Ir para conteúdo

Botas GUAICURUS


Posts Recomendados

  • Respostas 103
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Saudações mochileiros!

Desde que a amiga Pat criou este Tópico venho acompanhando com bastante interesse, pois veio num momento em que eu precisava muito aposentar de vez meu coturno e comprar uma boa bota para trilhas.

Gostei muito das referências da bota incluindo-se aí o fato de ser fabricada artesanalmente e por uma empresa nacional. E claro! O preço também.

Durante dois meses procurei muito por uma loja em São Paulo que vendesse a Ponta de Flexa mas até mesmo as grandes lojas de produtos esportivos e Camping não conheciam ainda a marca Guaicurus.

Depois de alguns e-mails e telefonemas encontrei somente em lojas de outros estados.

Estava quase pedindo a um amigo de trabalho que está no Rio que me trouxesse um par quando volto a ler o tópico e vejo as mensagens do Issao e da "Princesa da Lua" [email protected]

Sábado estive na loja Cia da Aventura do Shopping Moto e Aventura e encontrei a Ponta de Flexa saindo R$ 214,00 em três vezes e a vista eles fazem em R$ 200,00.

Em seguida fui até a Mundo Terra em Higienópolis só que infelizmente eles não dispõem do modelo Ponta de Flexa ainda, somente a Neblina, alguns tênis e sapatilhas.

Estive conversando com a vendedora Viviane (muito gata) e ela me disse que tem tido uma boa saída os calçados da Guaicurus e a galera está cobrando muito a Ponta de Flexa e que até o final do ano eles estariam adquirindo um lote dela.

Seguindo pela mesma calçada logo à frente e virando a direita na Rua Dr. Vila Nova entrei na Half Dome e fui atendido pelo Francisco que sempre trata a gente muito bem só que infelizmente também a Half Dome não trabalha "ainda" com a marca Guaicurus.

A Casa do Montanhista da Alameda Campinas também já está vendendo a Ponta de Flexa, encontrei-a por R$240,00.

Então voltei lá na Cia da Aventura para experimentar minha nova bota e também passar um bom tempo conversando com o Gustavo e o Marcelo sobre algumas TRIPS e descobri que os caras já passaram por muitas aventuras em alguns lugares pelos quais eu também já passei.

http://www.ciadaaventura.com.br/

 

Aproveitando que domingo 17/10/04 teve mais uma prova do Rally a Pé era uma excelente oportunidade de submeter a Ponta de Flexa a um bom teste.

Bom... São Paulo amanheceu debaixo de chuva e lá se foi minha equipe, eu e a Ponta de Flexa pro meio do mato. No meio da prova a rota passava por um pântano no qual tivemos que atravessar.

Foi tranqüilo, a calça que uso é daquelas sintéticas 100% Poliéster com um elástico na barra que você puxa e trava com uma presilha plástica para fechar a boca. Assim fechei abaixo do ponto em que começa a língua da bota para evitar que a lama entrasse pelo cano.

Após sair do atoleiro seguimos cortando alguns córregos por pedras com muito limo e a aderência do solado Vibram monster sobre pedras lisas é boa mesmo.

Ao chegarmos em um ponto em que tínhamos que descansar por 15 minutos aproveitei para tirar a lama da bota e fazer o famoso teste dos 5 minutos e tenho a satisfação de dizer à vocês que minha bota não passou pelo teste dos 5 minutos.

Satisfação porque fiquei com os pés mergulhados num córrego por 10 minutos e sai de lá com a bota limpa por fora e com minhas meias brancas de algodão sequinhas por dentro.

É claro que todo sistema de impermeabilização tem o seu limite relativo ao material no qual é aplicado e sei que a hidrofugação da minha bota não vai durar para sempre, mas ao menos por enquanto eu estou muito satisfeito com o resultado de domingo.

Portanto apesar das infelizes experiências de alguns mochileiros com a Ponta de Flexa ainda assim eu a recomendo.

 

Desejo a vocês: boas trilhas, que suas botas os levem com conforto e segurança até onde seus sonhos alcançarem e...

Um forte abraço à todos.

brasil14.gif

 

http://groups.msn.com/EquiPinga

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Oi Sadman!

Eu tb participo de provas de rally a pé. Minha bota tb passou por atoleiros e por 4 rios e minha meia ficou intacta. Por isso fiz a referência sobre esta bota. Vou entrar em contato com o representante daquí do Rio(se eu ainda tiver o tel dele) e falar sobre estas reclamações.

Tenho inclusive fotos na internet da competição e uma delas aparece eu dentro de um rio lavando a bota depois de ter saido do atoleiro. E afirmo que não entrou uma gota sequer. Tenho outras fotos dentro de rios com a bota tb. Aliás,adoro entrar dentro do rio com a bota,rs, é uma sensação gostosa, não?

Bjs Pat

Link para o comentário
  • 2 semanas depois...

aew galera, finalmente consigui falar com o pessoal da fabrik, infelizmente eles adotaram a politica de naum venderem direto ao consumidor.....devido ao comercio aki da cidade, q seria prejudicado......até mesmo os funcionarios estaum tendo restrições.....desculpem a demora....realmente eh 1 pena.....+ fazer o q neh!!!

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Olá amigos.

Realmente Pat é uma sensação muito boa. Satisfação maior é quando acidentalmente você pisa em uma poça ou escorrega caindo dentro de um córrego, instintivamente você olha para baixo para ver o estrago e quando se dá conta que seus pés estão secos dentro da bota é o máximo.

Mas não podemos esquecer que o couro também é um material biodegradável e como tal é delicado e requer os devidos cuidados para sua integridade e maior conservação ainda mais sendo num calçado que sofrerá as ações das forças de torções e atritos.

Deixo algumas dicas simples para vocês darem uma maior longevidade aos calçados de vocês:

Nunca lavem seus calçados com água quente.

Não utilizem sabão em pó, líquidos, detergentes ou amaciantes de roupas. Apenas lavem com sabão em pedra neutro ou de coco.

Um velho sapateiro me ensinou uma vez que a pior coisa que eu poderia fazer a um sapato seria lavá-lo (encharcando-o com água). Que um sapato "de couro natural" não se lava, limpa-se com um pano úmido, escova-se, depois se aplica o polimento adequado.

Mas com algumas botas em determinadas situações apenas um pano úmido não é satisfatório nem adequado. Portanto evitem deixar seus calçados (principalmente os de couro "de molho") durante muito tempo.

Sempre deixem secar bem depois de lavarem.

O uso daqueles produtos que citei acima para lavarem seus calçados (sabão em pó, amaciantes...) deixam resíduos químicos impregnados no couro que farão com que este resseque provocando rachaduras, pois além de precisarem "respirar" o couro também necessita de uma certa umidade para ser maleável.

E mesmo minha Ponta de Flexa sendo uma bota para pegar muito pó e lama eu sempre reforçarei sua hidrofugação com uma leve camada de graxa em pasta e uma boa escovada.

Na primeira engraxada eu apliquei primeiro graxa líquida (incolor) que penetra bem no couro. É bem simples e rápida de aplicar.

Depois de bem seca apliquei a em pasta na tonalidade marrom que mais me agradou.

Se alguém deseja ter uma Ponta de Flexa preta ou até vermelha esta também é a maneira mais simples e segura.

Um forte abraço à todos e boas aventuras.

 

************************************************

"Lá fora,

Todos os corações procuram a sua órbita

Novas propostas pro mundo

Novos encaixes pras coisas

Que ainda não estão no lugar

Atento às diversidades

Em busca da chacrete espacial

É preciso provar das loucuras

Ativar novas possibilidades

De volta ao planeta dos macacos

Nana Banana Nanananana Banana

Nana Banana Nanananana Banana..."

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Oi galera!

Eu fiquei impressionada com os problemas da hidrofurgação da bota...como pode, não é?

Fora isso, eu gostaria de dizer que não tenho muitos cuidados com minha bota. O máximo que faço é dar uma boa sacudida com ela nos rios para limpar o excesso de lama. Em casa lavo a lateral do solado pra dar melhor impressão. E só! Não sabia que tinha que engraxar etc... Uso desde Março a coitada e o máximo de limpesa dela foi isso. Ah! Bem, já tirei a sola interna dela para lavar tb.

Bjs Pat

Link para o comentário
  • Membros

Para o pessoal de BH id="red">

 

Os endereços aonde se encontram as botas guaicurus:

 

Nossos parceiros em Belo Horizonte sao:

 

Guaratur - (31) 3322-9685

Trilhas de Minas - (31) 3225-0385

Power suplementos - (31) 3443-6651

Adrena -(31) 3285-4494

Black Boots - (31) 3281-8845

Pantanal (31) 3384-7168

Serra Comercio (31) 3272-7359

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...