Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
RUI F.COSTA

Mochilão pelo Sudeste julho 2010

Posts Recomendados

Olá! Em julho de 2010 eu estava desempregado e desanimado e com vontade de sair pelo mundo. Eu ainda tinha uma grana guardada e pensei em fazer um mochilão pra esfriar a cabeça. Queria uma viagem sem agência, sozinho e sem destino. Pensei em fazer uma viagem de trem, mas isso é quase impossível no Brasil. Na internet descobri um que partia de Belo Horizonte e ía até Vitória (o trem da Vale). Meu pai é caminhoneiro e ele tinha uma viagem pro ES e iria passar por Belo Horizonte. Peguei uma carona até lá. Saímos no domingo de Pirajuí-SP (onde moro) e tocamos até Divinópolis-MG, onde dormimos. Logo cedo partimos até Belo Horizonte, onde eu fiquei e ele partiu. Peguei um circular pra rodoviária e lá me informei sobre pontos turísticos, locomoção e endereços (estação ferroviária, hostel, etc) Andei um pouco pelo centro e fui pro hostel onde ira dormir (hostel Chalé Mineiro - $20,00). Chegando lá, tomei um banho, dormi um pouco e voltei pra cidade. Fui na estação comprar a passagem de trem pra Vitória ($50,00 na classe econômica), andei mais um pouco no centro, conheci o mercado municipal, praças e avenidas. Fui pro hostel, comi um lanche numa padaria e fui dormir. Acordei bem cedo, tomei um café na estação e parti às 7h30 de Belo Horizonte rumo a Vitória. Foram 13 horas de viagem, com paisagens belíssimas do Rio Doce e montanhas de pedras. Dentro do trem andava sem parar de um vagão a outro. Conheci muitas pessoas que entravam e saíam em cada estação (poucas pessoas vão de Belo Horizonte à Vitória). Almocei no vagão restaurante um pf com suco ($8,00) e tomei uns cafezinhos e comi umas paçocas quando o vendedor passava pelos corredores do trem. Uma senhora sentada próximo de mim ficou com pena de eu estar vindo de tão longe sozinho e me oferecia algo pra comer toda vez que ela comia. Achei engraçado a sua gentileza. Depois de muitas curvas e paisagens, paradas, e pessoas, o trem chegou em Cariacica, grande Vitória às 20h30. Na estação e sem rumo certo, busquei informações sobre como chegaria até a rodoviária. Um taxista me indicou qual o circular que me levaria até lá. Cheguei e fui procurar um posto de informações turísticas. A moça me indicou dois hotéis (em Vitória não tem Hostel), mas eu achei meio caro ($80,00) e fui buscar informações sobre algo mais barato com os taxistas. Um deles me indicou um atrás de um indicado pela moça por $40,00. Peguei um circular e fui até lá. O hotel ficava ao lado do palácio do governador, no centro de Vitória. Não era um hotel bom, claro, mas limpo e seguro. Tomei banho e "apaguei" de tanto sono. Acordei cedo, tomei um café bem reforçado, peguei minha mochila e fui embora. Conheci o centro velho a pé. Visitei o palácio do governador e algumas igrejas e ruas antigas. Depois fui almoçar. Andei de circular pela orla da praia e conhei o shopping da cidade. De tarde fui pra rodoviária comprar passagem pra Belo Horizonte. Chegando lá vi uma promoção de passagens pro Rio de Janeiro. Eu fiquei pensando e resolvi prolongar a viagem sem destino... Lembrei que eu tinha um folheto com o telefone de todos os hostel do país. Liguei pra um de Copacabana e reservei uma diária. Comprei a passagem e parti às 21h30. A viagem foi tranquila e a chegada foi às 5h. Acordei bem na hora que ônibus tava passando pela ponte Rio-Niterói. Na hora pensei: "o que eu tô fazendo aqui?". Na rodoviária fiquei meio perdido sem saber pra onde ir. Procurei a agência de ônibus que ia pra minha cidade, mas estava fechada. Fiquei esperando ela abrir e nesse tempo conheci uma moça. Contei minha aventura e ela achou um máximo e me deu umas dicas sobre como andar no Rio (pegar ônibus, metrô etc). Eu disse que gostaria de conhecer o centro e algumas praias e ela me ensinou. Comprei a pasagem pra no dia seguinte às 19h30 e fui de circular até a Av Rio Branco, centrão do Rio. A emoção foi a mesma de quando conheci a Av Paulista pela 1ª vez!! Andei por ela até a Cinelândia e lá visitei alguns pontos turísticos: Museu de Belas Artes, Biblioteca Nacional, Paço Imperial, Cinema Odeon, Palácio Tiradentes, Museu da Marinha, Centro Cultural da Justiça Federal e algumas praças. O Teatro Municipal estava em reforma, mas eu o apreciei por fora. Andei no bonde dos Arcos da Lapa e fui até o bairro boêmio de Santa Tereza. Queria ter conhecido mais coisas, mas estava anoitecendo e eu precisava ir pro hostel em Copacabana. Peguei um circular e desci na rua indicada pelo recepcionista quando eu liguei para fazer a reserva. Ao chegar, ganhei uma cerveja e não soube o motivo (hostel é um lugar bem descontraído). Fui tomar banho e arrumar minhas coisas. Conheci um companheiro de quarto que por sinal era paulista também e fomos comer algo, pois estava com muita fome. Conheci a orla de Copacabana toda, pois é pequena (achava que fosse bem maior) e fui dormir. Acordei cedo, tomei um café reforçado e fui bater perna. Conheci o Pão de Açúcar e o Jardim Botânico. Não fui no Cristo, pois o tempo não estava bom e o pessoal disse que não vale a pena pagar caro pra não ver nada. Esse passeio ficou pra próxima!! Depois do almoçar numa padaria e comer umas porcarias de supermercado, fui andar na praia de Ipanema e Arpoador, onde subi nas pedras e apreciei a paisagem tomando uma cerveja, mas o tempo fechou e tive que pegar um circular pra rodoviária. Era por volta das 16h e lá esperei o meu ônibus pra Bauru. Caiu um temporal e demorei muito pra sair da cidade por conta do trânsito lento. Mas a viagem foi tranquila e cheguei em Bauru às 8h. Liguei pra uma tia e fui almoçar com ela, onde contei minha aventura. De tarde tomei um outro ônibus pra minha cidade, onde cheguei às 18h. Foi o meu primeiro mochilão, sem dúvida inesquecível e o primeiro de muitos outros.

20110817103638.JPG

20110817103752.JPG

20110817103923.JPG

20110817104046.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bacana sua aventura!!!

 

qdo nos lançamos na aventura são muitos os perigos, mas a gente descobre que também tem muita gente boa nesse mundo, muita gente solidária... a senhorinha que te oferecia os lanches que ela comia... comovente...!!!!!

 

qdo estive em Vitória no ano passado fiquei doida pra esticar a viagem até o RJ (que não conheço) mas infelizmente, tinha o trampo logo depois do feríado, então não dava...

 

Mas já que vc tinha dias livres, aproveitou bem!!!

 

Parabéns!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi!!!

Minha próxima viagem vai ser pro Maranhão. Era pra eu ter ido esse ano, mas quebrei o pé em março e quando estava me recuperando apareceu uma oportunidade de trabalho e então tive que adiar... Mas o roteiro é diferente: quero sair de Bauru-SP, ir pra Ribeirão Preto-SP e de lá pegar um ônibus até Açailândia-MA (três dias viajando pelo interior do país). Chegando lá, vou pegar um trem ( o da Vale, da mesma empresa que opera entre Belo Horizonte-Vitória), até São Luíz-MA. Deu pra perceber que gosto de viajar de trem. Onde eu moro, antigamente tinha um trem famoso que foi extinto no governo FHC, o trem do pantanal, que partia de Bauru e ia até Corumbá-MS, divisa com a Bolívia. Foi por isso que decidi fazer o "mochilão pelo sudeste" no ano passado. Queria andar de trem, aí pintou a oportunidade de conhecer o Rio o que deixou a aventura muito mais emocionante!!

Legal de vc ter gostado!!! E obrigado pelos parabéns!!!!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Rui,

 

É isso mesmo, salta aos olhos que vc gosta de trem, eu também sou fascinada mas vejo que pouco me mobilizo para viajar de trem.

 

Moro em Salvador, Bahia e aqui são poucas as linhas féreas, mas através desse relato seu surgiu uma enorme vontade de trazer de volta, resgatar esse amor que tenho desde a infância por trens, graças a meu querido pai, já falecido, ele nos deu de presente uma maquete de trem que funcionava por pilha, com a linha, os vagões, o bichinho soltava até fumaça...

 

Em novembro do ano passado estive em São paulo e fui na Estação da Luz, e olha o resuiltado:

 

Parecendo criança!!!

20110817101235.JPG

 

Emoção, saudade do meu pai...

20110817101301.JPG

 

 

Bom, este relato está me fazendo refletir sobre as opções de viagens de trem que tenbho aqui pela Bahia e a apartir de agora já começa a pesquisa!!

 

Abraços!!!!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É muito bacana mesmo!! Andar de trem é ter mais liberdade. Vc anda pra lá e pra cá. Conhece mais pessoas. Tem o vagão restaurante, que é o máximo!! Vc não fica preso na poltrona o tempo todo!!! Bom , mas o Brasil infelizmente não investe em tranporte ferroviário de passageiros. Existe uma forte pressão por parte das empresas de ônibus, caminhões e aviões, que não querem perder seu espaço no mercado pois viajar de trem seria muito mais barato, então.... temos que aproveitar o que tem!!! rsrrsr Mas enfim, gosto de viajar e não importa o meio de transporte!!! O importante é conhecer lugares e pessoas. Isso pra mim é viver!!! Grande abraço e quem sabe nos trombamos em algum lugar por aí!!!! srsr

20110817103108.JPG

20110817103213.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Também acho que independente do transporte, o importante é conhecer novos lugares, culturas e pessoas, sempre vale a pena.. eu considero inclusive fazer trrechos andando, dependo da distância...

 

até 15 Km eu encaro!! rsrsrs

 

Mas realmente viajar de trem é por uma questão pessoal mesmo, lembra muito meu pai, eu lembro com alegria dele e das viagens que fazíamos.

 

Inclusive aqui em Salvador ainda tem o trem que vai para o subúrbio ferroviário, eu to sempre passeando nele... um passeio que os turístas quase nunca fazem em Salvador, pegar o trem na Estação da calçada (R$ 0,70), saltar na Estação Plataforma e atravessar de barco (R$ 1,00 - inteira) para o bairro da Ribeira, bairo tradicional onde tem o famoso sorvete. É lindíssimo!!! imperdível!!!!

 

 

20110817114207.jpg

 

20110817113541.jpg

 

20110817113558.png

 

20110817114232.jpg

 

Quando vier para a Bahia não esqueça de entrar em contato, se precisar de ajuda e dicas!!

 

abraços!!! ::otemo::::otemo::

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala rui tranquilo?

me interessei por essa viagem de trem ai, será que você poderia me passar + informações sobre esse trem?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia!!

Muito interessante esse passeio de trem em Salvador. Eu já li algo sobre ele na net, mas não vi fotos iguais a essas!! Salvador também está nos meus planos de viagens.... Deve ser linda e com muitas histórias.... Sobre caminhadas, eu também curto pra caramba. Não tenho problemas em encarar qualquer subida!!! srsrs!!! Já ouviu falar sobre a tal Estrada Real? É um antigo caminho de tropeiros que levavam o ouro extraído das Minas Gerais até Paraty-RJ. Alí dá pra fazer uma boa caminhada!! Quando estou numa cidade nova curto muito ficar andando e aprendendo algo sobre o local!!

É isso aí! Quando eu for pra Salvador quero umas dicas e entro em contato. Grande abraço e até mais.

 

 

Fala cara, tudo blz?

Eu nem sabia que existia esse trem, afinal isso é raro no Brasil de hoje. Acabaram com todos eles!!! Os únicos existentes são os da Vale. Esse que eu encarei sai de Belo Horizonte e termina em Vitória. Ao mesmo tempo tem um que sai de Vitória pra Belo Horizonte. No meio da viagem eles se cruzam e é muito legal. Eu peguei o de Belo Horizonte às 7h30 e fui até o final. Cheguei em Cariacica (grande Vitória) às 20h30. São 13h de viagem e com paradas rápidas nas cidades em que passa. Em Belo Horizonte fiquei num albergue (Chalé Mineiro - fone 31-3467-1576) e em Vitória foi engraçado porque não sabia onde eu ia dormir. Lá não tem albergue. Então desci na estação peguei um ônibus pra rodoviária e lá pedi informações pro guia turístico (ainda bem que tinha! rsr) A moça me indicou dois hotéis, mas eram caros ($80), então fui até um taxista e ele me indicou um no centro da cidade ao lado de um que a moça tinha me indicado por $40! Fui de ônibus e desci em frente ao Palácio do Governador. Subi as escadarias e segui uma rua à direita e cheguei no hotel. Não era muito bom, mas deu pra tomar banho e dormir. Cara, esqueci o nome desse hotel. Na viagem de trem vc verá muitas paisagens. Ele segue em grande parte o rio Doce. Dá pra conhecer um monte de gente, pois o trem é grande e vc pode andar de um vagão pro outro. Tem o vagão restaurante e também vendedores que passam a todo tempo pelos corredores. Tem 1ª classe ($75) e 2ª classe ($50). A diferença é só o ar condicionado. Se vc quiser mais informações tem o fone da estação de Belo Horizonte - 0800-285 7000. Essa estação não fica longe da rodoviária de BH. Lá eles te dão um mapa do centro da cidade e aí fica tudo mais fácil. Bom acho que isso é o básico. Qualquer dúvida estamos aí!!! Flw

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  



×
×
  • Criar Novo...