Ir para conteúdo
Mochileiros.com
Jackson Lincoln Lopes

Viagem de carro: Brasil/Argentina/Chile/Uruguai - 23 dias: custos, passeios, cidades e estradas. Fotos! 7.682Km

Posts Recomendados

INTRODUÇÃO

 

Olá galera, meu nome é Jackson, sou professor de Educação Física municipal na cidade de Ponta Grossa/PR, onde moro há seis anos, mas sou natural de Astorga/PR, que fica na região de Maringá/PR. Nossa viagem foi tudo tranqüilo e sem perrengues, foi tudo maravilhoso. Comigo estava minha mulher, Nicéia, recém casamos no sábado (10/12), véspera de nossa viagem. Em alguns casos escreverei como se fosse nós dois escrevendo. Então, vou misturar pessoa no singular e no plural.

 

Primeiramente gostaríamos de agradecer a todos do site mochileiros que sempre ajudam com seus tópicos e suas respostas e mais ainda aos que ficamos perturbando ao longo do ano, como o Herbert Lira, a Tatiana Germuzesque, o MARCELO.RV, o outro Marcelo (xexelo) a fabitasca e o pauloperuna. Pessoas que sempre que precisei tirar dúvidas respondiam em um dia no máximo. Obrigado mesmo, graças a vocês tivemos toda eficiência e facilidades na viagem. ::otemo::

 

Primeiras ideias.

 

Estava bem insatisfeito com minhas férias de 2015/2016, ou melhor, com o final delas e ter que voltar ao trabalho. Ser professor no Brasil, não está fácil. Tinha ido apenas ao litoral paranaense (mais uma vez) e já estava de saco cheio de mais do mesmo e de ficar na areia.

 

Eu e minha namorada na época (em março) estávamos já decididos a casar, pois já morávamos juntos há vários anos. Como somos professores e nosso regime é celetista, teríamos direito a nove dias de licença casamento. Logo planejamos casar em 10 de dezembro (um sábado) e juntar com nossas férias. Assim, poderíamos viajar para longe e por dias, e ainda ter mais um mês de férias para descansar da viagem.

 

Sempre fui fanático por futebol e pelos times sul-americanos, logo, sempre gostei dos países latinos vizinhos do Brasil. Conversamos e decidimos por Paraguai, Argentina, Chile e Uruguai. Logo, descartamos o Paraguai por ler muita coisa ruim e atravessar o país apenas para conhecer Assunção, não valeria a pena. Focamos nos outros três e conhecer alguns locais do Brasil que gostaríamos, como Foz do Iguaçu e a região da serra gaúcha, como Gramado, Caxias do Sul.

 

Planejamento

 

Começamos a planejar a viagem no início de março, havia sobrado um restinho do 13º e havíamos deixado na poupança. Comecei a ler dia e noite o mochileiros.com. e vi mais ou menos o que seria preciso. Só ficava viajando nos relatos dos amigos, nessa época o que mais se aproximava da minha viagem era da Tatiana. Comecei a fazer os cálculos de quanto precisaríamos e do capital a ser investido. Considero isso muito importante, pois fizemos toda nossa viagem com dinheiro que levamos e as contas bateram 95% podemos dizer. De inicio era mais ou menos R$150,00 ou R$200,00 de cada um por mês.

 

Uma pequena aspa. “Vimos que precisaria ser aumentado esse valor. Pois no meio do caminho, achamos uma oferta incrível de passagens para o Rio nas paralimpíadas e eu tinha um sonho a realizar durante os jogos que era conhecer um atleta e felizmente consegui fazer isso também”.

 

598d9e054e324_StaCruzeSucre027_edited.jpg.6de67840b85a8e4a127bf23f8ca8ec4c.jpg

 

No dia 08 de dezembro trabalhamos pela última vez em 2016. Saímos dos campos gerais no Paraná e fomos ao norte do estado, onde nossos pais moram. Casamos no civil no sábado e em uma excelente churrascaria de Maringá fizemos nosso almoço com os familiares e amigos mais próximos.

 

IMG_20170806_135123126.thumb.jpg.3fd6adee03e168a086db7ea838c59550.jpg

15355648_10212012639341500_2050219063305484128_n.jpg.49cb9fd27ea344760d0c95923ca823c9.jpg

IMG_2935.JPG.c0c8f9d56b89d62bf9205681fd52dcb8.JPG

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

CÂMBIO

 

Antes do relato da viagem, já vou colocar todas as trocas de dinheiro que fiz. E a média delas. Pois fomos trocando em diferentes locais. Assim, todos os valores que eu colocar (que é o que o pessoal mais gosta de saber) já estará em reais, mais fácil para se ter uma ideia dos gastos.

 

Levamos todo o dinheiro da viagem em espécie. R$7000,00 + U$1000,00. *Alguns hotéis e passeios já estavam pago ao longo do ano quando fizemos pela internet.

Fizemos um único saque emergencial em Buenos Aires. Conto quando chegarmos lá.

 

Ponta Grossa - Confidence cambio (ao longo de 2016)

U$1000,00

R$3380,00

Média: U$1,00 = R$3,38

 

Foz do Iguaçu - Frontur cambio (13/12)

R$2200,00

AR$10560

Média: R$1,00 = AR$4,80

 

Mendoza - Cambio Express (19/12)

R$500,00

AR$2550

Média: R$1,00 = AR$5,10

 

Mendoza - Cambio Express (19/12)

R$500,00

C$91000

Média: R$1,00 = C$182

 

Santiago - Cambios Money Exchange (20/12)

R$500,00

C$96000

Média: R$1,00 = C$192

 

Santiago - SiMSA Cambio (21/12)

R$300,00

C$58500

Média: R$1,00 = C$195

 

Mendoza - Cambio Santiago (22/12)

U$200

AR$3280

Média = R$1,00 = AR$4,85

 

Mendoza - Cambio Express (22/12)

R$1150,00

AR$6210,00

Média: R$1,00 = AR$5,40

 

Montevídeo - Monex Seviços financeiros (27/12)

U$200

$6830

Média: R$1,00 = $10,10

---------------------------------------------------------

 

MÉDIA GERAL:

U$1000 / R$3380: U$1,00 = R$3,38

AR$22600 / R$4526: R$1,00 = AR$5,00

C$245500/ R$1300: R$1,00 = C$189

$6830/U$200: R$1,00 = $10,10

IMG_20161214_223311491_BURST000_COVER_TOP.jpg.a4128737624c1f8734c67f4ac4cf2231.jpg

IMG_20161222_184621371.jpg.d0ff3c6a690ccd8397f58794ce09c605.jpg

IMG_20161220_130724668.jpg.451a120d89f82b88f4277024e1417ac1.jpg

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

VALORES: PREVISÃO x REALIDADE.

 

Já tínhamos em mente mais ou menos quanto iríamos gastar no total. Que seria mais ou menos R$12.500,00 incluindo tudo, com exceção claro das compras pessoais no Paraguai e de coisas particulares: camisetas, lembrancinhas e vinho, muito vinho.

No final das contas, fechamos em R$12.713,00. Errei por menos de R$120,00. Bola dentro. Claro que com o passar dos dias, maneiramos e muito na alimentação, principalmente no Uruguai, conto lá na frente.

 

Fiz questão de colocar tudinho tentando por com detalhes, já que o valor é geralmente o que mais interessam as pessoas quando se fala em viajar.

 

PREVISÃO DE GASTOS

 

598d9e054e324_StaCruzeSucre027_edited.jpg.6de67840b85a8e4a127bf23f8ca8ec4c.jpgGASTOS DURANTE A VIAGEM[/b]

 

IMG_20170806_135123126.thumb.jpg.3fd6adee03e168a086db7ea838c59550.jpg

598dddced854f_PLANILHA2.PNG.41bc32c2c1d4e93a7091eb6c0233c33c.PNG

planilha.PNG.f13fcc6d21dde2b31712ef2473250096.PNG

planilha3.PNG.6c2b355d8198fc45502ad244c0cdbfa0.PNG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1º Trecho: Astorga/PR - Foz do Iguaçu/PR: 470 Km

 

trecho1.PNG.3ca86625bc738befb147450613e3040a.PNG

 

Domingo, 11 de dezembro.

 

Saímos de Astorga próximo das 15h00 no dia 11 de dezembro, domingo. Começamos nossa viagem com o tempo bastante nublado, e logo caiu a chuva. Várias pancadas de verão. Logo na saída de Maringá o primeiro pedágio. Mais quatro apareceram ao longo do caminho até nosso destino. Sempre digo, sem orgulho: meu estado tem os pedágios mais caro do país. Talvez, do mundo. Estradas em pista simples e algumas em más condições.

Chegamos em Foz do Iguaçu exatamente as 20h00. Nosso hotel era muito bem localizado na Avenida JK. Não ficava no centro da cidade. Optei por escolher esse hotel já que era próximo da fronteira com o Paraguai e precisava comprar algumas coisas por lá, já que nossa Black fraude, ops, Friday, não foi nada convidativa. Como Foz fica bem ao oeste do estado, logicamente a noite demorou a cair. Deu tempo de descarregar toda nossa bagagem e ainda estava claro.

Ficamos no Hotel Dan Inn. Nada de luxo. Mas muita cordialidade dos funcionários. Elevadores em bom estado. Garagem excelente para o carro. Recepção 24 horas. Ficava há 4km do centro e das lojas em Ciudad do Leste. Bem no meio entre Cataratas e Itaipu. Achei ótimo, por isso escolhi, pela localização.

Eles não tinham serviço de restaurante, mas tinham vários banners de pizzarias. Pedimos uma redonda iguaçuense. Era boa. Nada espetacular. O hotel cedia a parte do refeitório para fazer refeições. Bem legal. Fomos dormir cedo, pois de manhãzinha iríamos ao Paraguai.

 

EstradaManut.zipSegunda, 12 de dezembro.[/b]

 

Sete da manhã estávamos no refeitório e para nossa surpresa o café da manhã (incluso) estava ótimo. Boa variedade de frutas, pães, bolos, sucos... Enfim. Ótimo. Atravessamos a rua, e do outro lado da JK era o ponto de ônibus para Ciudad do Leste. Sim, fomos de ônibus. Só não sabia que já era um ônibus paraguaio, caindo os pedaços. Mas só tinha turistas brasileiros indo buscar muambas. O passe era R$5,50 por pessoa. Uma van ou taxi cobrava próximo dos R$50,00. Atravessando a ponte da amizade o transito era pra lá de caótico. É um país sem regras. Nunca em hipótese alguma vá de carro para o lado de lá da ponte. O risco de bater é grande. O risco de baterem e nem se quer olhar para você e dar satisfação é ainda maior.

Fomos focados em não gastar tempo e dinheiro a toa. Eu precisava de um celular, um relógio e um perfume. A Nicéia das mesmas coisas, com exceção do celular. Fomos a CellShop. Uma loja excelente. Mais de cinco andares, realmente um shopping. Já vinha monitorando os produtos que gostaria pelo site. Foi chegar, analisar, pagar, testar e levar. Ficamos aproximadamente cerca de 3 horas por lá.

Só um adendo aqui: CellShop é atualmente a loja mais indicada para fazer compras no Paraguai. TODOS os produtos são originais. O mesmo celular que você compra no Brasil tem a mesma origem dos vendidos lá. A diferença de preços? Impostos. Veja exemplos abaixo:

 

Comprei um relógio Citizen por R$483 – No Brasil o mesmo eu vi por mil.

Perfume Éclat d'Arpège Pour Homme 100 ml por R$185,00 – por aqui encontrei até por R$350

Celular Moto G4 Plus 16Gb – R$840 – No Brasil estava mais de mil na BF.

 

A maioria dos compradores do Paraná hoje, compram na CellShop. Farei propaganda deles sempre, pois vi a estrutura e a seriedade dos mesmos. Você se sente confiante a partir do momento que entra na loja, ou melhor, shopping. Os preços são bons. Monalisa e Nave já ficaram para trás.

 

Vale muito a pena ir lá ainda. Mesmo com o dólar mais alto, a economia é grande. Claro que depende de onde você mora no Brasil e o que pretende ir buscar. Eu não iria para o Paraguai só para buscar o celular se não fosse fazer a viagem.

Roupas e calçados achei com os mesmos preços do Brasil. Coisas de decorações para casa e bebidas, essas valem muito. Mas, não compramos.

Pegamos o mesmo busão de volta ao hotel. Estávamos preocupados pois tínhamos passados em 70 dólares a nossa cota (que é 300 dólares por pessoa). Estávamos prontos já para ser parado na polícia federal. Passamos e não tinha uma viva alma na alfândega. A velha circular nos deixou na frente do hotel Dan Inn. Já era mais de 11h. Deixamos as coisas no hotel e fomos em um restaurante próximo dali, simples e barato.

Estava um sol para cada um. Descansamos um pouco e as 15h30 teríamos o primeiro passeio de nossa viagem: Itaipu Binacional.

 

Pegamos o carro e fomos em direção ao norte da cidade. O ingresso já estava comprado e pago, era só trocar o voucher pelo ingresso. Como somos professores, pagamos meia. O estacionamento quase que saiu mais caro que os ingressos.

 

598d9e0574720_Lacreparamochila.jpg.3a8a0cc1113851a7cc695bb820a6eac1.jpgIMG_2447.JPG[/attachment]

 

Chegamos ao hotel e fomos em busca de janta. Preferimos comer no mesmo lugar do almoço, próximo ao hotel. Ainda fomos ao Super Muffatto fazer compras.

 

Gastos do dia (em R$):

109,57 – Hotel

31,00 – Passeio de Itaipu

37,00 – Outros (passagens de circular, estacionamento de Itaipu)

168,00 - Mercado

2.298,00 – Compras Paraguai

 

Terça, 13 de dezembro.

 

Não acordamos tão cedo quanto no dia anterior, pois no dia seguinte iríamos madrugar e também porque a visita nas Cataratas não tinha horário. A caminho das Cataratas, tinha o museu de cera. Nunca fomos, então, lógico que gostaríamos de conhecer. Não tínhamos comprado ingresso, foi na hora mesmo. Confesso que esperava mais dos bonecos de cera. Alguns realmente eram bem parecidos, outros não chegavam nem perto. É permitido tirar fotos em vários locais, exceto em quatro ambientes: Casa Branca, Vaticano, Navio do meu xará Sparrow e no ambiente do Homem Aranha. Nesses locais há fotógrafos profissionais do museu que te colocam em diversas posições e te fotografa. Na saída do museu, você vai lá para comprar (ou não) as fotos. Cada foto custa R$20,00, em CD e não é impressa. As fotos ficaram muito legais, muito mesmo. Mas, sem chance. Tiramos várias (boas) também. Com uma hora você visita o museu. Ainda tem o Parque dos Dinossauros ao lado. Que são mais alguns reais.

 

fer.jpg.52d6c96fbba4cfdd0658b7e91e770622.jpg

IMG_2488.JPG.042c38e72cf1ada1a8d48ca717d925e8.JPG

43599758.jpg.8c9694b9ba49c59d9b326a6146a80637.jpg

IMG_2536.JPG.a913817e1d671522a21fc5b1447b7bed.JPG

IMG_2518.JPG.14e9077187fd8029706feabc1bdd3ce3.JPG

IMG_2510.JPG.1f685e8964334caf576f2fbc132e2891.JPG

IMG_2566.JPG.b72f38483e1a9321cc08647d26bce359.JPG

IMG_2571.JPG.b3cc051dd4df9d9c27375d22206d6e42.JPG

IMG_20161213_114955308.jpg.be620d99e415d97b1e537e36f5bcec9d.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trecho 2: Foz do Iguaçu/PR – Reconquista/ARG: 865 Km

 

EstradaManut.zipIMG_20161214_062800476.jpg[/attachment]

 

Andamos aproximadamente uns 40km até chegar a primeira barreira policial. A temida policia camineira estava bem a nossa frente e logicamente nos mandou para, como estava fazendo com todos os carros: brasileiros e argentinos. Um policial da minha idade começou a conversar conosco e foi muito simpático, não sei como, mas ele perguntou se eu era professor de academia, disse que era de escola. Foi olhando tudo. Demorou uns cinco minutos. Nos fez abrir até a caixinha de primeiros socorros onde tinha remédios e a Nicéia que estava com dor de estomago mostrou os remédios e ele disse que também utilizava alguns daqueles, que comprava em Foz. Fomos liberados! Como li vários relatos no site, nosso dinheiro estava todo na cintura da Nicéia em uma doleira bem fininha e na minha carteira deixei cem pesos e os documentos de 2015 do carro. Nenhum problema. Seguimos. A estrada era pista simples, mas muito boa. Confesso que dava uma tremida quando lia as placas da Policia Gendermaria e da Camineira pelo caminho.

 

Bote.JPG.1b4c63cc8ce82addf01dde80496b3a06.JPG

598dddde22b79_trecho2.PNG.bee070d80d079876355cbe96834c58f9.PNG

IMG_20161214_105238105.jpg.c84af31c343119a2481e67c3d6c5fa9e.jpg

IMG_20161214_062800476.jpg.c0b81ceba81ef718d04c761bdc866694.jpg

IMG_20161214_111316126.jpg.a51381c66f6bf2bccb0f35e4755689d6.jpg

IMG_2610.JPG.92538a5fad85588470f9810efe4e5e82.JPG

IMG_20161214_173212521.jpg.091d1f1e4a726d928c3ddd5474575b63.jpg

IMG_20161215_061617729.jpg.57cd1ee8bbb8aae8ebd7f55fed3340db.jpg

IMG_20161214_195605606.jpg.fb3adba53b44b962b78b8cbfcbff12b7.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trecho 3: Reconquista/SF x Rosário/SF: 500km

 

EstradaManut.zipIMG_20161216_082059265.jpg[/attachment]

 

Em Santa Fé pegamos a Auto Pista Rosário/Santa Fé, uma estrada excelente, a melhor das estradas até o momento, com três faixas em algumas partes, toda duplicada e pela primeira vez em minha vida vi uma placa de velocidade permitida de até 130km/h. Para quem gosta de carros e de corridas, isso é uma sensação sem palavras. O pessoal argentino não maneirava, vários carros nos passavam com velocidades superior acima dos 150km/h. Eu estava na minha, andando nos 130. Vi varias policias Camineira e Gendermaria nesse dia, nenhuma nos parou.

 

Foi bem tranquilo chegar em Rosário e em nosso hotel Ariston, na calle Córdoba, região bem central da cidade. Tinha um excelente estacionamento e um recepcionista que falava um português quase perfeito e muito cordial. Deixamos o carro lá e fomos comer. Entramos no primeiro lugar que vimos onde estava escrito Parrila. Fomos no Parrila Estilo Las Palmas. Uma churrascaria toda decorada com camisetas de futebol (sorte) e bem grande. Muitas pessoas de meia idade comendo por lá. O assunto nas TVs e na churrascaria não era outro a não ser o jogo. O dono do local era torcedor do NOB e claro estava torcendo contra o Central. Comecei a conversar com ele e disse que torcia para o São Paulo e se ele lembrava da final da Libertadores de 1992, onde meu time venceu o dele. Aí o cara começou a nos tratar diferente. A simpatia e gentileza aumentaram. Disse que aquela final está marcada na vida dele e que até hoje sente a perda. Muito legal. Só quem curte esporte entende essas coisas. Ah, o almoço estava espetacular. Pedi um Entrecot bovino e minha mulher um ravióli de bolonhesa.

 

Depois de retornar ao hotel e tomarmos um banho fomos ao calçadão da cidade. Comércio muito legal e também ao Monumento Nacional a La Bandeira. Praças belíssimas cercam o local. Construções de época. O sol estava muito, mas muito forte mesmo. Em Rosário o pessoal se esforçava bastante para entender o português.

 

canastra.zip

 

Essa foi nossa tarde/noite em Rosário. Quero voltar lá um dia. Bem bacana a cidade. É como se fosse uma Curitiba menor, com muito verde e bem organizada.

 

Gastos do dia:

 

180,00 – Hospedagem

146,30 – Alimentação

246,50 – Combustível

11,00 – Pedágio

598dddf5dff7d_trecho3.PNG.3239eadcc2514e07c89ada7bd2309e9f.PNG

IMG_20161215_082345965.jpg.9e09a58a114feaf29175d8c73e5c46dd.jpg

IMG_2617.JPG.be6a1af388cc481e23e1db57ba80b03d.JPG

IMG_2618.JPG.2f7e3c4c10ee1b9c61284cf5c25b00a8.JPG

IMG_2626.JPG.3fb41fdb53776c43696b8debb162b059.JPG

IMG_20161216_082059265.jpg.b3c6ee6babf1323f099bc646219f5113.jpg

IMG_20161215_181949962.jpg.be67b24b4ddacab9e61694b226cae0fa.jpg

IMG_20161215_182259066.jpg.c1f851a3a6195413c46d2ee86f324e8c.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trecho 4: Rosário/SF x Mendoza/MZ: 900 Km (+60Km na região)

 

598d9e05a463e_saltokama.JPG.326b423efeaca2ea69413e96e90674d1.JPGSábado, 17 de dezembro.

 

fer.jpg.52d6c96fbba4cfdd0658b7e91e770622.jpg

 

Gastos do dia:

 

105,00 – Hospedagem

42,00 – Alimentação

67,00 – Combustível

305,00 – Compras na bodega Vistalba

205,00 – Passeio (Bodega Vistalba).

5,00 – Outros (estacionamento casa de cambio)

IMG_20161216_223901095.jpg.f018ac6c93051f276606858611ccf9c9.jpg

598dde2abf1a6_trecho4.PNG.eb619d07869fae9eef117a9a64edc1e9.PNG

IMG_20161217_135919400.jpg.37f87eb87bcaecea396de2594f66e2fb.jpg

IMG_2657.JPG.e2ef47f134c58b6aac934a35a3bf4929.JPG

IMG_2775.JPG.3f611fa38fbafad7220c8a25eb16830b.JPG

IMG_2652.JPG.8e31e901f4ab68ff48ba6c588eb47713.JPG

IMG_2774.JPG.89d552d70c418c080b94336b15b9d579.JPG

IMG_2757.JPG.3eb291bceb2f5a0cc888eee30c6958af.JPG

IMG_2745.JPG.010da91d1ba0c1c3ef5b94981c19ef24.JPG

IMG_2705.JPG.d6cbeb052ee02e2bdcff77884a1072d6.JPG

IMG_2742.JPG.a848024d731dbdb0731aa48586e6adc6.JPG

IMG_20161216_225417238.jpg.73a261742f0732192fe578c0b39ebc73.jpg

IMG_20161217_132210863.jpg.60e12e1847386f725fb923a8d0405e08.jpg

IMG_2709.JPG.455e40be4b60a335f6cdc45efcad37d8.JPG

IMG_2704.JPG.9e82483e9afeb215cad4f088949889a2.JPG

IMG_2802.JPG.b42b38913718de1e2720112d1c62d3b2.JPG

IMG_2716.JPG.2d0ba6f34e81dd2d8eb4f1eb9fa4f7fe.JPG

IMG_2798.JPG.32ed347254a05affb4e4bad2a1141e1a.JPG

IMG_20161217_194836891.jpg.07030a9a71da17ec444d36c1317d4d88.jpg

IMG_20161222_181932021.jpg.26706c8016f2cb520c078de94d7bb668.jpg

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trecho 5: Mendoza (ARG) x Viña Del Mar (CHI): 410km

 

598d9e0594c41_resultadoeleicoes.jpg.f57f66faf5e90aa14477a594ce69b121.jpg

 

Deixamos o Íbis em Mendoza em torno das oito da manhã e seguimos pela Ruta Nacional 7. Pelo caminho passamos por várias vinícolas e refinarias de combustível da YPF.

O relevo e o clima aos poucos começavam a mudar: montanhas gigantes começavam aparecer e ficava mais frio. Eu tinha programado para fazer duas paradas: Potrerillos e Aconcágua.

 

IMG_20170806_135123126.thumb.jpg.3fd6adee03e168a086db7ea838c59550.jpgIMG_2967.JPG[/attachment]

 

Mais uma vez o nosso GPS Garmin nos derrubou e nos mandou para dentro de Los Andes e San Felipe. Paramos em um supermercado Jumbo em Los Andes para almoçar. Comi arroz depois de uma semana. Na viagem foi a primeira vez. Por essa estrada que fomos, era pista simples e bem ruim, parecia até algumas rodovias brasileiras. Depois pegamos a Ruta 60 e tudo melhorou. Entramos em outra rodovia e chegamos até Viña, tudo duplicado. Tudo bonito. Podia circular até 120km/h. Conforme lia relatos aqui no mochileiros de que a policia carabinera do Chile era bem séria, mantinha essa velocidade. Ganharam mais ainda meu respeito quando a vi em um posto policial dois Dodge Charge carabineiro na ruta 60, coisa linda. COISA LINDA!

 

Bote.JPG.1b4c63cc8ce82addf01dde80496b3a06.JPGIMG_20161219_190439322.jpg[/attachment]

 

Tomamos um banho e fomos conhecer a cidade e a orla de Viña Del Mar. Cidade lindíssima. Turística e romântica. Andamos por mais ou menos dez quilometros em três horas. Como foi a cidade mais a oeste possível de nosso roteiro, escurecia as 21h00.

 

acampamento.jpg.27fe0d33f55e2f318d81f4fb1ed2e250.jpg

IMG_20161219_185215809.jpg.f4a3c2849118caf24a2637b282918069.jpg

IMG_20161218_195900821.jpg.cb44649e311f02b260a19d6aafdda981.jpg

IMG_20161219_190439322.jpg.f9baa570ac337c377194a756c436c4a8.jpg

IMG_20161218_103321892.jpg.7e5df1ebb4610aa95151d2fecd62a016.jpg

IMG_20161218_103149624.jpg.173e1aa50e1ca7eeb96bf374e8899137.jpg

IMG_20161218_204035646.jpg.ef677bd4816a4fa87cbf600220f31ccc.jpg

IMG_2888.JPG.0fbb1eaf0c57357f225c302d8b7c3368.JPG

IMG_2872.JPG.b38cc09c060520d5c98c57ecaa0cbd16.JPG

IMG_2967.JPG.96c78571edb3e7d4618a7916ce21d334.JPG

IMG_2970.JPG.70b6a42764cee69127deae8b3e249582.JPG

IMG_2917.JPG.a0035df2a144be971312368f23781eab.JPG

IMG_2945.JPG.693b5161e72a8e40eb609a3dca1cd1b1.JPG

IMG_2857.JPG.a84fcb4f3fed29fefa1ec9eb6e8c1b28.JPG

IMG_2833.JPG.6f46e749e4a755783dd171652a9a95f1.JPG

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Viña del Mar – Chile

 

Segunda-feira, 19 de dezembro.

 

Como já estávamos em uma maratona de acordar cedo em alguns dias, hoje, poderíamos acordar um pouco mais tarde, tipo sete da manhã. Nosso hotel dispunha de um maravilhoso café da manhã e pela primeira vez em nossa viagem vi todos as comidas do hotel escrito em espanhol, inglês e finalmente o português.

O dia não estava maravilhoso como a maioria das pessoas gostam, estava muito nublado e temperatura próxima dos 20º (adoro).

 

Saímos de carro e logo vi que era uma loucura só o transito de Viña del Mar. Pelo que percebi chileno gosta mais de acelerar dentro da cidade do que em suas belas e rápidas rodovias.

 

itinerario_trem.jpg.b0fb2972819bf56190f014d9fa7c0047.jpgIMG_3034.JPG[/attachment]

 

Bote.JPG.1b4c63cc8ce82addf01dde80496b3a06.JPG

 

Chegando no hotel La pelas 15 horas, nos trocaram de quarto, para aquele que inicialmente havíamos reservado com varanda. Aí, fomos a praia.

 

É impossível colocar os pés nas águas do pacifico (pelo menos naquela região), já que as águas de lá são geladíssimas. Ficamos na areia. Como somos professores de Educação Física, ficamos observando as inúmeras oportunidades que o município de Viña del mar oferecia aos banhistas com ginástica, beach soccer, vôlei de areia, slackline, pilates (sim, pilates instalados na areia).

 

Como tínhamos muitas bolachas, biscoitos, salgadinhos, água, sucos, cereais... não gastávamos com cafés da tarde. Acredito que economizamos uns trezentos reais em toda a viagem com isso, principalmente com água. ::otemo::

 

IMG_20170806_135123126.thumb.jpg.3fd6adee03e168a086db7ea838c59550.jpg

IMG_20161219_185325629.jpg.76e319d173ac0dfa5c727e14a634729a.jpg

IMG_3009.JPG.9cc00d181982ee31e078871f5ae76c99.JPG

IMG_3034.JPG.5d744c2818a10a66a89d184c6bd29ff4.JPG

IMG_3066.JPG.6308813bb85752bcbaa562088e93a785.JPG

IMG_3017.JPG.e1f03a6be06ca060363c50ccfee0ee69.JPG

IMG_3020.JPG.a632dca80f41f4532f3182958adfd3e7.JPG

IMG_3058.JPG.9c94170ed3f580dda05a6cb742c342e7.JPG

IMG_3095.JPG.0081cc4afcd459e19aaa577c923f4194.JPG

IMG_3088.JPG.b3072640b8d3fa53e2e40a92b52ea99f.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trecho 6: Viña del Mar x Santiago: 130km

 

S5030170.JPG.d78caa1cc59f8aefe7c41d9322139d7b.JPGIMG_3166.JPG[/attachment]

 

598d9e0584fba_LandRoverTaxi.jpg.25f6bb786b53a2037c1ca9ca048a04a1.jpgIMG_20161220_201756946.jpg[/attachment]

 

fer.jpg.52d6c96fbba4cfdd0658b7e91e770622.jpgQuarta-feira, 21 de dezembro.[/b]

 

Nosso café da manhã estava incluso nas diárias do Íbis Providencia, então, comemos bem pela manhã. Acordamos naquele horário das sete da manhã, pois pela manhã tínhamos dois objetivos: Palácio de La Moneda e Estádio Nacional. Um longe do outro.

 

598d9e054e324_StaCruzeSucre027_edited.jpg.6de67840b85a8e4a127bf23f8ca8ec4c.jpg

 

Como ficaríamos apenas dois dias em Santiago e adoramos a cidade, combinamos de um dia voltar a Santiago e explorar mais a cidade. Santiago é de todas as cidades que conheci nessa viagem a mais legal. Voltaremos no inverno de 2019 ou 2020. Então, ficamos ali pelo Parque Balmaceda para aproveitar o fim da tarde. Depois fomos comprar mais vinhos. No final da noite pedi uma pizza no Dominó’s Pizza. Uma rede que não é tão forte no Brasil, mas fora dele bem conhecida.

 

Gastos do dia:

 

83,00 – Alimentação

11,83 – Hospedagem

70,00 – Compras

40,00 – Metrô

 

itinerario_trem.jpg.b0fb2972819bf56190f014d9fa7c0047.jpg

IMG_3106.JPG.263538994196b65c9e7f930eefba0651.JPG

IMG_3112.JPG.df0e0f2aa847a89f57ed4a5d2e3aa006.JPG

IMG_3108.JPG.9f4d6f2d4a63effd639234dd53f01649.JPG

IMG_3166.JPG.0d888231e739d74956ededfc639ff811.JPG

IMG_3165.JPG.214d4d40d33b31d88449208e14c3b6cc.JPG

IMG_3133.JPG.3c53a9f8d347a32eea97f9d5f058f48d.JPG

IMG_3131.JPG.d26edf424547c70749045d9ab23f0f8a.JPG

IMG_20161220_210449639.jpg.4cc2797bb642105110a13de54c06ff96.jpg

IMG_20161220_201756946.jpg.fee64fd45fc9f8bb8555ff65772be8bc.jpg

IMG_20161220_201046271.jpg.a17616248699683db560e1276c118ec9.jpg

IMG_20161221_112251559.jpg.2f13c5fabe6397e303721aba1b16ab7d.jpg

IMG_20161221_115828315.jpg.27b4e449a66cdcc46ed6e64d8b9ad898.jpg

IMG_20161220_185434484.jpg.4dd7ca72e20181db171fa557f45058c6.jpg

IMG_3192.JPG.a3e6bb0fa5c4bcece29b30cf9fc8bb1d.JPG

IMG_3195.JPG.e736a62817d1120c6e3d57664def7da6.JPG

IMG_3238.JPG.96b1ccaa684574d185ea9d56f93dd112.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trecho 7: Santiago/CHI x Mendoza/ARG: 390 Km

 

598d9e057a231_Sudaneseport.jpg.832e297c5edbacc873e7b430f9e04eae.jpgIMG_20161222_143858406.jpg[/attachment]

 

598d9e0574720_Lacreparamochila.jpg.3a8a0cc1113851a7cc695bb820a6eac1.jpg

 

Queria chegar em Mendoza antes das 17h pois estava com medo das casas de câmbios fecharem. O que eu não esperava é que quase tudo em Mendoza também de a tal hora da ciesta, ou seja, das 14h as 17h tudo fechado. As casas de cambio abriram as 17h e fecham as 20h. portanto, podem ficar tranquilos.

 

Não tem tantas casas de cambio em Mendoza, mas tem algumas que da para pesquisar. Troquei o dinheiro em duas casas: 200 dólares na Cambio Santiago (estava pagando melhor no dólar) e 1150 reais na Cambio Express (1 real para 5,40 pesos). Também troquei nessa casa de cambio alguns pesos chilenos que sobraram.

 

itinerario_trem.jpg.b0fb2972819bf56190f014d9fa7c0047.jpg

IMG_3371.JPG.512c1847345bcc59a24172fe79bdb111.JPG

IMG_3339.JPG.53adabcf999c450a088fee1f0b5d50d1.JPG

IMG_3314.JPG.fa10f6b1507a93b8dbd8448d87dab052.JPG

IMG_3346.JPG.ccc9ff93b10b0082fe8fd855c5852221.JPG

IMG_3334.JPG.605b94af24a5194d4118abd5f2daf94c.JPG

IMG_20161222_165243972_HDR.jpg.4044762bee1dfe4a73f58b8e8a1a04f8.jpg

IMG_20161222_103823613.jpg.bb7066957ce51e71e450875968f81825.jpg

IMG_20161222_143858406.jpg.03b1f52d61b6fd37b69782381b5302cb.jpg

IMG_2857.JPG.ba7e4f6340911bdfe8c945a55c8af6d6.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trecho 8: Mendoza x Buenos Aires: 1050 Km

 

598d9e0594c41_resultadoeleicoes.jpg.f57f66faf5e90aa14477a594ce69b121.jpgDomingo, 25 de dezembro.[/b]

 

Este era o 15º dia de viagem e pela primeira vez na viagem pegamos chuva. Já estava comm saudades dela, mas não precisava ter vindo justo nesse dia, pois era Natal e domingo. Tudo fechado, com chuva então. Tudo poderia piorar. No entanto, resolvi pegar o carro e sair já que as avenidas e o trânsito de BA estavam parados. Foi muito fácil de guiar. Parecia cidades do interior. Primeira parada um posto para abastecer. Depois fomos em busca de um bom restaurante.

 

fer.jpg.52d6c96fbba4cfdd0658b7e91e770622.jpg

 

Gastos do dia:

 

Alimentação – 150,00

Combustível – 132,00

Pedágio – 2,00

Compras lembranças – 63,00

 

Segunda, 26 de dezembro.

 

Acordamos com o pensamento de ir a um show de tango nesse nosso último dia na capital Argentina. Fomos ao centro e já queria pegar alguns pesos uruguaios para no dia seguinte ter um pouco de dinheiro uruguaio para passar nos pedágios.

 

Um brasileiro nos parou e nos levou a uma agencia de turismo para poder observarmos os preços. Nos atenderam super bem e acertamos de ir no Madero Tango, com tudo incluso: traslado, ingresso do show e jantar.

 

Andamos no centro e visitamos algumas lojas. Também fomos a catedral metropolitana.

Fui a um Santander e fiz um saque para não precisar trocar reais pó pesos argentinos. Arrependimento tremendo. Peguei 300 pesos em mãos e em reais me saiu R$99,00 com todas as taxas. Cotação de 1/3. Péssima.

 

Na volta ao hotel, paramos em uma loja que vendia vinhos, azeitonas, queijos, azeites. Se não me engano o nome era Quetec, uma venda que seus produtos vinham de Mendoza.

 

Chegou a noite e fomos ao Madero Tango. Tudo excelente. Nunca esperava que um show de tango fosse dessa magnitude. Tantas coisas e um jantar espetacular com entrada, prato principal e sobremesa, além claro, de bebida a vontade.

 

Chegamos em casa próximo da uma da manhã de terça. Teríamos que acordar as seis para ir ao Uruguai.

 

Adoramos Beunos Aires, no entanto, a crise Argentina afetou principalmente a capital, já que vimos muitos, mas muitos moradores de rua em BA. Algo que não vimos em Mendoza, Rosário e Reconquista.

 

itinerario_trem.jpg.b0fb2972819bf56190f014d9fa7c0047.jpg

IMG_3395.JPG.bd5eb567928e66645aa35785330957a3.JPG

IMG_3398.JPG.c93bee84745e7962271ca79b9288537b.JPG

IMG_3399.JPG.ffe1e018c27ab5841398099059f1a73e.JPG

IMG_3418.JPG.d75909fda87a77d648b1e36a3e0369ca.JPG

IMG_3428.JPG.2cbc15c70daacfca2eecd537160066b2.JPG

IMG_20161224_153716375.jpg.dc6d52f239907e6cc6a15c4661f5545c.jpg

IMG_20161227_082303939.jpg.6f9373ebe0156d44f26b9f6abff13fb4.jpg

IMG_20161225_170548037_HDR.jpg.8f69032fe27bddf2803007d312e72ee1.jpg

IMG_20161225_123435466.jpg.ce5ee26c5721b47b45d49089ccef2314.jpg

IMG_20161224_100125536.jpg.8a04668d47ba5a274836f017db231041.jpg

IMG_20161226_102839982.jpg.8dff6da25f46c9cd756040049dc46a86.jpg

IMG_20161224_125253646.jpg.62dec34812a236f14f1732af729b4184.jpg

IMG_3515.JPG.7da9fc4eba2d37b0b59fce98b800d8db.JPG

IMG_3594.JPG.146d71521fdef8b02793dec0d66b1137.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×