9 destinos baratos para fugir do Carnaval


O carnaval de rua cresce a cada ano nas principais cidades do Brasil e pra quem não gosta da folia e quer fugir da maratona de bloquinhos por todos os lados,  a saída é tirar alguns dias para descansar e ficar longe da civilização!

Foi pensando nisso que criamos essa lista de destinos pra ajudar você a se reconectar com a natureza enquanto recarrega as baterias.

1. Aiuruoca – MG

maxresdefault

Cachoeira dos Garcias – Foto: Tiago Bega / Youtube

 

Destino bastante apreciado por trilheiros e montanhistas, a pequena cidade de Aiuruoca em Minas Gerais, faz anualmente sua festa de carnaval uma semana antes da data e fica totalmente vazia durante o feriado.

O que fazer em Aiuruoca

  • Trilha do Pico do Papagaio: uma caminhada de 7 horas (Ida e Volta) dentro do Parque Estadual da Serra do Papagaio.  No cume, com 2.100 m de altitude,  o visitante tem uma visão espetacular de 360 graus da região.
  • Vale dos Garcias: Propriedade particular com belas cachoeiras e piscinas naturais com destaque para a Cachoeira dos Garcias, um dos cartões postais da cidade.
  • Vale do Matutu: Vilarejo antigo localizado a 19 km do centro de Aiuruoca. O local é administrado por uma associação de moradores e ponto de partida para visitação de belas cachoeiras da região, com destaque para o Poço das Fadas, a Cachoeira do Fundo, e a Cachoeira dos Macacos.
  • Lage e Bananal: Cachoeiras e antigas fazendas
  • Cachoeira Deus me Livre: caminhada de 20 minutos com 3 quedas d’água com cerca de 15 metros de altura cada que formam poços, sendo o último deles propício ao banho. As outras duas quedas possibilitam a prática de canyoning.

Outros atrativos da região são as travessias da Serra da Mantiqueira e da Serra do Papagaio que você pode conferir relatos aquiaqui, aqui e aqui.

Onde ficar em Aiuruoca

Quanto custa viajar para Aiuruoca

  • Passagem de ônibus pela viação Cometa: São Paulo-SP x Caxambu-MG = R$ 84 + Caxambu X Aiuruoca pela Viação Sta Cruz = R$ 20

2. Luminárias – MG

30141783654 18c7a677e0 b 1024x683

Cachoeira Serra Grande – Luminárias – MG – Foto: Jose Vasconcelos Neto

 

Luminárias é vizinha de 2 destinos já conhecidos do Sul de Minas Gerais, Carrancas e São Tomé das Letras, e perfeita pra quem quer aproveitar os atrativos da região e se hospedar longe da bagunça.

O que fazer em Luminárias

  • Complexo da Serra Grande: Área de propriedade particular com várias cachoeiras, grutas, picos e piscinas naturais. A entrada custa R$ 5 por pessoa.
  • Cachoeira do Mandembe: Cachoeira com piscina natural com formação de uma pequena praia. Fica a 8 km do centro de Luminárias. O acesso é feito através de estrada de terra. A entrada é gratuita.
  • Cachoeira da Pedra Furada: Cachoeira com piscina natural em propriedade particular. A entrada custa R$ 5 por pessoa.

Onde ficar em Luminárias:

Quanto Custa Viajar para Luminárias

  • Passagem de ônibus pela viação Útil: São Paulo-SP x Lavras-MG = R$ 93 + ônibus: Lavras x Luminárias pela viação Trectur = R$ 11,35

3. Pancas – ES

02 cume morro jacare

Foto: Daniel d'Andrada / Clube Excursionista Carioca

 

A cidade de Pancas no interior do Espirito Santo, rodeada de gigantescas formações rochosas, se formou com a chegada colonos vindos da Pomerânia, região da Europa que pertencia  ao antigo Reino da Prússia e foi anexada a Alemanha e a Polônia depois da 2ª guerra mundial.

O que fazer em Pancas

A principal atração da cidade é o Monumento Natural dos Pontões Capixabas, com suas formações rochosas com mais de 500 metros de altura que já foram consideradas o lugar mais bonito do mundo pelo paisagista Burle Max.  Além dos Pontões a cidade também conta com cachoeiras e uma rampa de voo livre que possui uma das vistas mais belas do país.

Onde Ficar em Pancas

  • Sítio Cantinho do Céu: Sítio com área de camping localizado aos pés do Monumento dos Pontões Capixabas. O proprietário do sítio, Fabinho (@fabioeggert) guia os visitantes para conhecer as principais atrações da cidade.
  • Pousada Ninho da Águia: Pousada Simples localizada no centro de Pancas.

Confira relatos sobre Pancas  aqui e aqui

Quanto custa viajar para Pancas

  • Passagem de ônibus pela viação Kaissara: Rio de Janeiro-RJ x Vitoria-ES= R$ 129 + ônibus Vitoria X Mantenópolis pela viação Águia Branca= R$ 75 

4. Cascata da Pedra Grande – RS

9584495777 fb5ee5eee3 o

Cascata da Pedra Grande – Foto: Ragi Shant / Flickr: ragi shant 

 

Localizado na fronteira entre os municípios de Marau e Camargo, próximos a Passo Fundo no Rio Grande do Sul. O espaço fica em uma fazenda e oferece área de camping em meio a mata nativa na beira do rio com bosques arborizados e piscinas naturais.  O camping conta com estacionamento, iluminação, espaços de churrasqueiras cobertos, banheiros, bar e fica ao lado da Cascata da Pedra Grande (também conhecida como cascata do Carrascal).   A taxa para visitação é de R$ 10 e R$ 20 para pernoite no camping.

Para mais informações visite: http://www.cascatadapedragrande.com.br

O Rio Grande do Sul possui outros destinos perfeitos pra fugir do Carnaval, nós reunimos 10 deles em nosso post 10 destinos baratos e pouco conhecidos do Rio Grande do Sul

5. PETAR – SP

Núcleo Santana 1

Foto: Danilo Martines Duarte / PETAR [email protected]

 

O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR)  fica a 320 km da cidade de São Paulo, entre os municípios de Apiaí e Iporanga no sul do estado de São Paulo, próximo a fronteira com o Paraná.

O que fazer no PETAR

O Parque  possui quatro “núcleos” abertos a visitação turística:

  • Núcleo Santana:  é onde estão localizadas as principais cavernas do parque ( Caverna do Couto, Caverna de Santana e Caverna do Morro Preto) e belas cachoeiras como a Cachoeira do Couto e  Cachoeira das Andorinhas . O acesso até as cavernas é feito através de trilha fácil. A entrada custa  R$ 12,00 por pessoa + taxa de R$ 6,00 por veículo. Crianças abaixo de 12 anos a adultos acima dos 60 anos não pagam. É obrigatório a contratação de um guia local.  A cidade base de visitação ao núcleo Santana é Iporanga.
  • Núcleo Casa da Pedra:  é o onde está o maior pórtico de caverna do mundo com seus 215 metros de altura. O acesso até a monumental formação é feito através de uma trilha de 3 horas.  A entrada é gratuita, mas a trilha deve ser feita com o acompanhamento de um guia local. A cidade base de visitação ao núcleo Casa de Pedra é Iporanga.
  • Núcleo Ouro Grosso: Com destaque para Caverna do Ouro Grosso e para a Piscina Natural do Rio Betari, o núcleo também fica na cidade Iporanga.
  • Núcleo Caboclos: Na divisa entre os municípios de Apiaí e Iporanga, a 75 km de distância do núcleo Santa, tem as cavernas como principais atrações, com destaque para Caverna Tememina e Caverna Desmoronada. O núcleo possui área de camping. A entrada custa R$ 12 e R$ 18 para acampar.

Onde ficar no Petar

Petar

Pórtico da Casa de Pedra, o maior pórtico de caverna do mundo – Foto: Lalo de Almeida/Folhapress

 

Quanto Custa Viajar para o PETAR

  • Passagem de ônibus pela viação Transpen:  São Paulo X Apiaí = R$ 110  + Passagem de ônibus pela viação Princesa dos Campos: Apiaí X Iporanga = R$ 8

 

Você confere relatos sobre o PETAR aqui, aqui e aqui.

6. Ilha do Cardoso – Cananéia – SP

fugir do carnaval

Piscinas da Lage – Foto: Alécio Cezar / Flickr: Alécio Cezar

 

O Parque Estadual da Ilha do Cardoso se estende pelo litoral entre Peruíbe (SP) e Paranaguá (PR) e é considerado um dos maiores criadouros de espécies marinhas do Atlântico Sul e uma das maiores áreas contínuas de floresta primária preservada do Estado de São Paulo.

O que fazer na Ilha do Cardoso

Existem seis comunidades caiçaras no Parque, sendo que os duas maiores são Perequê e Marujá.

No núcleo Marujá a principal atração é a “Trilha Piscinas da Lage” com 25 quilômetros e duração média de oito horas (ida e volta)  e passa pelas 3 piscinas da Lage e pelas praias desertas do Marujá e da Lage.

 No núcleo Perequê o destaque vai para a Trilha do Poço das Antas (7 km ida e volta) e a Cachoeira do Ipanema.

Onde ficar na Ilha do Cardoso

Quanto custa viajar para a Ilha do Cardoso

  • Passagem de ônibus pela viação Valle Sul: São Paulo X Cananeia = R$ 89
  • Travessia com lancha da DERSA: Cananeia x Ariri = R$ 56

Confira relatos de quem esteve por lá aqui, aqui e aqui.

7. Praia Grande – SC

Cânion Itaimbezinho Trilha do Rio do Boi

Cânion Itaimbezinho – Trilha do Rio do Boi – Foto: Aparados da Serra Adventure

 

Praia Grande é um município de Santa Catarina, que não tem praia e nem é grande (menos de 8.000 habitantes), mas fica aos pés dos cânions mais belos do sul do país.  A cidade tem o privilégio de estar no trecho mais abrupto da serra, onde estão os cânions mais importantes, como o Itaimbezinho e o Malacara, sendo por isso também chamada de “Cidade dos Cânions.

O que fazer em Praia Grande-SC

A principal atração da cidade são as trilhas que percorrem os cânions por dentro como a Trilha do Rio do Boi, uma das mais espetaculares do país (relatos aqui) e a trilha do Cânion Malacara. Também vale o destaque para a  Trilha Vale da Pedra Branca e a Trilha do Cânion dos Índios Coroados.

Onde Ficar em Praia Grande -SC

Quanto custa viajar para Praia Grande-SC

  • Passagem de ônibus pela viação Santo Anjo: Florianópolis x Criciúma = R$ 73 + ônibus Criciúma X Praia Grande pela Viação União = R$ 41

8. Serrinha do Alambari – Resende – RJ

15801833 174300569717549 181988239756754944 n 1

Foto: Carol & Lopes / Instagram: @carolelopes <- Siga eles no Insta!

 

A Serrinha do Alambari é um distrito de Resende localizado entre Penedo e Visconde de Mauá.  Rodeada de muito verde e muito próxima do Parque Nacional do Itatiaia.

O que fazer na Serrinha do Alambari

A principal atração são as pequenas cachoeiras com belas piscinas naturais. É uma ótima opção no meio do caminho entre Rio de Janeiro e São Paulo.

Onde ficar na Serrinha do Alambari

Quanto Custa Viajar para Serrinha do Alambari

  • Passagem de ônibus pela viação Catarinense: São Paulo-SP x Resende-RJ = R$ 87 + Uber = R$ 35
  • Passagem de ônibus pela viação Cidade do Aço: Rio de Janeiro-RJ x Resende-RJ = R$ 41 + Uber = R$ 35

9. Jaguariaíva – PR

Cânion do Rio Jaguariaíva

Trecho do cânion do rio Jaguariaíva, chamado de Encanadão, na borda Leste do Parque Estadual do Cerrado. Acessado somente por atividade de rafting. – Foto: Carlos Ornellas / Wikimedia Commons

 

Jaguariaíva no Paraná é um dos municípios que compõe a Área de Proteção Ambiental da Escarpa Devoniana, uma das mais impressionantes formações geológicas do país, com diversos cânions, cachoeiras e vestígios arqueológicos e pré-históricos.

A principal atração é o Parque Estadual do Vale do Codó,  serpenteado pelos mais de 10 km de corredeiras do cânion do Rio Jaguariaíva, considerado o 8º maior do mundo em extensão.   O rio se perde entre os paredões de pedra que oscilam entre 80 e 150 m de altura sempre rodeados por muito verde.  Sem dúvida está entre os melhores destinos do Brasil para a prática de aquatrekking, rafting e boia cross.

Outras atrações de Jaguariaíva:

Parque Estadual do Cerrado

Abriga parte da formação da Escarpa Devoniana que se estende por mais 13 municípios do Estado. É também o último remanescente de cerrado da região sul do país. O parque possui trilhas que dão acesso à corredeiras e quedas d'água ao longo do percurso.

É aberto para visitação aos sábados, domingos e feriados. Nas quintas e sextas-feiras a visita deve ser previamente agendada com a Coordenação do Parque ou com o setor de cultura e turismo do município.

Parque Municipal Lago Azul com piscinas naturais formadas pelas águas do rio Lajeado Grande e a Cachoeira Véu de Noiva (foto abaixo).

Parque Linear um lugar pra passear com a família. Possui belas quedas d'água.

Onde ficar em Jaguariaíva

Quanto custa viajar para Jaguariaíva?

  • Passagem de ônibus pela Viação Princesa: Curitiba x Jaguariaíva = R$ 64
  • Preço médio de diária em camping: R$ 35 por pessoa
  • Preço médio de diária de quarto de pousada: R$ 200 para casal ou dupla
  • Bóia Cross e Rafting no cânion do Rio Jaguariaíva pela Adventurous Friends Turismo & Aventura: a partir de R$ 135 por pessoa

 


Mochileiros.com

Comunidade de ajuda mútua entre viajantes independentes e mochileiros. No ar desde 1999, tem dicas e informações e mais de 10.000 relatos de viagens publicados. Ganhador do Prêmio 'Influenciadores Digitais' por dois anos consecutivos. Aqui no blog traz histórias inspiradoras e notícias relacionadas ao universo viajante.

3 Comentários
  1. Carnaval é em Iguape … melhor carnaval de rua do estado!!!
    Boas pousadas, bons passeios, preços acessíveis e ainda tem 70 km de praia para aproveitar na vizinha cidade de Ilha Comprida !!!

  2. E Santa Rita do Passa Quatro – SP… cade? Está somente a 3h de SP Capital, perto de Rib Preto, São Carlos, Pira e vizinha da famosa Porto Ferreira… https://santaritadopassaquatrotur.com.br/

    Deixe uma Comentário

    Mochileiros.com
    Logo