Ir para conteúdo
Mochileiros.com
Leandro Hilcko

San Pedro do Atacama-Uyuni-Potosi-Sucre-La Paz-Copacabana-Ilha do Sol-Arica (Fotos e valores)

Posts Recomendados

Seguem algumas dicas bem objetivas sobre a viagem realizada no período de 14/05 a 30/05/2015. Foi muito difícil conseguir informações sobre a Bolívia para o planejamento da viagem, principalmente referente as passagens/horários de ônibus, pois praticamente não há informações disponíveis. O planejamento foi realizado com base em comentários de outros viajantes/mochileiros que me ajudaram muito. Sou muito grato e gostaria de compartilhar essas dicas para facilitar a sua viagem:

 

O roteiro é o abaixo, começando e terminando em Calama/Chile:

Calama - San Pedro do Atacama: 105km.

San Pedro do Atacama - Uyuni: 530km.

Uyuni - Potosí: 205km.

Potosí - Sucre: 155km.

Sucre - La Paz: 690km.

La Paz - Copacabana: 145km.

Copacabana - La Paz: 145km.

La Paz - Arica: 515km.

Arica - Calama: 600km.

Total: 3.090km.

 

Câmbio:

Dólar: R$ 3,33

Peso chileno: R$ 0,0059

Boliviano: R$ 0,50

Boliviano/Dólar: Bs 6,67 (média)

 

Dicas gerais:

 

Chile:

Os brasileiros são muito bem recebidos;

Há a cobrança de gorjeta, propina, caso você não dê os chilenos pedem na cara dura;

Tudo é negociável, inclusive a corrida de táxi;

O ideal é efetuar o pagamento do hostel/hotel em dólar. Normalmente em pagamentos realizados em pesos chilenos há a cobrança do IVA, tipo o ISS, de 19%!!!;

País seguro, tranquilo;

Wi-Fi: boa qualidade;

Acredito que é o país que apresenta a melhor estrutura da América do Sul.

 

Bolívia:

Os brasileiros são muito bem recebidos;

Não há o habito de cobrarem gorjeta;

Tudo é negociável, inclusive a corrida de táxi;

Apesar da aparência é relativamente seguro se você não marcar bobeira;

A higiene não é o ponto forte do pais, dai a importância do álcool em gel e dos lenços umedecidos. Também providencie o seu papel higiênico, os banheiros normalmente não tem descarga, papel e assento nos vasos sanitários;

Não há bolivianos, Bs, disponíveis para compra no Brasil;

Há desconfiança de falsificação de notas de US$100. Em alguns casos há um cotação diferentes para estas notas;

É possível trocas Reais em algumas casas de câmbio em todas as grandes cidades mas o indicado é levar dólar;

O ideal é levar o Certificado Internacional de Vacinação contra febre amarela, embora não tenha sido solicitado para mim;

Em várias cidades há a siesta entre as 13:00h e 15:00h. Nesse período tudo está fechado;

Wi-Fi: baixa qualidade;

Escolha bem o seu ônibus, a maioria não possui banheiro, mesmo em viagens longas. Segundo os motoristas é só você pedir que eles param o ônibus para você descer e ir...;

Corre-se o risco de ser surpreendido por protestos/manifestações que normalmente fecham as estradas, assim, o ideal é não comprar as passagens de ônibus com antecedência e sim no decorrer da viagem, não tivemos problemas com isso.

 

Calama:

 

Passagem obrigatória para San Pedro do Atacama, SPA, cidade sem atrativos.

Deslocamento para SPA:

Opção 1:

Taxi para o centro de Calama, rua Antofagasta: CLP7.000,00 (compartilhado).

Ônibus para SPA: CLP4.000,00.

Horários: O dia todo de 2 em 2 horas.

Opção 2:

Van Aeroporto-San Pedro: CLP10.000,00 por pessoa.

Tempo de viagem: 2h.

 

San Pedro do Atacama:

 

Cidadezinha muito legal no meio do deserto. Tudo está localizado na rua Caracoles e imediações. Várias opções de hospedagem, bares e restaurantes. Como a cidade depende essencialmente do turismo ela não é muito barata. Em torno de 40% mais cara que Santiago.

Vá com calma, os pratos são enormes e normalmente servem 2 pessoas.

A cidade conta com apenas 1 caixa eletrônico, próximo a praça, bastante disputado.

Refeição: em torno de CLP6.000,00. Dividindo fica muito barato.

Tempo indicado: 4-5 dias.

Altitude: 2.400m.

 

Restaurante indicado: Ayllu - http://www.ayllu.cl/restaurante/restaurant-solar.htm

 

Agência indicada:

Sol Andino - http://www.solandinoexpediciones.cl/

Negocie todos os passeios na mesma agência. O desconto será muito bom. Contratamos os seguintes Tours:

 

Chile:

Lagunas Altiplanicas;

Valle de La Luna;

Geyser del Tatio;

CLP40.000,00.

 

Bolivia:

Salar de Uyuni.

CLP85.000,00.

Total CLP125.000,00.

 

Valor das entradas:

Lagunas Altiplanicas: CLP5.000,00;

Valle de La Luna: CLP3.000,00;

Geyser del Tatio; CLP5.000,00;

Salar de Uyuni: Bs150,00 + Bs30,00 Isla Incahuasi (aceito apenas em bolivianos, necessário trocar em SPA).

 

Geyser del Tatio:

Altamente recomendado. Necessário acordar muito cedo, 4:30h. Quando chegamos lá estava -10 graus. Leve roupa de banho para entrar na terma no final do passeio.

 

598d9e0574720_Lacreparamochila.jpg.3a8a0cc1113851a7cc695bb820a6eac1.jpgIMG_2768.JPG[/attachment]

fer.jpg.52d6c96fbba4cfdd0658b7e91e770622.jpg

 

O ponto forte da Bolívia é o salar de Uyuni. O tour leva 3 dias e parte tanto de SPA como de Uyuni. Há a opção de 4 dias, no último dia é o retorno a cidade de origem.

Estão inclusos a alimentação e a hospedagem.

 

Roteiro padrão:

1 dia: Lagoas Blanca, Verde e Colorada, Rocas de Dali, gêiseres e as aguas termais;

2 dia: Arbol de Pedra, deserto de Siloli, lagoa Chacorta, Hedionda, Ramanditas;

3 dia: Salar, hotel de sal e cemitério de trens.

 

Recomendações do que levar para fazer o tour:

É recomendável levar um galão de 5 litros de água por pessoa.

Óculos de sol, boné/chapéu, protetor solar, lenço umedecido, álcool em gel, desodorante e papel higiênico.

Lanches, remédios para dor muscular, band-aid, sal de frutas, pírulas para soroche e folhas de coca, etc.

Saco de dormir e lanterna é uma boa.

Maquina Fotográfica com bateria extra pois você pode ficar sem carga exatamente no melhor da viagem.

Roupas para inverno para a noite, luvas, gorro e cachecol pois a temperatura facilmente fica a baixo de 0º.

Roupas leves pois de dia o calor é intenso.

Roupa de banho para usar nas Termas Polques.

Sacos plásticos para guardar o lixo.

 

O primeiro dia é uma pedrada, chega-se a 4.800m e frio a noite é de lascar. Depois fica mais tranquilo.

Tempo indicado: 3 dias.

Altitude: 4.000 a 4.800m.

 

Uyuni:

 

Final do tour. Cidade muito pequena, tudo localizado ao redor da igreja principal e praça Arce. Sem muitos atrativos.

Refeição: em torno de Bs40,00.

Tempo indicado: 1 dia.

Altitude: 3.600m.

 

Uma dica legal aqui é hospedar-se no hotel Luna Salada: http://www.lunasaladahotel.com.bo/

O hotel é todo feito de sal, vale a apena passar uma noite. Fica bem próximo do salar. É meio distante da cidade de Uyuni, uns 40 minutos, o taxi negociado ida e volta fica em torno de Bs200,00.

 

Deslocamento para Sucre:

Não há ônibus direto de Uyuni para Sucre. É necessário descer em Potosí.

Passagem: Bs30,00.

Taxa de embarque: não há, embarque realizado em frente a empresa de ônibus.

Horários: vários pela manhã, tarde: 13:30h e 16:30h.

Tempo de viagem: 3h, estrada nova asfaltada.

 

canastra.zip

 

Cidade muito pobre. Normalmente os turistas visitam o centro histórico e as minas onde as pessoas trabalham em condições sub-humanas.

Refeição: em torno de Bs40,00.

Tempo indicado: si.

Altitude: 4.000m.

 

Deslocamento para Sucre:

O desembarque é na estação antiga, departamental. É necessário pegar um táxi, Bs10,00 e ir para a estação nova, interdepartamental.

Passagem: Bs20,00.

Taxa de embarque: Bs2,50.

Horários: ônibus de hora em hora até as 19:00h.

Tempo de viagem: 3h.

 

Sucre:

 

É a cidade mais bonita da Bolívia, na verdade nem parece que você está na Bolívia. Tudo fica ao redor da praça principal. Lembra um pouco a cidade de Arequipa no Peru. É a capital constitucional, sede do poder judiciário.

Refeição: em torno de Bs40,00.

Tempo indicado: 2 dias.

Altitude: 2.800m.

 

Deslocamento para La Paz:

Passagem: Bs150,00, ônibus cama.

Taxa de embarque: Bs2,50.

Horários: 18:00h e 18:30h.

Tempo de viagem: 14h.

 

Bote.JPG.1b4c63cc8ce82addf01dde80496b3a06.JPG

 

Um das cidades mais feias da América do Sul. É a capital mais elevada do mundo e a mais barata da América do Sul. Tudo gira em torno da praça San Francisco e da praça Murillo, sede do governo Boliviano. Nessa região encontram-se o Mercado das Bruxas e a rua do Comércio. Região segura, não recomenda-se o resto da cidade. O diferencial de La Paz é o sítio de Tiwanaku, não vistamos por falta de tempo, e a estrada da morte onde é realizado o downhill.

Refeição: em torno de Bs40,00.

Tempo indicado: 2 dias.

Altitude: 4.000m.

 

Hostel indicado: Pirwa - http://www.pirwahostelscusco.com/pt/hostel-la-paz.html

 

Deslocamento para Copacana:

Passagem: Bs45,00 - Agência de turismo - ônibus passa no hostel.

Horários: 06:00h.

Tempo de viagem: 5h.

 

itinerario_trem.jpg.b0fb2972819bf56190f014d9fa7c0047.jpg

 

Cidadezinha localizada na beira do lago Titicaca. Várias opções de bares, restaurantes e hósteis. Vale a pena conhecer.

Refeição: em torno de Bs40,00.

Tempo indicado: 1 dia.

Altitude: 3.800m.

Para chegar a Copacabana é necessário fazer a travessia do lago, Bs4,00 ida e volta, vários horários o dia todo.

 

IMG_2128.JPG.d90261a0d1d40fce93c4879aadb95b75.JPG

Ilha do Sol:

 

A estrutura na ilha do Sol, a maior do lago, é bem simples. Atualmente não há interrupção no fornecimento de luz. Wi-Fi quando disponível apenas pago.

Refeição: em torno de Bs40,00.

Tempo indicado: 2 dias.

Altitude: 3.800m.

 

Travessia de barco: Bs40,00 ida e volta.

Horários: Entrada 8:30h e 13:30h - Retorno 10:30h, 15:00h e 16:00h.

Entrada na ilha: Bs5,00.

 

Deslocamento para La Paz:

Passagem: Bs30,00.

Horários: 17:30h e 18:00h.

Desembarque no cemitério de La Paz.

Taxa de embarque: não há, embarque realizado em frente a empresa de ônibus.

Tempo de viagem: 5h.

 

Deslocamento para Arica/Chile:

Passagem: Bs100,00.

Horários: Entre 05:00h e 07:00h.

Taxa de embarque: Bs2,00.

Tempo de viagem: 9:30h.

 

IMG_20170806_135123126.thumb.jpg.3fd6adee03e168a086db7ea838c59550.jpg

 

Cidade no extremo norte do Chile, fuso horário 1 hora a mais que a região do Atacama. Extremamente tranquila e segura. Várias opções de bares e restaurantes. Atrações no centro da cidade próximas a rua de pedestres. Vale a pena conhecer o morro de Arica, visão privilegiada da cidade. Considerada a cidade da eterna primavera pois o frio é bem ameno. É possível entrar no mar. O taxi comunitário, pode ser dividido entre desconhecidos.

Refeição: em torno de CLP5.000,00.

Tempo indicado: 2 dias.

Altitude: 2m.

 

Restaurante indicado: Varo’s Resto Bar na beira mar. Excelente custo benefício.

http://www.varos.cl/

 

Deslocamento para Calama:

Passagem: CLP18.000,00, ônibus cama.

Horários: vários horários à noite.

Taxa de embarque: CLP200,00.

Tempo de viagem: 9h.

Obs: desembarque para apresentação na aduana no meio do caminho.

 

598d9e054e324_StaCruzeSucre027_edited.jpg.6de67840b85a8e4a127bf23f8ca8ec4c.jpg

IMG_2768.JPG.c8d4536948b9b86ad864108c0094ea09.JPG

IMG_1170.jpg.5b645fcb2f081973eaf2caccee72297b.jpg

IMG_3260.JPG.9ed099c1ee7683ebb5c0aee1b8a2664a.JPG

IMG_1752.jpg.5ec9402dbf068cd24f514e9eb25f77c0.jpg

IMG_1893.jpg.fada10f9ca2dec756a575ce85f7a8d0f.jpg

IMG_2351.jpg.c86ad713960e4a7fbc66282e104f32f2.jpg

IMG_2024.jpg.bdd6ff41276e4bd3f9b3112d8b98ecf1.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
NayraCarv    0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá, estou indo em setembro e pretendo fazer um passeio muito parecido como seu, porém de La Paz sigo para o Peru. Você poderia me enviar também seu roteiro e suas dicas!? Minha maior preocupação está no deslocamento, como vou de um lugar para o outro. Esse seu post logo a cima já me esclareceu bastante.

 

[email protected]

 

Obrigada!

 

Nayra, enviado nesta data.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
rita0cs    0
annarfl    0

Fala Leandro!

Belo relato. Objetivo e extremamente esclarecedor.

 

Eu e minha esposa iniciaremos nosso mochilão dia 10/07, por San Pedro de Atacama. Depois Salar, La Paz, Copacabana/Isla del Sol, Arequipa, Cusco/Machu Picchu e Lima. Retorno 02/08 para SP.

 

Não sei se ficou pernoitou na Isla del Sol, mas você tem informações sobre hospedagem e valores? Fez o Down Hill em La Paz? Se puder passar a agência e valores tb agradeço.

 

Abração,

Dario

dariobong@

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Fala Leandro!

Belo relato. Objetivo e extremamente esclarecedor.

 

Eu e minha esposa iniciaremos nosso mochilão dia 10/07, por San Pedro de Atacama. Depois Salar, La Paz, Copacabana/Isla del Sol, Arequipa, Cusco/Machu Picchu e Lima. Retorno 02/08 para SP.

 

Não sei se ficou pernoitou na Isla del Sol, mas você tem informações sobre hospedagem e valores? Fez o Down Hill em La Paz? Se puder passar a agência e valores tb agradeço.

 

Abração,

Dario

dariobong@

 

Blz?

Obrigado.

Cara, dormi na Isla sim senão ficava muito corrido.

O Down Hill eu não fiz pois não deu tempo, é uma média de 400 bolivianos o custo...

Me passe o teu e-mail que te envio o roteiro completo com os hósteis, valores, etc.

 

Veja o meu post tb sobre o peru, tem algumas dicas legais tb, só não foi pra Lima.

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora




  • Estatísticas de Usuários

    • Membros
      366.247
    • Recorde Online
      2.493

    Membro Mais Novo
    Lays Cardoso
    Registro em
×