Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Ensaios e troca de informações sobre cultura viajante e suas vertentes.


Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Sandman » 28 Jun 2011, 19:10

No 1º Encontro de Inverno do Mochileiros.com (que foi muito bom por sinal), estive conversando com a Cris Negrabela sobre o orçamento de viagem, e ela comentou que teve usuários postando no tópico “Para onde ir com até 100 reais” que com 100 reais não era possível nem sair da cidade dele.
Como a maior parte das minhas mochiladas foi durante o período de faculdade (ou seja, liso de tudo) e eu tive viajar com pouca grana ou fazendo viagens “auto-sustentáreis”, fiquei impressionado com a falta de coragem e criatividade alheia e me propus a criar um tópico sobre maneiras de viajar pelo mundo sem grana.

Desnecessário dizer que a intenção aqui é propor discussão sobre modos totalmente lícitos de se viajar e que vão preservar sua integridade física. Não é minha intenção que se debatam nesse tópico modos de cruzar fronteiras de forma ilegal, andar em trens sem pagar, burlar impostos ou coisa que o valha.

AVISO:
A maioria dos sites e métodos apontados aqui eu conheci de outros viajantes ou por pesquisa. Eu não tenho experiência pessoal com a maioria, então se houver dúvidas por favor poste a dúvida aqui para que outros viajantes a respondam ao invés de me enviar MP.

O QUE É NECESSÁRIO:
- Dinheiro para um investimento inicial (em equipamentos, visto, passagens aéreas, seguro-saúde etc) e para emergências. Além disso irá precisar de grana para mostrar ao cruzar fronteiras. A idéia é que você consiga essa grana de volta depois ou pelo menos não gaste muito mais do que isso.
- Muita coragem e cabeça aberta
- O desapego a qualquer idéia errônea sobre viagens. Um bom tópico que discute viagens assim é esse.
- Não é necessário, mas é BOM que se saiba outras línguas, pelo menos o inglês
- Muita pesquisa, e de preferência experiência viajando fora da sua zona de conforto. Um bom lugar para se começar é na seção de Guia de Mochileiros de 1ª Viagem
-Tempo, MUITO tempo. Viajar querendo gastar quase nada em uma janela muito curta de tempo (e viajando entre cidades muito frequentemente) é quase impossível.

Eu tentarei discutir abaixo duas formas de se viajar com quase nada de grana. Uma é como economizar e a outra é como conseguir dinheiro durante ou após a viagem.
Editado pela última vez por Sandman em 15 Jul 2011, 15:52, em um total de 1 vez.
Yuri Scaramussa

"'Everything changes, but nothing is truly lost.'"

Se vc está traçando a 1ª rota leia essas dicas
Relato: 40 dias no Norte da Índia, Montevideo/Colônia
Guia: Como viajar pelo mundo sem dinheiro
Avatar do usuário
Sandman
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1123
Desde: 01 Fev 2006, 22:04
Localização: Rio de Janeiro

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Sandman » 28 Jun 2011, 19:11

Como gastar muito pouco

Os principais gastos de um viajante são transporte, acomodação e comida.

Maneiras de se economizar com transporte

Andar de carona
Essa é a maneira mais óbvia! Além de economizar com transporte, você tem contato com locais e ganha várias experiências, além de reduzir sua pegada ecológica.
Mas não funciona para todos os países. Em muitos países pedir carona na estrada é proibido, então você terá que pensar em maneiras alternativas de conseguir esse objetivo (geralmente fazendo amizade com locais).
Esse tópico discute maneiras de como se pegar carona no Brasil.
Existem vários sites oferecendo caronas pelo mundo. A maioria deles pede para que os participantes dividam os gastos. Alguns sites:
https://www.liftshare.com/uk/
https://carshare.liftshare.com/

Viajar como um Air-Courier
Ainda hoje existem empresas que pagam quase o valor total do ticket aéreo para que você faça o transporte de encomendas para eles. Você basicamente tem apenas que encontrar algum membro da empresa no aeroporto de saída, receber a encomenda e entregá-la no aeroporto de chegada. As desvantagens são que você não é avisado com antecedência e nem pode despachar nenhuma bagagem (a bagagem fica com a empresa). Ou seja, você tem que viajar apenas com a bagagem de mão.
Existem várias discussões online sobre Courier, mas o fato é que antigamente era muito mais fácil viajar dessa maneira. Hoje em dia é difícil de encontrar empresas dispostas a oferecer um bom desconto no valor do ticket.

Ser tripulante de uma embarcação
Desta maneira você economiza em transporte, comida e acomodação :P .Existem sites onde donos de embarcações pedem tripulação para fazer uma determinada viagem. Dependendo do tamanho da viagem você é pago ou não por isso, mas em todos casos é oferecido comida e acomodação. É também a oportunidade de se navegar de graça por diversos lugares.
Obviamente, dependendo do tamanho da trip é necessário uma experiência maior, em outros casos é algo que você pode aprender com pouco tempo antes da viagem. Alguns sites:
http://www.floatplan.com
http://www.findacrew.net
http://www.crewfile.com
http://www.partnersandcrews.com
http://www.crewsearcher.com

Como economizar com Acomodação

Se hospedando em casas de locais
Você sempre pode se hospedar na casa de velhos ou novos amigos que morem na cidade em questão. Hoje em dia, existem comunidades online de pessoas que oferecem seus “sofás” para viajantes. A maioria pede para que você ofereça a sua casa assim que houver possibilidade.
Esse tópico discute alguns desses sites.
Um outro tópico legal é o 4 dicas para aumentar as suas chances de conseguir hospedagem no Couchsurfing.
Algumas comunidades conhecidas:
http://www.couchsurfing.com
http://www.hospitalityclub.org
http://www.globalfreeloaders.com – Necessário estar pronto para hospedar outros

Dormir em trens ou estações de trem ou de ônibus, aeroportos...
Sempre é possível economizar em transporte andando de ônibus ou trem durante a noite. Além disso, é permitido dormir na maioria das estações de trem ou de ônibus e aeroportos. Existe até um guia de como dormir em aeroportos (com rating de cada aeroporto): http://www.sleepinginairports.net/ . Nesse site existe até review de algumas estações de bus.

Home Swapping
A idéia é encontrar pessoas do seu local de destino que gostariam de conhecer sua cidade, e vocês então trocam temporariamente de casa. Logicamente não é um procedimento muito simples, por isso quem realmente se interessar por favor pesquise sobre o assunto. Algumas comunidades mais conhecidas:
http://www.homeexchange.com
http://www.homeforexchange.com
http://www.homelink.org
http://www.invented-city.com
http://www.craigslist.org (também pode ser usado para diversas outras coisas)

House sitting
Algumas pessoas viajam por bastante tempo e então pedem para outras pessoas cuidarem da sua casa. Você basicamente seria o caseiro de uma casa em outro país. Óbviamente só serve para pessoas que pretendem ficar um período longo em uma única cidade, e também não é um serviço simples, novamente é necessário muita pesquisa para quem se interessar. Alguns sites:
http://www.housecarers.com/
http://www.mindmyhouse.com/
http://www.luxuryhousesitting.com
http://www.caretaker.org

Como economizar com comida e alojamento
As maneiras mais comuns para se economizar com comida e alojamento é a de voluntariado e trabalho não remunerado de curta duração. Isso será discutido a seguir na parte de trabalhos no exterior. Uma outra maneira de se economizar é:

Se hospedando em Monastérios, Ashrams, Templos etc
Existem opções de se alojar e comer dentro de monastérios, templos, ashrams, centros de meditações e yoga ao redor do mundo. Em alguns casos eles cobram algum valor (geralmente baixo, como 20 euros por 3 refeições e alojamento na Europa), e normalmente pedem uma curta duração de tempo na estadia.
Normalmente só é permitido duração mais longa em caso de genuíno interesse na prática do local. Nesse caso se participa das práticas diárias ou de retiros (nesse caso seus dias basicamente serão dedicados a espiritualidade em questão). Para viajantes internacionais existem retiros que variam de 1 dia a 3 meses em diversos locais de diversas religiões.
Na maioria dessas práticas genuínas, se sugere uma doação (também baixa) e em outros não é sugerida nenhuma doação. Nos dois casos, caso você não possa doar o valor justo, é educado avisar o quanto você pode (ou não pode) doar antes de aceitar a acomodação. Na maioria das vezes eles só irão te pedir para trabalhar na manutenção da casa.

Agora se você está sério no desejo de viver sem gastar um centavo, talvez seja interessante pesquisar sobre thefreeconomycomunity
Yuri Scaramussa

"'Everything changes, but nothing is truly lost.'"

Se vc está traçando a 1ª rota leia essas dicas
Relato: 40 dias no Norte da Índia, Montevideo/Colônia
Guia: Como viajar pelo mundo sem dinheiro
Avatar do usuário
Sandman
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1123
Desde: 01 Fev 2006, 22:04
Localização: Rio de Janeiro

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Sandman » 29 Jun 2011, 23:11

Um conceito básico que todos já devem saber é que os valores mudam muito ao cruzar fronteiras. Todos têm uma noção que os preços aqui são diferentes dos preços na Europa, mas até hoje me impressiona a desigualdade. Por exemplo, em fevereiro de 2010 me ofereceram um trampo em que ganhava cerca de 4000 dólares por mês nos oil fields de Utah (trampo que eu nem peguei porque meu visto estava expirando), e logo depois em maio eu estava viajando confortavelmente com menos de 30 dólares por dia na Índia.

Assim, eu acho sensato para quem quer fazer uma viagem longa tentar utilizar dessas diferenças para fazer a viagem auto-sustentável. Se quiser viajar de forma econômica, faz muito mais sentido arrumar bicos temporários em países “mais ricos” para viajar para países “mais pobres”. Assim, se você está fazendo dinheiro no Brasil (e não pretende ou não tem oportunidade de fazer dinheiro fora), faz muito mais sentido viajar por países mais pobres que o Brasil se você pretende viajar por muito tempo.

Maneiras de fazer sua viagem auto-sustentável

Fazer um intercâmbio

Considero intercâmbio qualquer trabalho em que você está exercendo legalmente em um país diferente do seu por um período máximo de tempo (geralmente entre 4 meses e 1 ano). Você pode fazer isso em muitos países, mas se você pretende juntar dinheiro para viajar depois, você precisa analisar com calma a situação atual dos empregos do país antes de fazer a decisão.

É preciso olhar também a situação de vistos. Alguns países, como Irlanda, Inglaterra e Austrália, só liberam vistos para trabalho quando você está fazendo um curso de inglês de longo prazo (como 6 meses a 1 ano). Desnecessário dizer que com os gastos com o curso e com a passagem aérea, muitas vezes você vai passar um ano e voltar com menos dinheiro do que foi (apesar do que ficar um ano morando fora e estudando inglês gastando muito pouco ainda é uma boa experiência).

Agora quem é universitário tem muitas opções interessantes. Os intercâmbios de inverno nos EUA permitem a estudantes trabalharem por até 4 meses no inverno. Se você fizer tudo por conta (conforme esse tópico aqui ensina, você não vai gastar tanto assim. Nesse caso eu recomendo viajar na modalidade self-placement (ir para o país sem nenhum contrato a priori) porque a maioria dos empregos que pagam mais nem vão atrás de pessoas nas feiras de trabalho (além do que self-placement é bem mais barato). Outra opção para quem está terminando a faculdade ou é recém-formado são os programas de trainee no exterior, esses já pagam bem mais.

Eu recomendo para quem é universitário, também procurar saber sobre a AIESEC . Já tive amigos que viajaram e conseguiram empregos bons (já tive amigos ganhando 2500 dólares na Suíça por exemplo). A maioria pede um estadia um pouco maior, nesses geralmente você precisa trancar a faculdade por um ano normalmente, mas é possível trabalhos mais curtos.

Outra possibilidade, para as mulheres, é trabalhar como babá através do Au Pair (e normalmente tentar ter um segundo emprego se possível/legal).

Infelizmente, poucos países ricos oferecem visto para trabalho sem que você esteja fazendo curso superior ou esteja fazendo curso de línguas. Um dos poucos exemplos que eu conheço é na Nova Zelândia, onde conheço gente que foi trabalhar nas fazendas de lá (para depois gastar no sudeste asiático :P).

Para quem fala bem inglês, também é possível trabalhar em summer camps, geralmente organizando atividades ao ar livre com crianças. Geralmente são pagos e incluem acomodação e comida. Alguns sites com oportunidades:
http://www.supercamps.co.uk/
http://www.pgl.co.uk/pglweb
http://www.eurocamp.com/
http://www.actionquest.com/

Também para quem fala um bom inglês (na verdade um excelente inglês), você pode trampar dando aula de inglês, os salários geralmente são astronômicos (já ouvi falar de 50~100 dólares/hora na Korea por exemplo). Infelizmente a maioria dos locais pede que você seja nativo (ou pelo menos que você tenha um certificado de inglês de nível nativo). O único país em que ouvi falar de brasileiros trabalhando assim foi na Ucrânia. Alguns sites com oportunidades para professor de inglês:
http://www.goabroad.com/teach-abroad
http://www.esljobsworld.com/

Infelizmente, ainda existem muitas exigências para se conseguir visto. Nessa seção do fórum você pode encontrar bem mais informações: intercambio-cursos-no-exterior-f359.html

Trabalhos temporários

Essa idéia é clássica entre os mochileiros, viajar e ir trabalhando pelo caminho. Infelizmente, é muito difícil arrumar um trabalho remunerado por uma curta duração de tempo. Se você tem alguma habilidade artística é mais fácil ser pago (trabalhando nas ruas :P ou então dando shows em pequenas casas locais), mas na maioria das vezes você é pago com moradia e comida, o que não é um mal negócio em países caros.

Uma opção bem famosa é trabalhar nos hostels. Em países europeus é muito comum você ver viajantes trabalhando nos hostels para esticar a viagem. Geralmente é pago com comida e o quarto, mas se você trabalhar como barman também ganha grana com gorjeta. Alguns sites dedicados a trabalhar em hostel (a maioria das oportunidades na Europa):
http://www.hosteljobs.net/
http://www.irishpubjobs.com/

Também há serviços em fazendas de produtos orgânicos. Existe um site que concentra fazendas ao redor do mundo dispostas a receber viajantes para trabalho , geralmente apenas pagando com comida e alojamento, o WOOF.

Existem alguns outros sites que concentram diversos serviços temporários para viajantes (alguns pagos outros não), tais como:

http://www.transitionsabroad.com/listin ... ndex.shtml
http://www.pickingjobs.com/
http://www.jobsabroadbulletin.co.uk/
http://www.seasonalwork.dk/mod_inc/?P=i ... kind=front – Esse só para a Dinamarca
http://www.disknet.com/indiana_biolab/farms.htm - Somente para fazendas
http://www.jobfortraveller.com.au/

Seja um voluntário

Fazer trabalho voluntário é uma ótima oportunidade de ter uma experiência enriquecedora e contribuir para melhores condições de pessoas desfavorecidas. Geralmente você recebe comida e hospedagem. Alguns locais permitem voluntariado de curta duração (uma semana, por exemplo), outros não. Nos guias de viagem geralmente há um espaço dedicado a ofertas de trabalhos voluntários em cada cidade.

Esse tópico discute melhor as opções: voluntariado-em-construcao-t42424.html

Seja um mercador

Como diria um conhecido, o mercador é a profissão mais antiga do mundo. Aqui você iria basicamente se aproveitar da diferença de preço entre as mercadorias de diversos países. Geralmente as pessoas estão acostumadas a te pedir para trazer coisas de fora para eles, que se esquecem que o contrário também é possível. Geralmente se você tem algum amigo do exterior, eles pedem para você levar cigarro do free shop pq os preços lá são absurdos. Ou há quem viaja e vende artesanato brasileiro ou até mesmo havaianas :P. Esse relato fala de um viajante que vendeu brincos na Tailândia kk.

A idéia central que pode ser usada para aliviar as despesas é levar produtos que são muito mais baratos localmente (geralmente artesanato) para outros países e vendê-los (até hoje eu rio quando vejo no shopping saias indianas por mais de 150 reais, quando eu comprei uma muito mais bonita para minha mãe por 10 reais). Nesse caso, sites como o http://www.ebay.com e outros no estilo podem facilitar muito o processo de venda.

Lembro que as regras para a alfândega bem como pagamento de impostos sobre renda variam em cada país, então cabe a quem quiser procurar saber sobre isso.

Encontre uma fonte de renda a distância

Por fim, apesar de ser muito difícil para a maioria das profissões, existem maneiras de se fazer dinheiro a distância (geralmente online). Além disso, é interessante lembrar que alguns países são muito baratos para quem viaja devagar. Muitos países da Ásia/África você consegue viajar com menos de 20~30 dólares/dia. Isso é em torno de 1000~1500 reais por mês! Uma quantia que muitas pessoas que possuem imóvel conseguem fazer com o aluguel da própria casa.
Yuri Scaramussa

"'Everything changes, but nothing is truly lost.'"

Se vc está traçando a 1ª rota leia essas dicas
Relato: 40 dias no Norte da Índia, Montevideo/Colônia
Guia: Como viajar pelo mundo sem dinheiro
Avatar do usuário
Sandman
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1123
Desde: 01 Fev 2006, 22:04
Localização: Rio de Janeiro

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Sandman » 15 Jul 2011, 15:25

Li um artigo interessante, que fala sobre 4 maneiras paraqualquer viajante fazer dinheiro DA sua viagem. Posto aqui um resumo traduzido do mesmo.

"#1 Um blog da viagem!
São fáceis de se começar mas difíceis de . Existem histórias de sucesso de viajantes que financiam suas viagens graças ao blog. Três regras para o sucesso:
- Guarde o melhor conteúdo para posts de convidados, uma das melhores maneiras para ganhar tráfego. Entreviste outros blogueiros viajantes e poste a entrevista em seu blog, faça boas perguntas e pergunte a chave para o sucesso. Seja generoso, siga o máximo possível de blog de viajantes e poste o link para os melhores artigos em seu blog.

#2, Venda suas fotos de viagens
Você já vai estar tirando várias fotos, pq não ver se alguém está disposto a te pagar por elas? Algumas opções para se começar:
iStockPhoto, A escolha mais popular
Kombu, O modelo deles é diferente e simples, cada foto é vendida por $5,00 para você.
Shareapic, Eles te pagam baseado no número de visualizações de cada foto, em vez de venda.

#3, Escreva e Venda itinerários de viagens
Você acumulou um monte de conhecimento em certos destinos, porque não "empacotar" todo esse conhecimento e vender por alguns dólares?
Essa é uma nova maneira de se fazer dinheiro viajando. Existe um site chamado UnAnchor.com, que é um local para escritores criarem intinerários para venda.

#4, Escritor de viagens Freelance
Seja pago para escrever sobre suas viagens. Aqui estão alguns recursos para achar artigos para te ajudar:
Elance, procure por “travel writers.”
Online Writing Jobs,
Freelancer, Um recurso para encontrar trabalhos de escritor freelances. Novos trabalhos de escritor de viagens são postados diariamente"

Para quem está com preguiça de procurar o site pelos nomes, os links estão dentro do artigo.
Yuri Scaramussa

"'Everything changes, but nothing is truly lost.'"

Se vc está traçando a 1ª rota leia essas dicas
Relato: 40 dias no Norte da Índia, Montevideo/Colônia
Guia: Como viajar pelo mundo sem dinheiro
Avatar do usuário
Sandman
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1123
Desde: 01 Fev 2006, 22:04
Localização: Rio de Janeiro

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor mairasa » 28 Jul 2011, 14:59

Nossa adorei seu post! e me identifiquei muito com algumas das dicas que esta dando.
Sinto falta um pouco disso aqui, mais dicas ^pobrezas^.. hahah. Obrigado!
mairasa
 
Mensagens: 5
Desde: 16 Fev 2011, 22:59

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Cintia Centeno » 16 Ago 2011, 15:17

A minha dica de viajar sem Dinheiro ea seguinte; como quase sempre estou dura tenho algumas ideias que pessoalmente ja pratiquei ,em alguns lugares da para pedir carona ex:caminhão ,carro,carroça ,charrete e se vacilar e te de jegue,o importante e não gastar ,porque até mesmo pedir não é feio.
Quanto alimentação eu também peço em uma casa se o dono da casa não se importaria de me oferecer um prato de comida ,geralmente quando as pessoas me viam e perc3ebiam eu sempre limpinha e bem vestida elas viam que eu não era mendiga e queriam saber da minha historia eo que eu estava fazendo ali eu geralmente explico que como amo viajar e fazer amigos estou apenas de passagem para conhecer o local elas ficam mais curiosas ,no meu caso eu sempre tive sorte que em muitos lugares as pessoas me ofereciam até estadia ,uma cama limpinha e um banho quente coisa boa ,ao acordar café da manhã ,sempre ser extremamente gentil e oferecia minha residencia ,ja trocavamos numeros de telefone para quando a familia ou alguém conhecido estivesse de passagem pelo lugar era so ligar e ver se eu estava em casa ,para que eu pudesse receber ,outra coisa sempre pego o email e endereço de pessoas que conheço para mandar um post6al ou um email ,perguntar como a familia esta ,converso no msn ,essas coisas pois sempre da tão certo que as vezes elas conseguem até um endereço e recomendam se vc estiver passando em tal cidade tenho ex:uma prima,amigo ,sobrinho ,e so vc me ligar que peço pra o fulano te hospedar na casa dele .
Outra forma de conseguir alimentação es as vezes até uma graninha e chegar por ex:padaria ,restaurante ou outro ambiente que eu vejo que poço me alimentar ou me hospedar eu se for restaurante explico que estou viajando e troco serviço por alimentação ou até mesmo pergunto se estão a necessitar de uma pessoa para fazer um trabalho temporario porque estou a necessitar de dinheiro mas sempre vou e peço para falar com o gerente ou dono do estabelecimento e me ofereço para lavar pratos ,limpar o chão até faxina faço se necessario for...oimportante e sempre ser humilde .
Essa na minha opinião sempre da certo porque como levo muito pouco dinheiro guardo o que eu tenho porque se necessario eu uso o dinheiro para me alimentar ou me hospedar e na estrada mesmo que a gente tenha dinheiro sempre e bom economizar para deslocamento e essas coisas assim até mesmo para ligar pra casa. E como penso que o interessante de minha viagem e não gastar ,mesmo que eu tenha dinheiro eu tento guardar o mais possivel e fazer até trabalho temporario para aumentar meu dinheiro porque se necessario eu não fico na rua ... aha também vale resaltar que se for necessario vc pode pedir ajuda em uma igreja pois eles nunca negam ajuda e se a sua religião for outra nem pense em criticar ou coisa assim concorde simplismente vc não precisa acreditar e quando perguntar a melhor resposta e fui batizada na catolica que eles sempre compriende que vc so se batizou e não pratica religião alguma sempre diga que acredita em Deus como Deus supremo e absoluto em sua vida pois se elas acreditam em ALA ,BUDA ou qualquer outra coisa eu so quero alimentação e hospedagem ,e saber muito mais das crenças e habitos deles por isso nunca critique ou fale algo que possa magoar seu anfitrião, sem falar que sempre e bom ter amizade em varios locais para vc se hospedar ,lavar roupas porque eu nunca ando suja pois a aparencia é importante para não causar uma má imprenssão nas pessoas . E como amo fazer amigos pra mim isso eu tiro de letra...
Se conseguir uma compania para viajar sempre e melhor que so uma ,so que vc tem que deixar bem claro como ea viagem com vc para não haver nem uma especie de atrito .Seguindo isso boa viagem e pé na estrada . ::otemo::
Avatar do usuário
Cintia Centeno
 
Mensagens: 4
Desde: 21 Jul 2011, 16:53
Localização: Santa Catarina.

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Elvis Trivelin » 11 Set 2011, 00:26

Sempre fui um tanto quanto cético às tais soluções fantásticas desde que comecei a cursar Administração. Professores de matérias de Economia e RH falavam em expressões como : "seja criativo" ou: "tenha atitude" como se tais coisas surgissem num toque de midas e transformasse um assalariado resmungão num microempresário emergente - que mais tarde se tornaria um dono de uma poderosa franquia. O velho sonho americano...

Em um dos links indicados na primeira parte do post, há uma discussão sobre "como viver viajando" que, ensaiei comentar, mas por fim acabei não o fazendo. Resumidamente, as pessoas se apegam (como me apeguei e hoje estudo formas de largar) ao modo urbano, assalariado e sedentário de vida. E isso lhes impedem de conhecer novas experiências, muito antes de "despertar ideias novas". Não é preciso inventar, mas conhecer. Invenção é um resultado posterior e seletivo a algumas mentes (ao que dizia Pasteur).

O sonho do viajante, em certos momentos, não é diferente. Não pode ser visto como uma certeza, mas como uma possibilidade. Para vários pode não servir ler receitas, mas pode servir para tantos outros. E neste último ponto este tópico vem a fornecer insights importantes.

Graças a algumas dessas práticas (carona, amizades feitas no local (até relacionamento rápido ::love:: hehe) eu pude viabilizar coisas legais. Certa feita, um grupo de gringos estava em dois barcos e, pela amizade com uma moradora que me serviu de guia no trajeto, peguei carona num deles, num passeio que não saía nas agências por menos de 1000 reais... Uma senhora me acompanhou como guia sem exigir um mísero centavo, e etc.

É óbvio que isso não acontece sempre.
A grande questão de viabilizar longos períodos de viagem está intimamente ligada a que tipo de atividade/trabalho você desempenha.

Um conhecido era um bom jogador de CS (Counter Strike) e conseguiu viajar para Japão, EUA, Europa jogando campeonatos, onde os próprios participantes custearam sua passagem e estadia. Isso sem dizer que, caso quisesse ir para um local específico, tinha em seu MSN contatos de vários jogadores por aí e, assim, garantia ao menos a estadia. Ser um top player de alguma franquia famosa também não é algo tão comum e simples... cantar, idem, vender ibidem. Assim como já li ótimos relatos de experiências ricas e baratas, ouvi também histórias péssimas de gente que quebrou a cara - por não estar preparada para tais situações.

A superinteressante já divulgou boas formas de viajar pagando com trabalho (trabalhando em navios que partem do Porto de Santos, por exemplo) que são mais possivelmente viáveis à média das pessoas. Não é preciso ser budista para tal, mas eu, por exemplo, consegui estadia num local cortando lenha por alguns dias, cuidando de cozinha, etc.

Eu não tinha imaginado nada antes disso... A questão não é a falta ou presença de imaginação, mas daquela oportunidade que traz o aprendizado. Os viajantes que acham que nada é possível fazer sem dinheiro, estão acostumados a um modo de vida preso à tradicional visão "casa-empresa-casa" onde o mundo se resume ao patrão cobrando-lhes empenho e aos supermercados cobrando-lhes dinheiro por mercadorias e serviços. O primeiro passo é romper com a visão tradicional de que "cara de futuro" é assalariado, o que no Brasil já vem melhorando. Assalariado, via de regra, bate cartão durante 11 meses do ano, e folga, quando folga, 30 dias. Tem filhos cedo, paga mensalidades altíssimas para estudo dos mesmos, gasta todo o dinheiro e vive como seus pais viveram. A fonte de prazer é a troca de carro, a nova TV para assistir ao futebol fim de semana, ingerir umas gorduras animais assadas e outras vegetais - na cerveja - na companhia de amigos na mesma sina.

Bom; desde que eu descobri as possibilidades de viabilizar trips em tais lugares, passei a programar roteiros contando com as mesmas alternativas - na medida do possível. Se vierem, é lucro. Elas ajudam, pois é parcialmente verdadeiro o ditado: "Quem tem boca vai a Roma!"

A única coisa que você precisa, sem discussão, é o domínio do maior número de idiomas possível, a começar pelo inglês. ::cool::
"Não existe nada mais subversivo, mais alternativo ao modo de pensar e de agir hoje dominante.
Caminhar é uma modalidade de pensamento. É um pensamento prático.
É um triplo movimento: não nos apressar; acolher o mundo; não nos esquecer de nós mesmos no caminho."

Adriano Labbucci - Caminhar, uma Revolução
Avatar do usuário
Elvis Trivelin
 
Mensagens: 31
Desde: 27 Fev 2009, 11:24
Localização: São Bernardo / ABC / SP

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Guaxinim Amigo » 18 Mar 2012, 20:47

Viajar sem dinheiro deve ser complicado........ tem um ditado que diz: com sorte você atravessa o mundo, sem sorte você não atravessa a rua.

Outro dia eu estava naquele McDonalds que fica ali na Rodovia Washington Luis, Rio de Janeiro, aquele perto do jornal O Globo........ eu entrei no banheiro e tinha um argentino ou uruguaio tomando banho na pia do banheiro. O cara ficou todo sem graça quando eu entrei de repente, ele estava sem camisa e estava se lavando na pia. Fiquei com pena.

Ele me cumprimentou e me olhou assustado como se eu fosse reclamar com algum funcionário.

Coitado do cara.

Viajar sem grana? Sei não.......
Avatar do usuário
Guaxinim Amigo
 
Mensagens: 178
Desde: 02 Jan 2012, 11:41

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Pablo Mucelini » 30 Mai 2012, 15:29

Olá pessoal, eu tambem nao tenho experiencia em viagens, mas há muito tempo venho planejando

Na minha regiao, 1 dia de trabalho no campo vale 50 a 80 reais, dependendo da dificuldade do serviço, e com almoço, e há uma grande escassez de mão de obra, entao acho que deve ser razoavelmente facil de se conseguir trabalhos temporarios de 1 dia até semanas, resolvendo grande parte dos problemas de alimentação e sobrando dinheiro para onibus pra quem usa.

Quanto a estadia, eu nao tenho problema nenhum em ficar em barraca, inclusive acho muito mais divertido, e só tem o custo de compra da barraca, e possiveis concertos, mas de qualquer forma é quase de graça se comparado a hoteis e pousadas.

Entao, dependendo do conforto que se deseja ter, pode-se trabalhar de 1/2 até 1/4 dos dias, e passar os outros viajando e aproveitando os locais, sem contar que nos periodos de trabalho voce vai estar em contato direto com outras culturas, que, para mim, é um dos objetivos das viagens, conhecer de verdade outros lugares e culturas.
Pablo Mucelini
 
Mensagens: 3
Desde: 18 Mai 2012, 15:55

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Trota Nando O Ateu » 30 Mai 2012, 15:47

ACHO MEIO COMPLICADO ISTO. NA REALIDADE SEM DINHEIRO VC NÃO FAZ MUITA COISA, VC PODE ATÉ SE LOCOMOVER DE GRAÇA, PODE LEVAR UMA BIKE EM ALGUMAS VIAGENS, PEDIR CARONA, DORMIR EM BARRACAS E ETC. MAIS E QUANTO A COMIDA ? e SE FICAR DOENTE OU ACONTECER ALGO INESPERADO ? e O BANHO KKK TEM GENTE QUE NEM TOMA, SANDMAN ACHO QUE EM UMA VIAGEM E QUANDO VC VIAJA SÓ SEU DINHEIRO É SEU MELHOR AMIGO ::otemo:: ::otemo:: ::otemo:: EU NÃO ME ARRISCARIA A VIAJAR SEM, COM POUCO JÁ É UMA FODA ::lol4:: ::lol4:: ::lol4::
Há em tudo um limite que é perigoso transpor. porque uma vez transposto,já não há processo de voltar-se atrás.
Avatar do usuário
Trota Nando O Ateu
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1921
Desde: 06 Jan 2011, 13:55
Localização: Brasil

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Sandman » 30 Mai 2012, 18:53

Isso é mais questão de perfil da pessoa mesmo. É claro que quem tem vai preferir gastar,torna a viagem mais confortável. A intenção do post não foi incentivar esse estilo de viagem, foi só mostrar possibilidades de economizar mais alternativas mesmo.
Yuri Scaramussa

"'Everything changes, but nothing is truly lost.'"

Se vc está traçando a 1ª rota leia essas dicas
Relato: 40 dias no Norte da Índia, Montevideo/Colônia
Guia: Como viajar pelo mundo sem dinheiro
Avatar do usuário
Sandman
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1123
Desde: 01 Fev 2006, 22:04
Localização: Rio de Janeiro

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Pablo Mucelini » 31 Mai 2012, 09:50

concordo, as viagens podem ser feitas com muito pouco dinheiro, mas sem conforto

quanto mais conforto quiser, mais dinheiro precisa

pessoalmente acho bom ter uma quantia por segurança como o Trota Nando o Ateu falou, mas só pra casos extremos
Pablo Mucelini
 
Mensagens: 3
Desde: 18 Mai 2012, 15:55

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor julianassuncao » 14 Jun 2012, 11:28

Posso mudar de opinião conforme a experiência vai aumentando, mas acredito que viajar com pouco dinheiro é algo que quem tá começando a se aventurar nas viagens precisa tomar um pouco de cuidado...quem nunca viajou ou viajou pouco, acredito eu, que precisa ir aos poucos e hora dessas vai saber tanto sobre tanta coisa que dinheiro não seria mais impecilho...
Avatar do usuário
julianassuncao
 
Mensagens: 8
Desde: 13 Abr 2012, 17:39
Localização: São Paulo, SP

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Debora e Luiz » 04 Jul 2012, 09:52

Valeu-leu-leu Sandman! Suas dicas foram mais que preciosas. To pensando até em trazer uma lembrancinha pra vc com o dinheiro que vou economizar em 1 ano de viagem heim! rsrsrs
Debora Garcia & Luiz Kreile
**
Blog Revista de Viagem
Site: http://www.revistadeviagem.net
Fan Page: http://facebook.com/revistadeviagem
Twitter: http://www.twitter.com/revistadeviagem
Google Plus: https://plus.google.com/+RevistadeviagemNet/

Se inscreva na nossa newsletter e receba GRÁTIS o ebook "Onde comer em Buenos Aires: 300 cafés, restaurantes, bares e sorveterias": http://eepurl.com/CVNx1
Avatar do usuário
Debora e Luiz
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 250
Desde: 08 Mar 2012, 14:14
Localização: Rio de Janeiro

Re: Como viajar pelo mundo sem dinheiro

Mensagem não lidapor Sandman » 27 Jul 2012, 01:37

Opa, aí sim ein!!

Abs =)
Yuri Scaramussa

"'Everything changes, but nothing is truly lost.'"

Se vc está traçando a 1ª rota leia essas dicas
Relato: 40 dias no Norte da Índia, Montevideo/Colônia
Guia: Como viajar pelo mundo sem dinheiro
Avatar do usuário
Sandman
Colaborador
Colaborador
 
Mensagens: 1123
Desde: 01 Fev 2006, 22:04
Localização: Rio de Janeiro

Próximo

Voltar para Cultura Backpacker



Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes