Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

b.porto

Praia do Sono - Reveillon 2009/2010 [na chuva]

Posts Recomendados

Fala galera!

Esse é meu primeiro post aqui no mochileiros.com!

 

Vim então falar do reveillon 09/10 na Praia do Sono. Que pros desinformados já tem ELETRICIDADE! ::otemo::

Cheguei na praia no dia 26/dez pra não pegar o rush dos trabalhadores de fim de ano e escolher um lugar tranquilo pra armar a barraca. Eu e meus comparsas ficamos no camping do Zico, atrás do quiosque do Açaí. Até então, tudo padrão... cozinha, banheiro, porém 1 chuveiro só, puta sacanagem.

 

Dias lindos, perfeitos pra caminhadas. Fomos até Ponta Negra no dia seguinte, quando começaram os problemas com a chuva.

 

Chuveu bastante à noite nesse dia, mas até então tudo bem. Montamos as lonas pra escoar legal a água.. tudo suportável.

 

No dia 30 amanheceu nublado, e assim foi o dia inteiro. Pra noite chegar pancando tudo com um pé d'água daqueles que te faz perguntar "Por que diabos tô fazendo aqui?". Inundo tudo! O rio/esgoto que passa por trás dos campings transbordou... merda abaixo. Salve-se quem puder. Confusão armada, corre-corre pra tirar as barracas do lago de bosta que foi formado. Nessa hora eu ainda estava bem, minha barraca tava num lugar alto, a merda não chegou lá. Ainda consegui escapar dessa!

::ahhhh::

 

Dia 31, amanhace chuvendo já. É isso aí! Último dia do ano, planeja-se relaxar e refletir. Acordamos parecia mais o Armagedon, Apocalipse Now... todo mundo correndo pra tirar as coisas da chuva que havia parado na madrugada. Caos total! O dia inteiro nessa, o povo ja cansado de salvar os pertences começa a abandoná-los. Pra não dizer que a chuva do dia 31 foi só pior, foi também com vento. Muito vento! Chega a noite e nada da chuva parar, o vento também cada vez mais forte. Preocupação de uma virada de ano com a barraca virada. Chove, chove, chove e chove mais. Fruto da natureza humana, essa chuva torrencial foi a mesma reponsável pela tragédia na ilha grande.

Nessa minha barraca não sobreviveu, foi alagada. Felizmente, deu tempo de salvar comida, roupa e eletronico. Coloquei tudo em cima do colchão inflável e quísse... fui pro meu reveillon.

 

Com certeza não foi a mesma coisa. Muita gente triste pelas perdas na chuva, todo mundo molhado, um frio do cão. Não dava pra ignorar a tormenta. Nem bebendo tudo! ::vapapu::

 

Dia 01, acorda-se com toda vontade de voltar pra casa. Óbvio! Sem água, sem roupa seca, previsão de mais chuva... partiu!

Ledo engano... 1500 pessoas querendo sair da praia juntas, detalhe que a trilha depois da chuva fica muito perigosa então só de barco. Chegam notícias da Babilônia de que a encosta cedeu impedindo o entra e sai de Laranjeiras. Todos que pegaram o barco pra ir embora tiveram que permanecer em Laranjeiras pois a passagem tava bloqueada. O lugar não suporta tanta gente e quem foi teve que acampar por lá mesmo. Agora imagina a situação do lugar, 800 pessoas acampadas esperando desbloquear a via. Mercado vazio, sem água, sem banheiro... começaram a quebrar tudo. Quem largou o carro na rua teve o pneu furado e retrovisor quebrado. Atos de revolta que não solucionam nada, bando de ignorantes que não respeitam o próximo.

Bem, quem foi e viu que não dava pra ficar em Laranjeiras voltou. Quem não tinha grana pra pagar outro barco ficou no perrengue.

 

Logo, a situação era ficar na praia até segunda ordem. Bom pra quem ficou, dia 02 amanheceu um dia lindo e cheio de esperança. Deu pra aproveitar o restinho do recesso do trabalho. Dia 03 voltamos, pista liberada para veículos pequenos. Rio-Santos bloqueada, Dutra congestionada... essa parte vcs acham em outros posts pelo fórum.

 

Praia do Sono é linda, vale a pena ir. Mas por favor, siga a previsão do tempo!

Não tem infra estrutura pra tanta gente e tanta água que nem esse reveillon.

 

Fora a chuvinha, foi irado.

abrçs

Compartilhar este post


Link para o post

Opa!

Cara, fui pra praia do sono no reveillon 09-10 e também passei todo esse perrengue.

 

Sai de São Paulo no dia 30/12 e pegamos um belo transito, cheguei lá no Laranjeiras por volta das 15 hrs, logo depois daquela baita chuva.

Eu e um amigo tivemos a brilhante ideia de ir pela "trilha".

muito escorregadia, a cada passo que eu ia dar, tinha que se concentrar e fazer força pra não cair.... chegamos depois de 2,5 hrs, todos enlameados e bem cansados.... PERRENGUE

mas blz, montamos nosso acampamento atrás do camping "Caiçara"...no quintal de uma casa de um pescador chamado Moisés, ou Fuca...o cara é uma figuraça...era perto do riozinho / esgoto.... na hora lá eu queria acreditar que era um rio. heheh

 

Dia 30 fomos dormir cedo, já tava chovendo...acordei no outro dia e continuava a chuva.... sai da barraca e o rio de merda já tinha dado uma subida, mas nossa barraca, assim como a sua tava meio no alto e parecia que o rio não ia chegar... mas blz... nem precisava do rio, na noite passada a gente tinha montado o acampamento de qualquer jeito e só com a chuva a barraca já tinha dado uma molhada.... no dia 31 à tarde a chuva deu uma tréguazinha, não que tenha parado, mas pelo menos estava mais fraca...passamos o dia 31 à tarde refazendo nosso acampamento....e o rio tinha diminuido.

e chegando à noite já fomos lá pra cima nos quioques... aí a chuva começou tensa de novo...chuva, vento, raios e tudo o que faz um temporal.

23:30....meia hora pra virada, dois amigos sentiram vontade de cagar e desceram pro camping... pra que?

tava tudo inundado por lá...o rio já tinha chegado, atravessado e tava longe, nossas barracas já estavam bem no meio do rio...hahahaha

eu nem desci... fiquei lá em cima com uma galera...e eles dois acabaram passando a virada lá embaixo....uma hora eles desencanaram e subiram também...a merda já tava feita, nosso plano era: amanhã vasei-vos.

curtimos muito o reveillon, muito mesmo... mesmo com toda a chuva, a galera nem se abalou, todo mundo doidaço, daquele jeito...legal pra caramba!!!

 

as barracas ficaram bem molhadas, mas nessa altura do campeonato...nem fomos dormir e no dia 01 começamos a desmontar tudo...

mas ai veio a notícia da pedra caída....e desencanamos....a partir daí, parou de chover....e já no dia 01 à tarde fez um solzinho....

 

A praia é realmente muito foda, a galera que acampa lá é surreal....

quem acampa está sempre sujeito a tudo isso... parece ter sido muito perrengue, e foi, mas foi divertido demais...é só entrar no clima

 

é isso aí,

abraços

Compartilhar este post


Link para o post

Oi gente, esse reveillon foi surreal.

 

Também passei todo esse perrengue, cheguei la dia 28, ainda com um solzinho, mas as chuvas atrapalharam, e também tive a brilhante ideia de voltar dia 01, só que como tenho panico de barco e o mar tava bem agitado, não tive coragem, voltei pela trilha com um grupo que conheci no camping enquanto meu namorado voltava de barco com outra pessoa carregando os mochilões pesados. Qndo chegamos em laranjeiras é q descobrimos a barreira, mas subimos tudo a pé, não tinha como ficar na vila, tava entupida. E o pior é que no meio do caos, ainda parece gente p/ fazer ruindade e minha mochila simplesmente desapareceu. Com raiva de mim e do mundo, encarei toda aquela subida até o trevo de Trindade a pé. As 23:00 ja estava em Angra. Sabado de manhã ja estava pegando o onibus p/ voltar p/ casa.

 

O lugar é lindo mas não volto la tão cedo.

 

Bjinhus

Compartilhar este post


Link para o post

Afe...

 

Ir no Sono - um paraíso com seus dias contados - nessa época é complicado hein... tentei chegar até lá pela travessia da joatinga, mas pelo jeito, graças a Deus, não consegui!

Esse 'engraçado' rio de merda é a consequência dos atos da grande maioria dos frequentadores e também claro daqueles que usam da natureza para ganhar sua grana, mas na hora tratar o esgoto para que seu negócio tenha futuro...

Triste para um único animal, nós, mas só, pois a natureza apenas estava limpando seu organismo.

 

Trindade II, a missão. Depois vão acabar com Martins de Sá...

 

Boas trips

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post

Salve Galera...

Bom eu acredito que tem coincidências que não são coincidências mais sim “providência”...

Cheguei em Paraty dia 25/12 23h30, eu e meu noivo passamos a noite na rodoviária, conhecemos algumas pessoas em especial ficamos amigos do Gê que sempre vai ao sono.

 

Pegamos o busão laranjeiras e fomos pegar a trilha, eu sem dormir pra pegar Aquela Pequena trilha, meu noivo já foi ao sono algumas vezes, mais pela forma que ele havia me falado pensava que a trilha era mais leve..

 

Enfim passei um perrengue só.... fazendo aquela trilha, qdo me perguntava se eu estava bem- a única coisa que conseguia dizer é “cale a boca ” rsrsr.... me faltava o ar até pra falar..

 

Galera eu fiquei zureta de tanto caminhar, eu já fiz bastantes trilhas, mais íngreme igual essa não...depois do perreio ela começou a ficar mais de boa, até que enfim encontrei a bica..que por sinal salvadora...

Fizemos a trilha e enfim avistamos o sono, no final da trilha tem uma escada que te joga pra frente rsrsr a escada parece uma armadilha RS

 

Enfim cheguei no sono dia 26 logo de manhãzinha o sol ainda estava nascendo...

Depois que você chega... aquela visão até me fez esquecer por momentosss a trilha rsrs,

 

Ficamos no camping do Jorge, ele e a esposa dele são muito gente boa...teve até uma noite que ficamos trocando idéia, e eles nos contaram sobre a história do Sono..e foi muita vibe...

O fato de saber que eles nasceram lá, como a maioria dos moradores que la vivem, me fez pensar nas pessoas que em vez de ir pra curtir o que a natureza esta oferencendo, vai pra avacalhar !...mais isso tem em todo lugar não é!! Uns vão pra curtir, outros destruir.

 

Enfim no dia 28 fui pra ponta negra, que lindo lindo, estou tão encantada por Paraty que quase me vou de mala e cuia rsss, que praia linda ponta negra..tbm não pude deixar de dar uns tibuns em antigos RS que tbm é massa.

 

No dia 28 mesmo voltamos debaixo de chuva, a trilha pra chegar no sono eu tiver que descer literalmente de bunda, voltei com a canga toda rasgada RSS...demoramos cerca de quase 1 hora pra descer aquele quiabo...

Chegando na praia não íamos perder de dar uns tibuns, com a chuva agua tava quentinha..

Mais depois que saímos vieram as reações, meu noivo pegou uma baita gripe RS..

No dia 28 a noite ele já estava com febre, no dia 29 ainda curtimos, mais qdo foi a noite ele ficou mals e não conseguiu dormir..

No dia 30 pela manhã pensei já em voltar pra Sampa, pois não poderia ficar com ele lá daquele jeito….dai ainda pensamos ficar ou não?rsrs..afinal só faltava um dia!!

Mais mesmo querendo ficar, resolvi que o melhor era voltar pra Sampa!!

Voltamos de barco, foi tranqüilo..chegamos em Paraty já estava um caos..a chuva não cessava e tinha alguns bus atrasados...

 

Chegamos em Sampa dia 30, já pro dia 31...

Ao chegar em casa vimos que já estavam alagadas algumas cidades...e depois nos outros dias vimos as tragédias que a chuva procovou...

Enfim tinha voltado um pouco triste, depois fiquei sabendo que a chuva não havia cessado em paraty, e consequentemente no sono...

 

Depois falei com um amigo que ficou no sono até dia 04, ele me disse que fui embora na hora certa...

 

Por fim graças a Deus, não peguei toda essa confusão depois da chuva..

 

Mais volto ao sono pra completar a missão e passar o Reveillon...

 

Bom Galera, muitas vibes positivas nesse ano, pra nós e pro mundo!!

Fiquem com Deus!!!

 

Paz e bem!

Compartilhar este post


Link para o post

Esse Reveillon de 2009/2010 parecia gravação do "NO LIMITE" lá em Ponta Negra...!

Chegamos numa turma de 06 pessoas pra ficar na "pousada" da Branca, em 30.12.09, e, à noite, a chuva começou a descer sem dó... foram 48 horas sem parar e, detalhe: como lá não tem energia elétrica como a Praia do Sono, ninguém tomou conhecimento que se tratava de um quase "Dilúvio"...!

A descida da cachoeira e o mar viraram uma coisa só e, engraçado: foi a única vez que até os próprios nativos viram certas pedras embaixo da areia que NUNCA antes havia aparecido (também, foi a mais incessante chuva de todos os tempos da estória de Ponta Negra!).

Comida?! Acabou no dia 31 à tarde...

Àgua?! Nem pra beber, nem pra tomar banho (só se fosse da chuva!!!)

Nem descer da "Branca" podíamos: parecia um enorme rio lá embaixo... a não ser que fóssemos pela "ponte" que cruza a cachoeira, mas, a água que descia do morro já tava encostando na ponte e ela não tem apoio em suas laterais... sem contar que um parceiro de viagem, muitcho loco, foi atravessar e caiu, batendo a cabeça nas pedras até chegar no mar, onde foi salvo por um nativo e levado de barco até Paraty, pra costurar o cabeção! O tempo melhorou no dia 01.01.10, onde a Lua Cheia, à noite, iluminou a trilha para que pudessémos participar de uma "reuniãozinha" em uma casa de um caiçara no meio do mato! Fomos embora dia 03.

Se eu volto?! CLARO QUE SIM!!! Filha legítima de Iemanjá, conheço uma porrada de praias e, digo: nunca vi uma mais linda do que Ponta Negra!

Compartilhar este post


Link para o post

Pessoal, desculpa a demora para postar sobre o fim de ano 09/10. Mas que sirva de alerta para esse finds 10/11. Chagamos no final de semana do ano novo, estava chovendo, as vezes muito e as vezes pouco, mas estava constante.

O Segredo é ir bem preparado e principalmente verificar as condições do tempo.

Esperamos e esperamos muito até pegar o barco, quando chegamos à praia, a chuva havia parado por quinze minutos. o suficiente para armarmos a barraca. Vale lembrar que estava minha esposa e eu e a barraca era de 3,05m x 3,05m. Ficamos muito bem instalado. A barraca cabia o colchão de casal e duas cadeiras de montar. Mesmo com informações diversas, que havia inundado tudo, alagado tudo, a melhor opção era ficar, pois, a volta custaria 320km. E realmente foi a melhor opção. É claro que tem que ter paciência, pq se chover, todo mundo vai querer ir de barco. A trilha fica instransitável e principalmente se houver muita bagagem.

Ficamos sabendo que uma grande rocha que havia caido de um barranco, quase na frente do condomínio, em laranjeiras mas, nos tínhamos nos programados para voltar 1 dia depois do caos. Como muitas pessoas e principalmente os despreparados já haviam saido fora, nossa volta foi tranqüila na segunda. O Pior foi passar por São Luiz do Paraitinga

 

Não nos molhamos, não ficamos sem comer e beber, não passamos frio e não entrou agua na barraca. Estavamos no camping do Sr. Dário.

 

 

Depois, mais detalhes!!

Abçs LAS

Compartilhar este post


Link para o post

Eu estava lá nesse Reveillon também, vi uma galera passando perrengue. Ainda bem que cheguei em cima da hora, estava tudo lotado e acabei acampando em um lugar bem alto, quase na praia.

 

No dia 01 voltei para Laranjeiras pela trilha mesmo, estava quase como andar em um mangue, com a fiação elétrica toda caída por sobre a trilha. A fila dos barcos era quilométrica.

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.



×
×
  • Criar Novo...