Ir para conteúdo

Ilha do Marajó


guto.pinho

Posts Recomendados

  • Membros

Olá amigos do Mochileiro.com!

 

Resolvi escrever esse Fórum para explicar um pouco a minha viagem a Ilha de Marajó. Essa é uma viagem que pode marcar você tanto pela experiência nova, como por se transformar em um caos! Por isso, gostaria de dar a minha contribuição para ajudar aos próximos.

 

Pesquisando na internet, achei muita carência de informação a respeito da ilha. Por isso, posso ter sofrido um pouco e não quero que vocês passem pelo mesmo.

 

Eu fui para o Marajó no último feriado de páscoa (2012). A primeira informação que eu gostaria de deixa é: ir na sexta feira e voltar no domingo é pouco tempo para curtir a viagem. Se fizer isso, passará mais tempo viajando do que curtindo a viagem.

 

Ida: Saímos do Rio de Janeiro por volta das 23:00 e chegamos a Belém por volta das 2:00 da manhã. Eu havia reservado um hotel próximo às docas, onde sai o Navio para Salvaterra. O Navio sai as 7:00 da manhã no armazém de número 10. Nós acordamos as 5:30 para poder comprar a passagem, mas como era feriado a fila estava muito grande e só conseguimos comprar para às 7:30. A passagem custa em torno de 14 ou 15 reais. Primeiro ponto a se prestar atenção, não há qualquer espécie de organização na fila, ninguém para dar informação. As vezes a fila para embarque se cruza com a fila de comprar passagem e você não consegue saber onde ir. Se conseguir, tente acordar mais cedo para comprar a passagem e embarcar no navio das 7:00. Lembrando que, esse navio é apenas para pessoas, se você pretende ir de carro, tem que pegar a balsa em Icoaraci. Não tenho muitas informações sobre o horário de saída. O tempo total do navio até Salvaterra é de 3:30, portanto, tente providenciar um lanchinho. No navio também tem lanchonete, mas provavelmente você vai enfrentar fila sem organização novamente.

Após chegar em salvaterra, no próprio porto tem várias vans. Algumas já te levam diretamente até a pousada (elas atravessam o rio mais na frente de balsa), outras te levam até a beira da travessia até soure, onde você pega uma canoa motorizada que faz a travessia de 5 minutos. Após a travessia você chegou em SOURÉ. A passagem da Van custa em torno de 6 reais e o barquinho mais 1,50. De lá você pega um taxi ao hotel que custa em média 13 reais.

 

Resumo:

Navio até Salvaterra: 15 reais, 3:30 horas, Sai às 7:00 da manhã no Armazem 10.

Van de Salvaterra a beira do rio em Souré: 6 reais, 20 minutos de viagem

Barquino: 1,50, 5 minutos de travessia.

Taxi: 13 reais.

 

Em Souré, ficamos na pousada "Recanto do Francês" recomendo muito! Super limpa, ar condicionado, atendimento ótimo, o Thierry, o dono, é gente fina! Pousada barata também 100 reais o casal por dia.

 

O deslocamento em Souré é um pouco complicado, você pode andar de moto taxi ou de taxi. O preço não é barato. Para nos levar e buscar na praia do pesqueiro, principal praia de Souré, o taxista cobra 40 reais. Como ainda não conhecíamos muito, aceitamos ir, mas resolvemos pesquisar como voltar, ou seja, pagamos 20 reais na ida. É distante, não dá para ir a pé, os mais corajosos podem tentar de bicicleta, mas é cansativo. Descobrimos que de tempos em tempos sai do centro uma kombi que cobra 2 reais para a praia do pesqueiro, e foi com ela que nós voltamos de lá. Já ia esquecendo, o lugar é lindo, diferente de tudo. Vale a pena almoçar um bom filhote (peixe local, não é pesca predatória). A praia com ondas é de água doce, dependendo da variação da maré você fica até com preguiça de ir mergulhar de tão longe que ela fica. Se chuver, não se preocupe, assim como Belém, a maior chuva do mundo cai e em menos de 5 minutos o sol já está te queimando novamente.

 

No segundo dia fomos a fazenda "São Jerônimo" (no caminho para praia do pesqueiro). Nessa fazenda, foi gravado o No Limite 3 e partes da novela Amor, Eterno Amor. O passeio que fizemos custou 50 reais. Começamos pelo barco a remo (não se preocupem, não foi a gente que remou). Esse barco passa por paisagens alucinantes! O pequeno rio se torna um mar, você vê árvores completamente submersas e entra pela floresta com o barco, alucinante! Descemos do barco quando não temos mais como navegar, o resto do caminho é a pé por dentro do rio. Passamos por árvores que estão unidas pelos galhos, ótimo lugar para fotos! Também passamos por uma praia deserta, muito bonita! O restante voltamos montados no búfalo. Quem não gosta, pode voltar a cavalo ou na charrete. O restante do passeio é muito legal, diferente de tudo. Mas aí vai a dica mais importante de todas NÃO ESQUEÇA O REPELENTE! Minhas pernas voltaram como se eu estivesse com catapora!

A fazenda São Jeronimo também serve almoço e pelo que falam é bem gostoso. Eu não sabia e infelizmente não reservei, por isso não pudemos almoçar lá!

Existe um outro passeio que é cruzar o rio montado no Búfalo, esse eu não fiz, mas no primeiro passeio a gente já cruzou um bom pedaço montado nele!

 

Nesse mesmo dia a tarde a gente foi para a praia da Barra Velha! Lugar muito bonito também!

 

No jantar fomos para o restaurante Paraíso Verde, fomos super bem atendidos, o lugar tem uma decoração bem legal, mas a comida nos decepcionou um pouco.. Esperávamos mais!

 

Bom, agora vai a última dica e mais importante de todas!!!!!!!!!! COMPRE SUA PASSAGEM PARA VOLTA ANTECIPADAMENTE! Não dependa de ninguém te oferecer (sempre vão falar que já acabou e que ele consegue o esquema para comprar uma...) Existe uma cabine de venda de passagens que abra por volta de 13:00 da tarde, nessa cabine tem o telefone para o responsável de vendas, se for preciso, ligue para ele.

 

O primeiro e único horário do navio de volta (não entendo isso) é as 15:00. Por tanto, se você for viajar de avião ainda no domingo, tem que marcar o voo para bem tarde!

 

Deixa eu explicar o trauma, nós confiamos que um cara ia nos comprar a passagem, chegamos até a ir à cabine para comprar, mas como já tinhamos combinado com ele, achamos melhor não comprar duas vezes. O que aconteceu é que ficamos na mão. Apesar de termos chegado cedo no porto, por volta de 12:00, ficamos na fila em vão. Estávamos perto de comprar, mas toda hora alguém chegava pelo lado da cabine de vendas do porto e comprava passagem para revender mais caro. Terminou que todas foram vendidas e nós não compramos. Tivemos que correr para a balsa para Icoaraci, onde a venda também era com uma fila totalmente desorganizada e sempre alguém pedia pra comprar porque estava no final da fila. Eu sou a pessoa mais pacata do mundo, mas tive que fazer alguma coisa. Fui para a frente da fila ficar organizando, enquanto minha namorada e um casal de amigos ficaram no nosso lugar para comprar. Arrumei briga com bastante gente, pois queriam passar a frente, mas eu não deixava. Só assim conseguimos ir embora do Marajó.

 

Portanto pessoal, essa é uma viagem que tem que ser super organizada, ou ela pode gerar traumas!!!

 

Espero ter ajudado!

 

Outro passei

  • Gostei! 1
Link para o comentário
  • 2 meses depois...
  • Membros

Oi Ricardo!

Quando eu fui pra lá, a moça de Belém disse que seria melhor eu comprar a passagem de volta lá no Marajó mesmo.

Mas a dica é comprá-la qdo vc desce em Salvaterra/Camará, e não esperar o dia de voltar pra Belém pra fazer isso, entende?

 

Sai de Belém, chega em Camará e já compra tua passagem de volta lá mesmo.

 

Eu tb deixei pra comprar no domingo, cheia de malas, etc, e realmente a fila é uma zona....

 

Bjs,

Paulinha.

Link para o comentário
  • 3 semanas depois...
  • Membros

Olá... estive por lá há pouco tempo e uma forma de não passar por esse perrengue da fila, que eu particularmente não vi por lá rsrs, é comprar sua passagem na véspera nos guichês da BANAV ou da Arapari em Salvaterra. Lembre-se de fazer isso pela manhã porque, por algum motivo que não sei qual é, à tarde fica fechado. Parece que são dois os locais de venda, dependendo do horário em que você quer viajar. Um dos guichês funciona na rua que vai para o portinho de Salvaterra, fica próximo ao Correio. O outro disseram que fica num posto de gasolina perto da entrada de Salvaterra.

 

Abraços!!!

Link para o comentário
  • 2 anos depois...
  • Membros

Pessoal estive no marajó no inicio de setembro, e para quem esta interessado aqui vai algumas dicas atualizadas:

Todas as informações dos textos dos colegas citaram estão corretas com exceção dos preços:

Passagem de balsa de Belém para ilha do marajó --- 20,00 por pessoa e 82,00 para carro pequeno, e o trajeto leva 3,5 horas de viagens.

A diária nas 03 pousadas mais conhecidas da ilha a diária fica em torno de 180,00 para casal como por exemplo a pousada do boto onde fica o melhor restaurante da região.

Porem se quiser algo mais em conta pode se hospedar na pousada do seu Joaquim que fica a 1000 metros da balsa para Soure, e onde a diária para casal fica em 50,00 com cafe da manhã, ar condicionado e TV, lugar simples e aconchegante, e o celular dele é 091- 81890263, mas caso não queira reservar pode ir tranquilo pois existem inúmeras pousadas de porte simples e em conta para mochileiros.

Recomendo que vá de carro, no aeroporto mesmo se consegue diárias de até 82,00 com Km free ou 30,00 + Km rodado, foi o que fiz pois qualquer lugar que queira ir os mototáxis da região cobram de 20,00 a 40,00 dependendo o lugar que queira ir, e do porto até o final do asfalto que é Soure são 30 Km, e se você pagar diária de um carro + Km rodado acaba ficando mais em conta e você fica mais livre e independente e não fica a merce de barraqueiros que te seguram o máximo que puder em suas barracas para lucrarem.

Gente o lugar é lindo e aconchegante ótimo para quem quer tranquilidade.

Ultima dica quem for de carro já reserve a passagem na balsa de volta.

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...