Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

heka

Dicas do Butão

Posts Recomendados

O Butão é um país no alto das cordilheiras do Himalaya. É uma monarquia parlamentar e faz fronteira com a Índia e com o Tibet, de maioria budista. Tem as fronteiras por terra abertas para estrangeiros pela Índia, pela cidade de Jaigon.

Até 1907, era um país formado por pequenos feudos, até que foi escolhido um único rei que unificou o país. A monarquia completou 100 anos em 2007, quando foi bastante comemorado. Anteriormente estavam sempre em constante conflitos com o Tibete e com a Índia. Atualmente tem acordos assinados com a Índia, seu principal aliado. A China tem tentado se apossar de terras nas fronteiras, através de construção de estradas e tem gerado grandes tensões.

No período que estive ali, percebi que havia uma presença grande do exercito indiano no Butão, pois no acordo existente, eles dariam suporte militar ao país. Imagino que em uma guerra com a China, o Butão não teria chances.

 

É um país muito bonito, que tem uma grande diferença com seus vizinhos Nepal e Tibete. Lá as cidades são pequenas, organizadas e limpas. As crianças tem educação ambiental nas escolas e a conservação do meio ambiente é tema constante. Não vi pedintes, mendigos, crianças de rua, etc. O máximo que vi, foram pessoas mais humildes, mas que eram agricultores e estavam na cidade vendendo seus produtos nas feiras. São pessoas muito educadas e ainda vestem-se com suas roupas tradicionais.

As paisagens são de tirar o fôlego e não existe aquela horda de turistas, que você encontra no Nepal e Tibete. Se você vai a algum lugar é quase praticamente só você e o guia.

 

Algumas informações básicas:

- O turista precisa pagar uma taxa de USD 200 a 240 por dia. Parece caro a primeira vista, mas o valor inclui hospedagem, todas as refeições, os tours, guia, carro para locomoção e um motorista. Não se paga mais nada, com exceção da gorjeta para o motorista e guia. Se for fazer trekking, hiking, o valor é o mesmo. Inclui os carregadores, cavalos, suprimentos.

- Todos precisam de visto e o numero de turistas é controlado. O visto custava cerca de 20 USD quando eu fui e precisa ser feito com uma agencia de turismo local ou algum representante em outro país, junto com o pacote. No Brasil algumas agencias fazem pacotes. Eu fechei direto com uma agencia do Butão ( Snow white trek and tour), pra economizar um pouco no valor e fiz a transferência de dinheiro. Tudo rápido e sem problema. A agencia manda uma copia do visto em PDF, que vc deve imprimir para levar na hora da imigração. Recomendo bastante o serviços deles, rápido e prestativo.

-A melhor época para ir é a partir da primavera até o outono, que vai de Março a Outubro. Fora isto é muito frio.

- Para chegar lá, existem 2 maneiras: por terra ou ar. Se for de avião, somente a Druk Air faz vôos para Paro,no Butão. E eles só emitem a passagem com o visto.Ou seja, a agencia que vc fechou o pacote faz isso por você. Os vôos podem sair de Delhi, com parada em Kathmandu, no Nepal. Ou de Bangkok, acho que com parada em Calcutá.

A vantagem do vôo é que vc sobrevoa a cordilheira do Himalaya e tem a chance de ver o Everest de cima. Mas tem que sentar na janela. O avião é pequeno e se for no corredor não dá pra ver nada.

A segunda opção é ir por terra, pela Índia atravessando a fronteira em Jaigon para Phuntsholing, do lado butanês. Porém não dá pra simplesmente ir passando. Vc tem que esperar alguém da agencia vir te pegar e ir junto com você. Não há turismo independente no Butão. Os únicos que podem fazer isto são os indianos que tem livre acesso e vice versa.

 

Eu fiz os 2 caminhos. Eu cheguei pela Índia, pois eu tinha primeiro viajado do Brasil para Delhi e depois Darjeeling. De Darjeeling até Jaigon são cerca de 6 horas de carro (aluguei um taxi) e me custou 25 USD. Tive que passar uma noite em Jaigon, no “melhor” hotel local, o único 3 estrelas, mas que foi um dos piores que já vi na vida (não tenho problemas nem frescuras, desde que seja limpo) além de ter que pagar 40 dólares a noite. O restaurante era bom, a única coisa que recomendo. Mas não tem muita opção de hotéis ali. A maioria dos turistas pernoita aqui. A cidade de Jaigon não tem nada, mas muita gente. Cuidado com batedores de carteira. Os butaneses, mais inocentes, são constantemente furtados.

 

Na manha seguinte, fui com meu guia para a imigração do lado indiano primeiro e depois para o lado butanês. O guia faz tudo, vc só espera.

Meu roteiro foi de 4 noites 5 dias. Entrei por terra passando pela cidade de Phuntsholing, bem simples, fronteira com a Índia. De La seguimos de carro, subindo as montanhas até Thimphu a capital. A paisagem é lindíssima. Ao redor de Thimphu visitei monastérios e fortes e a minha viagem final foi até Paro, onde ficava o aeroporto. O lugar mais impressionante que visitei foi o templo “Tiger nest” ou ninho do tigre, um monastério incrustando em uma montanha que parece que vai cair. Quem gosta de caminhadas é um lugar com muitas opções. De Paro peguei o vôo até Kathmandu.

 

Os serviços são básicos. Os hotéis são simples, mas todos moldados para o turista estrangeiro ( banheiro ocidental) e limpos. A comida muito boa e farta. O guia muito atencioso e prestativo. Existem hotéis luxuosos, que estavam sendo construídos quando fui, para as comemorações, mas me parece que fica mais caro ficar neles.

É um lugar que ainda mantém as tradições (a qualidade do artesanato local é melhor do que o do Nepal ou Tibete, mas muito mais caro) as pessoas ainda estranham ver ocidentais. Principalmente nas áreas rurais. Quase não há estradas asfaltadas.

Mas eu recomendo o Butão a quem tiver condições de ir. Foi um dos países que me marcaram muito, pela religiosidade, simplicidade, simpatia das pessoas e belezas naturais e arquitetônicas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Heka ....

td joia ...

 

aqi ja tem 4 meses que eu i mais 2 primos estamos programando de fazer uma viagem para o Tibete, Butão e Nepal...Você falou que para economizar na viagem tu fechou com uma uma agencia do pais (Butão). Gostaria que saber o nome da agencia de turismo e se você tiver o site iria ser melhor ainda ...

 

desde de ja agradeço pele atenção!!!!

 

abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Recomendo vc entrar em contato com a Snow White Trek and Tours. No google vc acha fácil o link.

Fale com a Kencho, a diretora da agencia, quem foi que me atendeu. Muito atenciosa e prestativa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nos mantenha informados! E tenha uma ótima viagem, com certeza voce irá gostar muito, é uma experiência única.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

BUTAO: A minha dica para ir ao Butao eh entrar em contato com o guia Tandin, o email dele eh [email protected]

 

Ele foi meu guia e foi espetacular, sabia tudo e tivemos grande conversa sobre tudo.

Entrando em contato ele vai indicar a melhor agencia para ir. Para ver os programas entre em http://www.bhutanyodsel.com.bt que foi a agencia que eu fui.

O valor eh 180 dolares por dia, mas inclui tudo menos bebidas a parte (inclui cafe, cha e agua a vontade). O servico eh otimo, motorista, guia, ficam hospedados o tempo todo contigo, hoteis excelentes (paro por exemplo foi o http://www.tigernest.bt/ ).

 

 

Segue a foto tradicional de quem vai para Butao.

 

20100805125458.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Rafael,

Legal sua dica. Vc foi com um grupo de mais de 2 pessoas? O valor que vc pagou foi bem inferior ao meu. Eu sei que quanto maior o grupo o valor da diária a ser paga fica menor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nao, fui sozinho mesmo. O valor divulgado era de 140 dolares para os meses de junho a agosto devido as moncoes de verao (baixa temporada). Como fui sozinho paguei 40 dolares de taxa extra, saindo 180.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma dúvida: para se viajar ao Butão, além do visto butanês, precisa também tirar o visto para a Índia? Eu dei uma checada no site da Druk Air e vi que eles têm voos de Bangkok para Paro, porém com parada em cidades indianas (como Calcutá). Pergunto isso porque eu vi que a Tailândia não exige visto para os brasileiros, mas a Índia exige.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ola,

Sim, vc precisa do visto indiano, a nao ser q vc pegue o voo da druk air de Bangkok, ai nao precisa do visto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...