Ir para conteúdo
Mochileiros.com
Giselle Moraes

Mochilão Europa - Janeiro 2018 (INVERNO)

Posts Recomendados

Olá pessoal,

 

Estou organizando meu primeiro mochilão pela Europa. Tenho lido sobre as dificuldades de viajar durante o inverno Europeu e estou quase desistindo. O problema é que eu só posso ir em janeiro, então Europa ficaria para uma outra oportunidade que não sei quando será. Tem muitos relatos de viagens, mas não estou achando no inverno (talvez eu não esteja procurando direito).

Vocês poderiam me indicar relatos de viagens pela Europa no inverno.?

Minhas férias iniciam 15/01/2018 e emendam no Carnaval. O que siginifaca que posso viajar no dia 12/01 e retornar em 13/02.

Qualquer dica é bem vinda.

 

Obrigada,

Giselle

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    28

Não é que seja ruim viajar a Europa no inverno, só fica ruim se você escolher as cidades erradas para visitar durante o inverno.

 

Por exemplo, praias da Grécia ou Croácia, campos floridos da Toscana, ou pequenas cidades e vilas pitorescas da Estrada Romântica ou Vale do Reno na Alemanha são furada no inverno, pois vai estar frio demais para você ir a praia e muitos locais estarão fechados nas cidades pequenas.

 

Mas em cidades grandes como Paris, Londres, Roma, Florença, Veneza, Amsterdam, Lisboa, Madri, Barcelona, Berlin, Munich, Praga e Budapeste, você sempre vai achar bastante coisa para fazer mesmo no inverno. A diferença é que no verão, você ficaria mais tempo na rua, praças e parques, no inverno vai estar frio e você vai passar a maior parte do tempo em algum local abrigado do clima, como por exemplo visitando museus, galerias de arte, igrejas, castelos e palácios, etc..

 

Como os dias são mais curtos, e eventualmente pode haver um ou 2 dias seguidos de chuva, você precisa alocar um pouco mais de tempo para cada cidade, para que 1 dia de chuva não estrague metade da viagem.

 

Mas se você viajar ciente destes fatos, e já se preparar adequadamente para o frio, programar passeios e cidades adequadas para o inverno, uma viagem a Europa no inverno também é excelente.

 

Relato Paris, Lodres e Amsterdam em dezembro: londres-amsterdam-paris-dezembro-t79218.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi. Vi em alguns blogs/sites que o ideal é visitar os países mais ao norte da Europa, e que ir a Praga e Moscou seria só para pagamento de penitência, pois a temperatura chega a muitos menos graus... São duas cidades que eu quero muito conhecer. O que você acha?

Tem algum país/cidade da Europa que vc tenha ido no inverno e não recomenda ir nessa época?

Vou ler o relato que você me indicou. Muito obrigada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    28

Definitivamente Moscou estaria fora de cogitação no inverno, eu fui em começo de Abril e já achei frio demais para aproveitar direito a cidade, e isto que eu sou acostumado com o frio.

 

Já estive em Londres, Paris, Amsterdam, Berlin, Praga, Viena, Munich, Roma, Lisboa e Barcelona no inverno, durante os meses de dezembro e janeiro.

 

Londres, Paris, Roma, Lisboa e Barcelona é frio, mas com um bom casaco, dá para visitar muita coisa legal mesmo no inverno, pois não chega a nevar e a temperatura dificilmente fica abaixo de 0ºC, não costuma ter aquelas temperaturas absurdas de -5ºC ou -10ºC e neve que sempre atrapalham.

 

Já Amsterdam, Berlin, Praga, Munich e Viena é questão de sorte, se tiver sorte, vai pegar temperaturas entre 0ºC de manhã cedo e 15ºC logo após o almoço, é frio mas com um bom casaco dá para aproveitar relativamente bem. Mas você também pode ter azar e pegar -10ºC e 50 cm de neve nas ruas, e ai não tem muito o que fazer...

 

Eu tive sorte em Praga, Munich e Viena, quando fui não estava muito frio, não chegou a ter temperaturas abaixo de zero e nem neve. Mas em Amsterdam eu tive azar, peguei um dia inteiro de nevasca e chuva, foi um dia horrível, quase morri molhado e congelado, no outro dia o tempo abriu efez um lindo dia de sol e ceu azul, mas a temperatura chegou a -10ºC, o que também não foi muito bom.

 

Por isto que é bom deixar um pouco mais de tempo em cada cidade como eu falei antes.

 

Eu tinha 3 dias alocados para Amsterdam, no primeiro dia não consegui fazer quase nada devido a chuva e neve, no segundo dia foi um pouco melhor, não estava chovendo, mas estava muito frio, somente no terceiro é que realmente consegui fazer e visitar tudo o que eu queria visitar na rua e ao ar livre.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adriano,

 

Obrigada. Vou fucar atenta as suas sugestões e comecar a montar meu roteiro. Vou deixar essas cidades mais frias pra uma próxima oportunidade. Nunca estive exposta nem ao frio do Sul do Brasil e tenho medo de não aguentar e acabar querendo desistir no meio da viagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
NeyZinho    0

Também estou planejando talvez passar umas 2 semanas em janeiro, pensei fazer isso que o Adriano falou, pegar umas 4 dessas cidades aí.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Pessoal,

 

Podem me ajudar de novo?

Pensei na seguinte sequencia de cidades. Poderiam me dizer o que acham? Da ordem, distribuição de dias para cada cidade. Se a passagem saindo do Rio estiver mais barata para Paris, pensei em ineverter a ordem. Isso é uma questão que está me deixando com muita dúvida, pois os dois aeroportos são caros e não consigo ver uma outra sequencia interessante na qual eu chegue e saia de aeroportos mais em conta.

Minhas férias começam no dia 15/01/18, se eu considerar a sexta como data de possível saída e volta 11 ou 12/02 (meio do carnaval) posso ter até 33 dias para a viagem.

Outra dúvida é o melhor deslocamento entre essas cidades.

 

Paris - 5

Londres – 5

Amsterdam - 4

Bruxelas - 2

Bruges - 1

Berlim - 3

Munique - 3

Praga - 5

 

Obrigada,

Giselle

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    28

Se possível, evite deixar Paris no começo ou final do seu roteiro, complica um pouco deslocamentos que são bem mais simples de serem feitos se Paris não for o começo ou final do seu roteiro.

 

Uma sequencia ideal seria:

 

Chegada por Londres

Londres > Paris de trem (http://www.eurostar.com)

Paris > Bruxelas de trem (http://www.thalys.com)

Bruxelas > Brugge > Bruxelas bate volta de trem comprando as passagens lá na hora.

Bruxelas > Amsterdam de trem (http://www.thalys.com)

Amsterdam > Berlin de trem (http://www.bahn.com)

Berlin > Praga de trem (http://www.bahn.com ou https://old.cd.cz/eshop/)

Praga > Munich de ônibus (http://www.flixbus.com ou http://www.bahn.com, não vá de trem neste trecho, demora mais pois o trem é parador e os ônibus diretos)

Munich > Brasil

 

Desta forma você não precisaria pegar nenhum voo lá na Europa, voos sempre são bem mais burocráticos e problemáticos no inverno europeu, sujeitos a constantes atrasos e cancelamentos devido ao mau tempo. Os aeroportos também ficam distantes do centro, tem um monte de restrição, tem que pagar a parte para despachar bagagem pois você vai estar viajando no inverno com mais roupa pesada, etc..

 

Quanto a distribuição de dias, na minha opinião tem tempo demais em Praga e muito pouco em Berlin e Munich. Eu pensaria seriamente em tirar 2 dias de Praga e passar para Munich ou Berlin. Se não quiser tirar 2 dias de Praga, eu pensaria em tirar só 1 dia então e tirar o outro dia de Bruxelas ou Amsterdam, pessoalmente eu tiraria de Bruxelas.

 

A cidade de Munich em si precisa de uns 2 ou 3 dias para você visitar as principais coisas, mas há excelentes bate-voltas de 1 dia para você fazer a partir de Munich como por exemplo para Neuschwanstein, Salzburg, Nürnberg, Garmisch-Partenkirchen, etc. E pessoalmente eu acho que ir a Munich e não ir a Neuschwanstein é quase um pecado, rs...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adriano, muito obrigada.

 

A forma de tirar férias ainda está meio incerta aqui no trabalho (estão implementando o ponto eletrônico) e talvez eu tenha que tirar 20 dias certinho se eu quiser deixar um saldo pra depois. Nesse caso eu terei que cortar Bruxelas.

3 dias para Praga não é pouco?

Precisa de visto para algum desses países?

Como você sugeriu a maioria dos deslocamentos de trem, não seria interessante eu comprar o Europass?

 

Obrigada mais uma vez!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Adriano,

Outra pergunta...

Estou aqui vendo e é possível ir de onibus de Paris para Amsterdam. A passagem em um site Flixbus fica entre 30 e 40 euros. E de trem pela Thalys fica em torno de 10 euros. Pensei de fazer esse trecho de onibus à noite. O que você acha?

Obrigada,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    28
Postado (editado)

Quanto tempo em cada local depende dos seus interesses em cada um destes locais, por exemplo, se pretende fazer bate-voltas a cidades próximas, e principalmente se você pretende acordar as 8:00 da manhã, tomar café da manhã e as 09:00 já estar na rua ou acordar as 13:00 de ressaca da balada na noite anterior...

 

Mas quando eu fui a Praga, visitei praticamente tudo o que eu tinha interesse em visitar nos 2 primeiros dias, usei a manhã e um pedaço da tarde do terceiro dia para comprar lembrancinhas e passar novamente em algumas locais que eu gostei para uma última foto, peguei o trem para Viena as 16:00 do terceiro dia.

 

Pessoalmente eu achei que foi suficiente, mas o ideal seria você ler alguns relatos e fazer algumas pesquisas a respeito do que fazer em Praga, e fazer uma listinha de coisas que teria interesse em visitar lá, desta forma você mesma pode chegar a conclusão de que realmente precisa dos 5 dias ou então chegar a conclusão de não vai precisar de mais que 2 dias...

 

Também leve em conta que em Janeiro costuma ser frio pra caramba, no verão você fica as vezes andando o dia inteiro na rua e parques, só curtindo a cidade, mas no inverno, depois de 30 minutos na rua você vai estar procurando algum local fechado para visitar.

 

Então muitos daqueles passeios que você nos relatos do pessoal não são muito viáveis, pois devido ao frio, vento congelante e eventualmente neve, depois de 30 minutos na rua, você vai estar desesperada para entrar em algum local quentinho, longe do frio e do vento, o que consequentemente reduz o leque de coisas que você pode ou vai conseguir fazer em cada cidade.

 

No inverno você acaba tendo que priorizar mais atrações em locais fechados e abrigados do clima em detrimento de passeios longos pelas ruas e parques.

 

Eu já acho o passe caro demais, e alem de pagar caro no passe, ele não vale na maioria dos trens que você vai ter que pegar. Mesmo tendo o passe, você tem que pagar taxas de reserva adicionais que variam de 5 a 90 Euros em cada um destes trens.

 

Pessoalmente eu acho que comprando as passagens avulsas antecipadamente, 90 a 120 dias antes assim que abrir para compra nas datas que você precisa, você consegue fazer todos estes deslocamentos de trem por menos de um terço do valor que gastaria num passe de trem válido em todos estes países e taxas de reserva adicionais obrigatórias.

 

Sobre fazer os deslocamentos a noite de ônibus, sente e pense com calma no seguinte cenário:

 

Você vai acordar cedo e ter um dia super agitado em Paris todos os dias, vai chegar a noite acabada, cansada e com dor em todo o corpo depois de ficar em pé o dia inteiro correndo de um lado para o outro o dia inteiro, mesmo dormindo numa cama confortável, no dia seguinte você ainda está dolorida e cansada.

 

Agora imagina que depois de tudo isto você vai ter que passar a noite inteira num assento de ônibus desconfortável, sem conseguir dormir direito. As chances de você chegar lá em Amsterdam imprestável, com sono, com dor de cabeça, mau humorada e fedida depois de 2 dias sem banho, são imensas, e isto pode acabar estragando o primeiro dia em Amsterdam, pois provavelmente vai dar 3:00 da tarde e você vai estar morta, e a única coisa que vai querer fazer é ir para o hostel dormir.

 

Se você acha que aguenta o ritmo, e que as noites mal dormidas no ônibus não vão lhe prejudicar, sem problema, dá para economizar alguns trocados. Pessoalmente eu acho que uma noite bem dormida e acordar descansado no dia seguinte para um dia cheio de atividades vale muito mais que uns 30 Euros...

 

Mas em fim, a viagem é sua, e você deve fazer aquilo que achar melhor para você e que caiba no seu orçamento.

Editado por Visitante

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    28

Complementando, não precisa de visto em nenhum destes países.

 

O visto será concedido no primeiro país onde você chegar ou fizer conexão, basta que você leve passaporte, comprovante de passagens de volta compradas e marcadas, reservas de hospedagem, seguro saúde e dinheiro suficiente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Complementando, não precisa de visto em nenhum destes países.

 

O visto será concedido no primeiro país onde você chegar ou fizer conexão, basta que você leve passaporte, comprovante de passagens de volta compradas e marcadas, reservas de hospedagem, seguro saúde e dinheiro suficiente.

Boa tarde Adriano! Puxando um gancho que tu falou sobre passagem, me tira uma duvida se possivel ::otemo:: Tenho um mochilao pra janeiro/2018, roteiro prontissimo, locais pra se hospedar, dinheiro suficiente tambem e irei passar 30 ou 31 dias por lá.

Minha grande duvida hoje é com relação a passagem aerea.

 

Sei que é imprescindível ter a passagem de volta porém será que posso compra-las desvinculadas (Comprar trecho de ida e de volta separados)?? Na migração tem algum problema com isso? Ou é NECESSÁRIO que se compre nas opções "Ida e volta" ou "Multi-city"?

 

Digo isso pq ja pesquiso desde fevereiro e a passagem desvinculada ta saindo mais em conta que "juntas".

Agradeço diante mão!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    28

Não tem problema nenhum em serem passagens desvinculadas, o que a imigração quer é que você prove que vai embora dentro do prazo, não importa como e com quem, desde que vá embora. Parece dramático, mas é assim mesmo, rss

 

Passagens desvinculadas geralmente são muto mais caras, mas se você achou um dos raros casos onde comprar desvinculado é mais barato, não tem problema, só vá preparado para o embarque ao sair do Brasil, a companhia aérea provavelmente vai lhe questionar o motivo de ter passagem só de ida, e você pode ter que apresentar os comprovantes da passagem de volta comprada por outra companhia para eles deixarem você embarcar.

 

As empresas aéreas fazem isto por que se você chegar lá e for barrado por causa de não ter passagem de volta, a imigração aplica uma multa na empresa aérea que lhe levou até lá e ainda faz eles lhe levarem de volta para o Brasil "de graça"...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eduardo2017    0

Gisa, também estarei fazendo um mochilão pela Europa nesse período. Algumas de suas dúvidas eram as mesmas que a minha.

 

Adriano, suas respostas ajudaram mais de uma pessoa! rs

 

Creio que o frio não será uma grande dificuldade nas cidades que vou visitar (meu itinerário é Roma - Veneza - Zurique - Paris - Bordeaux - Londres, tudo em 20 dias), mas, sim, tenho medo de uma nevasca interromper a viagem em alguns dias e alguma cidade não poder ser visitada e o passeio às demais prejudicados, até porque a maior parte das atividades que pretendo fazer são ao ar livre.

 

Em que meses normalmente é o auge dos períodos com neve nesses lugares?

 

Obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    28

Em Londres, Paris, Roma e Veneza dificilmente neva, e quando neva, é uma nevasca leve e curta, que não chega a atrapalhar muito. O maior risco nestas cidades nesta época do ano é você pegar 2 ou 3 dias seguidos de chuva e frio, e ficar andando na rua, ou atividades ao ar livre num dia com temperaturas de 5ºC e chovendo ou garoando é horrível, é muito pior do que quando está nevando, pois se estiver chovendo, você vai ficar todo molhado e congelado até os ossos.

 

Então é muito recomendável ter um plano B para estas cidades, com uma listinha de atividades e locais indoor para você visitar caso tenha azar de pegar alguns dias chuvosos.

 

O problema mesmo é Zurich, por ficar mais perto dos Alpes, costuma ser muito mais frio e nevar muito mais e tem muita pouca opção de coisas para se fazer em locais abrigados do clima. Não é todo ano que tem nevascas fortes em zurich, tem anos que é fraca, mas também tem anos que ela faz estrago, a pior época costuma ser final de janeiro e começo de Fevereiro:

 

Fotos e videos pós nevasca de janeiro de 2017 em Zurich:

http://leonka.ch/schnee-in-zuerich.html

http://www.tagesanzeiger.ch/panorama/vermischtes/wann-es-in-zuerich-zum-letzten-mal-schneit/story/29853371

http://www.watson.ch/Schweiz/UserInput/890840242-Das-Wetter-macht-gerade-auf-April-%E2%98%80%EF%B8%8F%E2%9B%85%EF%B8%8F%E2%9D%84%EF%B8%8F%F0%9F%92%A8-und-f%C3%BChrt-zu-Verkehrsproblemen-rund-um-Z%C3%BCrich-

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá Pessoal,

 

Podem me ajudar de novo?

Pensei na seguinte sequencia de cidades. Poderiam me dizer o que acham? Da ordem, distribuição de dias para cada cidade. Se a passagem saindo do Rio estiver mais barata para Paris, pensei em ineverter a ordem. Isso é uma questão que está me deixando com muita dúvida, pois os dois aeroportos são caros e não consigo ver uma outra sequencia interessante na qual eu chegue e saia de aeroportos mais em conta.

Minhas férias começam no dia 15/01/18, se eu considerar a sexta como data de possível saída e volta 11 ou 12/02 (meio do carnaval) posso ter até 33 dias para a viagem.

Outra dúvida é o melhor deslocamento entre essas cidades.

 

Paris - 5

Londres – 5

Amsterdam - 4

Bruxelas - 2

Bruges - 1

Berlim - 3

Munique - 3

Praga - 5

 

Obrigada,

Giselle

Olá Gisele, gostaria de colaborar com você nesta sua viagem e se permitir algumas dicas legais:

Ao meu ver 5 dias são suficientes para apenas Paris, sem nenhum bate e volta, por exemplo em Versalhes que praticamente você consome um dia, ou mesmo na Disney que serve de paraíso para todas as idades, no meu caso inclui um bate e volta a Reims terras das melhores champanhes do planeta.

Não resta a menor duvida que a viagem mais prazerosa para fazer e Paris a Londres seria de trem rápido, mas não neste momento , talvez no retorno de outras visitas.

Acho interessante depois de Paris seguir para Bruxelas e curtir esta bela cidade da Europa, depois continuar no trem para Amsterdam que são suficientes três dias, com a dica de ficar quem sabe em uma hospedagem tipo Barco, veja a diferença de preço, por vezes encontra se belas promoções.

de Amsterdam seria interessante seguir para Berlim e depois para Praga que não são necessários 5 dias, apenas 3 você já visita tudo de interessante, porém aqui é que o Frio deve falar mais alto já que as temperaturas neste período costumam a estar em torno de 5 graus negativos para pior.

Um bom conjunto de primeira pele, segunda pele e terceira pele são suficientes para manter seu corpo aquecido, será seu melhor investimento na viagem. sugiro que passe pelo Outlet de Paris para uma reforçada no seu guarda roupa de frio.

De Praga você pode voltar para a Alemanha e visitar Munique e retornar para Paris.

em Paris, ai agende sua viagem para londrês no esquema bate fica três ou quatro dias e volta.

viagem para uma pessoa é trem com planejamento fica show.

Algumas cidades que poderiam interessar se estivesse aberta a novas visitas.

de Amsterdam um bate e volta a Colonia seria interessante e rápido, em Munique você esta relativamente próxima de Zurique na suíça que você não incluiu e seria show . Outra cidade muito interessante neste período é Salzburgo, porém também é frio com força.

boa sorte e se precisar de alguma dica a mais olhe meus posts de viagem para Europa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá gente, bom dia.

 

Eu aqui de novo...

Obrigada Adriano e Carlos pelas informações. Mas gostaria de saber se vocês podem dar uma olhada e me dizer se estou no caminho certo.

Dei uma boa cortada no meu roteiro por motivos $$$ e também porque não terei todos os dias que achei que teria de férias. Coloquei mais dois dias em Paris para um bate volta que ainda não defini onde (já que cortei um monte de coisas vou ficar uns dois dias mais em Paris, até pensei em aumentar um em Londres, mas ainda não tenho certeza se é necessário)

Estou considerando 50 euros/libras por pessoa por dia de alimentação/tranasporte de acordo com o que vi num outro post aqui no Mochileiros (Adriano, se não me engano foi uma resposta sua). O que eu não sei é quanto prever de gasto nesses dias de deslocamento... o mesmo valor? é um dia que se gasta menos ou mais?

Os deslocamentos londres x paris e paris x amsterdan olhei no Rome to Rio. A passagem e onibus é muuuiiito mais em conta, mas quero fazer ao menos uma de trem (ter a experiência).

E hospedagem já olhei, vi umas dicas aqui, mas francamente, estou de cabelo em pé só com o que coloquei na planilha até agora. Somos dois, então tudo é dobrado... Não estou considerando lembranças, compras, mais nada... Qualquer dica que vocês tenham para economizar, será bem vinda.

 

Quais hospedagens vocês recomendam nessas cidades? Vi algumas indicaçoes de albergues, mas muitos em dormitório. Como vou com meu marido queria um quarto duplo com banheiro privativo... o banheiro é até negociável dependendo do valor... rs.

 

Mais uma vez obrigada pela disponibilidade e paciência.

 

 

roteiro.PNG.6d449f41f3d284f85beb4152d4e61363.PNG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora




×