fez sinal para parar!!! Ah.. e ainda cobrou do pessoal!!

 

Resumo...não recomendo a El Solário Tour, existem outras opções por preços pouco maiores.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Ferppt!

 

Nossa! Tive sorte de não pegar esse motorista maluco! Rss!

Sobre a bike, como sou muito baixinha, peguei a menor que eles tinham e que talvez não seja tão solicitada quanto às grandes, por isso não tive maiores problemas.

Quanto à pressa, assino embaixo! Eles reclamavam sempre que alguém ficava pra trás.

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou fazer tbm, essa agência sai de qual cidade pra fazer o downhill? Seria melhor pesquisar na previsão do tempo pra não pegar chuva, ou as agencias ja fazem isso? valeu pelo relato!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Farei o downhill em Julho/2016, pretendo no dia 05.

 

Consigo fechar o passeio um dia antes?

Outra coisa, alguém tem noção de preço para temporada- Julho?

 

Obrigado amigos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


  • Conteúdo Similar

    • Por brunosl
      Depois de muito pesquisar aqui no mochileiros, acho justo contribuir para os os próximos viajantes que passarão por estes lugares...
       
      Havia planejado esta viagem com meu filho e somente iríamos até Olinda, como ele não pode ir, acabei esticando a viagem um pouco mais até Noronha
       
      Todas as pousadas que fiquei foram compradas através do site HotelUrbano e recomendo muito, pois todas eram muito próximo ao mar (duas de frente e uma na rua ao lado), e o preço valeu muito...
       
      Minha viagem começou em SP com vôo saindo de Guarulhos ( o menor preço foi a Avianca e me surpreendeu a qualidade do atendimento e da aeronave, também recomendo)
       
      Ao chegar em Recife fui retirar o carro na agência que havia reservado... O carro foi uma dúvida nesta viagem, não sabia se alugava um ou se andava de ônibus nos locais, porém a dúvida logo foi embora assim que vi como os ônibus demoravam, e como nem sempre as praias eram perto da BR (no caso de Porto de Galinhas e Tamandaré).
       
      Pegando o carro fui para Maragogi, viagem bem tranquila, em torno de 1:30 estava instalado na pousada..Havia comprado duas diárias nesta pousada, cheguei no sábado e ficaria até segunda... Maragogi é um lugar muito tranquilo, praia calma e águas multicoloridas, sua maior atração são as piscinas naturais que se formam na maré baixa, portanto verifique isto antes de ir para lá se quiser aproveitar o melhor do local...Pechiche os preços dos passeios para as Piscinas, começaram em R$ 60 e eu fechei por R$ 30...
       
      Maragogi não possui agito noturno, os quiosques da praia não possuem música ao vivo, e o que resta são alguns com música ambiente mesmo ..rs
       
      Estando em Maragogi vale uma estica até a praia de Japaratinga, que fica ao Sul sentido Macéio, praia muito bonita e deserta...
       
      Acabando minha diária ao 12:00 em Maragogi, hora de partir para Porto de Galinhas (pela logística teria sido mais fácil ir primeiro a Tamandaré e depois para Porto, porém como as pousadas foram fechadas pelo HU tive ir e depois voltar)
       
      Chegando em Porto de Galinhas me instalei na pousada , e neste momento percebi que o carro foi uma boa escolha, pois estava na praia de Maracaípe e o centro onde as coisas acontecem ficava uns 2 Km de onde estava, e só de táxi por ali pagaria as diárias...
       
      Porto de Galinhas é bem mais movimentado que Maragogi, e também possui piscinas naturais, com a diferença que as daqui podem ser acessadas nadando, ou até mesmo andando numa maré 0.0, fui nadando em todos os dias que fiquei por aqui...rs
       
      Em Porto a maioria das barracas cobram para o usar o guarda-sol, me recusei a pagar e acabei fazendo amigos que trabalhavam em uma barraca, e logo estava sentado na sombra e pagando cerveja mais barato que em todas as outras barracas..
       
      Na verdade Porto de Galinhas é o nome dado a um trecho da praia , ao Sul é chamado de Maracaípe (que é onde estava) ao norte Cupê e praia do Muro alto, todas podem ser acessadas a pé, mas haja perna para andar de ponta a ponta...
       
      Em Porto existe um projeto do Cavalo Marinho que fica no pontal do Maracaípe, o passeio te leva de jangada pelo Mangue, o jangadeiro captura o cavalo marinho, coloca em um pote e mostra aos turistas...Só fui mesmo pois estava ali, pois o passeio é rápido, e dá muita dó dos bichos sendo capturados e colocados no pote.
       
      Saindo de Porto na sexta feira, voltei para Tamandaré, fiquei hospedado na praia de Campas que é uma praia muito bonita e com o mar Tranquilo. Nesta praia existe um bar que me surpreendeu, pois em tamandaré é difícil até arrumar um local para jantar, porém existia quiosque chamado Submarino Amarelo (Yellow Submarine) homenagem aos Beatles em que rolava rock ao vivo a beira mar, vale a visita.
       
      Minha visita a Tamandaré tinha somente um motivo Praia de Carneiros, sempre ouvi falar muito bem desta praia e realmente ela não deixou a desejar.. Fechei um passeio de barco pois assim conheceria toda a extensão dela. Por R$ 30,00 me levaram nas piscinas naturais, num banco de areia que se forma onde o rio desemboca, no banho de argila...Valeu o passeio...
       
      Depois do passeio fui explorar mais a praia e descobri um local onde árvores crescem dentro do mar, nunca havia visto isto e fui conferir de perto.. Segue um vídeo que fiz deste mergulho...
       

       
      No domingo de manhã, dia de arrumar as coisas e partir cedinho para Recife, queria conhecer Olinda antes de embarcar para Noronha...
       
      Depois de muito trânsito no centro de Recife devido a interdições que estavam rolando por lá, consegui chegar a Olinda, curti um pouco do visual da cidade que merece ser visitada com mais calma, com certeza fica para uma próxima, quem sabe um carnaval por lá?
       
      Ai chegou a hora da cereja do bolo, Noronha, sonho de 10 em 10 pessoas que curtem praia...Fui ao aeroporto e consegui uma poltrona na janela do lado esquerdo, pois vi aqui em diversas indicações...Mas ... o Avião não deu a volta a ilha..rs Vi somente a ilha quando já estávamos pousando...
       
      Chegando na ilha, já havia pago a taxa de preservação pela internet, e fui um dos primeiros a sair do aeroporto...A pousada que havia fechado (Pousada do Guilherme), havia dito que havia o transfer gratuito do aeroporto para a pousada , o que achei bom... Na verdade o gratuito é bem relativo, pois a idéia é a venda de passeios na sua estadia em Noronha...
       
      Cheguei na pousada, larguei as coisas e corri para ver o Por do Sol , por indicação da Léo dona da pousada, fui ao Forte Nossa Senhora dos Remédios, onde havia um grupo em visita guiada, ao qual ouvi grande parte das explicações..rs
       
      Valeu a correria, o primeiro dia o por do sol estava lindo, só havia notado um problema , o mar de dentro estava batendo nos morros das praias, sinal que as praias em que queria mergulhar não estavam muito boas para snorkel...A noite fui ao Tamar assistir a a palestra, estava bem tranquilo com o horário e não percebi que meu relógio estava no horário do continente e não de Noronha, resumindo , cheguei no Tamar a ponto de ouvir a palestrante agradecendo aos presentes, e um biólogo dizendo que haveria uma captura autorizada na praia do Sueste no dia seguinte... rs Aproveitei e fiz a carteirinha de acesso ao parque ao custo de R$ 65,00, sem ela o acesso as principais praias não é possível, portanto considere esta despesa para curtir realmente Noronha.
       
      Como o mar estava assim, não quis fechar o passeio do Ilha tur para o dia seguinte (Este passeio te leva para toda a ilha), e resolvi fazer a trilha do Atalaia curta, fui sem guia mesmo ao ponto de entrada da trilha e consegui um guia por lá mesmo. A praia é linda e a piscina bem legal de mergulhar, porém achei o passeio caro R$ 50,00 pelo pouco tempo em que se fica efetivamente mergulhando....
       
      Saindo do Atalaia , peguei o ônibus da ilha e fui para a praia do Sueste...Esta praia das que mergulhei foi o melhor ponto, vi tubarões, arraias, e muitas tartarugas, tudo isto só com o snorkel...
       
      No outro dia fui fazer o IlhaTur R$ 90,00, saímos da pousada as 7:30 e voltei somente as 18:30, valeu o passeio, volta a ilha completa...`Chegando na pousada, foi o tempo de um banho e estava pronto para a palestra do Tamar que queria assistir...E realmente valeu a visita, quem for para lá deve aproveitar uma das únicas coisas gratuitas que vc encontra por lá...
       
      Último dia em Noronha acordei cedo para fazer o passeio de barco R$ 90,00, que te leva de ponta a ponta da ilha pelo mar de dentro, um passeio bonito, porém não vi os golfinhos que sempre aparecem por lá (no fundo achei bom pois eles não precisaram se preocupar conosco)
       
      Esqueci de falar, as 3 noites que fiquei por lá tinham música ao vivo, na primeira noite fui a um Reggae, na segunda a um Maracatu e na terceira a um Rock ao vivo, portanto opções musicais para todos os gostos....
       
      Bom acho que é isto, se tiverem dúvidas, críticas ou sugestões, postem ai...
       
      Segue um vídeo com o resumão desta viagem...
       

       
      Abs e boas viagens a todos
    • Por Elaine Queiroz
      Olá pessoal, como obtive muitas dicas através dos Mochileiros, nada mais justo que deixar aqui meu relato de viagem. Meu roteiro planejado com muita antecedência, um roteiro mais econômico possível, para duas pessoas, a viagem foi do dia 17/03/15 a 22/03/15: passando 2 dias em Maragogi e 3 dias em Porto de Galinhas, partindo de Fortaleza com o orçamento um tanto quanto apertado. Vou tentar detalhar aqui as dicas com valores e nomes pra simplificar. Fiz essa viagem gastando o mínimo possível e tentando pagar o máximo de coisas no cartão de crédito.
       
      Dividirei em respostas pois é bastante detalhado e ficou meio longo, vejam as respostas abaixo que são a continuação do relato.
    • Por Bonito Rapel
      Venha fazer rapel, em Bonito Pernambuco, Com os melhores profissionais na cachoeira veu de noiva I.






    • Por amanda_mello
      Oi pessoal!
       
      Infelizmente só conheci esse aplicativo após o meu retorno de viagem, mas gostaria de deixar meu relato da minha primeira viagem sozinha..
       
      Sai do Rio numa quinta-feira em direção a Recife e de lá esperei o ônibus para porto de galinhas. Nesse periodo conheci um musico que trabalha na região e me deu algumas dicas de lugares para visitar. As pessoas de lá são mto receptivas e já estao acostumadas a serem guias para os turistas..rs
       
      Como o ônibus demorou um pouquinho acabei fechando uma condução com mais duas senhoras de São Paulo e um casal do Sul , onde o motorista foi tbm super legal e cobrou um preço super em conta pra nos deixar na porta da pousada de cada um.
      Fiquei no Hostel Che Lagarto, um pugaf super bacana e tive uma ótima recepção... eles atendem você como se fosse amiga íntima e isso te deixa super a vontade... rs
      Como era a minha primeira viagem sozinha fiquei com um certo receio e acabei alugando um quarto individual... mas digo a todos... Não façam isso.. rs além do quarto compartilhado ser muto mais em conta, você pode fazer amizades com mto mais facilidade...
       
      Cheguei na cidade já a noite, por isso resolvi só dar uma volta no centro e comi uma tapioca simplesmente incrível!
       
      Na sexta-feira acordei bem cedinho e fui pro centro, lá busquei um passeio de buggy lnde tive a oportunidade de conhecer as praias de porto... e paramos na praia de muro alto... simplesmente incrível!!!
       
      Após o passeio almocei num lugar num restaurante sem balança... a comida tava bem gostosa e num preco super acessível. .. fiquei ma praia um pouquinho e apos voltei pro hostel...
       
      Chegando lá conheci uma Paulista mto gente e boa e por intermédio dela acabei tendo contato com com uma menina de tocantins e dois meninos do Rio... resolvemos fazer o nosso próprio jantar, pois lá a cozinha é compartilhada e trocamos diversas experiências...rs foi bem divertido...
       
      No sábado resolvemps ficar nas piscinas naturais e os meninos emprestaram o snorkel pra mergulho. .. tive mta sorte, pois consegui ver varios peixinhos. .. lindo demais... a noite fui pra Lua Morena, um espaço super conhecido e tradicional na região pra quem gosta de dançar um forrozinho... A princípio ia sozinha mas acabei convencendo uma das meninas a ir tbm o que tornou mto mais divertido..
       
      Na Lua Morena no sábado tocou im forró estilizado... estilo Calypso... acheo q não fisse gostar tanto, mas dancei horrores... rsrs dia de quarta e quinta é que tem um forró pé de serra com instrutores de dança, o que ajuda mto pra quem vai sozinho..
       
      Tinha me programado para conhecer Recife no domingo, mas como estava mega cansada, pois fui dormir as cinco da manhã, acabei ficando nas piscinas naturais novamente.... fiquei ma barraca da bacanuda... uma pernambucana mega alto astral que faz de tudo pra você se sentir bem atendido.. nesse dia acabei ficando sozinha, pois a galera que conheci foi embora entre sabado e domingo. ..
      Na segunda fechei passeio para Praia de Carneiros e pra minha supresa duas baianas q estavam hospedadas no mesmo lugar tbm fecharam o mesmo passeio...
      As meninas são sensacionais e so contribuiram pro dia ser mega animado...
      Desde o momento que pegamos o catamarã o visual é lindo demais!!! Paramos pra tomar o famoso banho de argila (rejuvenesce até 10 anos, acredite se quiser, rs) visitamos as piscinas naturais e depois ficamos ma praia de carneiros. .. praia pra ngm botar defeito!!
       
      No hostel conhecemos mais uma carioca que havia chegado no mesmo dia e a noite saimos pra jantar... fomos ao Barcaxeira um lugar super descontraído com uma comida excelente e precinho bem em conta!
       
      Na terça vim embora, mas com o sentimento di ficar por mto mais tempo... essa viagem foi ótima para relaxar, conhecer pessoas novas e com o gás já para as próximas viagens...
       
      Nas próximas ferias pretendo ir pra Jericoacara, agora com um pouco mais de manha para aproveitar mto mais do q eu aproveitei nessa...
    • Por u2aninha
      Gente,
       
      Fui para Fernando de Noronha em maio e vou tentar lembrar os detalhes da viagem, pq me dei muito bem.
       
      A passagem – comprei com antecedência e usei milhas + dinheiro na gol, pq não vou pagar 2 mil e nem 20.000 milhas. Assim eu gastei 1500 milhas +500 reais Recife-FN.
      Tinha reservado pelo booking ponto com a pousada golfinhos, paguei a taxa com antecedência e decidi ficar cinco dias lá, menos q isso acho que não vale a pena.
       
      1° dia – cheguei no final da tarde e a dona da pousada disse que tava lotada e me passou para uma casa de família que eu adorei, paguei R$60,00 a diária, quarto só pra mim, com banheiro quente e ar condicionado. Tudo limpinho e muito simples, sem café da manhã. Era a casa da D. Maria, uma casa amarela no lado oposto do ponto de ônibus na vila dos remédios. Tava chovendo, mas deu para conhecer as praias urbanas.
      A noite peguei o ônibus 3 reais e fui no TAMAR assisti palestra e soube que no dia seguinte a tarde teria medição de tartaruga no sueste.
       
      2° dia – de posse de um mapinha que recebi no aeroporto, peguei o ônibus e fui conhecer a praia do Sancho, a pé, pq tudo é sinalizado. Encontrei uma excursão por lá e como o guia veio conversar comigo, recebi informação sobre onde era melhor mergulhar e acompanhei o grupo na passagem pela pedra. Não aconseçho a excursão, pq o bacana é ficar lá sem pressa.
      Depois fiz um lanche no posto do IBAMA mesmo. E fui para o sueste curti as tartarugas. No final do dia, fui pagar a taxa para entrar no atalaia.
      A noite comi uma pizza com duas pessoas que conheci na palestra do IBAMA.
       
      3° DIA – já sabia onde tomar café barato e bom. Na vila do trinta. Andava um pouquinho e ia no mercado , tomava café fresco com queijo quente, suco, td a preço normal.
      Decidi então fazer um passeio de barco pelo litoral de dentro e foi ótimo. Mergulhei com snorkel, vi tantos golfinhos juntos que parecia montagem de cinema. Eu paguei a uma agência, mas te aconselho a ir de manhã no porto e pagar diretamente no barqueiro.
      Aí fiz amizade com um morador Jabeon e ele me mostrou o museu de tubarão e me emprestou um pé de pato e saiu me rebocando na praia do porto mesmo. Vi três tartarugas, uma raia e lindos peixinhos. Se for fazer isso sozinho, preste atenção as correntes, pq são geladas e fortes. Se estivesse sem Jabe, estaria frita. Tinha um outro morador acompanhando turistas, creio que no porto é possível procurar o serviço. Pra quem não mergulha com cilindro, vale muito a pena. No porto tem uma navio naufragado.
      Daí descobri comida boa e barata, no porto tem um trailer e a Tia Regina faz uma comidinha da hora, preço bom. . O por do sol na boldró é show.
       
      4° Dia – Fui ao atalaia, dei sorte pq não agendei e não tava cheio. Tive que esperar só um pouco. O ideal é agendar o horário na véspera. Tem uma caminhadinha, palestra do IBAMA, snorkel e colete alugados e muitos peixinhos. Confesso que depois de mergulhar no porto, o atalaia ficou meio sem graça.
      Depois de almoçar na Tia, segui para as praias cacimba do padre, americano e tal. 5°
      Depois fui conhecer a praia do Leão que é a mais afastada, tem que pegar o ônibus descer na trilha e andar um pouco, mas é lindaaaaaa!!! A Dona Maria da pousada me fez prometer que eu não mergulharia na praia, que ela diz que é muito perigosa. Deve ser mesmo, pq não tinha uma viva alma lá.
      A noite tem um forró do cachorro, mas eu preferi acordar cedo.
       
      5° Dia – como era o dia da volta. Depois de tomar café no supermercado, fui curtir a praia do cachorro e conceição. Comi em um restaurante a quilo, ao lado da lotérica. Peguei o avião cheia de saudade.
×