Ir para conteúdo
cardosolillian

Compra de Passagem trem Europa

Posts Recomendados

Gente preciso de uma ajuda urgente!

To um pouco enrrolada e gostaria de uns esclarecimentos para compra de passagem de trêm pela europa.

Em janeiro estarei indo para europa e praticamente vou fazer toda a viagem de trem, então gostaria de saber como faço para comprar todas as passagens tipo um "pacotão" tava pesquisando e vi que é mais barato. :)

 

Irei passar 17 dias inteiros e vou ter que comprar as passagem para os seguintes trechos:

 

Frankfurt - berlim

budapeste - bratislava

Bratislava - viena

 

Viena - Cesky krumlov

Cesky krumlov - Praga

 

Praga - Dresden

Dresden para Munique.

 

Aguardo um retorno de vcs!

 

Bjos

 

Lillian

 

e-mail: [email protected]

092 98114-6033 whatsapp

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lilian, é possível comprar passes de trens por região através da eurail. Não sei se tem passes exatamente para os países que você viaja. É bom pesquisar quais são as melhores alternativas entre cada cidade, para ter uma ideia do preço. Um bom site para isto é o rome2rio. Você entende qual o meio de transporte mais barato entre as cidades e o tempo que leva ir de uma cidade a outra.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que você não pesquisou direito, comprar passagens de trem num "pacotão", não é mais barato, vai lhe custar 2x ou 3x mais caro do que comprar cada trecho individualmente com uns 90 dias antecedência direto de cada operadora de trens.

 

17 dias é meio pouco tempo para todos estes locais, depende um pouco do seu ritmo de viagem, mas levando em conta que será inverno, que vai ter muita neve, chuva e frio que atrapalham bastante e que os dias vão ser bem curtos, as 16:00 ou 17:00 já vai ser noite na maioria destes locais, eu recomendaria ficar ao menos a seguinte quantidade de dias em cada local: Berlin(4), Praga(3), Viena(3), Munich e arredores(4), Budapeste(3), Dresden e Cesky Krumlov(1 ou 2 dias cada) e Bratislava(1). E ainda tem o dia da chegada em Frankfurt, e o dia da volta que geralmente você não aproveita muito..

 

Resumindo, estão faltando no mínimo uns 3 ou 4 dias para que fique viável visitar todos estas locais, ou seja, teria que aumentar o tempo ou cortar ao menos 1 ou 2 locais. O que cortar é com você, mas pensando somente no custos e facilidade de transporte, a candidata natural a ser cortada seria Budapeste e cesky Krumlov, pois é a que fica mais fora de mão.

 

Outra questão, você já colocou este roteiro num mapa? Se você olhar no mapa, verá que a sua sequencia de cidades não tem muito sentido, na verdade está bem ruim, algum motivo para ter escolhido esta sequência de cidades?

 

Pensando na logística de transporte, facilidade de ir de um lugar para o outro, preço e tempo de viagem, seria muito melhor fazer algo assim: Frankfurt > Berlin > Dresden > Praga > Cesky Krumlov > Viena > Budapeste > Munich > Frankfurt, ou então Frankfurt > Berlin > Dresden > Praga > Cesky Krumlov > Munich > Viena > Budapeste > Frankfurt, o último trecho de Budapeste a Frankfurt de avião...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Adriano!

 

Bom eu chegarei por Frankfurt e voltarei para o Brasil por munique. Não precisarei voltar pra Frankfurt para retornar.

 

Com sua experiencia e pela quantidade de dias? Quais as cidades que eu poderia cortar? Tipo, e qual a sequencia que eu posso fazer para ter uma boa logistica de deslocamento?? (Menor preço, menor tempo).

 

As cidadede Dresden, Cesky Krumlov, Bratislava, Fussen (gostaria de fazer em 1 dia, tipo um bate e volta ou bate e inda pra outra cidade, mas se não valer a pena nem vou e sigo meu roteiro).

 

Depois de decidido a sequencia do roteiro, vi que o melhor é comprar as passagens de trem com 90 dias de antecedencia para conseguir melhores preços. Tem algum trecho que vai ser utilizado o aviao como meio de deslocamento??

 

 

Aguardo um retorno!

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como falei antes, pensando só na economia de tempo e dinheiro nas passagens, o melhor local para ser cortado seria Budapeste...

 

Dresden você pode visitar num dia entre Berlin e Praga, tipo sair de manhã cedo de Berlin, passar o dia em Dresden e seguir para Praga no começo da noite, mas é uma aposta, você vai ter que apostar no fato de que o tempo vai estar bom e que não vai chover o dia inteiro...

 

Cesky Krumlov você pode fazer como bate-volta a partir de Praga, ou então tentar encaixar entre Praga e Viena, o problema é que não tem ônibus e nem trem direto de Cesky até Viena, só mesmo de van fretada, que não sei se funciona todo dia no inverno, mas no geral precisa juntar ao menos 3 pessoas para a van partir...

 

Fussen você visita facilmente em um bate-volta de 1 dia de trem a partir de Munich, usando o Bayern Ticker fica super em conta se estiver em 2 ou mais pessoas, então seria bom colocar 4 dias em Munich, uns 3 para Munich e outro para Fussen.

 

Bratislava você pode fazer no mesmo esquema de Dresden, ou seja um pit-stop entre Budapeste e Viena, ou então um bate-volta a partir de Viena. Mas Bratislava seria a primeira candidata a ser cortada ao lado de Budapeste. Perdão pelo termo que vou usar, no geral Bratislava é aquele lugar que o fala que "não fede e não cheira", não tem nada de muito relevante em termos de turismo, e em janeiro, no auge do inverno, vai ser mais parada e sem graça ainda...

 

Viajando no inverno, é meio complicado deixar estes bate-voltas ou pit-stops programados com muita antecedência, pois o clima é bem ruim, e se você der o azar de chover justo no dia que você programou para Fussen ou Cesky krumlov você se ferrou, pois o interessante de lá são os passeios ao ar livre, e fazer isto com temperaturas próximas de zero e chuva é literalmente uma fria sem tamanho...

 

Então o ideal quando se viaja no inverno é deixar estes bate-voltas ou cidades de 1 dia em aberto, para você decidir lá na hora o melhor dia para se visitar, geralmente isto não traz grandes problemas, pois os bate voltas geralmente você faz de trem regional que tem preço fixo, diferente dos trens de longa distância onde o preço aumenta perto da data da viagem.

 

O único problema disto no seu roteiro seria Dresden, pois não há trens regionais ligando Dresden a Berlin ou Praga, comprando a passagem antes, você consegue por 19 euros, se for comprar na hora, vai lhe custar uns 35 Euros... Então Dresden seria um local onde você decide se aposta no clima bom e compra antes ou se fica mais tempo em Praga e escolhe o dia lá na hora para ir a Dresden pagando um pouco mais...

 

Uma outra opção seria você alugar um carro em Praga, fazer o bate-volta a Dresden num dia e no outro até Cesky Krumlov, devolvendo o carro em Praga antes de ir a Viena de trem...

 

De avião, só se você manter Budapeste, ai pode valer a pena ir de avião até Munich, mas teria que dar uma conferida no preço da passagem, para ver se não está cara demais, e valer a pena encarrar 7 horas de trem...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×