Ir para conteúdo

Botas BOREAL


Posts Recomendados

  • Colaboradores

Bem, minha experiência é com o modelo Bulnes. Até o momento fiz apenas uma trilha realmente Pesada (canyonlands) e devo ter rodados uns 150 a 200 km apenas. Bem após a destruição da Timberland Cadion Gtx Xcr (http://www.mochileiros.com/botas-timberland-t15055-135.html#p520891) ao termino do Grande Paine decidi comprar uma nova bota em Buenos Aires antes de retornar ao Brasil independente de reclamar junto a Timberland. Procurei uma solo e fui comprar uma bota ASOLO (Já tinha descartado a Salomon por problemas com tênis 2 vezes) procurei a loja mais perto de onde eu estava... Para a surpresa era uma loja com boa variedade e um enfoque para montanhismo mesmo (Não vendia Timberland pq não era material técnico, segundo o vendedor...hahahaha) daquelas que tem vendedor aposentado do esporte e sem talento para venda pq fala a verdade demais.

 

Bem mas chega de enrolar, cheguei na loja pedi 2 ASOLO para mim e minha esposa... nos tamanhos só tinham 1 ou 2 modelos...vimos o que agradava cada um testei nos degrau andei um pouco e como típico homem peguei a minha pus no caixa e fui olhar a loja... minutos depois volto e ela ainda olha a bota no espelho anda e anda... E diz algo como meio colorida né? ... Ai o vendedor apareceu com uma Bulnes, chamou atenção mas queria uma ASOLO. Segurando a bota dela comecei a notar alguns detalhes e conversando com o vendedor me mostrou outros:

 

- O Peso chamou atenção, me fez procurar defeitos...mas não achei...

- Bota em Couro (Gosto disso) sem praticamente emenda ou costuras, o que é bom para evitar danos e machucar o Pé;

- Me chamou atenção o tamanho Solado (Peça única) e da forma que é colado, bastante área de superposição com o couro e com aspecto robusto;

- Ilhois, ganchos e passadores muito reforçados;

- Encaixeis para Crampons no tornozelo e biqueira, o que permitiria até uso de Cranpon Técnicos. A estrutura me pareceu coerente, quando lembrei da Cadion entendi o que tinha danificado a bota;

- Linqueta que permite uma selagem para liquido adequada

- Depois notei as estruturas de proteção da biqueira e calcanhar, que além de estabilizar, protege ainda garante integridade da membrana;

- Um bota 3-4 estações e que não aquecia tanto, mesmo quando deste com meias de algodão normais (Para que carregar de volta para Hotel, se eu podia andar???);

- Bota se adaptou fácil ao meu pé, a amarração e lingüeta (Meu pé é meio alto, e geralmente fica apertado nessa área) são confortáveis;

- É uma bota Semi-rígida, mas com conforto. solado com proteção"torcional" e amortecimento de impacto. Para passo em terrenos mais planos ou que precisa de mobilidade ou menos acidentado, vc consegue maior flexibilidade com amarração correta. Um teste interessante foi o pisar na bolinha de tênis apoiando as mão na parede (Na verdade é de borracha rígida), pisando com um tênis (Para equilibrar ou pisa com o meio e o pé abraça a bola ou flexiona a planta ou calcanhar, o que vc não aguentara muito tempo), já com a bota praticamente onde vc pisa fica estável sem flexões do pé do pé. Isso constatei depois em piso de pedra irregular, principalmente com peso (Nessa trilha tinha de levar integralmente a água para até 3 dias e viajei com um peso muito grande);

- Faltava ainda 2 itens a membrana e a sola:

- a membrana não era Gore-Tex, e sim a Sympatex que eu não conhecia. Essa membrana era usa num sistema chamado Dry-line da Boreal que garantiria que há fluxo dos vapores de água da parte interna fluírem na vertical, aumentando a área de troca o que segundo eles não ocorrem nas demais. Resolvi arriscar e fiquei satisfeito mesmo para que tem problemas de suar muito como eu. Se é melhor que o Gore-tex, não tenho como afirmar conclusivamente a unica bota que tive com Gore-tex foi a Cadion da Timberland;

- Quanto ao solado era FDS-3, analisando o catalogo da Boreal notei que eles só utilizam o Vibram em poucas botas e não são as mais técnicas. Na compra confiei na marca (Boreal para quem conhece é uma das 3 melhores marcas de Sapatilhas para escalada) e no vendedor e venci o preconceito de não ser Vibram. Resultado não me arrependi, achei melhor que o Vibram e com aderência incontestável (Na loja devia ter um Pedra de verdade não uma imitação) e achei que escorrega menos que os típicos problemas do Vibram (Já tive pelo menos 4 calçados com Vibram)... ao menos para que usei...ainda não sai para passear no calçadão de Copacabana durante a chuva chuva para passear...hahahahaha.

 

Recomendo fortemente o Site da Boreal que tem muitas dicas técnicas e de uso para as botas. A certas dificuldades para compreender no começo pois usa muitas tecnologias próprias com base em produtos típicos ou não. A escolha de um modelo pelo Site é complicado também pois tem muitas opções!!!

 

 

Foto Close da Bota:

 

20101109121347.jpg

 

Bota no Pé (Primeira Arches e a Segunda No The Druid Arch):

 

20101109121702.JPG

 

20101109122016.JPG

bulnes.pdf

Link para o comentário
  • 7 meses depois...
  • Membros

Eduardo, quando você pagou na tua Bulnes na época?

Estou pesquisando e, mesmo nos EUA, estou achando um bocado caro essas botas da Boreal (cerca de 270 dólares).

Eu não conhecia a marca, e mesmo nunca tendo problemas com a minha Timberland, prefiro seguir a indicação do pessoal do fórum. Se tiver outras marcas e modelos para aconselhar, agradeço. Farei o Torres del Paine completo (circuito O), além do Big Ice trekking (Calafate). Portanto, acho que uma bota mais técnica e adaptada para uso de grampos seja essencial.

 

Um abrazo!

Link para o comentário
  • 4 meses depois...
  • Colaboradores
Eduardo, quando você pagou na tua Bulnes na época?

Estou pesquisando e, mesmo nos EUA, estou achando um bocado caro essas botas da Boreal (cerca de 270 dólares).

Eu não conhecia a marca, e mesmo nunca tendo problemas com a minha Timberland, prefiro seguir a indicação do pessoal do fórum. Se tiver outras marcas e modelos para aconselhar, agradeço. Farei o Torres del Paine completo (circuito O), além do Big Ice trekking (Calafate). Portanto, acho que uma bota mais técnica e adaptada para uso de grampos seja essencial.

 

Um abrazo!

 

Desculpa a demora na resposta...fazia tempo que não entrava no site! Comprei a minha em Buenos Aires, no retorno do Torres del Paine (A minha Timberland e da minha esposa terminaram destruída...tenho até um post com a descrição e analise do problema)...O preço foi 990,00 pesos (08-04-09) na loja Camping Center na Rua Esmeralda, 945 (pertinho da Calle Florida em Buenos Aires). Hoje custaria menos de 400,00 reais, na época se não me engano seria cerca de 580,00 reias. Apesar do preço, valeu cada centavo!!!

Link para o comentário
  • 2 anos depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...