Relatos de viagens pela Bolívia
#885220 por Trota Nando O Ateu
03 Out 2013, 20:31
Um ano depois de minha primeira viagem retornei a Bolívia, e vou explicar porquê a Bolívia é um pais "muito perigoso" ::tchann:: A Bolívia é perigosa porquê é um pais de lindas paisagens e você viajante vai acabar como eu e ficando apaixonado. A Bolívia é muito segura e você viajante não vai ser assaltado com uma arma na cabeça. A Bolívia apesar de ser um grande produtor de coca não é um pais onde você vai ver uma cracolândia, ou um viciado em coca tentando te vender qualquer tipo de droga. A Bolívia é perigosa porquê tem um deserto de Sal simplesmente fantástico, tem Montanhas lindas que te proporcionam fotos maravilhosas e uma caminhada de tirar o fôlego. Tem um Lago que mais parece o Mar de tão grandioso que é, tem um povo guerreiro e trabalhador e muito hospitaleiro, tem uma estrada da "morte" onde você pode ter uma das mais maravilhosas experiências de sua vida caso tenha coragem de enfrentar o desafio. No meu caso tive o prazer de fazer pela segunda vez. Tem o Parque nacional Torotoro, com caverna, Canion e muitas outras maravilhas, bem amigo esses são apenas alguns atrativos que fazem da Bolívia um pais que vai fazer você se apaixonar... Dia 05/09/2013 exatamente um ano depois eu deixava o Rio de Janeiro, desta vez via Santa Cruz de La Sierra. Iria eu e meu amigo Alfredo que tive o prazer e o privilégio de conhecer em Março quando de minha viagem ao Pantanal, meu plano era fazer outra viagem pelo Brasil e deixar para retornar a Bolívia em um outro momento, mas meu amigo queria muito conhecer a Bolívia e acabou me convencendo a ir com ele, passamos meses combinando e montando a viagem, Dólar subindo e me deixando doido ::hahaha:: afinal já tava falido porquê fui em Junho para a Ilha de Pascoa aproveitando a promoção da TAM, e ir para a Bolívia três meses depois estava fora de meus planos.Meu amigo tinha combinado de se encontrar comigo no Aeroporto, mas acabou perdendo sua Conexão na Nigéria porquê trabalha fora do Brasil, desta forma ficou combinado que eu o esperaria no Hostel Jodanga em Santa Cruz e no dia seguinte assim que ele chegasse seguiríamos para La Paz. Minha viagem foi tranquila e sem atraso, cheguei em Santa Cruz a tarde e logo me dirigi para o Hostel. Do Aeroporto até lá de Taxi custa 60,00 Bolivianos, eu como um bom mochileiro peguei um Bus e do Centro peguei um Taxi economizando 45,00 bolivianos. O Hostel é excelente, todo novo, limpo, com piscina, sinuca, cozinha e um excelente café da manhã, nota 10. ::otemo:: depois de me alojar e tomar um banho fui comer frango com fritas, coisa que acabei fazendo por uma semana ::lol4:: Cara toda vez que vou a Bolívia passo mal do intestino, tive que levar vários medicamentos e ainda comprei alguns por lá. não podia soltar um peido que o risco de me Cagar era certo ::hahaha:: isso durou exatamente uma semana ::grr:: Santa Cruz é quente pra cacete bem diferente de La Paz, foi foda aguentar o calor só mesmo tomando umas geladas... meu amigo chegou no dia seguinte e eu já estava com tudo pronto, tomamos a saideira e fomos caminhando até o terminal rodoviário que é bem perto do Hostel, comi um Frango com fritas depois de comprar as passagens para La Paz em Bus cama e depois ficamos conversando sobre a vigem que estava só começando...A Passagem pela Cruzeiro del Sur custou 130,00 Bolivianos cada, as poltronas são confortáveis e com bastante espaço, levamos todas as nossas coisas juntinho conosco e rimos muito por causa de duas italianas que conhecemos e que estavam viajando pela primeira vez pela América do sul ::hahaha:: eu pedi para meu amigo avisar as duas que levassem suas mochilas com elas e não no bagageiro e explicar que era arriscado pois o ônibus fazia algumas paradas e as mochilas poderiam sair andando ::lol4:: ::prestessao:: Durante muito tempo ouvi meu amigo rir me sacaneando porquê eu disse para ele que fazia muito frio na Bolívia ::Cold:: Só que até então em Santa Cruz o calor rachava o crânio e deixava qualquer carioca pensando que logo iria dar de cara com o mar e dar aquele mergulho. Dizia ele! trota eu trouxe três casacos ::hahaha:: onde esta o frio ? Eu meio sem graça falava! deixa chegar a madrugada e que tu vai ver uma coisa! La pelas duas o frio já tava de matar, o Bus não andava se arrastava, até carroça passava a gente, eu doido para mijar e o banheiro estava trancado porquê não funcionava, pelas duas e trinta paramos na estrada para eu tentar mijar e nada ::grr:: fiquei inibido nem sei porque a porra da Bexiga parecia que iria estourar e o mijo nada de sair, o ônibus quase todo tava mijando na estrada e o trota que pediu para mijar não conseguia ::putz:: seguimos viagem e meu amigo teve a primeira surpresa na Bolívia justamente com a Chola que ele chamava de mamazita ::lol4:: quando entrou no õnibus ela tava trocando de roupa sentada no banco. Bem vindo a Bolívia amigo eu disse !!! para minha felicidade chegamos a Cochabamba e paramos em um posto fui logo procurar um Banheiro, assim que voltei soube que nosso Bus tava ferrado e por isso até carroça puxada por Ilhama tava deixando a gente para trás ::ahhhh:: E o frio finalmente fez meu amigo colocar seus casacos, e olha que ainda não era nada do que viria pela frente. Pela manhã paramos para tomar café na estrada, eu comi um pão com manteiga e café, meu amigo emburacou dois ovos fritos com pão, o cara comia até Hamburguer na rua e não passava mal eu não podia dar um peido com medo de me cagar todo. depois de 22 horas de viagem finalmente chegamos a La Paz, pegamos um taxi e fomos direto para o el Solário o mesmo Hostel que fiquei em 2012, pegamos um quarto por 60,00 bolivianos, para os dois sem café podendo usar a cozinha, no próprio Hostel funciona uma agencia onde fechamos o Tour para o Chalcataya e a Carretera da morte ambos eu já tinha ido em 2012 mas sinceramente se for dez vezes a La Paz eu faço as dez vezes na boa. ::otemo:: Depois de tudo certo fomos apanhar grana e tentar almoçar, para variar o cardápio, adivinhem ??? Isso mesmo almocei frango com fritas, mas desta vez foi frango assado ::hahaha:: Cara mais uma semana comendo frango e eu acabaria colocando ovo e criando penas. ::love:: Amo La Paz e adoro a Bolívia, adoro suas ladeiras de tirar o folego, gosto do seu povo simples e trabalhado, gosto de ver o colorido das roupas , do caos de seu trânsito e dos mochileiros de toda parte que a todo momento cruzam nossos caminhos. Dormimos cedo por conta do cansaço, meu amigo virado da viagem e eu porquê levanto todos os dias ás 04:30 para dar plantão e quase não dormi na viagem, ao menos no dia seguinte o café é por conta da agência, Acordamos cedo e descemos para o café, desci depois do meu amigo e quando cheguei ele já tava conversando com o resto do grupo, o cara fala fluentemente Inglês porquê trabalha no exterior, no momento esta na Nigéria ele opera Robô submarino desses que faz concertos e perfuração em plataforma de petróleo, o cara viaja pra cacete e é muito competente, foi um irmão que ganhei e um ótimo companheiro de viagem, só se apaixona fácil, é só tomar uma breja e olhar uma gringa que ele vem com o mesmo papo e a mesma cara de safado ::lol4:: ::lol4:: Trota estou apaixonado pela italiana! Qual Alfredo ??? a de cabelo curto! Trota vamos mudar o roteiro e ir para onde elas forem ::lol4:: ::lol4:: Eu ria muito e na verdade eu sabia que se eu concordasse o roteiro iria mudar mesmo, fosse por causa das italianas, fosse por causa da alemã, ou qualquer outra gostosa que cruzasse nosso caminho.Desta vez dei muita sorte porquê em 2012 fiz a descida na estrada da morte embaixo de chuva e todo molhado com menos dois de temperatura, mas desta vez o Sol veio e tornou a paisagem maravilhosa. Sinceramente a Carretera da morte é imperdível e a segunda vez foi bem melhor que a primeira, mais tranquilo porque já conhecia pude aproveitar mais a descida, só rolou um Stresse com meu amigo e um alemão que ficava para trás e tentava a todo custo ficar próximo da namorada, numa destas acabou espremendo meu amigo e quase jogando ele para o abismo, discussão, guia, clima de porrada ::lol4:: ::lol4:: não rolou mas foi foda, depois o alemão teve um pneu da bike furado, em seguida mais um pneu furado e quase no fim foi a vez da bike do meu amigo que ao bater em uma pedra teve que pular da Bike e quase se arrebenta, uma coisa legal que aconteceu foi que conhecemos um grupo de Brasília que estavam fazendo uma expedição por três paises da América do sul, eram 4 carros e um dos motoristas é piloto de Rali só tinha coroa na faixa de 60 até 70 anos, todos casais, a mulherada tava animada e logo ficaram nossos amigos, deram até bandana para eu e meu amigo acompanharam todo percurso tirando fotos e nas paradas conversando com a gente, No final rolou piscina, umas brejas e claro almoço ::hahaha:: Não perguntem qual foi o prato do dia ::dãã2::mais uma vez fui ao banheiro com aquela sensação de que iria cagar um quilo e só saiu gases e um liquido gosmento e muito fedorento, peidava tanto que dava para sentir o tremor da terra de La Paz até Santa Cruz, cheguei até a ouvir alguém gritando: terremotooooooooooooooooooooo ::hahaha:: Mas foda mesmo foia volta, o guia estava torto de tanto que bebeu cerveja o motorista diriga como um louco em meio a neblina, só ficou eu e meu amigo porque o restante do grupo ficou em Coroico, eu doido para chegar em la Paz e encontrar um banheiro e uma Farmácia, sobrevivi a Carretera da morte mas não sabia se iria sobreviver com aquele motorista ::hahaha:: Finalmente chegamos em La Paz, comprei comprimidos para diarreia e tomei junto com o comprimido para gases, banho tomado fomos tomar cerveja e depois descansar. No dia seguinte tomamos café com o que compramos em um grande mercado próximo ao Hostel que fica bem localizado na Calle Murilo. Obs. paguei 300,00 bolivianos pela bike de uma suspensão, Chalcataia creio que foi 60,00 bolivianos. Saímos cerca de 08:30 a van nos apanhou no Hostel e conhecemos uma gaucha que estava estudando na Bolívia e iria fazer o passeio também, depois conhecemos uma Chilena e uma boliviana entre outras pessoas. Dia lindo Sol refletindo no gelo Montanhas visíveis e a mesma guia do ano passado. Como sempre a subida é de lascar, falta ar e você tem de fazer várias paradas, nessa hora eu dizia a todos uma frase que li aqui no mochileiro. Ao subir uma Montanha, suba como um velho e chegue como um garoto, e não foi de outra forma, mas quando você chega e contempla toda aquela maravilha...e aí eu me vem a lembrança da pergunta de alguns idiotas. O que você vai fazer na Bolívia ? O que tem na Bolívia ? Vai comprar Coca ? ::vapapu:: Só rindo mesmo e levando na esportiva. Uma coisa muito legal de ter viajado com o Fredo Flistones foi que não rolou clima ruim se rolava de mudar alguma coisa, mudava na boa, sugestão de um ou de outro, era avaliada a melhor opção, e vamos que vamos...na volta tinha o tal vale da Lua lugarzinho feio e sem graça, já relatei aqui quando fui em 2012, quando a Van passou na Praça perto do Hostel Fredo que já tava de saco cheio de ouvir a gaucha misturar espanhol com portunhol e brasinhol, mandou logo: Trota vamos descer? Já é ::lol4:: A cara de espanto foi geral, da guia até o motorista. Como ? Não vão ao Vale de La Luna??? ::hahaha:: NãooooooooooooooVamos almoçar e fazer compras a noite vamos para Uyuni!!!!Foi a melhor opção, ganhamos tempo, almoçamos frango com fritas ::hahaha:: E fomos as compras, eu precisava de um saco de dormir e consegui um por 60,00 bolivianos, menos de 30 Reais, comprei uma Jaqueta "Norte face" por 240,00 lá para o final vou contar que fim ela levou e a sorte que eu dei ::lol4:: comprei um isolante térmico por 60,00, e algumas bandeirinhas para colocar na mochila, meu amigo comprou um Tripé por 90,00 bolivianos que no final da viagem me deu de presente, compramos meias e outras coisas. Obs: sempre que viajo levo na maioria da bagagem roupas e tênis velhos que durante a viagem vou deixando no lixo, desta forma sobra espaço para trazer muitas coisas. Em uma das lojas que entramos encontramos as duas italianas que comentaram estarem indo para Copacabana, Fredo logo lembrou que estava apaixonado pela italiana de cabelo curto ::hahaha:: ::love:: e não perdoou. Trota bem que a gente podia ir com elas ::lol4:: ::lol4:: Já estávamos com as passagens compradas em ônibus turístico para uyuni naquela noite e foi só ele ver a italiana que o amor voltou ::lol4:: kkkkkkkkkkkkkkkkkkeu ria muito e felizmente meu intestino deu uma relaxada se não tava arriscado a me cagar ali mesmo na loja. Beijinho nas italianas que não deixaram de convidar para ir com elas fomos para o Hostel arrumar as coisas porque nosso foco era Uyuni, as italianas ficam para quando formos a Italia ::otemo::Continuo depois TEM COISAS QUE NÃO VALEM A PENA: achamos que seria melhor ir para Uyuni em Bus turístico pelo conforto, segurança e tempo. Não havia conforto, Bus pequeno e viajamos espremidos, o tempo é quase o mesmo e a segurança também, teria sido melhor ir em Bus cama. Chegamos em Uyuni pela manhã, muito cansados de mai um trajeto longo e sem conforto, assim que chegamos na agência e pegamos nossas coisas fomos com uma dona comprar nossa passagem para uyuni para o dia seguinte pois tudo que nossos corpos queriam era um banho e umas boas horas de sono. Comprada a passagem depois de ser enganados ::dãã2:: ::dãã2:: logo eu um mochileiro experiente ::prestessao:: tudo bem afinal o que são 550,00 bolivianos??? pouco mais de 100,00 reais por um tour de dois dias com tudo incluído, sem choro! decidimos fazer o tour de dois dias porquê meu amigo tinha que estar no Rio dia 18 para ir ao Rock In Rio, ele tinha ingresso para 4 dias. Isso foi até bom por alguns motivos: eu já fui ao Atacama então tudo certo, Salar de dois dias dava para fazer o que os viajantes que fazem o tour de 4 dias não fazem que é subir o Vulcão Tulupa porquê não esta no roteiro. BOAS HORAS DE SONO: depois de algumas horas de sono em um Hostel nada VIP, mas que dava para o gasto. Hostel El Viajero sem café com banheiro privado para dois, 60,00 Bolivianos. fomos almoçar e conhecer Uyuni, comemos em um Restaurante perto da Estação de trem onde se localizam várias pizzarias, lá encontramos um grupo de brazucas e depois retornamos ao Hostel, descansamos mais um pouco e a noite fomos comer Pizza, das várias pizzarias que encontramos preferimos uma que fazia pizza na pedra, essa foi a melhor escolha, ela fica do lado direito de que vai para a estação de trem, é a primeira da direita e tem uma loja de roupas ao lado e um Manequim na frente. Atendimento excelente Pizza: a melhor que degustei até hoje, tanto que quando retornamos do Salar fomos de novo, ao todo fomos umas 4 vezes. Na primeira conhecemos três brasileiras e desta vez que ficou apaixonado foi o Trota ::love:: Roberta, uma baita mulher, legítima brasileira, pensei até em mudar o roteiro ::lol4:: ::lol4:: Também eu Fredo Flistones já estávamos com a garrafa de vinho vazia e com mais duas Geladas na mesa ::lol4:: O papo foi animado e as gatas falaram que estavam indo para o Atacama, Salar de 4 dias, lá pelas tantas elas se foram e eu e Fredo flistones ficamos batendo papo com o Garçom, um Uruguaio que estava na Estrada já fazia algum tempo, o cara fala Ingês, espanhol e francês, muito educado, Meio Gay, sé é que alguém é meio gay ::lol4:: fomos embora com a dica das gatas de um lugar para tomar café no dia seguinte, se chama Sal negro alguma coisa assim. No dia seguinte fomos procurar o lugar a temperatura estava menos cinco e Fredo Flistones já não me perguntava mais sobre o frio ::Cold:: Tinha uma feira com tudo que você pode imaginar, comprei uma garrafa térmica e o Alfredo que tem estômago de avestruz encarou um frango com arroz 08:00hs da manhã no meio da feira. Nessa hora lembrei que meu intestino estava calmo e achei melhor não provocar quem estava quieto afinal eu não tinha a miníma intenção de ter uma caganeira em pleno deserto de Sal e ter que me limpar com pedras de Sal, até porquê depois de uma semana sofrendo, meu cú já tava mais do que ardido e colocar sal nele seria pior que tortura feita na ditadura militar ::toma:: Bum Bum do Trota!!!! O café é muito bom só que custa 20,00 bolivianos, se você em conta que pagamos 30,00 de diária no Hostel com banho privado, é caro. Aproveitei e pedi para colocarem chá de coca na garrafa que comprei, paguei 5,00 bolivianos pelo chá, a garrafa saiu por 40,00 em La Paz me cobraram 95,00. Saímos para o Salar depois de 13:00 hs, fomos ao tradicional cemitério de Trem e logo depois para o Salar, no nosso grupo só tinha uma mulher para tristeza nossa tinha um francês grandão que tava de olho no meu lugar, isso porquê eu estava na frente, felizmente não entendi o que ele tinha comentado, meu amigo é que me falou eu até trocava de lugar na boa mas sem pressão. No final dei o lugar para o casal que acabaram indo espremido e o grandão teve que se contentar em ir com as pernas na maior pressão entre o banco. O almoço já é na entrada do Salar, muitos carros de agência se encontram no mesmo local e de lá seguem viagem, é um lugar imperdível e foto ou filme algum pode se comparar com você estar lá para admirar a grandiosidade do lugar, a vista se perde no horizonte, o Sol da ao lugar uma beleza indescritível, a ilusão de ótica faz do lugar algo sem qualquer comparação, e isso tudo esta logo ali, em um pais repleto de beleza mas que infelizmente só é lembrado por quem o conhece apenas por sua produção de coca. Tiramos as tradicionais fotos que muitos já conhecem e seguimos até o Hotel de Sal no pé do Vulcão Tulupa. Chegamos a tarde e fomos fotografar Flamingos e Ilhamas enquanto nosso guia tirava as coisas do carro e preparava um lanche, ao longe o cume do Vulcão Tulupa era um convite para observar toda a extensão do Salar, ao retornar para o Hotel de Sal perguntamos ao guia sobre a possibilidade de ir no dia seguinte até o cume do Vulcão. \após o lanche o guia nos levou de volta ao Salar para apreciar o pôr do Sol, de quebra a Lua já surgia imponente tornando aquele lugar um lugar único onde nós viajantes para onde quer que olhássemos a admiração e a perplexidade dominavam nossos sentimentos... Na hora do jantar a tônica do assunto era a possibilidade de subir o Vulcão no dia seguinte logo depois do café, apenas os franceses não quiseram ir por não gozarem de condições físicas para tal empreitada, tudo combinado para o dia seguinte, eu Alfredo e um chileno fomos dar uma volta no Salar e tirar umas fotos em seguida fomos tomar vinho e Cuba libre que Alfredo tinha comprado em Uyuni, o frio era intenso e seguindo a dica do Alfredo dormi dentro do meu saco de dormir e passei uma noite muto tranquila ::otemo:: Após o café da manhã fomos para a Van e seguimos para a base do Tulupa, visitamos a cova onde se encontram algumas Múmias e em seguida iniciamos a subida, muito Sol e muito frio também, o início é tranquilo, mas depois de algum tempo a altitude já nos mostrava que não seria nada fácil chegar ao cume. Contrariando todo tipo de "montanhista" que sobe um morrinho no Brasil e se acha um escalador ::lol4:: ninguém no grupo tinha qualquer tipo de equipamento ou calçado para montanhismo, eu estava de sapa tênis ::hahaha:: meu bastão era um graveto que encontrei no caminho e que não demorou muito para quebrar, as únicas dificuldades para subir os mais de 5 mil metros do Tulupa foram as pedras que parecem areia de tão soltas que são, e a altitude de resto é moleza!!! Passei o maior sufoco na volta porquê me perdi na trilha, até encontrar o caminho de volta foi dureza, quem acabou me ajudando foi um cachorro que encontrei no caminho e dei água para ele, foi só seguir o quatro patas e chegar até o Hostel, assim que todo grupo chegou eu já havia tomado banho quente que meu amigo tinha deixado pago, são 10 bolivianos por um banho quente, e você tem de ser rápido porquê o chuveiro desliga a cada 3 minutos, você desliga e liga de novo até terminar o banho. ::hahaha:: Depois do almoço fomos conhecer a Ilha do Pescado, onde se encontram os Cactus que crescem poucos centímetros por ano, lá trocamos de Van e parte do grupo seguiu para o Chile, eu, Fredo Flistones e dois franceses retornamos para Uyuni, combinamos de ir tomar vinho e comer Pizza na Pizzaria que já mencionei antes. Eu e meu amigo fomos para o El Viajero novamente só que desta vez não havia quarto com banheiro privado. PQP ::ahhhh:: Maluco o banheiro compartido tava pior que banheiro Rodoviária da Bolívia ::lol4:: ::lol4:: Trota você esta na Bolívia!!!! maluco dei graças a Deus que meu intestino estava na boa além do fedor, da sujeira e o puta frio que tava fazendo o banheiro era muito feio, falei para o meu amigo: maluco já tomei banho no Salar aqui não tomo banho e nem cago, muito mal eu mijo ::hahaha:: meu amigo que come de tudo encarou o banheiro e tomou outro banho Trotinha deixou para quando chegasse em Santa Cruz ::otemo:: Dia seguinte café e compras depois passagem para "Oruro" aqui foi hilário, eu e meu amigo conseguimos algo inédito, nós conseguimos perder o próprio ônibus em que viajávamos ::hahaha:: ::hahaha:: Vou explicar: quando fomos comprar passagem perguntamos se tinha direto para Santa Cruz, disseram que tinha que ir até Cochabamba e la pegar o Bus para Santa Cruz, e de lá para Oruro, creio que não entenderam e venderam a passagem para Oruru. Gente tava tudo muito Bus cama, fomos na parte de cima na panorâmica, espaço, pés esticado até o vidro da frente, colocamos os sacos de dormir, compramos uma Pizza para ir comendo na boa. Dormimos, viagem tranquila e ás cinco da madruga com um frio do cacete ::Cold:: somos acordados com o aviso: Oruro, Oruro, quem baixa em oruro ? Acordamos de sobressalto e quase brigamos porquê queriam seguir viagem e a gente estava arrumando as coisas para descer em Oruro, descemos e fomos logo comprar as passagens para o Bus que sai ás cinco de oruro para Cochabamba, corremos e já não dava porquê o ônibus já havia saído ::lol4:: na realidade chegou e saiu, isso mesmo era o nosso ônibus que chegou de Uyuni que sai ás cinco para Cochabamba ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: Próximo ônibus 0:6:00 hs ônibus comum e apertado. Nessa altura meu amigo já tava puto, mas acabou rindo porquê conseguimos perder nosso próprio ônibus ::toma:: Chegamos em Cocha e meu amigo sugeriu ir para o Aeroporto tentar um voo, eu tava duro e falido, meu amigo disse que pagava na boa, pegamos um taxi e meu amigo pagou com 40 moedas que deram a ele na Rodoviária de Cochabamba ::lol4:: muito louco. Conseguimos um voo da BOA que custou cerca de 500,00 bolivianos as duas passagens, com isso uma viagem que levaria cerca de sete horas durou uma hora, o único problema foi que o voo atrasou umas duas horas, mas tudo bem o pior seria passar mais sete horas ou mais dentro de outro ônibus. Chegamos em Santa Cruz e fomos de taxi novamente para o Hostel , encontramos uma amiga de meu amigo e nos dias seguintes foi tudo festa. Pub, margarita,Mojito, cerveja, churrasco, muita diversão e alegria, almoçamos em um Restaurante peruano maravilhoso, comemos um Ceviche e uma Paeja com vinho boliviano muito bom, tudo de primeira, valeu muito fazer mais essa viagem para este pais tão "perigoso"... ::kiss:: ::kiss:: Já ia esquecendo de contar o fim da Jaqueta "Norte Face" que comprei em La Paz por 24,00 bolivianos, desde que retornei para Santa Cruz o tempo virou e fez muito frio o que me obrigou a usar a jaqueta, lá conhecemos um cara que viajava com uma amiga, os dois eram da Africa do Sul e o cara fazia gesto como que perguntando se eu não queria trocar com a dele, uma jaqueta linda corta vento e de um tecido muito flexível totalmente diferente da que tinha comprado ::lol4:: perguntei ao meu amigo o que ele tinha falado e a resposta foi se eu queria trocar ? Troquei né ::lol4:: ::lol4:: ::lol4:: Jaqueta azul da foto que estou com o Charuto Cubano.
Anexos
_SCN0144.JPG
_SCN0677.JPG
Adorei Santa Cruz!!!
_SCN0664.JPG
Pub em Santa Cruz com novos amigos
_SCN0603.JPG
_SCN0583.JPG
_SCN0597.JPG
Comida peruana!!!
_SCN0598.JPG
_SCN0576.JPG
BOA
_SCN0566.JPG
Ilha do Pescado Uyuni
_SCN0537.JPG
Vulcão Tulupa.
_SCN0529.JPG
De sapa tênis é sacanagem!!!
_SCN0491.JPG
_SCN0479.JPG
_SCN0479.JPG (2.95 MiB) Exibido 9676 vezes
_SCN0431.JPG
_SCN0419.JPG
Maravilha!!!
_SCN0380.JPG
Vulcão Tulupa, mais de 5 mil metros.
_SCN0393.JPG
_SCN0371.JPG
_SCN0326.JPG
_SCN0293.JPG
A melhor Pizza de minha vida!!!
_SCN0295.JPG
Roberta é a de vermelho.
_SCN0224.JPG
_SCN0276.JPG
Meu amigo desta vez apaixonado pela chilena kkkk
_SCN0252.JPG
Dia lindo e ainda nevou.
_SCN0198.JPG
Trota, Fernanda e Alfredo.
_SCN0153.JPG
Carretera de La Muerte.
P1850492.JPG
P1850405.JPG
P1850348.JPG
Trotinha e Fredo Flistones!!!
P1850276.JPG
P1850208.JPG
Trotinha tranquilo e fazendo careta. A segunda é melhor que a primeira!!!
P1850201.JPG
Eu meu amigo e parte do grupo da expedição!!!
_SCN0141.JPG
Meu amigo feliz da vida...
Editado pela última vez por Trota Nando O Ateu em 23 Nov 2014, 17:29, em um total de 43 vezes.
#885258 por gustavop
03 Out 2013, 23:19
Ba cara muito bom, estou realmente pensando em ir para Bolivia mais por uma questão de dinheiro e não sei, mas para mim paises pobres em que as pessoas estão se virando nas ruas(artesanato,vendas) parece que tu aprende mais e te sente mais incluso na sociedade na cultura local acho isso muito legal.

Continua o relato que ta muito legal mesmo! E sempre que possivel passar informações para pessoas que nem eu que tinham um certo olhar errado sobre a Bolivia, sobre segurança essas coisas que o pessoal lendo facilita muito!

Abraços
#885454 por Trota Nando O Ateu
04 Out 2013, 15:49
Vai ser um grande relato!!!
Editado pela última vez por Trota Nando O Ateu em 23 Nov 2014, 17:26, em um total de 1 vez.
#885487 por Trota Nando O Ateu
04 Out 2013, 19:15
::otemo:: Valeu amigos!!!
#885655 por Trota Nando O Ateu
05 Out 2013, 15:44
Em breve eu termino!!!
#885656 por Trota Nando O Ateu
05 Out 2013, 15:44
Em breve eu termino!!!
#885863 por Trota Nando O Ateu
06 Out 2013, 13:43
Quase pronto!!!
#885867 por Pedrada
06 Out 2013, 14:06
kkkk como sempre, vc é hilário !! disenteria na bolívia foi caixão pra mim kkkk mas nem por isso deixamos de aproveitar as belezas naturais e do povo que esse país nos proporciona...
subir aquele vulcão com mais de 5 mil msnm é moleza kkkk
fiquei curioso pra saber mais sobre essas "múmias". ficam lá numa caverna sem qq cuidado/segurança? terei q voltar lá pra aproveitar melhor o salar e conferir isso !!
valeu por mais esse relato e boas viagens !!
#885889 por Trota Nando O Ateu
06 Out 2013, 15:24
Fala sumido !!! Cara foi foda no início intestino me ferrou mesmo, veja bem as múmias ficam dentro de uma pequena cova no Vulcão mas ficam trancadas, o guia vai com um nativo que abre e depois conta a história. Pedrada ando no maior dilema, quero fazer Panamá e Nicarágua mas as passagens estão na faixa de 2.200,00 com tarifas, já estou até pensando em ir pela terceira vez ao México, vamos ver se cai um pouco. ::otemo:: abração amigo.
#885892 por Pedrada
06 Out 2013, 15:49
ta certo! mas vc ñ para mais de viajar !?!? é, de agora até março e, com o dolar desse jeito, as passagens estarão neste nivel, apenas se não aparecer alguma promoção (foi mais ou menos o q pagamos pra cuba!). e depois tb ñ muda muito, pro panamá em março tem por 2 mil (com taxas, pela copa ou taca - q agora tb é avianca!), o negocio é cadastrar pra recerber as promoções e torcer pra conseguir uma.... ou, nada mau ir pro méxico, tb tenho muita saudades de lá e olha q só fui pro DF, nem peubla, nem oaxaca, nem chiapas ou yucatan, são tantas opões hehehe
ah, e termina logo isso !! kkkk
#886208 por andrekenzo
07 Out 2013, 15:39
Olá Trota!

Parabéns pelo Relato!!

Você lembra qual agência contratou para fazer o Tour no Salar? Você a recomenda?

Vou para Bolivia e Chile em Janeiro e gostaria de um indicação para fazer esse Tour.

Sei que é época de chuva na Bolivia e que em Janeiro o Salar estará alagado, mas que também é possível visitá-lo e fazer passeios alternativos.

Queria uma dica para escolher a agência, pois já li relatos que me deixaram bem receoso quanto a isso!! Tem alguma agência para indicar?

Obrigado!!
#886262 por Trota Nando O Ateu
07 Out 2013, 17:56
Cara quando eu lembrar o nome da dona q me vendeu eu te falo para você não comprar com ela ::lol4:: pesquisa, se você comprar em Uyuni vc pesquisa muitoooooooooo cada um cobra um preço eu e meu amigo pagamos caro pelo tour de dois dias pagamos 500,00 bolivianos ::lol4:: mas tudo bem o que são cerca de 200,00 Reais ? Com um passeio de dois dias com tudo incluso ???Coisa que não faço é chorar merreca ::mmm: mas com essa grana dava para fazer o de 4 dias se eu tivesse tempo.
Editado pela última vez por Trota Nando O Ateu em 24 Jul 2014, 18:05, em um total de 1 vez.

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante