Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''treeking no peru''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas e Respostas
    • Destinos
  • Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Relatos de Viagem
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Lugares que já visitei


Próximo Destino


Tópicos que recomendo


Ocupação

Encontrado 2 registros

  1. Galera, Estou indo para Peru em junho, queria fazer a trilha salkantay, os preços via Internet são absurdos, li relatos que é melhor comprar lá, vou com mais uma pessoa, e seria apropriado comprar a entrada para MP antes mesmo sem ter definido Salkantay?
  2. Tudo começou quando lí um relato de uma jovem sobre sua aventura pelo Nevado Ausangate. Depois que vi suas fotos e li o texto muito bem descrito me apaixonei instantaneamente pela montanha. Mas como não tenho perfil de trilheira, tenho 56 anos e no máximo faço caminhada ao redor do parque vizinho á minha casa, logo concluí: esta montanha não é para mim... Sim, já fiz algumas trilhas como o Lago de Los Tres em El Chaltén e fiz também a Base das Torres em Torres del Paine e algumas outras trilhas. Mas eram só. Quando era mais jovem fiz várias trilhas mas nunca em altitude. Meu curriculum estava meio pobre neste quesito. Assim, Ausangate permaneceu distante por 2 anos, até que... Com muito esforço, com falta de ar e frio implacável eu em companhia de meu filho concluímos a espetacular trilha de 60 km em 5 dias! Entre altitudes de 4.000m a máxima de 5.150m a trilha circunda totalmente o Nevado Ausangate (6.372m), uma das cinco maiores montanhas do Peru. (A mais alta é o Nevado Huascarán com 6.768m na Cordilhera Blanca). Antes de me embrenhar numa aventura desse porte, pesquisei muito, lí vários relatos na internet e estudei bastante sobre o trajeto da trilha e suas dificuldades para não ter surpresas. Me armei de muita coragem e fui com o espírito de aventura, mas sem nóia: veja bem, se no meio da trilha eu não aguentasse o tranco ou ocorresse algum problema eu seria humilde o suficiente para desistir da empreitada e voltar para trás. Segurança em primeiro lugar! Fui com essa intenção mas com pensamento muito positivo achando sempre que tudo iria dar certo! Comprei nossas passagens pela promoção da Avianca/Taca e aterrizamos em Cusco no dia 23 de setembro/14. Após quatro dias de aclimatação (fazendo passeios pelas ruínas de Cusco e visitando Machu Pichu, que meu filho ainda não conhecia) seguimos de ônibus regular Cusco/Tinki junto com o guia Guilhermo e o cozinheiro Felipe que mora em Tinki mas havia ido a Cusco para a compra dos suprimentos para a trilha. Primeiro dia Chegamos a Tinki (3.900m) com chuva e granizo após 3:30h de viagem passando por povoados bem típicos e já avistando os nevados de longe. Neste dia dormimos na casa de Felipe já a 4.000m. Eu preferi fazer a trilha em 6 dias para melhor aclimatação á altitude. Mesmo assim senti muita falta de ar e palpitações durante a trilha, achei que ainda não estava muito bem aclimatada. Chegando em Upis Descanso após o almoço com cenário incrível.
×
×
  • Criar Novo...