Ir para conteúdo

Pesadelo no aeroporto da Venezuela


Jonas.Schwertner

Posts Recomendados

  • Membros

Vou abrir um novo tópico, sem a intenção de aconselhar ou não a visita a um país, mas quero dividir a minha experiência, e deixar as pessoas preparadas para o que pode acontecer.

 

Gosto muito de viajar, conhecer novos lugares, culturas, mesmo quando o lugar não é muito conhecido, ou famoso... se o lugar me interessa e meu orçamento (e sacrificios financeiros) permitem, já faço meu planejamento, independente de ter ou não companhia para seguir minha rota (aliás, pra outros países sempre viajei sozinha). Desta vez resolvi ir a Venezuela, apesar de tantos avisos sobre a falta de segurança no país.

 

Na verdade, exceto por alguns motoristas malucos em estradas perigosas, não observei nenhum perigo no país... ao contrario do Brasil onde nas grandes cidades existem milhares de pivetes na rua, ali não vi nada, nem mesmo em Caracas (ao menos no bairro onde passei, Altamira, parecia ser extremamente seguro).

 

Ao final de uma viagem tranquila, descobri que na Venezuela, a pessoa considerada suspeita era eu. Antes de fazer o check-in para voltar pro Brasil, dois homens da policia federal analisaram meu passaporte, que tem carimbo de vários países da Europa, e com uma cara muito feia começaram a comentar os lugares que tinha ido. Depois me perguntaram o que fui fazer na Venezuela, quem eu conhecia lá, o que eu estava fazendo lá sozinha, qual o meu emprego, salário, e o que fui fazer em Amsterdam, Paris, Praga, etc, etc e me levaram para uma sala da polícia federal no aeroporto.

 

Lá toda a minha bagagem foi revistada, todos os bolsos... a mala foi furada com uma agulha pra ver se tinha pó no forro, tive que tirar a minha roupa, foram verificados todos os "buracos" do meu corpo, e depois de tudo eles ainda tinham certeza de que eu tinha alguma coisa.

 

Pra polícia do aeroporto de Caracas, uma mulher da América Latina, que viaja sozinha pelo país e ja visitou varios outros países, inclusive a Holanda, com certeza é uma traficante internacional... mesmo eu estando claramente de férias, com máscara e sapatos de mergulho ainda molhados da minha volta de Los Roques, fotos de praia, queimada de sol, mostrando comprovante de trabalho que estava por acaso na minha bolsa, ainda assim eles não tinham nenhuma dúvida da minha culpa...

 

Então com a certeza de que seria encontrada alguma coisa fui levada até um hospital, passando no carro da polícia por todas aquelas favelas no caminho do aeroporto pra Caracas (com 2 policiais armados e com algemas pra me prender), pra fazer um Raio-X e encontrar a droga escondida no meu corpo!!!

 

Felizmente pelo menos foram honestos... após o raio X, quando não encontraram nada me liberaram, não tentaram roubar nada (mas por sorte eu também não tinha quase nada na bolsa) e sempre colocaram uma mulher me acompanhando, mas o susto que eu passei, sendo revistada, interrogada, sem saber se eles me liberariam ou não após descobrirem que eu não carregava nada ilegal foi terrível.

 

Eu estava planejando algum dia voltar no país, que é muito bonito, tem a maior parte do povo muito simpatica (e uma pequena parte extremamente grosseira)... gostaria de ver melhor Los Roques e visitar lugares que não tive tempo de ir, mas tenho pavor de pensar em passar novamente por um constrangimento deste tipo.

 

Eu sei que milhares de pessoas passam por lá todos os dias, sem sofrer este tipo de humilhação, mas infelizmente o preconceito que nós latino americanos temos com as pessoas dos países pobres como a gente é muito grande, eu imagino que uma européia ou americana que tem o passaporte mais carimbado do que o meu não deve passar por isso, mesmo viajando sozinha na Venezuela.

 

Em outras férias pretendo conhecer a Argentina e Chile, mas infelizmente, vou pensar muito seriamente antes de voltar a outros países menos visitados da América do Sul... tenho muitos lugares pra visitar, inclusive no Brasil que é maravilhoso, não preciso ir pra um lugar onde uma viajante sozinha seja suspeita de trafico de drogas.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 57
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

E você ligou no consulado do Brasil apos este ocorido?

 

Em qualquer lugar que você estive e acontecer algo assim a primeira coisa antes que te levam é você pedir para ligar para o Consulado. Se eles não deicharem antes ligue imediatamente depois que concerteza eles vão pensar duas vezes antes de fazer isto...

 

imfelismente isto acontece em mais aerportos pois muitos Brasileiros e Brasileiras são traficantes internacionais...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Nossa!!! Estou impressionado e totalmente chocado com sua história! Que isso, eu que estava lá há mais ou menos um mês atrás, não imaginaria nunca uma situação dessas...

Eu passei por uma situação que lembra a sua, mas não é nem 10% do que você passou. No aeroporto da Cidade da Guatemala, me viram caminhando sozinho já nas salas de embarque e pediram meus documentos, e fizeram perguntas do tipo se eu conhecia alguém na Guatemala, tinha algum parente, o que eu estava fazendo lá e etc... Assim que respondi tudo e não tiveram nada o que comprovar sobre nada, me liberaram normalmente. Mas isso foi no saguão mesmo, sem ir para sala nenhuma nem nada...

Cristiana, você tem a minha solidariedade e lamento muito pelo o que você passou!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

... triste isso que aconteceu com você.

 

Acho que eles exageraram um pouco com você... se não encontraram nada em você, nem na bagagem, é muito estranho que tenham te levado para fazer um raio X e, ainda mais, fora do aeroporto. Não sei se esse procedimento é totalmente legal, exceto se houvesse indícios fortes de que a pessoa fosse realmente alguém procurado.

 

O problema nestes momentos é não ter a quem recorrer. A Embaixada não é acionada neste momento, eles nem ficam sabendo do ocorrido. Você só poderia chamá-los se tivesse sido presa.

 

Eu já levei geral duas vezes, uma vez saindo da Bolívia e outra vez entrando na Inglaterra (vindo da Holanda) ... mas ainda bem que as coisas se resolveram de maneira mais tanqula para mim...

 

Boa sorte em suas próximas viagens.

 

:o)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Oi pessoal,

 

Valeu pela força, agora estou brincando muito com meus amigos sobre o assunto, como é comum no carioca, tá todo mundo me sacaneando muito (inclusive eu mesma), mas na hora foi terrível... mesmo sabendo que era inocente, não sabia qual era a intenção deles... nunca fui suspeita de nada, o único interrogatório que passei foi o padrão no aeroporto de Londres, pra tentar descobrir se eu ficaria lá a trabalho, mas fui liberada só com a minha palavra (tive que falar sobre o meu trabalho, mas nem mostrei comprovantes, só a passagem de volta)... pelo menos aqui no Brasil, se fala que é possível a polícia colocar alguma coisa e te acusar injustamente, fiquei com muito medo que acontecesse isso comigo na Venezuela.

 

Como estava com um telefone GSM liguei pra minha tia (ao menos não impediram) pra avisar que eu estava no carro de policiais da Venezuela, indo pro Raio X pra ser investigada, pelo menos se eu não chegasse no aeroporto alguém estava sabendo o que aconteceu. A minha tia logo ligou pra polícia federal daqui, que falou pra ela se tranquilizar, que isso era um procedimento normal, que não poderia fazer nada, e que eu seria liberada depois do Raio X, quando descobrissem que eu não tinha nada no meu corpo... felizmente as coisas aconteceram assim, fui liberada sem nenhum pedido de desculpa, afinal, o que uma mulher sozinha vai fazer na Venezuela!

 

Não vou buscar fazer uma reclamação formal, porque como eles disseram este é o trabalho deles, infelizmente eles tem o "direito" de investigar quem quiser, e no fim não fizeram nada ilegal que poderiam fazer como roubo, assédio, colocar coisas em minha bagagem etc...

 

A única coisa que posso fazer, é alertar outras mulheres que viajam sozinhas como eu, a pensar 2 vezes ou tomar muito cuidado no aeroporto da Venezuela, já que o que aconteceu foi por puro preconceito. Se outra mulher resolver se aventurar por lá sozinha como eu, aconselho levar algum nome e endereço da Venezuela pra dar, dizer que vai visitar um parente etc, já que pra eles, o país deles não tem belezas o suficiente pra uma mulher solteira se aventurar por lá.

 

Vou continuar minha vida de viajante, sozinha ou acompanhada, mas com certeza voi evitar por um bom tempo países da rota de tráfico como Bolívia, Colombia, Venezuela (que eu nem sabia que tinha tanto tráfico assim)...

 

Um abraço a todos!

 

Cristiana

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Oi Cristiana! Realmente foi uma pena que a tua viagem tenha acabado dessa maneira, felizmente chegaste bem, dentro dos possíveis, tiveste apenas um tropeção, o que vale é a tua atitude de guerreira não te deixas-te abalar por esses acontecimentos menos bom que queiramos ou não fazem parte da vida de todos nos. É bom saber que estas pronta e determinada para uma próxima viagem. Um abraço!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Concordo com o Schwertner. Isso não deve passar em branco!

 

Pelo menos registre a sua indignação com tal tratamento. Não vai adiantar muita coisa, mas pelo menos eles (os manda-chuvas) vão saber que esse tipo de procedimento estúpido está sendo feito com turistas de lazer. E que isso pode prejudicar o país na hora de receber turistas estrangeiros!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...